browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Gigantesco asteroide de 340 metros pode atingir a Terra em outubro de 2019

Posted by on 05/07/2019

Como relata a agência de notícias russa “REN TV Novosti”, com base em informações da NASA, um enorme asteroide, dez vezes maior que o famoso meteorito Tunguska, poderia mudar sua trajetória e tomar o rumo à Terra a uma “velocidade incrível” (72 mil km/hora). O objeto espacial vai passar perto do nosso planeta no dia 3 de outubro de 2019. De acordo com o portal, a NASA vem monitorando-o deste a sua descoberta em 2007, e espera que este “voo” seja o primeiro dos 165 casos previstos de aproximações entre 2019 e 2116.


{Sua contribuição é vital para manter o site Thoth3126.com.br independente e em funcionamento. Temos vários e elevados custos associados à manutenção deste site, por isso sua doação é muito necessária e sempre bem vinda. Sofremos com a censura das gigantes de TI em relação ao material por nós publicado, com consequente redução em nossos ganhos. Considere fazer uma pequena contribuição mensal (valores entre $ 10 e $ 50 reais, ou qualquer outra moeda) se utilizando do mecanismo PayPal disponibilizado pelo site. Caso não consigamos adesão mínima (hoje temos APENAS dois doadores nesta condição!) não conseguiremos manter nosso trabalho}


Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Um gigantesco asteroide de 340 metros e 55 milhões de toneladas pode atingir a Terra em outubro de 2019

Fontes: https://vistanews.ru/science/ – https://br.sputniknews.com/

Um asteroide – com cerca de 340 metros de diâmetro e 55 milhões de toneladas – está se aproximando rápida e precipitadamente do nosso planeta, podendo nos atingir já em outubro deste ano, caso aja uma “nova” mudança em sua rota.

Segundo informa o portal Express, citando dados da NASA, o asteroide FT3 com potência de destruição equivalente a 2.700 megatons de TNT vai passar pela Terra daqui a alguns meses, com uma chance de colisão, caso mude de rota novamente. Por exemplo, a bomba nuclear que foi lançada em Hiroshima tinha 15 quilotons de TNT.

Órbita do asteroide FT3

objeto espacial vai passar perto do nosso planeta no dia 3 de outubro de 2019. De acordo com o portal, a NASA vem monitorando-o deste a sua descoberta em 2007, e espera que este “voo” seja o primeiro dos 165 casos previstos de aproximações entre 2019 e 2116.

De acordo com a agência espacial norte-americana, “a probabilidade de impacto e o risco associado tenderão a aumentar à medida que novas observações de sua rota e velocidade forem sendo acrescentadas”, e ela ainda adicionou que, “eventualmente, a probabilidade de impacto cairá abruptamente a zero ou, se o asteroide estiver realmente em uma trajetória de colisão, a probabilidade continuará crescendo até atingir os 100%”.

O portal também informa que se ocorrer a colisão do FT3 com a Terra, a velocidade de asteroide ao entrar na atmosfera da Terra será de cerca de 72 mil km/hora.

De acordo com astrofísicos, o mesmo asteroide poderia ameaçar à Terra também em 2 de outubro de 2024, no dia 3 de outubro de 2025 e 2 de outubro de 2029. No entanto, a probabilidade cumulativa de uma catástrofe é atualmente de apenas 0,0000092%. Lembre-se que a rocha espacial foi descoberta pela primeira vez pelos radares da NASA em 20 de março de 2007, desde então os cientistas vêm acompanhando muito de perto este objeto.


Mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida na formatação original e mencione as fontes.

phi-golden-ratiowww.thoth3126.com.br

 

3 Responses to Gigantesco asteroide de 340 metros pode atingir a Terra em outubro de 2019

  1. Amanda

    Esse asteroide pode mudar de rota?

  2. Rubens

    Não, é 99.9999908% de chance de atingir o alvo, ou seja, vamos ser os novos dinossauros!!

    • Marco Antonio Siqueira Almeida

      Sim cara, pode mudar de rota, já que a probabilidade de impacto é de 99,9999908.

      Então muito provável de não haver catástrofe, e se for descoberto que isso haverá. A NASA tem tecnologia suficiente para destruir este asteroide

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.