browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

EUA ultrapassam China em número de contágios por novo coronavírus

Posted by on 26/03/2020

EUA superam a China em número de infecções pelo coronavírus. País já tem mais de 80 mil casos, indicam sites de monitoramento em tempo real: Parece que começou a temida explosão da Covid-19 nos Estados Unidos. Os números oficiais da Organização Mundial de Saúde (OMS) ainda não saíram, mas nesta tarde sites de monitoramento em tempo real da Covid-19 mostram que os Estados Unidos são hoje o país mais afetado pela pandemia, passando a Itália e a China.  Médicos de Nova York dizem que já estão trabalhando no “modo de desastre” e esperam uma “chegada apocalíptica” de pacientes aos hospitais, que enfrentam falta de equipamentos.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

EUA ultrapassam China em número de contágios por novo coronavírus. País já tem mais de 80 mil casos de infectados

Fontes:  https://oglobo.globo.com/  –  Zerohedge

O Congresso norte americano se prepara para aprovar um pacote de ajuda de resgate à economia de cerca de US$ 2 trilhões [equivalente a quase um PIB do Brasil] num cenário em que todas as medidas de contenção para minimizar a disseminação da pandemia não são consideradas suficientes para deter o alastramento do coronavírus.

Num único dia, os EUA registraram mais 13.968 casos novos de Covid-19 Segundo o Worldometer, que faz estatística em tempo real, os EUA tinham ontem 82.179 casos. A China, 81.285. A Itália está em terceiro lugar, com 80.589. Outros serviços de monitoramento, como o do New York Times mostram a explosão de casos logo em seguida.

Não faltaram vários avisos de que esse dia chegaria. A comunidade científica alertava desde janeiro o governo do presidente Donald Trump de que o país seria duramente atingido. Mas só nos últimos 15 dias a Casa Branca começou a tomar medidas mais substanciais, ainda assim, relutantes e erráticas em relação ao isolamento social. Sem barreiras de verdade, o vírus seguiu então o ritmo projetado pelos cientistas, e explodiu.

O aumento explosivo do número de casos era esperado por dois motivos. Primeiro, porque os EUA, com grande atraso, finalmente começaram esta semana a testagem em massa de sua população. E a propagação que era estimada pelos especialistas em saúde pública se materializou em números que foram previstos.

Brasil segue o padrão americano

Mas não é só. A situação dos EUA preocupa mais porque o país, diferentemente de China e Itália, tem vários focos importantes de dispersão do novo coronavírus. Na China, a doença se concentrou fortemente em Hubei, na cidade de Wuhan. Na Itália, na Lombardia. Já os EUA mostram focos ativos de propagação de Leste a Oeste. O país também tem a terceira maior população do mundo. São 330 milhões de habitantes expostos ao novo coronavírus.

Epidemiologistas têm alertado que o Brasil segue o padrão americano, com focos significativos em São Paulo e Rio de Janeiro. O número de mortes nos EUA, porém, ainda é significativamente menor do que o da China e, sobretudo, o da Itália. O país tem 1.177 mortes, 150 delas novas. Na Itália, são 8.215, sendo 712 novas. E na China, 3.287, sendo seis novas.

A diferença na testagem maciça da população explica em parte a diferença. Nos últimos dias, os EUA estão testando muito mais do que a China e a Itália. A China não chegou a testar em massa os casos leves e assintomáticos, então seu número real de casos pode ser muito maior e a taxa de mortalidade, menor. Porém, como nos EUA a doença está em curva ascendente e a China, em descendente, o número de mortes lá poderá superar o dos chineses.

Já a Itália também testou pouco e descobriu a intensa propagação do vírus e a contaminação da população tarde demais, quando a Covid-19 estava completamente descontrolada. A tendência é que nos próximos dias o número de mortes comece a se reduzir no país. Nos EUA, mais uma vez, ocorre o contrário.

‘Sem apertar as mãos’

Em seu briefing diário sobre a doença nos EUA, o presidente Donald Trump atribuiu o aumento no número de casos à expansão na realização de testes, sem mencionar diretamente o fato de o país ter mais confirmações do que a China. Ele revelou que deve conversar com o líder chinês, Xi Jinping, porém sem revelar a pauta, apenas dizendo que os dois falarão sobre o coronavírus.

— Não se sabe que números são esses da China — respondeu, afirmando que os EUA estavam fazendo progressos contra o vírus. — Uma coisa é contrair a doença. Outra coisa é morrer dela.

Trump também se mostrou confiante ao dizer que o país “deve se abrir em breve” e que os americanos “querem voltar logo a trabalhar”. Mesmo assim, deixou claro que essa reabertura não significará o completo abandono das recomendações do governo. Para ele, muitas pessoas “não vão mais apertar as mãos” quando a vida começar a voltar ao normal.

— Estamos tomando conta dos nossos cidadãos. Essa é uma crise médica — acrescentou. No briefing, o vice-presidente Mike Pence disse que laboratórios estão desenvolvendo um teste que dá resultado em 15 minutos.

Estamos vendo o uso do surto global do coronavírus COVID-19 [fabricado em laboratório]  sendo usado em todo o mundo para colapsar mercados e criar instabilidade financeira maciça. George Soros entrou em colapso de todo o sistema financeiro britânico sozinho, com certeza ficou quieto ultimamente, eu me pergunto o que ele tem feito nisso tudo. 

Aqui na América, acredito que a mídia MSM Pre$$titute e os democratas que eles amam tanto estão trabalhando incansavelmente o tempo todo para armar o COVID-19 para impedir a releição de Trump em novembro. Há anos que estamos avisando que esse dia chegará, já chegou? Fique ligado pois os próximos dias serão eletrizantes.


Você quer mesmo saber como esse coronavírus “surgiu na China” e se espalhou pelo mundo em pouco tempo? Ao pesquisar os arquivos de registros de patentes nos EUA on-line, foi descoberto o registro de uma patente de Coronavírus concedida para o C.D.C. –  Centers for Disease Control and Prevention [se trata do principal instituto nacional de saúde pública dos EUA. O C.D.C. é uma agência federal dos EUA sob o United States Department of Health & Human Services (HHS)] que tem sua sede em Atlanta, Geórgia. Assim emerge um fato indiscutível, o de que o “DONO” DESSE VÍRUS MORTAL E SEU CRIADOR é o PRÓPRIO C.D.C. (Centro de Controle e Prevenção de Doenças)

O coronavírus do surto atual não teve origem na China, mas FOI IMPLANTADO neste país asiático com a clara intenção de causar o maior dano possível aos chineses. A consequência natural, quando  [se já não descobriu] a China perceber que a eclosão do surto pode ter sido um ataque de BIOWEAPON ao seu território e contra seu povo, qual será o tipo de resposta a ser dada pela China aos [ir]responsáveis pela contaminação. Começamos a ano de 2020 com muitos que operam nas sombras desejando aumentar o caos no planeta.

PATENTE de criação de um CORONAVÍRUS fornecida ao CDC (Centers for Disease Control and Prevention)  US7220852B1 – SOBRE A CRIAÇÃO DE CORONAVÍRUS [SARS] ….

Na patente acima, do registro de um CORONAVÍRUS [uma BIOWEAPON], você encontrará 72 páginas de conteúdo para poder julgar esse letal “surto repentino e desconhecido de coronavírus” na ChinaLeia a patente nesse link primeiro, faça o download e compartilhe este artigo amplamente antes que os AGENTES do DEEP STATE a excluam. Mantenha-se sábio, com discernimento e saudável!


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. 

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarãoE surgirão muitos FALSOS PROFETAS, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo”.  Mateus 24:6-13

3 Responses to EUA ultrapassam China em número de contágios por novo coronavírus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.