browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Itália: Governo socorre Banco com quase €$ 1 bilhão para evitar quebra

Posted by on 16/12/2019

[ROMA] Uma reunião em regime de urgência do gabinete italiano aprovou um decreto de emergência no domingo à noite para resgatar o credor da cooperativa Banca Popolare di Bari, disse uma fonte do governo italiano. O banco, o maior credor da subdesenvolvida região sul da Itália, foi submetido a uma administração de regime especial pelo Banco Central da Itália na sexta-feira, depois que sua administração disse que precisava urgentemente de uma injeção de capital de até $ 1 bilhão de euros ($ 1,49 bilhão de dólares) ou iria à falência.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Itália aprova resgate de €$ 900 milhões de Euros a banco em dificuldades financeiras

Fonte:  https://www.reuters.com/article/us-italy-banks-popolare-di-bari/italy-approves-900-million-euro-rescue-for-ailing-bank-pop-bari-idUSKBN1YJ0CK

ROMA (Reuters) – O governo da Itália aprovou na noite deste domingo um decreto de emergência que concede uma linha de crédito de até 900 milhões de euros (992 milhões de dólares) ao banco cooperativo Popolare di Bari, no mais recente resgate estatal de um banco italiano em dificuldades.

O banco, que disse na semana passada que precisava de uma injeção urgente de até 1 bilhão de euros, tem lutado para lidar com as crescentes perdas de empréstimos durante uma crise que devastou a economia da Itália, principalmente na região natal do Popolare di Bari, no sul.

A instituição foi colocada sob administração especial pelo Banco Central da Itália na sexta-feira, mas o governo liderado pelo primeiro-ministro Giuseppe Conte não aprovou um pacote de resgate no mesmo dia em que vários ministros boicotaram uma reunião às pressas do gabinete.

Uma nova reunião do gabinete foi realizada nessa noite de domingo e aprovou uma injeção de capital para o banco, o maior credor da região do Mezzogiorno, a mais subdesenvolvida da Itália. O decreto do governo visa criar um “banco de investimentos” estatal no sul. “O governo está do lado dos poupadores e funcionários de Popolare di Bari e está comprometido em relançá-lo para o bem da economia do sul”, disse o ministro da Economia Roberto Gualtieri.

O plano do governo exige uma injeção de até $ 900 milhões de euros na estatal Banca del Mezzogiorno-Mediocredito Centrale, para que possa financiar um aumento de capital na Popolare di Bari. Desses fundos, $ 500 milhões seriam usados ​​para reforçar rapidamente a capacidade [liquidez] financeira de Popolare di Bari e o restante seria reservado em caso de exigências futuras, disse uma fonte próxima ao assunto.

O governo quer que um fundo de garantia de depósitos financiado pelos bancos italianos participe do resgate, fornecendo até $ 500 milhões de euros.  O Fundo Interbancário de Proteção de Depósitos (FITD), cujos executivos devem se reunir esta semana, disse este mês que o banco Popolare di Bari pediu ajuda, mas queria examinar o plano de negócios do banco antes de tomar uma decisão.

A crise em Popolare di Bari pressionou a coalizão fragmentada do governo de Conte, que reúne o movimento 5 estrelas anti-establishment e o Partido Democrata, de centro-esquerda. Apenas horas antes da reunião do gabinete na noite de sexta-feira para discutir a crise, Conte disse que o sistema bancário estava em boas condições de saúde e que não haveria necessidade de resgates do Estado, levando o partido da direita da Liga a pedir que ele se demitisse.

O líder do cinco estrelas Luigi Di Maio disse no sábado que queria saber por que a saúde do banco foi atestada pelo Banco Central da Itália, o supervisor do setor, a se deteriorar tanto e quais gerentes bancários foram responsáveis ​​por sua pilha de empréstimos podres.

Desde 2016, a Itália teve que resgatar vários de seus bancos, incluindo o Monte dei Paschi di Siena e dois credores do Veneto, resgates denunciados por 5-Star – que na época estava em oposição – como um desperdício de dinheiro dos contribuintes para ajudar gordos banqueiros gatunos.

Com a 5 Star e a PD em desacordo com uma lista crescente de questões econômicas, do destino da companhia aérea Alitalia à problemática fábrica de aço de Ilva no sul, os problemas de Popolare di Bari podem ter implicações potencialmente sérias para o governo italiano. Como milhares de italianos que investiram poupança em ações e títulos de bancos locais, os 69.000 acionistas de Popolare di Bari estão perdendo seu dinheiro no resgate.


– Os italianos estão no seu momento mais vulnerável;
– Eles estão vulneráveis porque são preguiçosos mentalmente;
– Eles são preguiçosos mentalmente porque são ingênuos;
– Eles são ingênuos, porque eles são ignorantes; 
– Eles são ignorantes porque são desinformados deliberadamente; 
– Eles são desinformados deliberadamente porque acreditam em seu governo e mídia nacional !!! 
– ASSIM COMO TODOS OS DEMAIS POVOS DA TERRA …

Muito mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.