browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Especialistas pedem suspensão das “vacinas” mRNA da Pfizer – BioNtech entre idosos após inúmeras mortes

Posted by on 15/01/2021

Especialistas em saúde pedem suspensão das ‘vacinas’  mRNA da Pfizer/BioNtech entre idosos após inúmeras mortes na Noruega, China, EUA, França: No que só pode ser descrito como uma reviravolta preocupante, especialistas em saúde desde Wuhan, China, apelaram à Noruega e outros países para suspender o uso de “vacinas COVID-19 baseadas em mRNA”  produzidas por empresas como a Pfizer-BioNtech, especialmente entre os idosos (após o aumento nas mortes na Noruega descrito abaixo)

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Especialistas em saúde pedem suspensão das “vacinas” mRNA da Pfizer/BioNtech entre idosos após inúmeras mortes na Noruega, China, EUA, França

Fonte:  Zero Edge

O China’s Global Times relata que especialistas chineses disseram que o incidente de mortes após a vacina deve ser avaliado com cautela para entender se a morte foi causada por vacinas ou outras doenças preexistentes desses indivíduos.

Yang Zhanqiu, um virologista da Universidade de Wuhan, disse ao Global Times na sexta-feira que o incidente des mortes, se provado ser causado pelas vacinas, mostrou que o efeito da vacina Pfizer e outras vacinas [Moderna] de mRNA não é tão bom quanto o esperado, na medida que o principal objetivo das vacinas de mRNA é curar pacientes.

Um imunologista baseado em Pequim, que pediu anonimato, disse ao Global Times nesta sexta-feira que o mundo deveria suspender o uso davacina mRNA COVID-19 representada pela Pfizer-BioNteche Moderna, pois esta NOVA TECNOLOGIA não tem a sua segurança comprovada no uso em larga escala ou na prevenção de quaisquer doenças infecciosas.

Pessoas mais velhas, especialmente aquelas com mais de 80 anos, não devem ser recomendadas para receber qualquer vacina COVID-19, disse ele.

Tudo isso é um problema, pois são os idosos que correm mais risco (francamente, qualquer risco real) e, portanto, quem mais precisa de proteção. Em vez disso, os especialistas em saúde chineses dizem que os mais idosos e frágeis devem ser recomendados a tomar remédios para melhorar seu sistema imunológico.

Claro, não se pode deixar de notar a ironia dos cientistas da fonte da praga que matou milhões em todo o mundo e destruiu vidas / economias em quase todos os lugares, agora está pedindo a cessação do processo de proteção contra a praga.

Como detalhamos anteriormente, as autoridades de saúde da Noruega estão relatando notícias sobre a vacina COVID-19 de importância monumental em um momento em que os EUA estão correndo para colocar cerca de 30 milhões de doses iniciais nos braços de idosos e pessoas com condições crônicas de saúde: pacientes com mais de 80 anos. estão particularmente em risco de efeitos colaterais devastadores .

Portanto, para esse grupo demográfico vulnerável, que atualmente é o primeiro da fila na América do Norte, a “cura” pode ser pior do que a doença.  A Bloomberg observa que é “a declaração mais cautelosa de uma autoridade de saúde europeia” em  relação aos potenciais riscos adversos à saúde da vacina.

“Para aqueles com fragilidade mais severa, mesmo os efeitos colaterais relativamente suaves da vacina podem ter consequências graves”, disse o Instituto Norueguês de Saúde Pública.

A autoridade de saúde disse ainda em sua declaração mais direta alertando  contra  uma política de promoção da vacina para  todos :

“Para aqueles que têm uma vida restante muito curta, o benefício da vacina pode ser marginal ou irrelevante”.

Isso ocorre depois de um punhado de casos globais, incluindo um paciente idoso na França, onde um receptor morreu poucas horas depois de receber a primeira rodada da vacina.

Até o momento, a Noruega afirma ter administrado doses para até 33.000 pessoas, incluindo idosos, mas já considera “muito arriscado” para os doentes terminais e pessoas com mais de 80 anos em condições frágeis. Dado apenas 33.000 injetados até agora, a contagem de mortes relatada já é impressionante e está fazendo com que as autoridades toquem o alarme:

Autoridades norueguesas disseram que 23 pessoas morreram no país pouco tempo depois de receber a primeira dose da vacina. Dessas mortes, 13 foram autopsiadas até agora, com os resultados sugerindo que os efeitos colaterais comuns podem ter contribuído para reações graves em idosos frágeis , de acordo com a Agência Norueguesa de Medicamentos.

Mas, apesar dos avisos serem apresentados com destaque no final desta semana na Bloomberg e em várias outras publicações importantes, novamente duvidamos que isso vá fazer algo em termos de colocar um freio no lançamento apressado de vacinas nos EUA, onde são precisamente os idosos, frágeis e aqueles propensos a problemas de saúde persistentes que estão sendo incentivados pelas políticas estaduais e federais a serem os primeiros na fila .

Enquanto isso, a Bloomberg tinha o seguinte a dizer sobre as marcas de vacina mais comuns na Noruega e no Ocidente:

Os representantes da Pfizer e BioNTech não responderam imediatamente aos pedidos de comentários.

A vacina Pfizer-BioNTech aprovada no final do ano passado tem sido usada de forma mais ampla, com uma injeção semelhante da Moderna Inc. aprovada no início deste mês também agora sendo administrada.

A Noruega iniciou suas vacinações COVID-19 no mês passado, seguindo os passos da vacina Pfizer / BioNTech que recebeu a aprovação da Agência Europeia de Medicamentos. As infecções na Noruega estão se aproximando de 60.000 de uma população total de 5,3 milhões, incluindo mais de 500 mortes.

Muitos céticos na Europa e nos Estados Unidos ainda têm severas reservas sobre as vacinas mRNA da Pfizer BioNtech e Moderna, mesmo com as grandes farmacêuticas e os governos continuamente insistindo de que elas são “completamente seguras”.


Sua contribuição é fundamental para manter o site funcionando e independente. Somos censurados pelas gigantes de TI [Big Techs] em relação ao material por nós publicado, com consequente impacto e completa suspensão dos anúncios. Considere fazer uma pequena contribuição mensal (valores entre $ 10 e $ 50 reais, ou qualquer outra moeda e valor) se utilizando do mecanismo  PayPal disponibilizado pelo site. Para pgto único, entre em contato pelo e-mail Thoth3126@protonmail.ch e solicite os dados de nossa conta bancária. Sem a ajuda imediata de nossos assíduos leitores não conseguiremos arcar com todos os custos inerentes à manutenção do Blog e iremos encerrar o nosso trabalho em março.


Questione tudo, nunca aceite nada como verdade sem a sua própria análise, chegue às suas próprias conclusões


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ”  Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984” 


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

2 Responses to Especialistas pedem suspensão das “vacinas” mRNA da Pfizer – BioNtech entre idosos após inúmeras mortes

  1. Keanu Reeves

    Quantas vezes vocês avisaram em? Quantos cientistas e o próprio Dr. Yeadon ex-executivo e ex-vice presidente da Pfizer disse. Nova fase agora é falar que morreu por conta do Covid-19, se fuder.

  2. Silvio J B Maia

    As circunstâncias extremamente perigosas e ainda inalteradas nos obrigam a continuar recomendando, ser melhor desaglomerar-se e cuidar-se, e tratar-se imediatamente a sintomas, sem vacinar-se.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.