browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Ex-chefe da CIA admite em público: “Graças a Deus pelo Deep State”! Voce ainda acha que é uma teoria da conspiração?

Posted by on 02/11/2019

As máscaras estão sendo retiradas abertamente: Um ex-chefe e um ex-diretor da CIA dizem em público: “Graças a Deus pelo Deep State”! Voce ainda acha que é uma teoria da conspiração? Quando Trump e seus apoiadores conversaram sobre o Deep State durante a histeria ‘Russiagate’, os mesmos personagens com estes pontos de vista sobre o Deep State os desprezaram como paranoicos e delirantes e insanos. Agora eles dizem que o Deep State é real, sempre foi real e está agindo no “melhor interesse” da República Americana – e se você não concordar com eles, é você quem é louco, paranoico, teórico da conspiração e delirante.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Ex-chefe da CIA admite em público: “Graças a Deus pelo Deep State”! Voce ainda acha que é uma teoria da conspiração?

Fontes:  https://www.rt.com/   https://www.zerohedge.com/

Em apenas alguns meses, o establishment político dos EUA deixou de negar a existência do ‘Deep State’ e o chamou de teoria da conspiração para elogiá-lo como o baluarte da República contra o presidente Donald Trump.

“Graças a Deus pelo ‘Estado profundo”, declarou o ex-diretor da CIA John E McLaughlin em um evento esta semana descrevendo os diplomatas e oficiais de inteligência que testemunham no inquérito de impeachment no Congresso como “pessoas que estão cumprindo seu dever ou respondendo a um chamado “mais alto” (ou o correto seria dizer “mais PROFUNDO…)

Discursos elogiosos ao oficial de inteligência “denunciante” cuja denúncia sobre o telefonema de Trump com a Ucrânia lançou a investigação de impeachment dos democratas, McLaughlin disse que a comunidade de inteligência “está comprometida institucionalmente com a objetividade e dizendo a verdade”

Alguém poderia pensar que isso pode ser um pouco rico, vindo do ex-vice-diretor da CIA na época do infame fiasco das ‘Armas de destruição em Massa do Iraque’ – e diretor interino por um tempo em 2004 -, mas os comentários de McLaughlin foram recebidos com aplausos pela multidão na Escola Schar de Políticas e Governo da Universidade George Mason.

Ele não foi o único a elogiar o Deep State. Sentado ao lado dele, John Brennan, ex diretor da CIA sob o presidente Barack Obama, cujas impressões digitais estão em todo o chamado ‘dossiê Steele’ e o pseudo escândalo ‘Russiagate’ e que agora está desfrutando uma carreira gratificante como um “especialista” em TV (a “presstitude dos EUA) acusando Trump de traição.

Brennan argumentou que a razão pela qual Trump “tem um relacionamento contencioso com o povo do Deep State … é porque eles dizem a verdade e elogiou os serviços secretos de inteligência e policiais por continuarem “fazendo seu trabalho independentemente do que ele fará ou dirá”.

Em circunstâncias normais, essas admissões seriam bastante impressionantes. Não é todo dia que ex-chefes do aparato de inteligência mais mortal do planeta, a CIA, basicamente admitem que sim eles estão se intrometendo na política do país porque sentem que têm uma “maior lealdade” – emprestando uma frase do ex-chefe do FBI James Comey (outro implicado pelo Deep State) , outro membro dessa alegre cabala – do que ao executivo-chefe eleito pelo povo norte americano.

No entanto, a resposta foi silenciada na melhor das hipóteses com um encolher de ombros silencioso e implícito “nada para ver aqui seguindo adiante” dos principais meios de comunicação. Isso não é particularmente surpreendente, dado o papel da mídia na conspiração ‘Russiagate’. Por que apenas algumas semanas atrás o The New York Times publicou um artigo elogiando o Deep State da mesma maneira que Brennan e McLaughlin o fariam.

Quando Trump e seus apoiadores conversaram sobre o Deep State durante a histeria ‘Russiagate’, os mesmos personagens com estes pontos de vista sobre o Deep State os desprezaram como paranoicos e delirantes e insanos. Agora eles dizem que o Deep State é real, sempre foi real e está agindo no “melhor interesse” da República Americana – e se você não acreditar nisso, é você quem é louco, paranoico, teórico da conspiração e delirante.

O que quer que alguém possa pensar sobre Trump, implora a crença de que as pessoas que mais choram sobre “nossa democracia” estão elevando uma burocracia não eleita de espiões e contra-espiões como seus árbitros. Quase faz você pensar que as pessoas responsáveis por pressionar  a teoria da conspiração do governo russo intrometido na eleição de Trump (o fabricado escândalo Russigate)  pode ter feito isso como uma cortina de fumaça por suas próprias e muitas (más) ações contra os interesses dos EUA.


“Nos indivíduos, a loucura é rara, mas em grupos, partidos, nações e ÉPOCAS, é a regra”.  –  Friedrich Nietzsche


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE MENTAL):  “A Matrix é um  sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando salvar. “Mas até que nós consigamos salvá-los, essas pessoas ainda serão parte desse  sistema de controle e isso os transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Muito mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

One Response to Ex-chefe da CIA admite em público: “Graças a Deus pelo Deep State”! Voce ainda acha que é uma teoria da conspiração?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.