browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

EUA e Alemanha, fim do casamento, alemães exigem seu ouro de volta

Posted by on 07/09/2017

Comentando os recentes relatórios de que a Alemanha repatriou todo o seu ouro mantido em Paris e um terço de suas reservas nos EUA e a promessa de remover armas nucleares dos EUA de seu território, o economista e analista financeiro russo Ivan Danilov sugeriu que parece muito como dividir as propriedades compartilhadas após um “divórcio”.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

EUA e Alemanha, fim do casamento, alemães exigem seu ouro de volta

Fontehttps://sputniknews.com/world/

O banco central da Alemanha, o Bundesbank, anunciou recentemente que completou uma iniciativa para trazer metade das reservas de ouro do país para casa três anos antes do cronograma, através da repatriação de todo o ouro mantido em Paris e um terço de suas reservas nos EUA.

O Deputado republicano Ron Paul esta tão preocupado com as reservas legais de ouro do governo dos EUA e de que o Federal Reserve esta escondendo a verdade sobre as reservas americanas de ouro, que ele apresentou um projeto de lei no final de 2010 para forçar uma auditoria externa nesses dois órgãos que detém o ouro dos EUA, mas que posteriormente foi derrotado em votação na Câmera dos deputados pelas forças que sustentavam o regime de Barack H. Obama. Quando diretamente questionado pelos repórteres se ele acreditava que não havia mais ouro em Fort Knox ou na Reserva Federal, o deputado Ron Paul deu a resposta incrível, “Eu acho que é uma possibilidade”.

Economista russo, analista financeiro e político e autor do blog político popular Crimson Alter, Ivan Danilov, comentou o relatório, sugerindo que se parece muito ao se dividir a propriedade conjunta após um divórcio.

Quando este programa começou, os especialistas estavam tentando adivinhar os motivos por trás disso. Alguns sugeriram que os alemães queriam ter acesso às suas reservas de ouro para poder apoiar um retorno ao padrão ouro à sua moeda nacional, o Deutsche Mark, no caso de que precisassem “, Danilov observa em sua entrevista para a RIA Novosti.

Outros, segundo ele, sugeriram que o Bundesbank estava tentando apoiar o euro. Alguns também pensavam que as autoridades alemãs estavam simplesmente tentando acalmar os críticos que alegaram que o “ouro da Alemanha” deixou de existir.

“No entanto, a explicação mais realista pode ser muito mais simples: Angela Merkel começou a “separar as posses”. Se olharmos as relações entre os alemães e os EUA como um casamento fracassado, parece que a Alemanha está se preparando, esta pronta para sair”, diz o blogueiro.

Acrescentar peso à ideia é a promessa recente do líder dos social-democratas alemães (SPD) Martin Schulz dos EUA retirar suas armas nucleares do território alemão se, contra as probabilidades, derrotar Angela Merkel nas próximas eleições federais. Contra o argumento esta a afirmação perpétua de que “a Alemanha é uma colônia dos EUA e fará o que Washington disser”.

No entanto, o autor argumenta, a julgar pela experiência, esta é uma suposição errada. Ele explica ainda que, nos últimos anos, Berlim freqüentemente torpedeou os planos dos EUA para defender os seus próprios interesses nacionais.

 Fed roubou ouro da Alemanha. Recusou a devolução pedida pelo Bundesbank, o Banco Central da Alemanha. Veja o vídeo:

Ele cita como exemplo a construção do gasoduto Nord Stream apesar das objeções de Washington. Então, Angela Merkel bloqueou pessoalmente a adesão da Geórgia e da Ucrânia à OTAN em 2008-2009, que havia sido defendida pelos EUA. A oposição da chanceler alemã foi a principal razão pela qual o governo Obama se absteve de fornecer armas legais dos EUA à Ucrânia sob o mesmo esquema empregado na Síria.

negociação da Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP), que teria subjugado os parlamentos, os tribunais e o governo dos Estados membros da UE para as corporações dos EUA, foi destruída pela elite política alemã. “Para entender a importância desses exemplos, sugerimos o que a situação poderia ter parecido se Berlim tivesse realmente cedido às pressões das administrações de Bush e Obama”, diz Danilov.

