browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Como vamos impedir o tráfico sexual e o abuso ritualístico (satânico) de crianças

Posted by on 30/07/2019

Os fatos: Recebi um e-mail sincero de uma leitora que capta a sensação de desesperança que algumas pessoas que estão despertando para seu processo evolutivo sentem diante do tráfico global de crianças. Eu senti que seria bom abordar isso em um artigo para todos considerarem este tenebroso tópico. Reflexão: Qual é o papel de cada indivíduo no despertar da humanidade para a realidade de coisas como o tráfico sexual de crianças? É possível que nosso estado de espírito sobre isso tenha um impacto sobre a eficácia que temos em promover esse despertar para este grave problema?

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Como o mundo vai impedir o tráfico sexual e o abuso ritualístico (satânico) de crianças

Por Richard Enos – Fonte: https://www.collective-evolution.com/

Nesta ocasião do meu centésimo artigo para Evolução Coletiva desde que comecei em abril, eu queria aproveitar a oportunidade para agradecer aos meus leitores por seus e-mails de consulta, comentários, encorajamento e apreciação. Embora esteja ficando difícil, eu ainda tento responder pessoalmente a cada um deles, porque ganhei muitos insights e inspiração deles. Além disso, acredito que o trabalho de construção da comunidade, que é um mandato da Evolução Coletiva em que acredito fortemente, ocorre principalmente como resultado da qualidade de nossas interações individuais entre si.

Por estes dias recebi um e-mail de uma leitora alguns dias atrás, e imediatamente senti que ela estava levantando um ponto que era relevante para muitas pessoas na comunidade que despertavam para seu processo evolutivo. Perguntei a ela se poderia publicar seu e-mail e minha resposta a ela em um artigo, o que me daria tempo para responder completamente à pergunta dela. Ela graciosamente concordou, e então aqui está a matéria.

Ref: seu artigo sobre tráfico de crianças:

Richard,

Ótimo artigo. Eu sou uma desperta mãe solteira de três filhas imigrantes da Europa Oriental. Eu tenho essa consciência sobre a tortura do tráfico de crianças e magnitude deste problema terrível já quando a maioria das pessoas estava profundamente adormecida sobre isso. Eu estava lendo o site de Kevin Annett e ouvindo-o explicando atrocidades em escolas residenciais no Canadá. O assassinato e abuso de populações nativas indígenas já em 1960 com envolvimento da coroa britânica, além do envolvimento do papa da igreja de Roma.

Desde que eu descobri sobre isso eu luto. O sentimento não é descrer. Eu passei por fase de raiva há muito tempo atrás. Eu sei que é verdade e o único problema que tenho é o que eu posso fazer, como posso ajudar? Como imigrante eu não tenho nenhuma rede de pessoas para me conectar, ou formar alguns grupos. Eu acho Richard o problema é que estamos espalhados e isolados. As pessoas nos locais de trabalho e na família não querem ouvir sobre isso. Eles não estão prontos para ouvir sobre isso. Fazê-los ouvir não é produtivo. Eles estão profundamente adormecidos ou em estado negação (omissão). Eles ficam chateados quando isso é levantado, eles não acreditam que é verdade.

Eu gostaria de fazer alguma coisa. Tenho a sensação de querer ajudar essas crianças, protegê-las … mas não sei como fazer isso. Trabalhar em organizações que estão infiltradas não adianta. Então, o que você sugere para as pessoas fazerem? Nós vamos trabalhar. Nós mal conseguimos cuidar das nossas famílias e fazer face às despesas. Como podemos quebrar essa rede? Eu luto com isso. Nenhuma das pessoas que conheço acreditaria ou até mesmo desejaria ouvir a esse respeito. E você não pode forçar a informação nas pessoas. Especialmente aquelas pessoas no meu trabalho que não tem ideia do problema…

Eu me sinto tão inútil não sendo capaz de fazer algo sobre isso. Eu acho que há mais pessoas que se sentem como eu. Pessoas que sabem, mas estão completamente sozinhas nesse conhecimento. Isso torna tudo mais difícil. Há grupos e comunidades e pessoas como David Wilcock e outros … mas pessoas como eu não têm dinheiro para ir a conferências e participar desses movimentos.

Só quero que voce saiba que há uma tremenda vontade de eu poder ajudar nisso, mas também uma imensa inércia causada pelo isolamento da maioria das pessoas como eu … Ouvimos o tempo todo de pessoas como você ou outras pessoas que depende de nós, as pessoas. Nós somos as pessoas. O problema é que estamos espalhados e não unidos. Nós não temos ferramentas. Obrigado pelo seu artigo.

