browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Inglaterra ENCERRA Passaportes COVID, Mandatos de Máscaras e Restrições de Trabalho. “É o Fim da Pandemia”

Posted by on 19/01/2022

As Restrições por conta da PANDEMIA COVID, incluindo Passaporte de Vacinação, mandatos de máscaras e orientações para trabalhar em casa, serão removidas na Inglaterra , anunciou o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, nessa quarta-feira. Johnson também sugeriu que as regras de auto-isolamento também podem ser descartadas no final de março, quando a pandemia do vírus Covid e sua variantes se tornar endêmica, como uma gripe comum e sazonal. {ESTAMOS VIRANDO O JOGO, A FARSA COVID esta com os dias contados].

Inglaterra ENCERRA MANDATOS PANDÊMICOS, Passaportes COVID, o uso de Máscaras e Restrições de Trabalho

Fonte: The Epoch Times – Por Lily Zhou

Com efeito imediato, o governo do Reino Unido não está mais pedindo às pessoas para que trabalhem em casa. O mandato do passe COVID para casas noturnas e grandes eventos não será renovado quando expirar em 26 de janeiro.

Também a partir de 27 de janeiro, o uso de máscaras internas não será mais obrigatório em nenhum lugar da Inglaterra. A exigência de que os alunos do ensino médio usem máscaras durante as aulas e nas áreas comuns será suspensa em 20 de janeiro. O Departamento de Educação deve atualizar sua orientação nacional em breve.

O secretário de Saúde, Sajid Jajid, também anunciará planos para aliviar as restrições às visitas domiciliares nos próximos dias. Aplausos estrondosos dos legisladores puderam ser ouvidos na Câmara dos Comuns após os anúncios de Johnson sobre as máscaras.

Foto do Epoch Times
O primeiro-ministro Boris Johnson fala durante as perguntas do primeiro-ministro na Câmara dos Comuns, em Londres, em 19 de janeiro de 2022. (House of Commons/PA)

As pessoas que testarem positivo para COVID-19 e seus contatos não vacinados ainda precisam se auto-isolar, mas Johnson disse que “espera muito não renovar” a regra quando os regulamentos relevantes expirarem em 24 de março.

“À medida que o COVID se tornar endêmico, precisaremos substituir os requisitos legais por conselhos e orientações, instando as pessoas com o vírus a serem cuidadosas e atenciosas com os outros”, disse o primeiro-ministro.

Solicitado a remover as regras de teste para viajantes vacinados com destino ao Reino Unido, Johnson disse que o governo está revisando os arranjos de teste em viagens e que um anúncio pode ser esperado nos próximos dias.

Mas ele se recusou a reconsiderar o mandato de vacinação para os profissionais de saúde da linha de frente, insistindo que “a evidência é clara de que os profissionais de saúde devem ser vacinados”.

Johnson disse aos parlamentares que o Gabinete decidiu remover suas medidas do chamado “Plano B” na manhã de quarta-feira, pois os dados sugerem que a onda Omicron atingiu o pico nacional e ele atribuiu a estabilização dos números de internações hospitalares à “campanha extraordinária de reforço” e à adesão do público às medidas de restrição.

A remoção das medidas do “Plano B” contra as medidas pandemicas Covid-19 ocorreu quando o primeiro-ministro luta contra a crescente pressão pedindo que ele renuncie devido a sua participação em supostas festas que violaram as medidas do seu próprio governo, no número 10 da Downing Street, residência oficial do primeiro-ministro, durante a pandemia.

Também ocorreu depois que o governo recebeu uma petição na segunda-feira assinada por mais de 200.000 pessoas, pedindo o fim dos passaportes de vacinas e certificações COVID semelhantes. Uma petição separada pedindo a reversão dos mandatos de vacinas para os profissionais de saúde, que também foi entregue ao número 10 na segunda-feira, recebeu cerca de 160.000 assinaturas.

Os governos da Escócia e do País de Gales também anunciaram a remoção das restrições da [“TERRÍVEL”] variante Omicron, mas o uso obrigatório de máscaras internas e os passes COVID permanecerão em vigor até a data original.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932].  Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ”  Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984” 


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to Inglaterra ENCERRA Passaportes COVID, Mandatos de Máscaras e Restrições de Trabalho. “É o Fim da Pandemia”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.