browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

FMI revelou que criptomoeda é o fim de jogo (End Game) da Nova Ordem Mundial?

Posted by on 24/11/2018

Existem dois tipos de esquemas globalistas: Primeiro, existem os esquemas que surgem do nada ao acaso, na esperança de que a velocidade do evento, juntamente com algum choque e pavor, confunda mais as massas e as torne psicologicamente mais flexíveis para a implantação da agenda globalista. Essa estratégia perde a eficácia rapidamente; quanto mais tempo o plano levar para se implementar, mais tempo as pessoas terão para reconsiderar o que realmente está acontecendo e por quê.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

O FMI revelou que criptomoeda é o fim-jogo (End Game) da Nova Ordem Mundial?

Por Brandon Smith – Fonte:   http://www.alt-market.com/

Em segundo lugar, há esquemas que eles implantam lentamente na psique coletiva dos cidadãos ao longo de muitos anos, bem como mensagens subliminares ou pela hipnose do sistema de controle mental. Essa estratégia é projetada para fazer o público abraçar certas ideologias ou idéias destrutivas (como exemplo temos a agenda Transhumanista as questões de Gênero {LGBTetc, pedofilia, transgênero}, como se essas idéias fossem suas.

O esquema de criptomoeda é algo do segundo tipo.

Suspeitei da narrativa da criptomoeda de uma “revolução monetária descentralizada e anônima” desde 2009, quando fui abordado pela primeira vez por pessoas que se diziam “representantes” do bitcoin e pediram para eu me tornar um promotor da tecnologia. Depois de fazer algumas perguntas muito simples e não receber respostas satisfatórias, recusei-me a participar do “bandwagon” ou a atuar como um defensor da ideia.

A “moeda” foi apoiada por nada tangível (e não, a matemática não é um recurso tangível). Qualquer um poderia criar uma criptomoeda a partir do nada que tivesse atributos idênticos aos bitcoin, portanto não havia valor intrínseco real para a tecnologia e nada impediria a criação de milhares de sistemas monetários semelhantes, tornando o bitcoin inútil. O argumento da escassez para a criptografia era fraudulento. E, no caso de uma rede baixa ou de um cenário de bloqueio da Internet (como ocorreu no passado em países em crise), a criptografia era inútil porque o livro-chave blockchain não estava mais acessível.



Negociar com carteiras particulares fazia pouco sentido; quantas pessoas você provavelmente encontraria na sua comunidade com uma carteira de bitcoin? A quantidade de tempo e energia necessária para acumular essas coisas digitais parecia contraproducente para mim, tendo em conta o fato de que eles podem não estar lá quando você realmente precisar deles.

Os únicos atributos que realmente tornaram o bitcoin valioso eram a marca e a quantidade de propaganda gerada em torno dele. Mas branding e hype não são suficientes para sustentar uma revolução cambial com base em algo sem valor real tangível. Havia uma outra característica valiosa – o suposto anonimato. Em 2009, não ficou claro se isso era legítimo. Hoje sabemos que QUALQUER criptomoeda que é baseada em um livro de registro blockchain é altamente rastreável. Não há transações digitais anônimas, não importa o quanto as pessoas pensem que são.

Eu também suspeitei do comportamento de alguns proponentes do bitcoin em fóruns na web. Qualquer um que apresentasse críticas concretas à tecnologia foi recebido com agressivos ataques ao estilo Alinsky. Eles foram acusados ​​de serem “ignorantes e bárbaros empilhadores de ouro” que eram burros demais para entender o “gênio” do blockchain e como ele funciona. A desinformação era desenfreada. Reclamações de anonimato que há muito foram desmascaradas foram trazidas repetidas vezes. O valor do bitcoin era visto como um argumento de fim-de-todos-ser por que os críticos estavam errados. O preço do Bitcoin estava subindo rapidamente; portanto, o bitcoin era “legítimo”, apesar de nunca ser algo REAL.

