browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Cresce evidência de Erupção de “Supervulcão” no Golfo do México

Posted by on 13/03/2018

Um novo e inquietante relatório do Ministério da Defesa (MoD) que circula no Kremlin hoje afirma que a análise científica fornecida ao Comando Principal Naval (NMC) do seu navio de pesquisa RFS Viktor Leonov CCB175 (designação da OTAN SSV-175) na semana passada fornece evidências crescentes de que as leituras  “estranhas, misteriosas” de altas temperaturas  que emanam do Golfo do México podem, de fato, estar ligadas a iminente erupção de um Supervulcão subaquático profundo – que pode estar se preparando para entrar em erupção, mas que, no mínimo, já alterou completamente os padrões climáticos globais normais.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Cresce evidência de erupção de “Supervulcão” no Golfo do México

Por: Sorcha Faal  –  Fonte:  http://www.whatdoesitmean.com/ 

De acordo com este relatório, o RFS Viktor Leonov CCB175 é um navio de pesquisa-inteligência cuja missão principal nos últimos 4 anos foi monitorar as anormalidades crescentes evidenciadas na Corrente do Golfo (Gulf Stream) – que é uma  corrente que leva as águas quentes do Golfo do México para o norte do Oceano Atlântico  que se estende desde a ponta da Flórida, e depois segue as costas orientais dos Estados Unidos e Terra Nova antes de atravessar o Oceano Atlântico – e cuja normalidade de fluxo é fundamental para sustentar os padrões climáticos em toda a Europa.

Começando em 2014-2015 a missão de monitorar o Gulf Stream, a pesquisa fornecida pelo RFS Viktor Leonov CCB175 confirmou a evidência desde 2015 de que esta corrente do Oceano Atlântico estava “abrandando mais rápido do que nunca” – e cujos dados em 2017 ainda confirmou o descobrimentos pelos cientistas de que o resfriamento drástico no Atlântico Norte ” estava além de seus piores medos” – e que advertiu gravemente que esse colapso da Corrente do Golfo “ameaça a vida como a conhecemos“.

Durante a atual missão de monitoramento do Gulf Stream em 2018 o relatório detalha que o navio RFS Viktor Leonov CCB175 gravou que  as águas litorâneas da nação sul-americana do Equador, em 5 de janeiro, recuaram centenas de metros desaparecendo do litoral – seguido três dias depois, em 8 de janeiro, pelo recuo das águas que desapareceram da Flórida – e isso foi seguido em 24 horas, no dia 9 de janeiro, por um terremoto maciço de magnitude 7,6º que ocorreu no mar do Caribe adjacente ao Golfo do México.

Seguindo rapidamente esses eventos misteriosos e em torno do Golfo do México, este relatório diz, a interrupção  da corrente do Golfo do México causou precipitação de um clima violento que atingiu a totalidade do continente europeu -com milhares de árvores sendo derrubadas em Moscou por uma assustadora Tempestade de nevetempestades mortais varrendo a Bélgica , Alemanha , Holanda e partes do Reino Unido, e queda de neve paralisante caindo tão ao sul quanto a costa mediterrânea da Itália– mas cujo registro da onda de frio de repente parou há quinze dias, quando todo o sistema meteorológico sobre a Europa mudou repentinamente sua direçãoo e se dirigiu para a América do Norte.

O mais importante sobre esses eventos para os cientistas a bordo do RFS Viktor Leonov CCB175 monitorando o Gulf Stream, segundo o relatório, foram os rápidos aumentos das temperaturas de todo o Golfo do México – com um local atingindo o máximo sem precedentes de mais de 55º Celsius (+130 graus Fahrenheit). 

Com a temperatura média da superfície do mar do Golfo do México, nunca caindo abaixo de 23 graus Celsius (73 graus Fahrenheit) durante o inverno pela primeira vez registrado no ano passado e cuja ” Zona Morta ” cresceu até seu maior tamanho na história registrada, os cientistas a bordo do navio de pesquisa RFS Viktor Leonov CCB175 afirmaram que a desculpa ocidental para esses eventos misteriosos sendo as mudanças climáticas não pode ser verdade, pois nenhuma evidência foi apresentada por eles para fazer essa conexão.

Aumentos das temperaturas das águas em todo o Golfo do México – com um local atingindo o máximo sem precedentes de mais de 55º Celsius (+130 graus Fahrenheit)

Ao contrário de suas contrapartes ocidentais, porém, este relatório explica, os cientistas russos, quando confrontados com tais mistérios, como o que está ocorrendo no Golfo do México, olham para trás no tempo para as histórias e mitos mais antigos da Terra para ver se os paralelos podem ser traçados pelo que está acontecendo agora – e isso levou um exame dos registros dos povos Maia que, na antiguidade, habitaram toda essa região – até mesmo nos  Estados americanos da Flórida e na Geórgia.