“A Geórgia e a Ucrânia se juntam à OTAN e as tropas dos EUA chegam. A construção do Nord Stream é interrompida e o trânsito do gás da Rússia depende completamente da boa vontade de Kiev, da Ucrânia em conflito com a Rússia. Um possível embargo sobre a venda do petróleo da Rússia como uma medida punitiva para a” aplicação da paz ” “da Geórgia ou da reunificação da Criméia, que dificilmente se reuniriam com a Rússia sob tais condições”, explicou.

O cenário acima, ele diz, ainda é a versão suave de possíveis desenvolvimentos. Muito provavelmente, teria havido uma guerra quente depois da tentativa da Ucrânia e da Geórgia de se juntar à OTAN. 

“Portanto, não pense que as elites políticas alemãs são títeres estúpidas que obedecem completamente a Washington. Às vezes, os marionetes mostram as garras e presas, especialmente quando estão ansiosos para viver e lucrar”, diz o blogueiro.

Acima: Fort Knox é uma pequena cidade americana e base do Exército dos Estados Unidos, localizada no estado de Kentucky, ao longo do rio Ohio. Ela abriga importantes unidades de treinamento e comando de recrutamento do exército, o Museu George S. Patton, em homenagem ao general da II Guerra Mundial e o United States Bullion Depository, (Depósito de Ouro dos Estados Unidos) pelo qual o lugar é mais conhecido, como depósito de grande parte do ouro guardado pelo governo do país.

Ele explica ainda mais por que os movimentos das elites alemãs são facilmente compreensíveis.

Por um lado, o negócio alemão, que é o fundamento do poder econômico e do bem-estar social da Alemanha, precisa ser protegido contra os concorrentes americanos e o possível agravamento do mercado europeu pelas empresas americanas. Além disso, as empresas alemãs querem manter os laços com a Rússia (um enorme mercado para seus produtos) e manter o acesso ao mercado russo e aos recursos energéticos da Rússia, mesmo que isso signifique uma discussão difícil com os EUA.

Por outro lado, não é só e não tanto sobre a luta por lucros como sobre a luxúria pela vida.

“Alguns políticos alemães podem ter aprendido certas lições da história de seu país de origem e preferiram que o redesenho inevitável das esferas da influência geopolítica fique sem um assalto a Berlim pelo exército russo”, diz Danilov.

“Tais desejos dos políticos alemães devem certamente ser apoiados. E se para motivação adicional é necessário oferecer a Angela Merkel um posto em algumas das grandes corporações da Rússia, isso poderia ser feito. A Rússia certamente precisa de lobistas de alto perfil”, afirma o blogueiro.

No passado, Rob Kirby, da empresa Kirby Analytics  em Toronto, Canadá relatou que o Banco Central da CHINA (de novo os chineses) tinha descoberto algumas barras de ouro falsas, feitas de tungstênio banhadas em ouro de 400 onças-oz entre aquelas que recentemente recebeu de entrepostos. Mais tarde se soube que pelo menos quatro barras falsificados foram encontradas e que todas vieram de fontes dos Estados Unidos.

Como crescem as suspeitas sobre a falsificação de barras entre as detidas em entrepostos aduaneiros para a entrega contra qualquer contratos de COMEX ou de contratos da London Bullion Market Association-LBMA, ou de cotas de fundos negociados em bolsa, os investidores poderiam entrar em pânico. Assim, você pode entender que houve quase um apagão total na cobertura de notícias sobre esta história.


Os americanos estão no seu momento mais vulnerável;

  • Eles estão vulneráveis porque são preguiçosos mentalmente; 
  • Eles são preguiçosos mentalmente porque são ingênuos;
  • Eles são ingênuos, porque eles são ignorantes; 
  • Eles são ignorantes porque são desinformados deliberadamente; 
  • Eles são desinformados deliberadamente porque acreditam em seu governo e mídia nacional !!!
  • Assim como todos os demais povos do planeta Terra… 

Muito mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

One Response to EUA e Alemanha, fim do casamento, alemães exigem seu ouro de volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *