browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Em Gibraltar 53 Mortos em apenas 10 dias após início da vacinação mRNA da Pfizer-BioNtech

Posted by on 27/01/2021

Gibraltar é uma pequena mas importante colônia britânica no extremo sul da Península Ibérica, ligada ao país da Espanha. Sua população é de pouco mais de 30.000 pessoas e é mais conhecida por sua enorme “rocha”, o “Rochedo de Gibraltar”. Fui contatado por residentes em Gibraltar, informando que 53 pessoas morreram em 10 dias imediatamente após a implantação das injeções de mRNA COVID da Pfizer-BioNtech, com elas chamando isso de um “massacre”. Antes do lançamento das injeções, é relatado que apenas 16 pessoas no total morreram “de COVID” desde o início da “pandemia” há cerca de um ano.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Em Gibraltar 53 Mortos em apenas 10 dias após início da vacinação mRNA da Pfizer-BioNtech

Fonte:  Healthimpactnews.com

por Brian Shilhavy 

Gibraltar é uma colônia britânica no extremo sul da Península Ibérica, ligada ao país da Espanha.  Sua população é de pouco mais de 30.000 pessoas e é mais conhecido por sua enorme “rocha”, o “Rochedo de Gibraltar”, entre o Oceano Atlântico e o Mar Mediterrâneo.

Fui contatado por residentes em Gibraltar, informando que 53 pessoas morreram em 10 dias imediatamente após a implantação das injeções de mRNA COVID da Pfizer-BioNtech , e essas pessoas estão chamando isso de um verdadeiro “massacre”.

Reportagens da mídia local confirmam as mortes, mas culpam a COVID, e não as vacinas mRNA COVID da Pfizer-BioNtechNo entanto, antes do lançamento das injeções, é relatado que apenas 16 pessoas no total morreram “de COVID” desde o início da “pandemia” em um ano.

CNN: ‘Não se assuste’ se as pessoas começarem a morrer após tomar a vacina

Um Kevin Rushworth relatou :

Sobre a minúscula Gibraltar brilha uma grande luz sobre as mortes por vacinas

Desde o início da epidemia, separar as mortes genuínas de Covid de outras pessoas tem sido um grande problema. Agora temos o problema adicional de vacinas nessa mistura. O Reino Unido agora tem a maior taxa diária de “mortalidade de Covid” de todos os tempos.

Ainda mais alto do que a “Primeira Onda”, apesar do grau substancial de imunidade do rebanho que inevitavelmente se acumulou desde o início. Esta “Segunda Onda” atípica coincide com o lançamento da vacina. Os dois estão conectados?

Gibraltar, normalmente chamado simplesmente de “Gib”, fornece uma imagem muito clara. Esta minúscula colônia britânica, com apenas cinco quilômetros de extensão, anexa à costa sul da Espanha, tem apenas 32.000 residentes.

Ela havia sofrido relativamente pouco com a epidemia antes de 9 de janeiro deste ano, com apenas dezessete mortes em todo o período. A taxa de mortalidade estava bem abaixo da Tabela Liga de Mortes por Milhão. Isso não foi devido ao isolamento, já que os trabalhadores espanhóis continuaram a entrar no Gib todas as manhãs e voltar todas as noites.

No entanto, neste ano de 2021, desde 9 de janeiro, as “mortes de Covid” por milhão atingiram o terceiro lugar no site do Worldometer. Mais trinta e seis mortes em pouco mais de uma semana. O que mudou para que acontecesse? Um avião da RAF aterrissou com quase 6.000 vacinas mRNA Covid da Pfizer-BioNtech, resfriadas a -70 ° C por gelo seco. Elas foram aplicadas rapidamente para evitar o risco de degradação.

A minúscula Gibraltar é como uma placa de Petri; em nenhum outro lugar houve uma relação tão brutalmente clara entre a aplicação da vacina e o aumento exponencial das “mortes de Covid”.

A mídia local e o governo nem mesmo se referiram à conexão óbvia. E a mídia [pre$$titute$] em outros lugares ‘convenientemente’ não percebeu. No entanto, deixar de reconhecer que essas mortes exigem, no mínimo, investigação imediata, requer uma falha de julgamento criminal.