Conforme documentado pelo pesquisador da Faculdade de Carleton, Lyndon DeSalvo, em seu artigo de pesquisa de 2008, intitulado ” Sangue: os vulcões como as montanhas prototípicas no passado cosmológico maia “, este relatório diz que as histórias e as lendas do passado dos povos Maia falam em todo o Golfo do México como sendo o lugar de onde as montanhas provêm – e também desaparecem – e cuja única explicação nos tempos modernos é alguém descrevendo as atividades de uma caldeira vulcânica – que é uma grande depressão de caldeiras que se forma após a evacuação de uma câmara de magma / reservatório em uma erupção de um supervulcão.  

Desconsiderando as lendas antigas, histórias e mitos dos povos Maias, de que o Golfo do México poderia, de fato, ser uma caldera vulcânica maciça, os cientistas ocidentais têm procurado descobrir como chegar a formação do Golfo do México – com a última tentativa sendo feita em 2002, quando o geólogo norte americano Michael Stanton publicou um ensaio especulativo sugerindo uma origem de impacto por cometa / asteróide para o surgimento do Golfo do México – mas que todos os geólogos rejeitaram rapidamente essa hipótese por não ter credibilidade .

Analisando mais de perto as histórias antigas dos povos maias, no entanto, foi observado pelo geólogo americano  Dr. David Prior – que, ao fazer pesquisas na Louisiana State University( LSU ), tornou-se o primeiro cientista a documentar erupções vulcânicas, de fato, ocorrendo no Golfo do México – e a descoberta de que ele escreveu em seu artigo de pesquisa científica de 1989 intitulado ” Evidência para a erupção de sedimentos no Deep Sea Floor, Golfo do México“.

Com base na evidência científica do Dr. Prior de erupções vulcânicas que ocorrem no Golfo do México, em 2003, “vulcões” – que nunca foram ouvidos antes – também foram encontrados se formando nessas águas – e isso levou a um grande esforço, em todo o mundo, para re-mapear todos os oceanos do mundo para essa descoberta, quantos vulcões subaquáticos existem – e que quando foi concluída, em 2014, revelou milhares de montanhas subaquáticas e vulcões extintos que anteriormente eram desconhecidos.

Em maio passado (2017), este relatório observa que o primeiro mapa detalhado do fundo do mar do Golfo do México foi finalmente lançado pelos americanos – e cujas impressionantes descobertas revelaram que seu fundo marinho de águas profundas estava dominado por cânions, cumes e falhas – alguns dos quais cujas linhas de falha se espalham para o antigo vulcão Jackson, no Mississippi , e muitos acreditam que novas descobertas logo ligarão todo o Sudeste dos Estados Unidos ao temido anel vulcânico trans-mexicano.

Passando pelos acontecimentos ocorridos no México entre os anos de 1854 a 1875, quando a região do Golfo do México foi abalada por 8 poderosos terremotos de mais de 7 graus , este relatório apresenta mais detalhes, é importante notar que, durante esta série de terremotos, foram coincididos por os últimos vulcões já entraram em erupção no Sudeste dos Estados Unidos – e isso inclui a erupção vulcânica de20 de junho de 1857 na Geórgia , a erupção vulcânica de 2 de setembro de 1866 na costa do Golfo do México da Flórida e a erupção vulcânica de 18 de março de 1874 na Carolina do Norte.

Embora conclusões firmes sobre se uma caldera de um supervulcão está despertando sob as águas do Golfo do México não possa ser feita até novas descobertas científicas, conclui este relatório, caso seja, na verdade, nenhuma medida científica ainda está estabelecida para determinar quando o supervulcão poderia entrar em erupção – e isso poderia ser medido em dezenas, centenas ou mesmo milhares de anos -, mas com o povo americano sendo o mais despreparado para essa catástrofe no mundo moderno – e como evidenciado por dezenas de milhões de pessoas supostamente instruídas, nem mesmo sabendo que o seu seguro de propriedade de suas casas não cobre danos por terremoto e / ou erupção vulcânica – deixando todos em risco de perder tudo porque não sabem que o seguro sobre terremotos deve ser comprado separadamente.

Dia 11 de março de 2018 © EU e EUA todos os direitos reservados.   A permissão para usar este relatório na sua totalidade é concedida sob a condição de estar vinculada de volta à sua fonte original no WhatDoesItMean.Com.  Conteúdo de base livre licenciado sob CC-BY e GFDL.


“Existem três coisas que não podem ser escondidas por muito tempo: a  Lua, o Sol e a VERDADE” – Sidhartha Gautama (Budha)

“Tudo o que somos é o resultado do que pensamos. Se um homem-mulher fala ou age com um pensamento maligno, a dor o acompanhará como uma sombra. Se um homem-mulher fala ou age com um pensamento puro, a felicidade o segue, como uma luz que nunca o deixa”. – Budha  (Sidharta Gautama)


Matrix (o SISTEMA de CONTROLE): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar. 

Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …” 


Mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.