browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Forças especiais russas derrubam aeronave militar argelina com 250 terroristas que rumavam para a Síria

Posted by on 12/04/2018

O Ocidente acredita que foram forças militares especiais Spetsnaz russas que derrubou o vôo militar na Argélia que secretamente estava transportando mais de 250 terroristas islâmicos treinados pelos franceses (todos os quais foram mortos) destinado a uma base da CIA na Jordânia próxima à fronteira com a Síria – e, apesar de não confirmar ou negar que as forças especiais russas abateu o voo, esta claramente se observando que os americanos já foram avisados pela Rússia: “Se você quer um confronto, os EUA vão ter muitos em todos os lugares” (N.T. Onde operam mercenários à serviço da agenda do Estado – Deep State – Profundo).”

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Trump adverte a Rússia para “se preparar” depois que um pretenso ataque das forças militares russas Spetsnaz derrubou voo militar argelino com 257  terroristas à bordo, cujo destino era a fronteira com a Síria

Fonte: http://www.whatdoesitmean.com/

Um relatório  redigido pelo novo Conselho de Segurança (CS) que circulou hoje no Kremlin, sobre o presidente Donald Trump que acaba de publicitar sua primeira ameaça de guerra aberta contra a Federação Russa pelo aviso dado via Tweeter: “Prepare-Rússia, mísseis estarão indo a Síria, bons, novos e inteligentes!”– e ao qual Moscou respondeu rapidamente perguntando à Trump se são mísseis ‘inteligentes’ ou uma tentativa de destruir evidências de alegado ataque químico na Síria?”– e cujo evento precipitante foi a obliteração total do ataque levado a efeito por caças de Israel à uma base militar da Síria.

Por que o Ocidente acredita que foram forças militares especiais Spetsnaz russas que derrubou o vôo militar na Argélia que secretamente estava transportando mais de 250 terroristas islâmicos treinados pelos franceses (todos os quais foram mortos) destinado a uma base da CIA na Jordânia próxima à fronteira com a Síria – e, apesar de não confirmar ou negar que as forças especiais russas abateu o voo, esta claramente, este relatório observando que os americanos já foram avisados pelos russos de que:

“Se você quer um confronto, os EUA vão ter muitos em todos os lugares” (Nota de Thoth: onde operam mercenários à serviço da agenda do Estado – Deep State – Profundo).

[Spetsnaz: Historicamente, o termo se referia a unidades de elite das forças militares especiais controladas pelo serviço de inteligência militar GRU ( Spetsnaz GRU ) da Rússia.]

De acordo com este relatório, em dezembro passado (2017), os serviços militares e de inteligência russos ficaram alarmados quando o presidente francês Emmanuel Macron fez uma visita surpresa a Argélia, uma nação ex-colônia Africana da França, onde ele procurou estabelecer uma “nova relação”, mas cujas verdadeiro propósito era criar novas bases de treinamento para mercenários terroristas islâmicos que operam lá – e que na semana passada mostrou que eles estavam se preparando para serem transportados para a zona de guerra no Oriente Médio sob a proteção do navio de guerra francês com míssil teleguiado Aquitaine – que as forças aéreas russas rapidamente sobrevoaram com vôos de aviso, mas sem sucesso na medida em que a França posicionou-se com os Estados Unidos para iniciar ataques aéreos não provocados sobre a Síria.

Ocidente acredita que foram forças militares especiais Spetsnaz russas que derrubou o vôo militar na Argélia que secretamente estava transportando mais de 250 terroristas islâmicos treinados pelos franceses (todos os quais foram mortos)

Embora o ministro da Defesa Nacional Turco Nurettin Canikli acaba de advertir o Ocidente que “se ocorrer um ataque contra as forças na Síria, apoiados pela Rússia ou se houver um ataque das forças suportadas pelos EUA, a Rússia não será capaz de ficar longe, caso contrário, vai perder a sua influência” e quem mais severamente afirmou que “apenas uma faísca pode colocar a região inteira em chamas”, este relatório continua, os belicistas (warmongers) norte-americanos estão, no entanto,  acima de tudo que é insano com sua preparação para alvejar diretamente instalações militares russas na Síria, e que Trump cancelou sua viagem planejada para participar de encontro de líderes das Américas para supervisionar pessoalmente a crise no Oriente Médio.

Falando para o presidente Putin, este relatório observa ainda, o embaixador da Rússia para o Líbano, Alexander Zasypkin, acaba de falar para todas as pessoas de língua árabe no aviso  Levant War Zone do que virá em breve e que diretamente declarou: “Se houver um ataque pelos americanos, então … os mísseis serão abatidos e até mesmo as fontes de onde os mísseis foram disparados” – o que causou ao Eurocontrol, um órgão da UE responsável por controlar o tráfego aéreo sobre o continente e o mar Mediterrâneo, para emitir uma notificação de alerta rápido para operadores de vôo no Mediterrâneo Oriental, alertando-os para estar pronto para ataques com mísseis contra a Síria das forças da OTAN  e cujo alerta declara:

“Devido ao possível lançamento de ataques aéreos para a Síria com mísseis ar-terra e / ou de cruzeiro dentro das próximas 72 horas, e a possibilidade de interrupção intermitente de equipamento de navegação por rádio, a devida consideração deve ser tomada durante o planejamento de operações de voo no Mediterrâneo / Nicosia FIR oriental”.

Não é dito para o povo norte americano sobre o quão grave essa crise é, este relatório explica, é que não existe tal coisa como um “ataque à Síria” como a mídia de propaganda convencional ocidental está proclamando – na medida que qualquer ataque contra esta nação seria um ataque à própria Rússia, e como Yevgeny Serebrennikov, primeiro Vice-Presidente da Comissão de Defesa do Senado russo, apenas reiterou aos americanos com o aviso sério:

“Como o Ministério da Defesa já referiu, as bases militares russas de Hmeymim e Tartus estão sob proteção. Eu penso que os Estados Unidos entendem isso e não vai permitir um ataque, porque caso contrário, a resposta da Rússia será imediata, como o general russo chefe do Estado-Maior declarou”.

O Estado-Maior russo esta detalhando o que os americanos e seus aliados têm em seus arsenal bélico que eles devem usar para atacar a Síria, sendo o primeiro estágio o plano de ataque esperado  a realização de saturação destrutiva  pelo uso de míssil sem entrar em área de envolvimento da defesa do espaço aéreo sírio, a fim de ser capaz de abrir os corredores perfurando um buraco na defesa aérea no terreno, mas que adverte que todos os alvos não identificados voando na direção da Síria serão destruídos ao entrar na área de engajamento de defesa aérea.

Experiência de guerras deste tipo, este relatório diz, mostra que, se durante um ataque aéreo maciço 20% da aviação inimiga é destruída com o primeiro ataque, ele irá parar qualquer outra atividade militar, uma vez que nem a seus aliados da OTAN ou dos EUA tem esquadrão de pilotos kamikazes (pilotos suicidas) dentro de suas forças aéreas e que estará operando contra um sistema de defesa aérea russo cujas tripulações são susceptíveis de ter tempo para determinar em uma “linha reta” a trajetória de voo exato de mísseis e depois quem detonou (a origem) as ogivas e todas as ilusões de warmongers amadores sobre a existência de aviões “invisíveis” irá cair por terra frente uma realidade decepcionante na medida que as forças de defesa aérea russa antimísseis pode ver, rastrear e atingir tudo.

Perdido na corrida do Ocidente para começar uma Terceira Guerra Mundial no Oriente Médio (uma agenda desesperadamente buscada pela “elite, os membros da Cabala, Illuminati, Deep State”, etc), este relatório continua, é que é o suposto ataque químico supostamente ocorrido na Síria  não existe nenhuma evidência, não foram encontrados feridos ou corpos descobertos e que os Estados Unidos vetaram uma resolução das Nações Unidas solicitando que o incidente fosse investigado e cuja recusa em investigar  agora juntaram-se a estes, também, o ex-chanceler britânico George Osborne, que está incitando a histérica primeira-ministra Theresa May para começar um ataque a Síria sem primeiro ter a aprovação do Parlamento britânico.

Ele  disse que os legisladores britânicos “podem ​​perguntar depois” com o ex-chanceler Osborne, é claro, sendo apoiado pelo ministério da propaganda britânico, a BBC News que apenas ordenou ao seu produtor de noticias estrangeiras, Riam Dalati para apagar seu tweet que declarava: “doente e cansado de ativistas e rebeldes que utilizam corpos de crianças mortas para encenar cenas tão emotivas para o consumo ocidental. Em seguida, eles se perguntam por que alguns jornalistas sérios estão questionando parte dessa narrativa”.

Na verdade, este relatório observa, fora de toda a propagação convencional de jornalistas que operam no Ocidente, apenas um poderia ser encontrado apoiando a verdade, que é um comentador de política conservador americano muito popular para a Fox News chamado Tucker Carlson que está sendo brutalmente atacado pelos membros do Deep State dentro do governo americano por causa do seu questionamento da narrativa de guerra aceita, apontando que não existem evidências para mergulhar a nação em mais uma guerra, e que ainda advertiu que um ataque dos Estados Unidos da Síria levaria a um genocídio de cristão na região.

Este relatório conclui observando os comentários feitos pelo presidente do Conselho da Federação russa  Valentina  Matviyenko durante a reunião de hoje no qual ela expressou suas dúvidas de que o presidente Trump é ainda totalmente favorável de começar uma Terceira Guerra Mundial, e quem ela acredita que está lidando com a tentativa de golpe mais flagrante jamais visto contra um presidente norte americano, e cuja profundidade de agora estão vendo o desgraçado ex-diretor do FBI, James Comey, que manteve Hillary Clinton fora da prisão por seus crimes, escandalosamente, enquanto Trump vem sendo comparado a um “chefe da máfia” – enquanto, ao mesmo tempo, Trump destruiu o vil e poderoso membro do  “Estado profundo” e operador da Casa Branca, Paul Ryan, que acabou de anunciar sua “aposentadoria” – e que a visão de Valentina parece ser suportada pelo próprio Trump, que, quase imediatamente após Ryan anunciar sua “aposentadoria”, twittou  que Moscou precisava da ajuda de Washington em sua economia e sugerindo que eles deveriam trabalhar juntos e acabar com o que chamou de uma “corrida armamentista”.

11 de Abril de 2018 da UE e dos EUA © Todos os direitos reservados. Permissão para usar este relatório em sua totalidade é concedida sob a condição de que está ligado de volta para sua fonte original na WhatDoesItMean.Com. 200-by e base livre de conteúdo licenciado sob GFDL.


Submarinos britânicos carregados com mísseis são enviados à Síria para iniciar ataques

De acordo com o jornal britânico Daily Telegraph, os submarinos britânicos receberam ordens de se mover dentro do alcance dos mísseis da Síria, já que os ataques contra o regime de Assad são esperados para quinta-feira à noite. A publicação informou que a ordem foi emitida pela primeira-ministra britânica Theresa May e que ela convocou ministros para uma reunião de gabinete de emergência para discutir como a Grã-Bretanha responderá ao pseudo ataque químico de Douma na Síria.

Embora se espere que May tenha a aprovação para participar dos ataques aéreos liderados pelos EUA, a agência sugeriu que se faça uma discussão com os EUA e a França antes que a decisão final seja tomada. Após o ataque de sábado, a primeira-ministra insistiu que “todas as indicações são de que o regime sírio era o responsável” e que “o uso continuado de armas químicas pela Síria não pode passar sem ser contestado”.

Enquanto os submarinos britânicos receberam ordens para se aproximarem da Síria, o Telegraph informou que o presidente sírio, Bashar Assad, também está dirigindo aeronaves e veículos para longe das bases que provavelmente serão alvejadas. A reportagem segue a advertência do presidente dos EUA, Donald Trump, para que a Rússia e a Síria “se preparem” para um ataque com mísseis. Trump observou que o ataque envolveria mísseis que serão “bons e novos”.

Embora se espere que May tenha a aprovação para participar dos ataques aéreos liderados pelos EUA, a agência sugeriu que se faça uma discussão com os EUA e a França antes que a decisão final seja tomada. Após o ataque de sábado, a primeira-ministra insistiu que “todas as indicações são de que o regime sírio era o responsável” e que “o uso continuado de armas químicas pela Síria não pode passar sem ser contestado”.

Enquanto os submarinos britânicos receberam ordens para se aproximarem da Síria, o Telegraph informou que o presidente sírio, Bashar Assad, também está dirigindo aeronaves e veículos para longe das bases que provavelmente serão alvejadas. A reportagem segue a advertência do presidente dos EUA, Donald Trump, para que a Rússia e a Síria “se preparem” para um ataque com mísseis. Trump observou que o ataque envolveria mísseis que serão “bons e novos”.


“E, quando ouvirdes de guerras e de rumores de guerras, não vos perturbeis; porque assim deve acontecer; mas ainda não será o fim. Porque se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes e tribulações. Estas coisas são os princípios das dores.”  Marcos 13:7,8


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar.
Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Muito mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

8 Responses to Forças especiais russas derrubam aeronave militar argelina com 250 terroristas que rumavam para a Síria

  1. Adoniram Marinho

    Confesso que não entendo mais nada. Se este jogo é comandado pelo estado profundo ou mesmo a kabala negra, porque o presidente Donald Trump está ameaçando a Rússia, se este esta empenhado em dar fim aos verdadeiros governantes da terra ? Para mim, esta claro que quem lançou estas armas químicas, foi Israel. Enfim, difícil entender a loucura humana. Ainda bem que toda esta insanidade esta sendo vista e vigiada por DEUS e seus anjos que estão bem perto e não permitirá que os loucos acabe com a mãe terra/Gaia.
    Paz e Luz .

  2. vera

    Também não estou entendendo.

    • Thoth3126

      “E, quando ouvirdes de guerras e de rumores de guerras, não vos perturbeis; porque assim deve acontecer; mas ainda não será o fim. Porque se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes e tribulações. Estas coisas são os princípios das dores.”  Marcos 13:7,8

  3. Michael

    Todos os governantes servem à um comandante. O extermínio da raça humana e o controle da Terra é principal objetivo. Bombas e armas químicas não são nada em comparação com as armas escalares. A chave é amplitude e velocidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.