browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Cometa PanSTARRS (C/2015-ER61) com cauda gigantesca

Posted by on 12/04/2017

cometa-pansstarA mais de 180 milhões de km da Terra, algo está acontecendo com o Cometa PanSTARRS ( C / 2015 ER61 ). Em 4 e 5 de abril, o cometa aumentou mais de 6 vezes de magnitude, de 8,5 a +6,5, atingindo de repente a visibilidade de olho nu, apesar da grande distância do planeta. A explosão do cometa é provavelmente causada por uma nova veia de material gelado no núcleo do cometa expondo-se à radiação solar. A mais próxima passagem do cometa da terra será â distância de cerca de 176 milhões de quilômetros (1.18 UA) no dia 19 de abril.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Cometa PanSTARRS (C/2015-ER61) com cauda gigantesca

Fonte: http://spaceweather.com/ em 10 de abril de 2017.

Agora os astrônomos amadores estão fotografando uma cauda incrível. Gerald Rhemann envia uma imagem do cometa obtida desde o e seu observatório privado na fazenda Tivoli, na Namíbia, na África.

“A cauda do cometa tem cerca de 2,5 graus de comprimento”, diz Rhemann.

panstarrs_cauda-cometa

A mais de 180 milhões de km da Terra, algo está acontecendo com o Cometa PanSTARRS ( C / 2015 ER61 ). Em 4 e 5 de abril, o cometa aumentou mais de 6 vezes de magnitude, de 8,5 a +6,5, atingindo de repente a visibilidade de olho nu, apesar da ainda grande distância do planeta.

Isso significa que a cauda se estende por mais de 8 milhões de km. Para comparação, o sol inteiro tem 1,4 milhão de quilômetros de largura; Você poderia enrolar a cauda do cometa ao redor do equador do sol duas vezes . Outra maneira de colocá-lo: A distância da Terra à Lua é de apenas 5% do comprimento da cauda gasosa por trás do Cometa PanSTARRS.

A explosão do cometa é provavelmente causada por uma nova veia de material gelado no núcleo do cometa expondo-se à radiação solar. Expelindo furioso vapor, o núcleo do cometa está espalhando jatos de poeira e gás para o espaço – um processo de construção da cauda que deve intensificar-se à medida que o cometa se aproxima ainda mais do sol entre agora e o início de maio.

Comèta -mcNaught

O Cometa McNaught, com sua espetacular cauda, também chamado de o Grande Cometa de 2007, é um cometa não periódico descoberto em 7 de agosto de 2006 pelo astrônomo anglo-australiano Robert H. McNaught.

O momento de maior aproximação do cometa da Terra será à distância de cerca de 176 milhões de quilômetros (1.18 UA) na noite do dia 19 de abril. Mesmo a essa distância, o cometa pode ser uma bela vista para telescópios em quintal se as tendências atuais continuarem. Fique ligado, pode ser um grande show!

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

3 Responses to Cometa PanSTARRS (C/2015-ER61) com cauda gigantesca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *