browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Israel: 70 Anos de traição, racismo, terrorismo, morte e destruição pelo “povo eleito”

Posted by on 30/05/2019

Em 14 de maio de 2018, marcou o 70º aniversário da criação do Estado Sionista e Racista de Israel. A maioria dos norte americanos – e especialmente a maioria dos católicos – trabalha sob a ilusão de que a criação do moderno Estado de Israel é um “cumprimento da profecia bíblica” de judeus antigos que retornam à sua terra natal. Nada poderia estar mais longe da verdade. Como o cineasta Jason Charles escreveu. Os católicos (e todas as “seitas” derivadas da igreja de Roma) precisam enfrentar essa dolorosa verdade: foram necessárias a morte de mais de 115 milhões de pessoas para trazer à existência o Estado sionista (dos judeus khazares) de Israel. 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Israel: Já são setenta anos de tumulto, traição, racismo, ódio, morte e destruição pelo “povo eleito” no Oriente Médio

Fonte: https://chuckbaldwinlive.com/

A história de Israel moderna não foi a luta de um povo antigo que retornou às suas terras em 1948. Em vez disso, foi a luta da família mais rica da Terra usando a guerra, a traição e o engano para obter controle sobre a região a mando de idealistas. Judeus sionistas durante o final de 1800. A família Rothschild se tornou seu campeão e é o seu único benfeitor extraordinário. Israel deve sua existência aos Rothschilds.

Charles continua:

O reaparecimento de Israel como um Estado-nação e, além disso, como um Estado judeu, tem sido nada além de tumulto por 70 anos para os povos do mundo. Uma confluência de guerra sem fim, violência e intrigante intromissão e manipulação na política mundial. Assim como seus antepassados ​​Rothschild, Israel usa guerra, manipulação política e subterfúgio para afirmar o domínio internacional da sua vontade. As táticas que mantiveram os Rothschild no poder por literalmente 200 anos estão bem e vivas no coração de Jerusalém.

De fato. A criação do Estado sionista de Israel trouxe tumulto, traição, morte e destruição quase inigualáveis ​​na história moderna. A conspiração de Rothschild para criar seu próprio estado sionista judeu khazar tem seus tentáculos em ambas as guerras mundiais e em virtualmente todos os atos significativos de guerra posteriores.

Charles escreve novamente:

Foram duas Guerras Mundiais projetadas e trazidas pela família Rothschild para trazer Israel à existência. A Primeira Guerra Mundial viu a queda do Império Otomano (muçulmano) em 1918, dando à Grã-Bretanha controle total sobre as terras palestinas. A família Rothschild, em seguida, pressionou pela Declaração de Balfour em 1926. A infame Declaração de Balfour diz:

“Ministério das Relações Exteriores, 02 de novembro de 1917

Caro Lord Rothschild

Tenho muito prazer em transmitir a você. Em nome do governo de Sua Majestade, a seguinte declaração de solidariedade com as aspirações judaicas sionistas que foram submetidas e aprovadas pelo Gabinete de governo.

O governo de Sua Majestade se vê a favor do estabelecimento na Palestina de um lar nacional para o povo judeu, e usará seus melhores esforços para facilitar a realização deste objetivo, sendo claramente entendido que nada será feito que possa prejudicar os direitos civis e religiosos. das comunidades não-judaicas existentes na Palestina ou os direitos e status político desfrutados pelos judeus em qualquer outro país.

Eu ficaria grato se você trouxesse essa declaração ao conhecimento da Federação Sionista.

Sua,

Arthur James Balfour” ( Fonte )

Assim, a Primeira Guerra Mundial garantiu os direitos à terra, enquanto a Segunda Guerra Mundial garantiu os meios para forçar os judeus europeus a fugir da ira de Hitler e se mudar para Israel durante o Acordo de Transferência. Se você não leu sobre o Acordo de Transferência, está mal informado sobre as verdadeiras intenções dos sionistas durante este período. O livro de Edwin Black, o Acordo de Transferência: A História Dramática do Pacto Secreto entre o Terceiro Reich e a Palestina Judaica,detalha esta história oculta da Segunda Guerra Mundial.

Jason está no local. Lembro-me distintamente de vários dos meus professores de teologia na faculdade (na verdade, duas faculdades diferentes) dizendo que os estudantes ministeriais (mesmo sabendo que o Acordo de Transferência não é conhecido) que a “Primeira Guerra Mundial preparou a terra para os judeus. e a Segunda Guerra Mundial preparou os judeus para a terra ”. E isso foi declarado como se duas guerras mundiais fossem boas. Então, se você acha que a avaliação de Jason Charles sobre a conspiração dos Rothschild para criar um estado sionista como um grande catalisador para as duas guerras mundiais é fantasia, é VOCÊ quem acredita em uma fantasia.

Não se pode sequer ser fiel à história e ignorar o fato de que a Revolução Bolchevique que levou ao surgimento do comunismo marxista / leninista / stalinista ao poder na Rússia era quase exclusivamente obra dos sionistas de Rothschild. Para todos os efeitos, o comunismo e o sionismo são um só. Eles sempre foram e sempre o serão.

Como Charles observa:

A Revolução Bolchevique, uma empreitada financiada por banqueiros judeus khazares de Wall Street e Rothschild, custou a vida a mais de 10 milhões de pessoas. Isso levou à Primeira Guerra Mundial, que custou a vida de militares e civis, estima-se em 25 milhões. Então, pouco depois, a Segunda Guerra Mundial causou a morte de cerca de 80 milhões.

Os católicos (manipulados) precisam enfrentar essa dolorosa verdade: foram necessárias a morte de mais de 115 milhões de pessoas para trazer à existência o Estado sionista de Israel. (Isso é uma obra “de deus”?) E o estado sionista causou a morte de milhões mais desde que se tornou um Estado-nação, já que quase todas as guerras que os EUA lutaram desde 1948 foram em nome da Israel da família Rothschild e dos assim chamados EUA. a (falsa) guerra contra o terror é quase exclusivamente travada em nome do estado sionista.

Há até evidências que sugerem que Israel participou ativamente dos ataques de 11 de setembro às duas torres gêmeas do WTC em N. York. (Veja o filme de 911, Core of Corruption, de Jason In the Shadows, em sua coluna.) Foram esses ataques que foram o catalisador para a “guerra ao terror” global dos EUA, que incluiu as invasões de dois países soberanos (muçulmanos) e os atentados a bomba de vários outros. absolutamente nada a ver com 11/9 – para não mencionar os inúmeros assassinatos e mortos da CIA dos EUA e do Mossad de Israel.

E não há absolutamente nenhuma dúvida de que a intenção do governo dos EUA (Donald Trump é um fantoche sionista) de destruir os governos da Síria e do Irã não passa de uma trama sangrenta para forçar a mudança de regime (lembre-se do Iraque e da Líbia?) E trazer essas duas recalcitrantes nações árabes para o controle do sistema bancário central Rothschild / Federal Reserve – para não mencionar ajudar os sionistas em Tel Aviv a cumprir sua meta de formar um “Grande Israel”, tornando Israel a força política e militar dominante na região. Claro, quase ninguém se incomoda em mencionar o fato de que Israel já obteve centenas de mísseis nucleares. Se Israel tem direito a armas  nucleares para se proteger, por que o Irã (ou QUALQUER outro país) não tem o mesmo direito dos judeus sionistas khazares?

Neste mapa uma “diferente” visão do ORIENTE MÉDIO: O GRANDE ISRAEL: Em 04 de setembro de 2001 uma manifestação foi realizada em Jerusalém, para apoiar à ideia da implantação do Estado de Israel desde o RIO NILO (Egito) até o RIO EUFRATES (Iraque). Foi organizado pelo movimento Bhead Artzeinu (“Para a Pátria”), presidido pelo rabino e historiador Avraham Shmulevic de Hebron. De acordo com Shmulevic: “Nós não teremos paz enquanto todo o território da Terra de Israel não voltar sob o controle judaico …. Uma paz estável só virá depois, quando ISRAEL tomar a si todas as suas terras históricas, e, assim, controlar tanto desde o CANAL de SUEZ (EGITO) até o ESTREITO de ORMUZ (o IRÃ) … Devemos lembrar que os campos de petróleo iraquianos também estão localizadas na terra dos judeus”.
UMA DECLARAÇÃO do ministro Yuval Steinitz, do Likud, que detém o extenso título de ministro da Inteligência, Relações Internacionais e Assuntos Estratégicos de Israel hoje: “Estamos testemunhando o extermínio do antigo Oriente Médio. A ordem das coisas esta sendo completamente abalada. O antigo Oriente Médio está morto, e o novo Oriente Médio não está aqui ainda. Esta instabilidade extrema poderia durar mais um ano, ou até mais alguns anos, e nós não sabemos como a nova ordem do Oriente Médio vai se parecer à medida que emergir a partir do caos e derramamento de sangue e fumaça atual. É por isso que devemos continuar a agir com premeditação”. No mapa acima podemos ver as pretensões de judeus radicais (tão ou mais radicais quanto os fanáticos islâmicos).

Toda a conversa sobre o Irã e a Síria como uma ameaça a Israel é um monte de besteiras. A verdade é que Israel é uma ameaça ao Irã e à Síria e à estabilidade política global.

E como um aparte, a decisão de Trump de retirar-se do tratado iraniano  nada mais é do que fumaça e espelhos políticos. A única razão pela qual o governo dos EUA entrou no acordo com o Irã em primeiro lugar foi porque esperava que o Irã quebrasse o tratado, dando a Israel e aos EUA uma desculpa para atacar o país economicamente rico (e livre do controle financeiro e dos bancos Rothschild). No entanto, desde que o Irã MANTENHA o tratado (as infundadas acusações de Netanyahu em contrário), Trump teve que se retirar do acordo para encontrar outra justificativa para atacar o Irã.

Sobre reptilianos na Europa:

Hal Turner Radio Show está relatando que Israel começou a atacar instalações iraniana na Síria quase imediatamente depois que o presidente Trump retirou os EUA do tratado nuclear com o Irã. Ele informa ainda que pelo menos dois militares russos foram mortos nesses ataques. É claro que Israel está disposto a arriscar uma grande guerra com a Rússia e acredita que o presidente Trump apoiará seu jogo de manipulação com a ação militar dos EUA. Os sionistas judeus e católicos de Israel e dos Estados Unidos estão à beira de levar o planeta à uma terceira (e última) guerra mundial? Se há uma coisa que os judeus sionistas khazares amam, é a guerra.

Desde que começou a existir, o Estado sionista de Israel produziu mais tumulto político e caos e mais morte e destruição e desunião do que qualquer outra coisa no mundo.

Pense no tumulto e no caos que o estado sionista produziu na América. Pergunte a si mesmo: como eram as famílias americanas antes de 1948? Como eram os sistemas educacionais dos Estados Unidos antes de 1948? Como eram as indústrias de entretenimento da América antes de 1948? Como era a cultura da América antes de 1948? Em toda parte, a cultura moral / familiar dos Estados Unidos, a cultura de entretenimento, a cultura educacional, etc., eram caracteristicamente cristãs. Então, o que aconteceu com a cultura cristã da América desde 1948?

Desde 1948, os sionistas assumiram virtualmente o controle sobre a cultura moral / familiar dos Estados Unidos, a cultura educacional, a cultura econômica, a cultura do entretenimento, a cultura política e, sim, a cultura católico cristã. Em sua maioria, os sionistas controlam as indústrias de entretenimento (Hollywood), as políticas econômicas (os grandes bancos de Wall Street), os sistemas educacionais, as redes de notícias dos Estados Unidos (inclusive e talvez especialmente a FOX News) e as instituições políticas e religiosas dos Estados Unidos.

A maioria dos pastores das diferentes correntes que derivam dos católicos, evangelistas, pregadores de rádio e TV, professores de escolas cristãs, professores da faculdade bíblica e do seminários, etc., são orgulhosos e francamente sionistas (defensores de Israel). Para todos os efeitos, o sionismo católico tem o monopólio da cultura católica evangélica dos Estados Unidos.

Quem são os maiores defensores das guerras americanas por Israel? Sionistas católicos. Quem foram os defensores mais veementes da invasão militar do Iraque e do Afeganistão e dos atentados à bomba contra a Líbia? Sionistas católicos. Quem são os maiores defensores da guerra contra o Irã e a Síria? Sionistas católicos. Quem são os maiores defensores do corrupto e mentiroso maníaco genocida Benjamin Netanyahu? Sionistas católicos. Quem são as vozes mais altas que apoiam a perpétua perseguição de Israel contra o povo palestino – muitos dos quais são cristãos devotos? Sionistas católicos. Quem são as vozes mais altas que apoiam a construção do “terceiro templo” de Israel em Jerusalém, sabendo que o templo muçulmano o Domo da Rocha terá que ser destruído primeiro e dezenas de milhões de pessoas serão aniquiladas para construí-lo? Sionistas católicos.

E aqui está a coisa assustadora: Esses sionistas católicos que promovem abertamente toda essas mortes e destruição consciente e conscientemente o fazem com o entendimento de que o que eles estão fazendo também ajuda a preparar o caminho para o surgimento de um “anticristo” sobre-humano subir ao poder em Israel, um homem possesso por Satanás (o próprio em corpo humano) que está destinado a infligir ainda mais morte e destruição ao mundo – especialmente ao povo de Israel. 


‘Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim’;  João 14:30

‘E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado’.  João 16:11

‘Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo‘.  João 12:31


Sim! Os sionistas católicos estão fazendo tudo que podem para “cumprir a profecia” e ajudar a ascensão do anticristo, que infligirá “Grande Tribulação” a ISRAEL (e aos judeus khazares). (Não haveria tribulação para os católicos sionistas, no entanto, porque eles acreditam que serão “arrebatados” para o céu primeiro, como se não existisse JUSTIÇA Divina)

Ao mesmo tempo, eles afirmam estar fazendo tudo em APOIO a Israel e em nome da Segunda Vinda de Cristo. Isso é loucura, insanidade pura ou o que? Eles estão reivindicando um apoio inabalável e incondicional para o estado judeu khazar e sionista de Israel através da morte e destruição maciça, para que o anticristo possa vir a Israel e infligir ainda MAIS morte e destruição, mas desta vez SOBRE ISRAEL. Estou tentando entender isso. Eles apoiam Israel trazendo morte e destruição sobre outros povos como um precursor do anticristo vindo e infligindo morte e destruição sobre o próprio estado de Israel.

Para citar o falecido grande congressista de Ohio, James Traficant, “Beam me up, Mr. Speaker!”

Isso tudo é complicado, enlouquecedor e hiper-contraditório, eu sei. Mas é assim que os católicos e suas múltiplas variações foram profundamente seduzidos e enganados pelo sionismo dos judeus khazares.

A base de toda essa desconfobulação doutrinária é o resultado da aceitação maciça das perversões proféticas da Bíblia de Referência do CI Scofield, que gerou o crescimento de dezenas e centenas de colégios e seminários bíblicos, todos regurgitando a aplicação notoriamente errônea das promessas que deus (que deus é esse que demonstra preferência por algum “povo” eleito, o povo mais sanguinário da face da Terra?) fez para Abraão em Gênesis 12:3 e Gênesis 15:18 para o Estado Sionista de Israel, criado pelos Rothschild.

Jason Charles resume:

“Os 70 anos de Israel tem sido uma maldição sobre o mundo, nada mais. A partir desta semana, os Rothschilds terão um novo herdeiro da dinastia, que executará de forma cruel como todos os outros antes dele”.

“Alexandre de Rothschild, 37, foi escolhido para substituir seu pai de 75 anos, David de Rothschild, como o principal executivo do banco. O sucessor se tornará a sétima geração da dinastia a assumir o comando do banco de investimento franco-britânico, fundado em 1838. “( RT )

Eles planejam celebrar o aniversário de 70 anos do estado sionista de Israel  criando outra guerra mundial, e os católicos sionistas norte americanos (e em vários países) vão aplaudir. Essa é a verdade da questão; Israel é um estado pária, fundado por terroristas que desde que foi criado tornou o mundo um lugar mais hostil para todos viverem.

Veja a coluna de Jason aqui:

World On Fire: Sete Décadas Com O Estado De Israel

Jason está certo. O advento do Estado Sionista de Israel, em 1948, criou mais tumulto, confusão, divisão, amargura, contenda e ódio sincero e sede de sangue entre os católicos mais do que qualquer coisa em 2.000 anos de história da Igreja de Roma. Também criou mais tumultos políticos, mortes e destruição pelas guerras do que qualquer coisa em 2.000 anos de civilização ocidental.

E para que alguém tente me rotular como sendo “anti-semita”, deixe-me lembrá-los de que há dezenas de milhares de rabinos judeus e judeus que são tão inflexivelmente contrários ao Estado sionista de Israel como qualquer outra pessoa de outras religiões. Esses mesmos rabinos judeus trabalham ativamente pelo “rápido e pacífico desmantelamento do Estado de Israel” (suas palavras, não minhas).

Desculpe, no dia 14 de maio não há nada para celebrar.

PS Convido os leitores a assistirem a minha série de oito mensagens, dois DVDs, The Church And Israel.


“Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és muito rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás”.  Apocalipse 2:9

“Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não o são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo”.   Apocalipse 3:9


De quem são as vozes mais exaltadas (dos marionetes e fantoches) que apoiam a construção do “terceiro templo” de Israel em Jerusalém, sabendo que o templo muçulmano o Domo da Rocha (no centro da foto abaixo, com a cúpula dourada) terá que ser destruído primeiro e dezenas de milhões de pessoas serão aniquiladas para construí-lo? 

A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar. Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Sobre os Judeus Khazares, saiba mais acessando os links:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

4 Responses to Israel: 70 Anos de traição, racismo, terrorismo, morte e destruição pelo “povo eleito”

  1. Ary

    Não sei nos Estados Unidos, mas no Brasil, o apoio indiscriminado ao Estado de Israel e sua política e ações belicosas, não parece vir da igreja católica, mas dos evangélicos, pelo menos até onde tenho visto. O apoio parece ser grande nas igrejas pentecostais, como a Igreja Universal do Reino de Deus (vide o Templo de Salomão) e pouco proeminente nas protestantes tradicionais. Os evangélicos são obcecados pelo arrebatamento que ocorreria na segunda volta de Jesus e acreditam que a criação do Estado de Israel é a confirmação das antigas profecias que anunciam o próximo retorno de Jesus e estão dispostos a apoiar qualquer ação deste país, mesmo que seja a custo de um monte de cadáveres. Durante o tempo que frequentei a igreja católica nunca ouvi qualquer um de seus sacerdotes fazer qualquer proselitismo sobre Israel e o retorno do Cristo.

  2. Marcus Vinicius Taborda Da Silva.

    Alguém poderia me ajudar a entender o por quê do Bolsonaro ter logo após a posse ter ” corrido” para o ” lado” de Israel…com visitas…discursos…?????

  3. luiz alberto

    estude http://www.resistenciabr.org ta la a resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.