browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Furacão Michael ‘mais destrutivo em décadas’ atinge os EUA, na Flórida (Vídeos)

Posted by on 10/10/2018

O furacão Michael assumiu categoria 4, dirigindo-se para a costa norte-americana e provocando estado de emergência na Flórida e evacuação obrigatória em vários condados. O Centro de Pesquisa e Previsões da NASA divulgou imagens chocantes do furacão Michael, que ganhou forças para atingir categoria 4, com ventos de 209 km/h. O Furacão Michael já causou 13 mortes na América Central depois de alcançar à costa norte de Honduras, península de Iucatã no México e a costa ocidental de Cuba com chuvas torrenciais e rajadas de vento de até 130 km/h.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Furacão Michael chega à Flórida com ventos de até 250 km/h, quase na categoria 5

Fontes: https://br.sputniknews.com/ –  https://noticias.uol.com.br/

Com ajuda do satélite meteorológico GOES-16 a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos EUA conseguiu um vídeo espetacular do olho do furacão “extremamente perigoso”.

Neste momento, ele se encontra a 274 km da cidade norte-americana de Apalachicola (Flórida) e está se aproximando a uma velocidade de 19 km/h. Autoridades locais avisaram os habitantes da Flórida de possíveis ventos tormentosos, chuvas intensas e inundações. Comunica-se que o furacão Michael poderia provocar maremoto ciclônico “potencialmente mortal” de até quatro metros.

Depois de o estado de emergência ser decretado na Flórida, autoridades ordenaram o estado de emergência em 35 condados com evacuação obrigatória em 13 condados. Mais de 20 milhões de pessoas da Flórida, Alabama, Geórgia e da Carolina do Norte foram avisadas de risco de tormentas tropicais. Dezenas de milhares de pessoas estão fugindo da Flórida para longe da ameaça.

Antes de alcançar a Flórida, Michael pode ganhar mais força. O governador do estado da Flórida, Rick Scott, afirmou que “prevê-se que o furacão Michael se converterá em tormenta mais destrutiva que afetará Panhandle, na Flórida, em décadas”.

Tráfego de evacuação ao longo da HWY 85 como as coisas estão apoiadas em Crestview, Flórida. Michael se fortalece em um furacão categoria 3 com ventos de 120 mph.

“Não posso enfatizar suficientemente a importância de ir embora o mais rápido possível. As ruas de evacuação podem se converter em breve em pesadelo de tráfego”, destacou o xerife do condado de Bay, Tommy Ford.

Michael já causou 13 mortes na América Central depois de alcançar à costa norte de Honduras, península de Iucatã no México e a costa ocidental de Cuba com chuvas torrenciais e rajadas de vento de até 130 km/h.

Com ventos que chegam a 250 km/h, na categoria 4 – e já quase na categoria 5 -, o furacão Michael toca o solo americano perto de Mexico Beach, na Flórida, nesta quarta-feira (10). Desde 2005, a região do Panhandle não era atingida por um furacão como Michael. Ele começou a se fortalecer ontem, entrou no Golfo do México e hoje de madrugada chegou à categoria 4 de uma escala de no máximo 5, Michael é um furacão “potencialmente catastrófico”.

Apesar dos ventos intensamente fortes, o grande temor é com as inundações que as chuvas podem provocar. As autoridades pediram alerta máximo para a população. De acordo com a rede CNN, pelo menos 51 mil pessoas estão sem energia elétrica na região. Ao todo, 35 condados dos 67 da Flórida estão em estado de emergência, da mesma forma que outros no Alabama, na Geórgia e na Carolina do Sul.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, aprovou ontem a declaração de estado de emergência para a Flórida perante a chegada do furacão Michael

Os avisos e recomendações de vigilância do NHC por causa de Michael abrangem Flórida, Alabama, Mississipi, Carolina do Norte e Carolina do Sul. De acordo com o NHC, Michael deve girar para noroeste antes de tocar o solo e depois para nordeste até o início da noite. Posteriormente, ele se dirigirá para o nordeste através do sudeste dos Estados Unidos a partir de hoje à noite ou amanhã e na sexta-feira se afastará do litoral atlântico dos Estados Unidos.


 “Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes.

Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol)  que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. Saiba mais AQUI 


Muito mais informações, LEITURA ADICIONAL:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

phi-golden-ratiowww.thoth3126.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.