Não consigo encontrar a fonte original desta citação, mas relatos da mídia local parecem confirmar que as mortes ocorreram depois que o programa experimental da vacina  mRNA Covid da Pfizer -BioNtech começou.

13 pessoas morreram no primeiro fim de semana, a maioria delas idosas, e 27 na primeira semana, segundo fontes da mídia local. Do The Gibraltar Chronicle em 17 de janeiro de 2021 lemos:

Gibraltar registrou mais 13 mortes relacionadas à Covid durante um fim de semana “devastador” que aumentou o número de mortos para 43 desde o início da pandemia. Apenas na semana passada, 27 pessoas morreram como resultado direto do vírus ou durante a infecção. Nove mortes relacionadas a Covid foram registradas no domingo, a pior em um único dia desde a crise de saúde pública há quase um ano.

Os dados flagrantes foram confirmados pelo governo de Gibraltar em sua última atualização da Covid no domingo, quando o ministro-chefe Fabian Picardo confirmou que falaria à comunidade em uma entrevista coletiva ao vivo no Convent Place No.6 às 16h de segunda-feira.

O Sr. Picardo descreveu os últimos acontecimentos como “angustiantes”, acrescentando que ele próprio perdeu um parente e amigos nos últimos dias. Todos, exceto três dos que morreram neste fim de semana, estavam sob os cuidados dos Serviços Residenciais de Idosos, onde ainda havia 130 casos ativos de Covid-19 no domingo.

Entre os que morreram estavam seis mulheres e quatro homens, o mais jovem com cerca de 70 anos e o mais velho com cerca de 90 anos. Todos foram registrados como sendo mortes de Covid-19. Dois homens e uma mulher que não estavam sob os cuidados de ERS também morreram neste fim de semana de complicações decorrentes da Covid-19, incluindo um homem com quase 60 anos.

O primeiro lote de injeções experimentais de mRNA Covid da Pfizer-BioNtech foi entregue pelos militares em 9 de janeiro, de acordo com o UK Defense Journal :

Uma aeronave de transporte britânica A400M Atlas entregou as primeiras doses da vacina Pfizer COVID-19 a Gibraltar. De acordo com uma declaração do Governo de Gibraltar:

“O Governo de Sua Majestade de Gibraltar tem o prazer de anunciar que a primeira entrega da vacina Pfizer-BioNTech COVID-19 no sábado, 9 de janeiro de 2021. Após a chegada, a vacina será imediatamente levada diretamente para freezers dedicados no porão do Hospital St Bernard’s e mantida a -75 graus centígrados.

Esta primeira entrega está sendo fornecida a Gibraltar pelo Governo do Reino Unido como parte de seu programa para fornecer os Territórios Ultramarinos, uma vez que a metodologia de entrega é a mesma que no Reino Unido.

Serão recebidas 5.850 doses da vacina nesta primeira entrega. A segunda entrega da vacina está prevista para o final de janeiro. O objetivo é ter vacinado todos os mais de 70 anos com pelo menos uma dose até meados de fevereiro, supondo que as vacinas cheguem como planejado. ”

O programa de vacinação para o público em Gibraltar terá início na segunda-feira, 11 de janeiro e será no antigo Centro de Atenção Primária do ICC.

Expatica.com informou que a aplicação das injeções das vacinas começaram no mesmo dia 9 de janeiro e que até a noite de domingo, 10 de janeiro, 5.847 doses haviam sido administradas:

Gibraltar começou a implantar seu programa de vacinação em 9 de janeiro com a vacina mRNA Covid da Pfizer-BioNtech e na noite de domingo já havia administrado 5.847 doses – cobrindo cerca de 17% da população. ( Artigo Completo )

Governo de Gibraltar informou que a partir de 10 de janeiro, apenas um dia após o início das injeções, 4 pessoas morreram imediatamente:

É com profundo pesar que o Governo confirma a morte de quatro residentes de Gibraltar por COVID-19. Isso eleva o número total de mortes relacionadas ao COVID-19 em Gibraltar para 16.

O primeiro foi um morador de Serviço Residencial de Idosos, com idade entre 90 e 95 anos, que faleceu ontem à noite de pneumonia COVID-19 com septicemia. Isso será registrado nas estatísticas de hoje como uma morte por COVID-19.

