browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Enfermeiras canadenses denunciam: Muitos morrem após receber Vacinas, Hospitais estão lotados com pessoas ‘Totalmente Vacinadas’

Posted by on 28/09/2021

Duas enfermeiras insiders canadenses se transformaram em denunciantes e disseram aos repórteres o que eles viram durante a pandemia do coronavírus Wuhan (COVID-19). Isso inclui pessoas que morreram após serem vacinadas e hospitais repletos de pessoas totalmente vacinadas que sofrem de COVID-19. Erica Beardsley, da pequena cidade de Pontiac, na província canadense de Quebec, é enfermeira por 11 anos. Ela recentemente se demitiu após seu empregador ordenar que ela fosse vacinada. Em um protesto por mandato anti-vacina no Canadá, ela falou com um repórter sobre as coisas horríveis que ela viu como enfermeira durante a pandemia COVID-19. 

Fonte: A Final Warning

“Já vi pessoas prendendo os idosos e vacinando-os contra sua vontade enquanto eles gritavam ‘Não'”, disse Beardsley. “Eu vi pacientes chegando por tentativa de suicídio e … uma vez que eles morreram, eles os testam com COVID. Por que? Porque eles os confirmam com COVID? “

“Eu testemunhei muitas pessoas morrendo de ataques cardíacos logo após receberem a vacina”, ela continuou. Eu também testemunhei abortos espontâneos a termo cinco dias, quatro dias, após a vacina”. Beardsley explicou que esta é uma ocorrência surpreendentemente comum, embora ela venha de uma cidade com cerca de 5.000 habitantes.

“Estou em um pequeno hospital, um pequeno hospital. Trabalhei em todos os andares”, disse Beardsley. Ela disse que trabalhou em cuidados de longa duração, cuidados gerais, pronto-socorro e até na clínica externa de seu hospital. “Eu vi tudo. Não tenho nada a perder… nada a esconder. Eles queriam impor a vacina em mim e eu recusei”. 

(Relacionado: Informante do sistema de saúde do Havaí disse que viu mais pessoas morrerem por causa das vacinas COVID-19 do que do vírus.)

Outra enfermeira que trabalha no St. Michael’s Hospital em Toronto afirma que o hospital está cheio de pacientes COVID-19 totalmente vacinados. “Os hospitais estão cheios de pacientes COVID?”, perguntou um repórter. “Os hospitais estão cheios de pessoas que foram vacinadas”, respondeu a enfermeira. “Eles estão voltando ao hospital devido às vacinas.” “Então você está me dizendo que as pessoas que foram vacinadas estão no hospital agora?” perguntou o repórter. “Sim, não apenas em St. Michael’s, mas em todo os demais”, disse a enfermeira. “É isso, que eles estão voltando aos hospitais nesta época do ano, quando os hospitais deveriam estar em seus níveis mais baixos, são as pessoas que estão vacinadas”. Assista à íntegra de suas declarações aqui: https://www.bitchute.com/video/CRoFalm8mfSO/

Quebec restringe a liberdade de expressão dos céticos da vacina ao proibir protestos perto de escolas e hospitais

Muitas pessoas em todo o Canadá, incluindo muitos profissionais de saúde, estão protestando contra a imposição de mandatos de vacinas. Esses protestos surgiram em todo o país contra pessoas sendo forçadas a tomar vacinas de experimento genético [mRNA] e mortais. Para evitar que esses protestos aumentem, os políticos servis e corruptos da Assembleia Nacional de Quebec aprovou um projeto de lei proibindo protestos antivacinas perto de hospitais, escolas, creches, clínicas de teste COVID-19 e centros de vacinação em massa. 

O projeto de lei, conhecido como Projeto de Lei 105, foi adotado na tarde de quinta-feira poucas horas depois de ter sido apresentado pela Vice-Premier e Ministra de Segurança Pública Genevieve Guilbault. A lei proíbe explicitamente qualquer protesto relacionado à pandemia COVID-19 que são realizadas a 50 metros dos referidos estabelecimentos.  Uma emenda ao projeto de lei também proibiu protestos relacionados à pandemia dentro de 50 metros de faculdades vocacionais e centros de educação de adultos. 

Outra emenda permitiu que protestos ocorressem a até 50 metros dos estabelecimentos se os protestos fossem sobre as condições de trabalho. Qualquer organizador de protesto que violar a nova lei será multado em algo entre CA$ 1.000 e CA$ 6.000 ($ 788 a $ 4.728). Qualquer manifestante pego “intimidando” ou “ameaçando pessoas que entram ou saem desses estabelecimentos também pode ser multado  entre CA$ 2.000 e CA$ 12.000.($ 1.576 – $ 9.456). 

Relacionado: Enfermeira insider denuncia: “Eu os Registrei ‘Assassinando Pacientes’ dentro do Hospital”

O projeto foi aprovado por unanimidade, com todos os partidos da oposição na Assembleia Nacional expressando seu apoio à limitação dos protestos. As medidas durarão apenas 30 dias. Mas o governo reserva-se o direito de renovar essas restrições à liberdade de expressão enquanto a ordem de estado de emergência COVID-19 da província permanecer em vigor. 

Eu entendo que é difícil restringir o direito de protestar, mas, francamente, há limites”, disse o premiê de Quebec, François Legault. 

Saiba mais sobre como os governos ao redor do mundo estão tentando usar a pandemia COVID-19 para restringir as liberdades dos céticos das vacinas, defensores da liberdade de saúde e dos não vacinados lendo os artigos mais recentes em Vaccines.news . As fontes incluem: BitChute.com GlobalNews.caMontreal.CTVNews.ca


Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 00001756-6 – TIPO: 013 [poupança] e pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”.


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é covid-19-circus-fake-pandemia.png

“O ser humano vivência a si mesmo, seus pensamentos como algo separado do resto do universo numa espécie de ilusão de ótica de sua consciência. E essa ilusão é uma espécie de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afeto por pessoas mais próximas. Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza (e o universo) em sua beleza. Ninguém conseguirá alcançar completamente esse objetivo, mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa liberação e o alicerce de nossa segurança interior.” –   Albert Einstein


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

3 Responses to Enfermeiras canadenses denunciam: Muitos morrem após receber Vacinas, Hospitais estão lotados com pessoas ‘Totalmente Vacinadas’

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.