Bogna

coração-amor-luz

A Minha resposta

Caro Bogna

Agradeço-lhe por expressar de forma tão eloquente a falta de esperança que acredito ser sentida por muitas pessoas que despertam para a realidade do tráfico de crianças. Esse despertar levou à nossa compreensão coletiva de que o tráfico de crianças não é o resultado de esforços dispersos de grupos individuais de aproveitadores, mas é uma rede altamente organizada que vem dos limites mais altos da elite de “nossas autoridades” e é coordenada com outras agendas perversas como o tráfico de arma. drogas, extração de órgãos, agitação ambiental, fraude financeira maciça, genocídio e tópicos afins.

Eu lutei nas últimas décadas sobre a questão do que fazer se nós vemos situações no mundo que claramente precisam mudar, e se nós, como coletividade, quisermos sobreviver e prosperar. A luta em minha mente estava entre dois extremos do espectro, cada um dos quais eu senti que tinha alguma validade:

  • Devemos combater o fogo com fogo? Devemos protestar contra as injustiças, unir movimentos e sermos ativos em expressar nossa oposição? Apelar ao nosso governo para agir, ou ignorá-los completamente e exercer desobediência civil?
  • Ou devemos deixar ir e aceitar as coisas como elas são? Retirar-nos para nossas próprias vidas e fazer o melhor que pudermos por nossos entes queridos? Concentrar-se no reino espiritual, meditar na paz e expandir nossa consciência?
  • Corrupção do feminino: Concurso de miss mirim na TV (SBT) é alvo de críticas: ‘Impacto psicológico terrível’

Foi só quando finalmente vi que havia uma síntese superior dessas duas polaridades que senti ter encontrado a resposta satisfatória para minha pergunta. E fiquei tão empolgado com essa resposta que a dramatizei em uma  peça multimídia de uma pessoa intitulada “Action “, que fiz em novembro passado. Vou tentar delinear as conclusões a que cheguei.

O reino espiritual. Com base em minhas crenças espirituais, que têm suas raízes em muitas de nossas grandes tradições espirituais, vejo o mundo físico como maya,  a “ilusão”, e entendo que somos verdadeiramente seres espirituais tendo uma experiência física.

Acredito que todos nós escolhemos vir aqui neste momento, escolhemos a família em que nascemos e as circunstâncias de nossas vidas, a fim de vivermos as condições que seriam ótimas para o crescimento de nossa alma. Entramos neste “jogo” físico para a alegria da experiência física, e com o propósito de crescer e expandir nossa consciência individual e coletiva através da experiência. Como citei de Hidden-Hand no meu último artigo sobre Lúcifer ,

Lembrem-se que, finalmente, este é um jogo, que todos nós estamos jogando aqui. Somos atores, tocando no “palco da vida”. Este “mundo” é tudo ilusão, ou “forma”. Ninguém realmente “morre”, e ninguém está realmente ferido. Entre encarnações, você sabe disso muito bem. Mas as regras do jogo garantem que você deve esquecer quem você realmente é, para que você acredite que é tudo aqui embaixo é “real” enquanto você está jogando o jogo da Vida na Terra. Esse é um pré-requisito essencial quando você está fazendo escolhas (usando seu Livre Arbítrio). Caso contrário, o jogo seria muito fácil.


Para uma MELHOR compreensão do assunto HIDDEN HAND e Lúcifer, por favor acesse os seguintes links: 


O reino material. Dito isto, nós viemos aqui para “jogar o jogo” da ilusão material em terceira dimensão, com todo cuidado e convicção que temos. Para todos os efeitos, estamos destinados a tratar isso como real e agir de acordo.  Somos advertidos a não usar nossas crenças espirituais como uma desculpa para evitar ou recuar das experiências de vida que viemos aqui para ter. As pessoas que são chamadas a agir corajosamente quando uma dada situação pede por isso, às vezes, podem usar suas crenças espirituais para tentar racionalizar sua covardia ou cumplicidade com as más ações.

Não é por isso que estamos aqui, e esse não é o uso adequado do conhecimento espiritual. Todo ato é um ato de autodefinição. Com tudo o que fazemos, estamos ilustrando quem somos como espécie e, especialmente como indivíduos. A prática de atos que sabemos estarem errados dentro desse plano relativo de existência, a tolerância de tais atos, ou até mesmo fechar os olhos a todos eles servem para limitar  quem somos como um coletivo, e impacta nossa capacidade de realmente criar o que somos e o mundo que queremos para nós mesmos.

Como isso se relaciona com o tráfico e exploração infantil.  É assim que tudo isso se relaciona com o tráfico de crianças e todos os outros horrores que nossa comunidade está despertando. A primeira coisa é que não podemos ser prisioneiros da nossa história. Temos que reconciliar nosso conhecimento sobre a quantidade de sofrimento e danos que foram infligidos a nossos filhos e irmãos no passado. Temos que aceitar o passado para sermos mais verdadeiramente efetivos em nosso presente.

Aqui é onde uma percepção espiritual mais elevada pode ser útil: ela nos dá a compreensão de que todas as crianças que passaram por sofrimento no passado vieram para a Terra por opção, e agora que estão nos reinos mais elevados, elas não estão sofrendo. Eles jogaram um papel escolhido dentro do jogo e agora estão seguros e felizes fora do jogo.

Quando sentimos uma sensação de desesperança, é porque não reconciliamos o passado e acreditamos que o que aconteceu no passado deverá continuar no futuro. Dessa forma, nossa falta de esperança, em um nível energético, na verdade mantém as coisas como eram no passado, o que obviamente não queremos. Temos que ter esperança se quisermos ser uma força positiva de mudança.

E nos EUA tivemos a eclosão do escândalo Jefrey Epstein, pedófilo e traficante sexual de meninas menores de idade, em que esta envolvido o ex presidente Bill Clinton. FONTE

Então, temos que superar essa falta de esperança e substituí-la pela intenção consciente. Nós, como indivíduos na comunidade de despertar que querem acabar com o sofrimento e o trauma do tráfico de crianças no mundo, devemos manter a intenção de que a humanidade acabe com o tráfico de crianças. Então, ao invés de desesperança, não apenas temos esperança, mas começamos a emanar o tipo de energia que produzirá a mudança. Essa energia é a fonte do que é manifestado no mundo, e se nós focalizarmos essa energia com uma intenção, então ela naturalmente muda a consciência coletiva. As pessoas inconscientes, então, começarão automaticamente a pensar de uma nova maneira.

Para os pontos específicos que os que estão à nossa volta estão adormecidos, que os despertos estão dispersos e incapazes de se galvanizar em qualquer tipo de força que faça algum bem, eu diria isto: seja a Luz. Se você tiver consciência, mas estiver em um estado de desesperança, a Luz de sua consciência não irá brilhar, o poder de sua energia não abrirá a mente daqueles que estão ao seu redor. Uma vez que você deixe o desespero, e se baseie na intenção de acabar com o tráfico de crianças, você pode se surpreender que de repente você comece a atrair pessoas com a mesma opinião para conversas, ou algumas das pessoas que rejeitaram essas reivindicações no passado. abrindo suas mentes e demonstrando interesse.

Você não veio a esta vida para ficar chateado porque não tem (humanamente) como fazer o que acha que precisa ser feito. Você veio aqui nesta vida para trabalhar dentro das suas próprias circunstâncias. Se isso significa ser uma mãe solteira com três filhos, esse é o contexto em que você deveria trabalhar. Se é impossível para você se unir a outros seres despertos e com a mesma mentalidade, então não é isso que você veio fazer aqui. Seu despertar em si causou uma mudança na consciência coletiva. Agora, na quietude de sua própria mente, livre da distração, raiva e do medo, sua voz interior lhe permitirá saber qual é o seu papel dentro de suas circunstâncias. Se você é capaz de deixar qualquer apego ao sofrimento das crianças no passado e, assim, abandonar a desesperança,

Vamos acabar com o tráfico de crianças , Bogna. Por favor, junte-se a mim nessa intenção. Abraços, Richard


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE MENTAL): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar. Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle MENTAL. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

 

2 Responses to Como vamos impedir o tráfico sexual e o abuso ritualístico (satânico) de crianças

  1. nicole

    me permito dizer que para evitar qualquer tipo de sofrimento, é preciso desenvolver em si mesmo a energia da 5D. O Real Amor é a ausência de sofrimento , para libertar o mundo destas trevas é preciso alcançar os 51% e isso é o caminho da libertação. ni

  2. Sami

    Esclarecedor e necessário pros tempos de hoje!
    Grata Thoth!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.