O segundo era um homem, com idade entre 70 e 75 anos, que também era paciente com câncer no momento de sua morte. O paciente morreu hoje de pneumonite COVID-19. Isso será registrado nas estatísticas de hoje como uma morte por COVID-19.

A terceira era uma moradora de Serviço Residencial de Idosos, com idade entre 90 e 95 anos, que faleceu hoje de septicemia por COVID-19. Isso será registrado nas estatísticas de hoje como uma morte por COVID-19.

A quarta era uma mulher de 95 a 100 anos, que morreu hoje de pneumonite COVID-19. Isso será registrado nas estatísticas de hoje como uma morte por COVID-19.

Em vez de interromper imediatamente o programa de “vacinação” da COVID, o ministro-chefe, Fabian Picardo, afirmou que as “vacinas” trouxeram “alívio genuíno e esperança de um amanhã melhor”:

O Ministro Chefe, Fabian Picardo, disse: ‘Estou extremamente triste com as notícias de hoje sobre a perda de quatro membros de nossa comunidade para o COVID-19. Meus pensamentos e condolências mais profundas estão com as famílias e amigos do falecido.

“A pungência de suas mortes no mesmo dia em que o programa de vacinação de Gibraltar começou é particularmente dolorosa”.

– Ainda não estamos fora de perigo. O lançamento da vacina nos traz alívio genuíno e esperança por um amanhã melhor. Mas até que possamos vacinar todos, a melhor maneira de proteger seus entes queridos é ficar em casa. Lembre-se também de que leva algumas semanas para que a vacina comece a oferecer proteção contra COVID-19 [mas em caso de morte pode ser imediato ..], portanto, mesmo quando você for vacinado, você ainda deve ter o maior cuidado.

“Isso significa, por enquanto, continuar em casa, usando máscara se for preciso sair por motivos essenciais e lavando bem as mãos e com frequência.

‘Peço a todos que registrem seu interesse em receber a vacina usando o formulário online dedicado da GHA, disponível em https://www.gha.gi/covid-19-vaccination-interest-form/.

Já fiz e aguardo ansiosamente a minha vez na fila. Por enquanto, vamos nos concentrar corretamente em proteger nossos funcionários mais vulneráveis ​​e valiosos da linha de frente, cujos esforços incansáveis ​​e contínuos nos trouxeram a este ponto onde podemos olhar para o futuro com esperança. ‘ ( Fonte )

Você vê o padrão se desenvolvendo aqui? Injete primeiro os idosos, observe-os morrer por injeção letal e depois culpe o vírus, enquanto encoraja todos as demais ”ovelhas” a tomarem a “vacina” para se “protegerem”.

O triste é que isso está realmente funcionando muito bem. As pessoas bovinamente não estão resistindo. Multidões não estão se levantando para proteger os desamparados e aprisionar os tiranos assassinos. Eles estão obedecendo ao governo sendo “bons cidadãos” e usando suas focinheiras, praticando o distanciamento social e ficando em casa – exatamente como “eles” dizem para fazer.


Questione tudo, nunca aceite nada como verdade sem a sua própria análise, chegue às suas próprias conclusões.


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ”  Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”

2 Responses to Em Gibraltar 53 Mortos em apenas 10 dias após início da vacinação mRNA da Pfizer-BioNtech

  1. HiddenCitiZen

    Estou fazendo a minha parte e mostrando materiais como esse às pessoas do meu circulo! Recomendo que todos façamos o mesmo! Vamos lutar contra a tirania!!!

  2. jedu

    “Ai dos homens que não usam, em toda a sua plenitude, o direito e o atributo de pensar! Se um pássaro em pleno vôo parasse subitamente de usar suas asas, o poder de voar que lhe foi dado, o atributo de equilibrar-se no ar e viajar as distâncias etéreas, cairia miseravelmente no chão. Se um homem para de pensar, por preguiça ou estultícia, todos os desastres lhe podem acontecer. Se seu pensamento não responde ao que vêem seus olhos, pode jogar-se no fogo ou na água, e perecer queimado ou afogado.” (Teócrito de Corinto, filósofo grego, 310/250 a. C.)
    Com essa “fraudemia” nos assolando, estamos a ponto de ceder a Amazônia para novos “conquistadores”. Estamos em rebanho e amordaçados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.