browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Guerra Grécia x Turquia: ‘Sultão’ Erdogan “responde” a “ataque” a navio de exploração de gás em águas contestadas

Posted by on 13/08/2020

A Turquia e a Grécia, dois estados vizinhos da União Europeia, ambos países membros da OTAN, estão à beira de um conflito militar no Mediterrâneo Oriental, com a participação de recursos militares franceses também agora na área em apoio a Chipre e Grécia e contra as pretensões do perigoso rufião, candidato à sultão, o presidente turco Erdogan. Erdoğan, em um discurso televisionado nessa quinta-feira na Turquia, fez uma afirmação alarmante, dizendo que o navio turco de exploração de hidrocarbonetos Oruç Reis sofreu algum tipo de “ataque” . 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

‘Sultão’ Erdogan: A Turquia “respondeu” a “ataque” a navio de exploração de gás em águas contestadas com a Grécia no Mediterrâneo 

Fonte:  Zero Edge

Embora não tenha especificado detalhes ou oferecido evidências de algum tipo de confronto que tenha acontecido, ele disse que as forças navais turcas responderam. “Já falamos para eles que se atacarem o navio Oruç Reis, em resposta, haverá um alto preço a pagar. E demos a primeira resposta hoje ”, disse Erdogan no seu discurso, segundo a mídia estatal turca.

Um aumento no número de navios da Marinha grega e navios de guerra turcos  – este último escoltando o navio de exploração de petróleo Oruç Reis – já foi confirmado depois que fontes oficiais do governo turco divulgaram fotos anteriores mostrando uma escolta militar enquanto o navio de pesquisa sísmica sondava perto das ilhas mais orientais da Grécia.

Se houve uma troca de tiros real, ou talvez um incidente de abalroamento, provavelmente não teria envolvido o navio Oruç Reis diretamente, mas sim um entre os vários navios de escolta militar turca . 

Tem havido alguns relatos da mídia grega sugerindo que houve um breve e direto encontro entre navios de guerra gregos e turcos. Fontes turcas estão relatando que uma fragata grega foi danificada depois que se aproximou muito do navio Oruc Reis, enquanto a mídia grega diz apenas ter havido um contato menor – uma espécie de “beijo” entre as embarcações.

Seja qual for o caso, os dois lados agora só devem aumentar suas forças militares na região, também porque Atenas encontrou uma nova confiança e apoio no presidente francês Emmanuel Macron, que prometeu aumentar a presença militar francesa em apoio à Grécia e Chipre contra as pretensões do rufião turco, o presidente Erdogan, candidato a “sultão” de um ressurgimento tardio do império otomano.


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. – Mateus 24:6-8

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da BESTA; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis[666]“.  –  Apocalipse 13:16-18


Mais informações, leitura adicional:

Permite reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

 

2 Responses to Guerra Grécia x Turquia: ‘Sultão’ Erdogan “responde” a “ataque” a navio de exploração de gás em águas contestadas

  1. Fernando Pereira

    A Turquia não é membro da União Europeia. Desejam ardentemente mas não são. É que nem sequer fazem parte do Espaço Schengen.
    A Turquia, a Sérvia, o Montenegro, a Macedónia do Norte e a Albânia são países que se encontram na fase de «transposição» da legislação europeia para o direito nacional. Mas ainda não são membros de pleno direito, o que faz toda a diferença. Corrijam por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.