Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

BRICS Expande presença no Sul Global

O Irã, a Arábia Saudita, o Egito, Etiópia e os Emirados Árabes Unidos juntaram-se formalmente ao grupo BRICS das principais economias emergentes em 1º de janeiro de 2024, expandindo a presença do bloco no Sul Global e aumentando sua influência econômica e política no cenário mundial, estabelecendo um verdadeiro contrapeso aos países [o Hospício “acordado”do G-7, dominado pelos países do Ocidente.

BRICS Expande presença no Sul Global

Fonte: Zero Hedge

Em agosto, o bloco anunciou que iria admitir seis novos membros, incluindo a Argentina.

No entanto, como relata Felix Richter, do Statista, a nação sul-americana declarou uma rejeição formal da oferta em 29 de dezembro, 2023, com o presidente da Argentina, Javier Milei, recentemente eleito, afirmando em uma carta publicada por vários meios de comunicação que a adesão “não foi considerada apropriada neste momento”.

[O presidente da Argentina prefere “dolarizar” a economia de seu país, ao mesmo tempo que entregou a administração econômico-financeira da Argentina a um ex executivo do Goldmann Sacks. Ele tem como seu “mentor” espiritual um rabino judeu khazar e esta meditando sobre a sua conversão ao judaísmo . . .]

Falando sobre a expansão dos BRICS, o presidente sul-africano Cyril Ramaphosa disse em uma coletiva de imprensa:

“Compartilhamos nossa visão do BRICS como um defensor das necessidades e preocupações dos povos do Sul Global. Estas incluem a necessidade de crescimento econômico benéfico, desenvolvimento sustentável e reforma dos sistemas multilaterais.”

Ramaphosa indicou ainda que a adição dos cinco novos países membros é apenas o começo do processo de expansão do bloco.

“Como os cinco países do BRICS, chegamos a um acordo sobre os princípios orientadores, padrões, critérios e procedimentos do processo de expansão do BRICS, que está em discussão já há algum tempo”, disse ele. Temos consenso sobre a primeira fase deste processo de expansão e outras fases se seguirão.”

A adição de grandes produtores de combustíveis fósseis pode dar ao bloco mais espaço para desafiar o domínio do dólar no comércio de petróleo e gás, mudando para outras moedas e abandonando o uso do dólar, um conceito referido como desdolarização dos ativos de energia.

No entanto, a expansão “é mais sobre política e menos sobre economia”, de acordo com analistas da Bloomberg Economics.

Outros grupos que já estão promovendo um movimento em direção a um mundo mais “multipolar” – e longe do domínio pós-Guerra Fria dos EUA — incluem os países da OPEP, a Organização de Cooperação de Xangai, o Mercado Comum do Sul (Mercosul) e a União Africana.


SEJA UM ASSINANTE DO BLOG: Para os leitores do Blog que ainda não são assinantes e desejam acessar as postagens em seus endereços de E-Mail, solicitamos, por favor, que façam a sua inscrição aqui neste LINK: https://linktr.ee/thoth3126

Convidamos também a conhecerem e seguirem nossas redes sociais:
Instagram: https://www.instagram.com/th.oth3126/
Facebook: https://www.facebook.com/thoth3126.blog
X (antigo Twitter): https://twitter.com/thoth3126_blog
Youtube: https://www.youtube.com/@thoth3126_blog

Siga o canal “Blog Thoth3126” no WhatsApp: https://www.whatsapp.com/channel/0029VaF1s8E9Gv7YevnqRB3X


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *