browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Forte Terremoto de 8,1º atingiu a região das Ilhas Kermadec, N. Zelândia

Posted by on 05/03/2021

A Nova Zelândia rebaixou seu alerta de tsunami depois que um poderoso terremoto atingiu a região das Ilhas Kermadec na manhã dessa sexta-feira, gerando temores de um tsunami. O fortíssimo terremoto de magnitude 8,1º foi o terceiro grande sismo a atingir a área na manhã dessa sexta-feira, horário local, de acordo com a Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências da Nova Zelândia.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Forte Terremoto de 8,1º na escala Richter atingiu a região das Ilhas Kermadec, N. Zelândia

Fontes:  CNNNews  –  USGS

O primeiro grande terremoto, próximo à Nova Zelândia, liberou parte de seu estresse horizontalmente, em vez de ser um terremoto de “impulso” total. Isso minimizou a ameaça inicial de tsunami. O segundo terremoto, muito mais ao norte, foi um terremoto de empuxo raso, significando que parte de uma placa tectônica – a placa do Pacífico – deslizou sob a outra, ou a placa indo-australiana. Essa é uma receita para um tsunami, mas não ocorreu nada sério.

Moradores em algumas áreas receberam alertas de emergência em seus telefones pedindo-lhes para “EVACUAR AGORA”, quando as sirenes de tsunami tocaram. A agência de emergência emitiu uma ordem de evacuação temporária para as pessoas perto da costa, após o violentíssimo sismo advertindo-as: “Não fiquem em casa”, pois “um tsunami prejudicial é possível”.

As Ilhas Kermadec estão de 500 a 620 milhas a nordeste da Ilha Norte da Nova Zelândia. A costa leste da Ilha do Norte, da Baía das Ilhas a Whangarei, de Matata à Baía de Tolaga, incluindo Whakatane e Opotiki e a Ilha da Grande Barreira, estão todas incluídas no alerta de tsunami do país do Pacífico.

Na tarde de sexta-feira, a agência rebaixou seu alerta de “ameaça terrestre e marinha” para “ameaça marítima e de praia”, o que significa que todos os residentes que evacuaram podem agora retornar para suas casas. Acrescentou que fortes correntes e ondas imprevisíveis podem continuar por várias horas e que as pessoas devem ficar longe de praias, margens e rios.

A Indonésia, a Califórnia (toda a costa oeste dos EUA-Canadá), o Japão e a Nova Zelândia ficam na região do Anel de Fogo, que é uma área importante na bacia do Oceano Pacífico, onde ocorrem muitos terremotos e erupções vulcânicas . Em um grande 40,000 km (25 mil mi) forma de ferradura, que está associado com uma série quase contínua de trincheiras oceânicas , arcos vulcânicos , e correias vulcânicas e movimentos de placas. Possui 452 vulcões (mais de 75% dos vulcões ativos e inativos do mundo ).

O fortíssimo terremoto de 8,1º veio “sem nenhum aviso prévio significativo”, disse o sismologista Bill Fry em uma entrevista coletiva na sexta-feira. Ele acrescentou em seus 13 anos respondendo a terremotos e tsunamis na Nova Zelândia: “esta é a primeira vez que temos essa sequência específica de fortes terremotos “.

Em Russell, Nova Zelândia, Rita Baker disse à CNN que ela havia evacuado com outros residentes para uma colina com vista para a Baía das Ilhas. Quando surgiram os primeiros alertas sobre terremotos na Nova Zelândia, Baker não ficou muito preocupada, ela escreveu para a CNN. Então, o primeiro terremoto de Kermadec ocorreu com poucos avisos.

“Uma hora depois disso, a sirene do tsunami disparou e por uma fração de segundo entrei em pânico”, acrescentou Baker. “Só de ouvir aquele som me deixou um pouco ansioso.” A casa de Baker fica a 10 metros da beira da água.

O tráfego sobe lentamente até terrenos elevados em Whangarei, Nova Zelândia, quando um alerta de tsunami é emitido na sexta-feira, 5 de março de 2021.

“A próxima coisa que meu marido me ligou de seu trabalho na cidade e me disse para sair o mais rápido possível e ir para um terreno mais alto, já que não era um treinamento e eles estavam evacuando o hotel (ele trabalha em um hotel à beira-mar),” ela escreveu.

O tráfego sobe lentamente até terrenos elevados em Whangarei, Nova Zelândia, quando um alerta de tsunami é emitido na sexta-feira, 5 de março de 2021. “Então eu agarrei a gata (escondida debaixo da cama) e literalmente com as mãos trêmulas coloquei-a em sua gaiola de transporte e peguei minha bolsa e disco rígido do computador e desci para o carro e dirigi até a colina local.”

O terremoto também disparou alertas de tsunami no Havaí e na Samoa Americana, que foram cancelados posteriormente. O Bureau de Meteorologia da Austrália relatou observações de uma onda de tsunami de 64 centímetros (aproximadamente 2 pés) em sua remota Ilha de Norfolk.

O terremoto de quinta-feira foi o maior a acontecer em qualquer lugar do mundo desde agosto de 2018, quando um terremoto de magnitude 8,2º atingiu muito mais fundo no subsolo, também no Pacífico Sul, perto de Fiji.

Apenas cerca de UM ou menos terremotos de magnitude 8º ou mais ocorrem a cada ano.

Esta é uma história em desenvolvimento. Mais por vir. Reportagem contribuída por Christina Zdanowicz da CNN.


Sobre fenômenos oceánicos no litoral do BRASIL:


Image result for the end gifs

Isto é tudo pessoal, o Tempo acabou!

“Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas na medida em que o tempo da grande colheita se aproxima muito rapidamente ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 km) por hora, às vezes. Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol) que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“.  SAIBA MAIS no LINK


Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.