Esses eram os tipos de tática que eu tinha visto usados ​​por agentes desinformadores no passado; as pessoas que defendiam o Federal Reserve ou o globalismo em geral, ou as pessoas que alegavam que o aquecimento global provocado pelo homem era “auto-evidente”. Este não era o comportamento que eu esperava dos ativistas do movimento de liberdade, que naquela época estavam focados em fatos e evidências para ganhar a guerra da informação, ao invés de jogos mentais e mentiras desonestas.

Conclusão – houve uma campanha concertada para pressionar os ativistas da liberdade através da “pressão dos pares” para adotar uma postura pró-criptomoeda. Mas quem realmente se beneficia disso?

Alguns investidores em criptografia fizeram um lucro considerável em bitcoin e outros ativos digitais por um tempo, mas hoje muitos deles estão perdendo suas camisas, como bitcoin e a maioria das criptomoedas despencam em seu valor. Talvez não seja coincidência que as criptomoedas funcionem como se estivessem ancoradas à bolha tecnológica nos mercados de ações. À medida que as ações de tecnologia se debatem e caem, também os ativos de criptografia, porque as moedas virtuais são negociadas como ações de uma bolha, e não mecanismos monetários.  Muitos de nós que eram avessos ao trem do hype do bitcoin frequentemente usavam a analogia das tulipas holandesas para o porquê as avaliações da criptografia eram absurdas e, obviamente, essa analogia não estava longe do alvo.

Às vezes me pergunto sobre as pessoas que costumavam argumentar que o alto valor do bitcoin tornava sua “legitimidade” auto-evidente; eles agora admitiriam com o valor do bitcoin que sua legitimidade estava em questão? Eu estou supondo que eles provavelmente não vão aceitar. A criptografia também foi uma distração eficaz de pessoas que tentam construir alternativas baseadas em metais preciosos para o ambiente econômico atual. A Bitcoin extraiu energia ativista e redirecionou-a para algo inútil, em vez de um sistema que poderia realmente ameaçar o establishment do sistema de controle de banco central.

Além disso, toda a crise de criptografia na última década fez uma coisa muito boa – transformou a idéia de criptomoedas em uma discussão doméstica e global e acredito que esse era o objetivo o tempo todo. Uma vez que encontrei evidências crescentes de que os bancos centrais e internacionais estavam profundamente envolvidos na construção da infraestrutura necessária para tornar a tecnologia blockchain mais global e universal, tornou-se óbvio que o bitcoin e outras moedas eram apenas um teste antes da introdução de algo bastante mais sinistro.

No meu artigo “A Moeda Mundial Globalista se Parecerá Muito Com Bitcoin, publicado em julho de 2017, e no meu artigo “A Economia Virtual é o fim da liberdade”, publicado em dezembro de 2017, eu delineei a natureza questionável das criptomoedas e o blockchain e por que as elites bancárias parecem tão interessadas nelas.

Era estranho que o bitcoin fosse construído em torno da função hash SHA-256 criada pela National Security Agency (NSA), e que todo o conceito fosse notavelmente semelhante ao descrito em um artigo da própria NSA publicado em 1996 intitulado ‘How To Make A Mint: The Cryptography Of Anonymous Electronic Cash.’

Depois, havia instituições globalistas como a Goldman Sachs divulgando publicamente elogiando a tecnologia de criptografia e blockchain. E, finalmente, os bancos centrais começaram a entreter a idéia de entrar na criptografia, mas fizeram parecer que estavam se aproximando da ideia sem entusiasmo, como se fosse um hobby em potencial.  Então, o que liga todo o esquema criptográfico? O Fundo Monetário Internacional já revelou abertamente sua afinidade com a tecnologia criptográfica e, assim, revelou o novo jogo final da ordem mundial.

Em um artigo publicado na semana passada pela presidente do FMI, a francesa Christine Lagarde, intitulado “Ventos de mudança: o argumento para a nova moeda digital” , o FMI argumenta por que os bancos centrais, incluindo o FMI, deveriam adotar a criptografia como o futuro da política monetária.

Image result for puppet gifComo eu avisei no ano passado, a mudança para a criptografia não foi uma “revolução” contra os globalistas, mas um golpe projetado pelos próprios globalistas em parte para fazer com que os defensores da liberdade se tornassem vendedores involuntários para a próxima fase da grade de controle econômico. Mas como eles pretendem que este jogo final se desenrole?

Em 1988, The Economist, uma publicação globalista da midia mainstream, “previu” (ou melhor, anunciou) que um sistema monetário global seria lançado no ano de 2018. Agora está claro que a criptografia e o blockchain são esse sistema. Este sistema acabaria por usar a cesta de Direitos Especiais de Saque do FMI como uma espécie de ponte para uma moeda mundial, a que eles se referiam como a “Fênix”. Embora algumas pessoas afirmem que o SDR em si não é uma moeda, os globalistas aparentemente discordam.



Mohamed El-Erian, ex-CEO da PIMCO, elogiou a idéia de usar o SDR como um mecanismo de moeda mundial e como um meio de conter o “populismo”, reiterando o plano delineado no The Economist em 1988. No artigo de The Economistsugere -se também que o papel dos EUA como um centro econômico para o mundo e o papel do dólar como moeda de reserva mundial terá que ser diminuído a fim de abrir caminho para o novo sistema de ordem mundial. Vemos isso já ocorrendo agora, à medida que nos aproximamos de uma crise econômica global que poderia facilmente derrubar os mercados acionários, os mercados de títulos, bem como o status de reserva do próprio dólar.

A última peça de Christine Lagarde é escrita como um discurso de vendas, vendendo a idéia de criptografia pelo sistema de banco central não para os banqueiros centrais, mas para a mídia financeira. A mídia, sem dúvida, vai se deparar com os argumentos que Lagarde sugere e regurgitá-los em uma série de artigos sobre por que a criptografia global controlada pelo FMI é a solução para todos os nossos problemas fiscais.

O cerne do movimento em direção à criptografia global, acredito, é a destruição do anonimato no comércio por meio de uma “sociedade sem dinheiro”. Quando todo o comércio é observado, todo o comércio pode ser controlado. Além disso, ao monitorar transações comerciais em escala macro, os globalistas também podem, de certa forma, monitorar a psicologia de massa e prever (e induzir) o comportamento do público até certo ponto.

Lagarde observa especificamente em seu artigo que o anonimato da supervisão do governo é inaceitável. Ela argumenta que qualquer criptomoeda do banco central terá que garantir que a troca privada seja limitada, e que a vigilância centralizada das transações seja garantida e necessária. O que ela obviamente não menciona é que a tecnologia blockchain já está preparada para a vigilância do governo. Sempre esteve. Não apenas isso, mas a própria estrutura do blockchain requer que as transações sejam adicionadas ao razão para que o sistema funcione. Existe uma desculpa embutida para vigilância.

A única questão é como exatamente o FMI planeja anexar a cesta de SDR a uma estrutura de criptografia. Isso não é especificamente descrito no artigo de Lagarde. Espero que isso não seja um processo de adaptações lentas. Em vez disso, será introduzido rapidamente em meio ao pânico geral do público.

A “bolha FINAL” criada pelos bancos centrais na última década está pronta para estourar o sistema econômico-financeiro global. O Federal Reserve, em particular, tem se entusiasmado com o corte de todas as medidas de estímulo, despejando ativos de seu balanço e elevando as taxas de juros para fraquezas econômicas durante o pior ambiente de dívida corporativa e de consumo desde o estouro da última “bolha”, a imobiliária em 2008.

Eu suspeito que o FMI já tenha um mecanismo de criptomoedas pronto para substituir o dólar como reserva mundial, e que ele seja infundido na cesta SDR no auge da quebra (fabricada) do sistema que está por vir. O fato de o FMI ter introduzido os pontos de discussão de criptografia do banco central no ano passado indica que a crise global é iminente.


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar. Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Muito mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

One Response to FMI revelou que criptomoeda é o fim de jogo (End Game) da Nova Ordem Mundial?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.