browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Elite global será aprisionada e levada para Guantanamo por forças especiais dos EUA

Posted by on 05/01/2018

A Internet tem zumbido com rumores de que membros VIP de alto nível do Estado Profundo (aka Cabala/ lluminati /Elite Global/Deep State) estão sendo detidos por abusos (satanismo, pedofilia) e corrupção em direitos humanos e estão sendo levados pelas Forças Especiais dos EUA para uma prisão militar em Guantanamo Bay Naval Base (Gitmo) como resultado de milhares de acusações seladas. Múltiplas fontes têm relatado algumas das principais figuras VIP sendo levadas para lá.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Elite global levada a GITMO por forças especiais dos EUA – Implicações de divulgação completa

Fonte: http://exopolitics.org/

Embora estes ainda sejam apenas rumores, eventos recentes apontam para sua plausibilidade. Se isso for exato, essas investigações secretas, detenções e encarceramento na base de Guantánamo (GITMO), onde eles enfrentarão detenção prolongada e julgamento pela justiça de uma corte militar, têm enormes implicações políticas e possibilitam a liberação de informações suprimidas previamente retidas e mantidas em segredo pelo Estado Profundo-Governo Oculto.

Uma fonte de tais rumores vem de David Todeschini, um antigo veterano da USAF que escreveu uma exposição sobre operações secretas durante a Guerra do Vietnã. Ele descreve o que ele aprendeu de uma fonte confiável do FBI sobre eventos recentes em Guantánamo em um vídeo do Youtube de 24 de dezembro de 2017, que ele resumiu da seguinte maneira:

Fontes confidenciais de alto nível disseram a este repórter que a prisão militar dos EUA em Guantánamo foi preparada para esperar prisioneiros de alto perfil em breve – possivelmente como resultado de mais de 10.000 acusações FEDERAL seladas. Cerca de 1.000 fuzileiros navais acompanharam o secretário de Defesa general Mattis (Mad Dog) a Gitmo para garantir a segurança dos “prisioneiros especiais” …

Outra fonte de extrações secretas para a GITMO por meio de acusações seladas é o jornalista veterano Dr. Jerome Corsi que textou:

Uma terceira fonte é o suposto denunciante QAnon, que foi citado como autor de uma publicação de 27 de dezembro, que se refere às recentes chegadas de prisioneiros VIP em Gitmo:

O que vale a pena enfatizar na alegada publicação de QAnon é que novos residentes começaram a chegar na base Gitmo em 26 de dezembro de 2017, e mais eram esperados. Isso aconteceu depois que o presidente Trump emitiu sua Ordem Executiva em 21 de dezembro declarando uma “emergência nacional” em resposta a prática de satanismo, pedofilia, abusos de direitos humanos e corrupção em todo o mundo.

Finalmente, temos o ex-correspondente e editor para a região da Ásia, da Revista Forbes, Benjamin Fulfordque escreveu em 1º de janeiro de 2018:

Em um momento histórico de justiça poética, a maioria dos principais perpetradores da falsa “guerra contra o terrorismo”, com sede nos EUA, já foram entregues à Base da Marinha dos Estados Unidos em Guantánamo, Cuba, disseram fontes do Pentágono. “Os recursos de Rothschild, George Soros, Peter Munk, Peter Sutherland, Bush, Podestas e muitos outros podem ter sido transportados por avião para a base Gitmo para julgamento por tribunais militares, já que o Departamento de Defesa gastou US$ 500 milhões para atualizar a prisão e enviar mais policiais militares e Marines”, dizem as fontes do Pentágono.

O que pode ser destilado a partir dessas fontes independentes é que os membros de alto nível do Governo Oculto- Estado profundo, muitos dos quais fazem parte de uma rede global satânica de Pedófilos, estão sendo detidos pelas Forças Militares Especiais dos EUA e levados para o Gitmo onde devem ser mantidos indefinidamente, enquanto a justiça militar é aplicado aos seus casos. No processo, as instalações de espera da Gitmo estão sendo aprimoradas de forma significativa com expansões e mais guardas para acomodar uma grande infusão de prisioneiros VIPs.

Entre os primeiros a se referir às Forças Especiais dos EUA que estão sendo usadas para investigar e deter membros do Deep State sob a autoridade de acusações seladas, esta o denunciante e insider do Programa Espacial Secreto-Secret Space Program, Corey Goode. Ele se referiu a essas investigações militares em 9 de agosto de 2017 depois de ser informado por uma fonte que descreveu como sendo um agente aposentado do FBI e militar de carreira:

“Houve várias equipes das Forças Militares Especiais dos EUA que estavam conduzindo “vigilância doméstica e investigações de membros de um grupo satânico que se infiltrava em todos os aspectos das agências governamentais e militares dos EUA. Essas equipes das Forças Especiais estiveram atuando desde o meio do ciclo eleitoral … Fui informado de que um relatório secreto sobre a disseminação destas infiltrações é mais chocante do que o esperado. Estranhamente, esse relatório também teve notas de vários júris secretos  importantes que estão ativos agora em Washington DC”.

O relatório afirma que a conspiração envolve a maioria das pessoas poderosas dentro das estruturas de poder da ONU, da União Europeia, dos EUA, estaduais e locais (cidades). Essa organização que age na implantação de uma agenda paralela aos governos é completamente cúmplice no que está acontecendo. Permeia todo o caminho até as agências locais dos correios e policiais nas cidades.

Mais recentemente, Goode diz que suas fontes lhe disseram que a base Gitmo está sendo atualizada para hospedar prisioneiros VIPs, e inclui acesso de cadeira de rodas para alguns deles, que estão sendo detidos por Forças Especiais dos Marines da USMC trabalhando em todo o mundo. Ele explicou em uma comunicação de 5 de novembro com o autor de best sellers David Wilcock:

Os Grandes Juris secretos estavam quase totalmente completos com suas investigações quando tudo mudou. Eles apresentaram acusações seladas sendo preparadas quando receberam um pacote de novas informações que lhes deu uma rede mais larga de acusações para serem usadas.

A sua investigação desde então aumentou dramaticamente. Tanto sobre os planos de um golpe de estado sendo planejado pela Cabala que não sei por quanto tempo a Aliança pode aguardar para agir e impedir que os membros da Cabala fujam para fora do país.

Alguns dos caras realmente maus já saíram. Nossas equipes de SF [Forças Especiais] estão planejando entrar em alguns desses países que estão escondendo esses membros da Cabala e levando-os pela força.



Essas afirmações são verdadeiras? Ao examinar registros públicos, o que é conhecido é que o General da USMC, James – “Mad Dog” – Mattis, Secretário de Defesa, visitou Gitmo em 21 de dezembro, tornando-se o primeiro Secretário de Defesa a fazê-lo desde 2002. Foi no mesmo dia em que a Trump emitiu sua “Ordem Executiva Bloqueando as Propriedades e posses de pessoas envolvidas em graves abusos ou corrupção dos direitos humanos”, onde Trump decretou:

Eu, portanto, determino que o abuso e a corrupção sérios dos direitos humanos em todo o mundo constituem uma ameaça incomum e extraordinária para a segurança nacional, a política externa e a economia dos Estados Unidos, e eu declaro uma emergência nacional para lidar com essa ameaça.

O momento sugere que isso foi mais do que coincidência e criou um possível vínculo entre a visita de Mattis e a Ordem Executiva. Esse link é reforçado por uma visita anterior a base Gitmo em julho de 2017 pelo ProcuradorGeral  de JUstiça Jeff Sessions, que chamou Gitmo:

…de um lugar “perfeitamente aceitável” para deter e manter novos suspeitos de terrorismo, ao contrário de mantê-los nos EUA e ter o próprio Departamento de Justiça, a julgá-los em tribunais civis.

 

É bastante viável que a base de Guantánamo (Gitmo) seja usada para abrigar e aprisionar os detidos sob a Ordem Executiva de Trump. Eles poderiam ser tratados de forma semelhante aos terroristas sob a condição de “emergência nacional” da Ordem Executiva, que delegou autoridade para qualquer agência dos EUA capaz de fazer cumprir a principal função da Ordem de cortar os ativos financeiros de indivíduos e grupos específicos:

Sec. 8. … O Secretário do Tesouro pode, de acordo com a lei aplicável, redelegar qualquer uma dessas funções a outros diretores e agências dos Estados Unidos. Todas as agências devem tomar todas as medidas adequadas dentro da sua autoridade para implementar esta ordem executiva.

Conseqüentemente, a Ordem Executiva de Trump forneceu uma base jurídica firme para que as Forças Especiais dos EUA retirem fisicamente indivíduos direcionados no continente americano e em qualquer lugar do planeta, e faça com que eles se “mudem” para a base Gitmo quando necessário.

A lei militar, em vez da lei nacional dos Estados Unidos, aplicaria os detidos pelas Forças Especiais dos EUA atuando sob a autoridade das acusações seladas e da Ordem Executiva de 21 de dezembro. Esta seria uma alavanca poderosa que poderia ser usada para obter confissões e cooperação de membros de nível profundo do Deep State-Governo Oculto contra seus superiores que estão sendo levados para Gitmo.

Outro fato pertinente é que Todeschini afirma que cerca de 1000 marines acompanharam o presidente Trump e continuarão a fornecer segurança especial para os prisioneiros VIP. Da mesma forma, Fulford refere-se a ambos os fuzileiros navais e a polícia militar da Guarda Nacional sendo levada para Gitmo.

No que diz respeito ao pessoal do USMC (Fuzileiros Navais da Marinha dos EUA) que está sendo levado para a Gitmo, uma notícia de Miami Herald refere-se a uma atualização proposta na base Gitmo, que inclui quartéis para 848 membros de tropas prisionais para estarem prontas em quatro anos. Isso é muito próximo dos alegados 1000 marines que a afirmação de Todeschini (e Fulford) diz ter sido enviada para proteger os prisioneiros VIP.

Também há corroboração para a reivindicação sobre a polícia militar da Guarda Nacional sendo levada para a Gitmo. Em 29 de dezembro de 2017, foi relatado que a Guarda Nacional do Arizona estava implantando mais de quatro dúzias de políciais militares para a base Gitmo por um período de nove meses.

Um relatório do Departamento de Defesa citado em uma declaração do Congresso dos EUA de 24 de maio de 2016, descreveu que o pico da população carcerária no Gitmo era 684 prisioneiros em junho de 2003, e isso foi reduzido para cerca de 80 até 2016. Estimativas mais recentes da prisão Gitmo são de aproximadamente e apenas 40 terroristas islâmicos

história do Miami Herald, de 21 de agosto de 2017, revelou que a administração Trump planejava gastar até US$ 500 milhões na atualização das instalações da Gitmo. Isso incluiu uma proposta da Marinha para construir um hospital com um custo total de US$ 250 milhões.

O fato de que um hospital devendo ser construído a um custo tão significativo sugere que o presidenteTrump planeja expandir significativamente o número de prisioneiros na base Gitmo. Estes não seriam suspeitos de terroristas islâmicos, no entanto, seriam prisioneiros VIP por trás de abusos internacionais de direitos humanos e corrupção que não receberão tratamento médico no continente dos EUA.



Finalmente, chegamos à afirmação fundamental de que foram elaborados milhares de acusações seladas que foram utilizadas para autorizar a detenção, extração e prisão de pessoal do Deep -Governo Oculto – State. O sistema Public Access to Court Electronic Records (PACER) foi analisado para confirmar a existência de 4289 acusações federais seladas até 22 de novembro de 2017, de acordo com o ex-agente do FBI Hal Turner .

Mais recentemente, as fontes afirmam que isso aumentou para mais de 9000 acusações seladas a partir de 24 de dezembro de 2017. Este número ainda não foi fundamentado, mas seria razoável concluir que o número de novembro pode ter aumentado significativamente em dezembro.

Em conclusão, há evidências convincentes para apoiar as alegações de que os principais personagens de uma rede internacional de VIPs de membros da Cabala/ lluminati /Elite Global/Deep State envolvidos no tráfico de crianças, pedofilia, abusos de direitos humanos, corrupção e rituais satânicos estão sendo investigados, detidos e extraídos para a base Gitmo por meio de acusações seladas impostas por Forças especiais dos EUA.

As implicações desses eventos de divulgação de tecnologias classificadas relacionadas a programas espaciais secretos, bases antárticas escondidas sob as camadas de gelo e a existência de vida extraterrestre, todas anteriormente suprimidas pelo Deep – Governo Oculto – State, serão profundas.

Há motivos para um otimismo cauteloso de que as perspectivas de “divulgação completa” aumentarão substancialmente à medida que os funcionários mais corruptos do Deep State forem levados presos à Gitmo. A remoção de posições poderosas de liderança global ajudará grandemente a finalizar suas décadas de políticas de negar ao resto da humanidade os benefícios das tecnologias avançadas que irão revolucionar a vida em todo o planeta.

© Michael E. Salla, Ph.D.


Mais informações, leitura adicional:

Permitida reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

15 Responses to Elite global será aprisionada e levada para Guantanamo por forças especiais dos EUA

  1. Renato Bulhoes

    Quem sabe um dia vovô Rothshield não vá também para essa cadeia, afinal são 300 anos de maldade que advém desse sobrenome.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.