browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Expurgo e prisões dos Illuminati e Khazares se intensifica

Posted by on 11/11/2017

Não pode haver qualquer dúvida de que a purga mundial da máfia dos Khazares já atingiu um ponto de inflexão sem retorno, com prisões e expurgos nos EUA e na Arábia Saudita (um país muçulmano ALIADO de Israel, o país dos Khazares). No Oriente Médio, o Hezbollah vinculado ao Irã agora controla o Líbano após o marionete primeiro-ministro saudita,  Saad Hariri ter sido forçado a demitir-se. Sua renúncia foi seguida pela purga de centenas de príncipes, generais, líderes religiosos e do homem mais rico do país pelo rei saudita de fato, o príncipe Muhammad bin Salman, o eleito pelo rei Salman como seu sucessor.

Tradução, edição e imagensThoth3126@protonmail.ch

Expurgo e prisões de membros Illuminati e Khazares se intensifica

Fonte: https://benjaminfulford.net/


“Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo”. – Apocalipse 3:9


Estes  expurgos foram especialmente importantes porque cortou uma das últimas fontes principais de dinheiro e poder da mafia Bush / Clinton. Muitos dos príncipes purgados estavam ligados homossexualmente aos membros da família Bush e seus principais tenentes quando estudaram nos Estados Unidos, de acordo com confissões de Kay Griggs, esposa de um membro da sociedade Illuminati Skull and Bones Society.

Foi assim que as fontes do Pentágono descreveram o desdobramento da repressão: “O expurgo saudita da facção terrorista de homossexuais e pedófilos-satanistas da máfia Bush-Clinton (incluindo o irmão de Osama Bin Laden) Bakr bin Laden e o anti-Trump [Prince] Al-Waleed bin Talal – que está conectado com o escândalo do vazamento do Paradise Papers, no paraíso fiscal do Panamá,

… a prisão de Tony Podesta e a rendição de Hillary Clinton e John Podesta. Tony Podesta é um pedófilo poderoso lobista de Washington cujo irmão John foi gerente de campanha de Hillary Clinton (Rockefeller) e chefe de gabinete de Bill Clinton (Rockefeller). O milionário principe saudita (agora preso) Al-Waleed comprou grandes participações societárias no Citibank da família Rockefeller.

As ramificações desses vazamentos, prisões e expurgos chegam em muitas direções. Após esta primeira onda, novas prisões e outros expurgos certamente serão vistos e efetuados no Oriente Médio, no Japão, na Europa e nos EUA nos próximos dias. Já o Secretário de Comércio de Trump, Wilbur Ross (filho), foi implicado. O magnata canadense Khazar Stephen Bronfman, cuja família fez sua fortuna vendendo álcool para Al Capone também. Estes nomes são apenas a ponta do iceberg.

O início do expurgo foi programado para coincidir com a visita de Trump na Ásia, de modo a poder proteger mais facilmente Trump e sua família das ações de retaliação, dizem as fontes do Pentágono e da CIA.

No entanto, em um sinal de que a batalha está longe de terminar, duas advertências separadas foram transmitidas a este escritor na semana passada sobre Trump. Um deles foi uma “fonte próxima da Coréia do Norte”, e o outro um veterano oficial da CIA estacionado na Ásia. A fonte ligada à Coreia do Norte disse que, se Trump provocasse uma guerra contra a Coréia do Norte, “ele não deixaria a Ásia vivo”. A fonte da CIA, por sua vez, disse: “Ouvi sussurros nas sombras que há uma surpresa especial esperando para ele no Vietnã, e não é o encontro dele com Putin à margem”.

Do ponto de vista asiático, a purga do Príncipe Al-Waleed é interessante porque ele é um ator principal por trás do fundo saudita de US$ 100 bilhões do magnata coreano-japonês Masayoshi Son. Ele é o cara que comprou o Rockefeller-linked Fortress Investment Group. Esse grupo controla a Musashi Engineering, a empresa que faz as máquinas de votação que fraudaram as eleições para eleger o primeiro-ministro marionete dos khazares no japão, Shinzo Abe e seu partido.

Foi o que a CIA na Ásia teve a dizer sobre ele: “Em relação a Masayoshi Son, esperamos um ataque cardíaco ou um suicídio ritual – do estresse, é claro. Este poderia ser um presente de Natal ou de Ano Novo para o povo do Japão “.

Por enquanto, porém, o establishment político japonês dos escravos dos khazares, percebendo que sua sobrevivência está em jogo, está trabalhando o mais difícil possível para ajudar Trump enquanto ele visita este país. Fontes próximas à família imperial dizem que o Imperador recompensou Trump com um empréstimo no valor de cerca de US$ 9 trilhões, cortesia de Henry Kissinger.

Isso pode dar tempo para a Washington, DC Corporation, da qual Trump é presidente, mas o destino real é mais provável de ser decidido no Vietnã quando Trump se encontra com o presidente russo Vladimir Putin e o presidente chinês Xi Jinping. As fontes do Pentágono acham que Xi é agora o verdadeiro homem mais forte da China e ofereceu a seguinte análise de sua posição pós-Congresso do partido comunista chinês:

“Parece que o presidente Xi é agora um líder primordial sem nenhum sucessor ungido e controle de cinco votos no Comitê Permanente do Politburo (PBSC), já que Han Zheng é o único cara da facção de Xangai ou Jiang e o primeiro-ministro Li Keqiang é da Facção Hu.  Os outros quatro caras são incolores e inodoros e leais a Xi, mesmo que subissem sob Hu e Jiang. Wang Huning parece fornecer continuidade, já que ele também trabalhou tanto para Jiang como para Hu “.

No entanto, as fontes de inteligência chinesas contam a este escritor que Xi Jinping foi escolhido como líder porque ele é alto e parece ser bom em sessões de fotos do G20, mas que ele realmente é apenas uma figura de proa para a tomada de decisão coletiva. O saldo total no Comité Permanente do Politburo é de dois votos para o sul da China (Guandong), dois para a China Costeira (Xangai) e três para o Norte e o Interior (Pequim).

Em qualquer caso, o novo regime chinês está pronto para agir, e se o mundo tiver sorte, eles ignorarão os blefes e manobras desesperadas dos Khazares para forçar um conflito qualquer que de início a 3ª Guerra Mundial e forçarão a falência do mundo, perturbando e aterrorizando a DC Washington Corporation (os EUA que devem cerca de US$ 20 trilhões). Vamos ver o que acontece no Vietnã em 10 e 11 de novembro e manter os dedos cruzados.

O proprietário da DC Washington Corporation – o Conselho da Reserva Federal controlado pelos Rothschild – não tem mais Khazares em seu conselho de diretores, agora que Janet Yellen, Stan Fischer e agora o chefe do Fed da Goldmanite New York, William Dudley, também foram forçados a sair. A nova administração não-Khazariana do Fed será deixada segurando o saco, porque o sistema que eles estão assumindo esta em colapso, quer eles desejem ou não.

Em outubro, o primeiro mês depois que o governo corporativo dos EUA não cumpriu seu prazo de pagamento de 30 de setembro, a dívida do governo dos EUA aumentou US$ 200 bilhões em um único mês, enquanto 960 mil pessoas deixaram a força de trabalho. Este mesmo governo está fingindo que sua subsidiária de Puerto Rico, totalmente falida, não tem eletricidade por causa de um furacão, e não porque não consegue pagar suas contas de eletricidade. Enquanto isso, apesar de uma economia real em colapso, o mercado de ações continua atingindo novos níveis, graças em grande parte à compra de papéis pelo banco central suíço de Rothschild.

Parece também que os Khazares estão ficando sem lugares para roubar ouro. Lembre-se de como o governo canadense anunciou que suas reservas de ouro acabaram em março de 2016? Bem, parece que eles recorreram à venda de ouro falso desde então, já que a Royal Canadian Mint foi pego vendendo uma falsa barra de ouro.

Não se esqueça do secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, que tweetou de Fort Knox no dia do eclipse solar de 21 de agosto que ele estava “feliz porque o ouro (dos EUA) estava à salvo”, sem oferecer uma onça (e muito menos um grama) de prova de que isso era verdade. Quanto mais cedo os militares e as agências dos EUA “reiniciarem” toda a estrutura do governo dos EUA, espero que com a ajuda do Canadá, menor será a dor final. O ouro lá depositado parece ser total e completamente FALSO.

Em qualquer caso, os chapéus (insiders informantes) brancos dos militares e agências dos EUA continuam definitivamente a expurgar a influência da máfia Khazar. As fontes do Pentágono dizem que as acusações contra o ex-gerente de campanha do Trump, Paul Manafort, por não se registrarem como agente estrangeiro “podem ser um novo normal para fechar lobistas e organizações judaicas [Khazares] como AIPAC (o American Israel Public Affairs Committee) por agir como agentes estrangeiros não registrados à serviço dos INTERESSES de Israel “.

Além disso, o expurgo e escândalos de Hollywood está começando a fazer bola de neve. Veja como uma fonte do Pentágono resumiu a situação: “Harveywood transformou-se em um Pedowood (escândalo sobre pedofilia em Hollywood), na medida que Kevin Spacey foi exposto como homossexual e pedófilo que também voou no avião do khazar pedófilo Jeff Epstein,”o Lolita Express”, com Bill Clinton. Spacey foi forçado a sair do armário como gay para combinar o LGBT com pedofilia para impedir a normalização dos homóis, pedos e pederásticas  Khazares “.

A fonte continuou observando que, “Depois de Harvey Weinstein, o castigo foi” rápido e furioso “quando Netflix demitiu Spacey da famosa série “House of Cards”, a CBS pode remover o ator Khazar Jeremy Piven do drama de TV ‘Wisdom of the Crowd’ ou cancelar o show, e outro produtor / diretor e predador Khazar, Brett Ratner, perdeu seu acordo com a Warner Brothers e foi expulso do estúdio por agressão sexual”.

De acordo com a Inteligência Naval dos EUA, a força real por trás do expurgo de Hollywood foi a NSA, que informou silenciosamente as vítimas dos pederastas, pedófilos que podem fornecer provas para respaldar suas acusações contra seus atormentadores.

Agora que os políticos de Washington, DC, da academia e de Hollywood estão sendo purgados do controle satânico dos gângsteres  Khazares, nós assumimos que os estabelecimentos médicos e farmacêuticos serão os próximos na lista. Uma incursão pesada na sede da American Medical Association, com foco especial em informações relacionadas ao câncer, seria um ótimo lugar para começar. Nesta frente, entendemos que Bill Gates já estaria cantando como um canário sob custódia especial.

É certo que a guerra contra a máfia dos judeus Khazar adoradora de satanás genocida, pederasta e pedófila ainda não terminou, mas já não é possível negar que eles estão perdendo feio e estão sendo acusados em sucessivos escândalos e sendo condenados pela opinião pública. Eles foram avisados ​​para “se renderem ou morrerem”. Esperamos que ambos aconteçam em quantidades crescentes antes do pesadelo terminar e a humanidade ser libertada de seu controle e influência nefasta.


“Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás”.  –  Apocalipse 2:9


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

One Response to Expurgo e prisões dos Illuminati e Khazares se intensifica

  1. monoatomic gold

    Só queria que isso acontecesse aqui no Brasil.
    Seria maravilhoso ver todos os políticos corruptos deste país serem presos em solitárias e nunca mais soltos, com o total confisco dos bens deles e de suas famílias.
    Seria fantástico viver num país onde se respeita e é respeitado.
    Ai fica a pergunta. Ate quando teremos que aguentar ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *