browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Desertor da China [vice-ministro de Segurança] põe chineses e americanos em polvorosa

Posted by on 21/06/2021

Identidade de desertor chinês, era oficial superior de contraespionagemmídia  anticomunista em língua chinesa e o Twitter estão alvoroçados esta semana com rumores de confirmação de que um vice-ministro da Segurança do Estado, Dong Jingwei desertou em meados de fevereiro de 2021, voando de Hong Kong para os EUA com sua filha, Dong Yang. Com o cargo de vice-ministro de Segurança do Estado Comunista chinês, Dong Jingwei, seria o desertor de mais alto nível na história da República Popular da China comunista.

Agora sabemos o nome do desertor chinês que trabalha para a Agência de Inteligência de Defesa (DIA) há alguns meses e qual era sua posição no governo e nas forças armadas chinesas, entre outros detalhes. Matthew Brazil e Jeff Stein, da Spy Talk, relataram o “boato ” e deram o nome e a história do suposto desertor:

A mídia anticomunista em língua chinesa e o Twitter estão alvoroçados esta semana com rumores de que um vice-ministro da Segurança do Estado, Dong Jingwei (董 经纬) desertou em meados de fevereiro, voando de Hong Kong para os Estados Unidos com sua filha, Dong Yang.

Dong é, ou foi, um funcionário de longa data do Ministério de Segurança do Estado (MSS) da China, também conhecido como Guoanbu. Seu histórico disponível publicamente indica que ele foi responsável pelos esforços do Ministério de contra-espionagem na China, ou seja, a captura de espiões, desde que foi promovido a vice-ministro em abril de 2018. Se as histórias forem verdadeiras, Dong seria o desertor de mais alto nível na história da República Popular da China.

Fontes da RedState confirmaram que o desertor é, na verdade, Dong, que estava encarregado dos esforços de contra-espionagem na China e que voou para os Estados Unidos em meados de fevereiro, supostamente para visitar sua filha em uma universidade na Califórnia. Quando Dong desembarcou na Califórnia, ele contatou os funcionários do DIA [Defense Intelligence Agency] e contou-lhes sobre seus planos de desertar e as informações internas da China comunista que trouxera com ele. Dong então “escondeu-se à vista de todos” por cerca de duas semanas antes de desaparecer de cena sob a custódia do DIA.

De acordo com o Spy Talk, o nome de Dong surgiu durante a Cúpula Sino-Americana realizada no Alasca em março de 2021:

Em um tweet na quarta-feira, Han [Dr. Han Lianchao, também um desertor chinês], citando uma fonte não identificada, alegou que o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, e o chefe de relações exteriores do Partido Comunista, Yang Jiechi, exigiram que os americanos devolvessem Dong e o secretário de Estado Anthony Blinken recusou.

Fontes da RedState dizem que as autoridades chinesas exigiram que os EUA devolvessem Dong, mas Blinken não recusou exatamente; naquela época, Blinken ainda não sabia que Dong estava sob o guarda chuva da DIA, dizem as fontes, e disse à China que os Estados Unidos não tinham Dong.

O ex-funcionário do Ministério das Relações Exteriores da China, Dr. Han Lianchao, que desertou após o massacre da Praça Tiananmen em 1989, escreveu em um tweet esta semana que, se for verdade, a deserção de Dong “é realmente uma grande bomba”. Ele também teria compartilhado uma foto do Sr. Dong, alegando que ele foi visto pela última vez em público em setembro de 2020. A foto foi removida do mecanismo de busca chinês Baidu.

Um carro alegórico com um retrato gigante do presidente da China, Xi Jinping, passa pela Praça Tiananmen durante o desfile do Dia Nacional em Pequim em 1º de outubro de 2019, para marcar o 70º aniversário da fundação da República Popular da China. GREG BAKER / AFP por meio do Getty Images

Foi apenas nas últimas três a quatro semanas que alguém de fora do DIA soube do desertor, de acordo com as fontes da RedState. Antes disso, a DIA estava examinando as informações fornecidas e confrontando os funcionários de Langley com o que haviam descoberto, sem divulgar a sua fonte [porque a CIA e outras agências dos EUA estão infiltradas por espiões chineses].

Os especialistas citados no artigo Spy Talk dizem essencialmente que a deserção é apenas um boato e que rumores acontecem o tempo todo, mas se for verdade, é um grande negócio, mas “não muda o jogo”. Com base em conversas com fontes familiarizadas com as informações que Dong já forneceu e sua quantidade e confiabilidade, simplesmente não é o caso.

Dong, com o cargo que exercia dentro da estrutura comunista da China, não apenas possui informações detalhadas sobre os sistemas de armas especiais da China, a operação militar chinesa do Instituto de Virologia de Wuhan e as origens do SARS-CoV-2 e os ativos e fontes [agentes] do governo chinês nos Estados Unidos; Dong tem informações extremamente embaraçosas e prejudiciais sobre nossa comunidade de inteligência e funcionários do próprio governo dos EUA nos “terabytes de dados” que ele forneceu aos homens do DIA.

Algumas das informações fornecidas por Dong foram relatadas pelo Washington Free Beacon no início desta semana :

Centenas de cidadãos chineses são alvo de uma investigação federal dos EUA depois que policiais sinalizaram sua viagem no início da pandemia de COVID-19. Os cidadãos chineses voltaram aos Estados Unidos antes do esperado em janeiro de 2020, muitas vezes tendo modificado seus planos de viagem.

O episódio é recontado em um relatório interno que circulou entre várias agências de segurança nacional e policiais em 3 de junho. Esse relatório supõe que os estudantes chineses voltaram aos Estados Unidos antes do esperado para evitar futuras restrições de viagens causadas pelo COVID-19 pandemia.

“A equipe examinou 58.000 portadores de visto F / J chineses no banco de dados [Passenger Name Record] e identificou 396 indivíduos cuja viagem de retorno estava [agendada] após janeiro de 2020, mas que anteciparam para janeiro de 2020”, diz o relatório.

O Free Beacon relata que os oficiais da inteligência dos EUA não chegaram a uma conclusão sobre se os alunos investigados eram ou não espiões, mas a RedState é informada de que, se alguém deseja ou não usar o termo “espião”, esses alunos foram enviados de volta os Estados Unidos com diretrizes específicas de coleta de informações com o objetivo de ajudar Pequim a entender a resposta do governo dos Estados Unidos à pandemia em um nível muito mais profundo do que poderiam por meio de documentos disponíveis ao público.

Esses alunos (espiões) foram encarregados de relatar mudanças nas políticas públicas, resposta econômica e danos, impactos no sistema de saúde (escassez de equipamentos / camas hospitalares, etc), impactos na cadeia de suprimentos (incluindo quanto tempo levou coisas como semicondutores da China para chegar aos Estados Unidos), distúrbios civis e muito mais.

Além disso, Dong forneceu ao DIA as seguintes informações:

  • Os primeiros estudos patogênicos na China do vírus que agora conhecemos como SARS-CoV-2
  • Modelos de propagação prevista de COVID-19 e danos aos EUA e ao mundo
  • Registros financeiros detalhando quais organizações e governos exatos financiaram a pesquisa sobre SARS-CoV-2 e outras pesquisas de guerra biológica
  • Nomes de cidadãos dos EUA que fornecem informações para a China
  • Nomes de espiões chineses trabalhando nos EUA ou frequentando universidades americanas
  • Registros financeiros mostrando empresários e funcionários públicos dos EUA que receberam dinheiro do governo chinês
  • Detalhes das reuniões que funcionários do governo dos EUA tiveram (alguns talvez involuntariamente) com espiões chineses e membros do SVR da Rússia
  • Como o governo chinês obteve acesso a um sistema de comunicações da CIA, levando à morte de dezenas de chineses que trabalhavam para a CIA na China

Dong também forneceu à DIA cópias do conteúdo do disco rígido do laptop de Hunter Biden, mostrando as informações que o governo chinês tem sobre o problema de pornografia de Hunter e sobre seus negócios (e do senil papai Joe Biden) com entidades chinesas. Alguns dos arquivos de Dong forneceram esclarecimentos sobre como foi aprovada a venda da Henniges Automotive (e sua tecnologia stealth) para o fabricante militar chinês AVIC Auto.

Mais uma vez, de acordo com fontes, Dong disse aos entrevistados do DIA que pelo menos um terço dos estudantes chineses que frequentam as universidades americanas são [espiões agentes] ativos do PLA [exército] ou parte do Plano dos Mil Talentos chinês e que muitos desses estudantes estão aqui sob pseudônimos. Uma razão para usar pseudônimos é que muitos desses alunos são filhos de militares de alto escalão e líderes partidários do partido comunista chinês.

Como relatamos inicialmente, o DIA tem grande confiança na veracidade das alegações de Dong. O fato de que desde nosso relatório original, que foi desprezado por apologistas de Langley [CIA], o New York Times publicou uma rara entrevista com a cientista virologista chinesa Drª. Shi Zhengli (a “Mulher Morcego” do Wuhan Institute of Virology), a ABC News iniciou uma “investigação” sobre as origens do vírus COVID 19, e agora o nome real do desertor foi publicado em um blog anti-Trump, amigo da CIA, o que demonstra o que as fontes disseram ao RedState hoje:

“Este desertor chinês [e suas informações] colocou a comunidade de inteligência e a comunidade LEO [Law Enforcement Online – FBI] nos EUA nada menos do que em pânico[porque muitos trabalham secretamente para os comunistas chineses].


Nosso trabalho no Blog é anônimo e não visa lucro, no entanto temos despesas fixas para mantê-lo funcionando e assim continuar a disseminar informação alternativa de fontes confiáveis. Desde modo solicitamos a colaboração mais efetiva de nossos leitores que possam contribuir com doação de qualquer valor ao mesmo tempo que agradecemos a todos que já contribuíram, pois sua ajuda manteve o blog ativo. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal AGENCIA: 1803 – CONTA: 00001756-6 – TIPO: 013 [poupança] e pelo PIX 211.365.990-53 (Caixa). 


“O futuro será encontrar uma forma de reduzir a população … Claro, não seremos capazes de executar pessoas ou construir acampamentos [campos de concentração]. Livramo-nos deles fazendo-os acreditar que é para o seu próprio bem … Vamos encontrar ou causar alguma coisa, uma pandemia que atingirá certas pessoas, uma crise econômica real ou não, um vírus que afeta os idosos, tanto faz, os fracos e os medrosos sucumbirão a ela. O estúpido vai acreditar nisso e pedir para ser tratado.  Teremos cuidado de ter planejado o tratamento, um tratamento que será a solução.A seleção dos idiotas [para abate], portanto, será feita por si mesmos: eles irão para o matadouro sozinhos”.  – Excerto de livro de 1981 de Jacques Attalli [Membro do Grupo Bilderberger, num exemplo de mentalidade dos psicopatas da Elite]


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.