browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Mais de 500 mil votos FORAM MUDADOS de Trump para Biden por fraude via software de urna eletrônica, fraude em estados decisivos

Posted by on 12/11/2020

Dados eleitorais analisados, produziu lista detalhada de que mais de 500.000 votos FORAM TROCADOS de Trump para Biden por fraude via software de urna eletrônica, fraude focada em estados decisivos: Parece que centenas de milhares de votos foram tirados de Trump e dados para Biden por meio dos sistemas de controle de software das urnas eletrônicas. Isso foi feito em tempo real, durante a noite após o dia das eleições, o que também explica por que a contagem das eleições foi desacelerada ou parada em estados indecisos para permitir que o roubo eleitoral fosse coordenado e executado.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Fontes:  Natural News  –  The Gateway Pundit  –  Zero Edge

Uma análise dos dados brutos na apuração da votação nas eleições de 2020, realizada pelo usuário “Centipede” (“PedeInspector”) em TheDonald.win, revela novas notícias bombásticas.

Parece que centenas de milhares de votos foram tirados de Trump e canalizados para Biden por meio dos sistemas de controle de software das urnas eletrônicas. Isso foi feito em tempo real, durante a noite das eleições, o que também explica por que a contagem das eleições foi desacelerada ou parada em estados indecisos para permitir que o roubo eleitoral fosse coordenado e executado.

PedeInspector explica como escreveu um script para detalhar todas as ocorrências de votos perdidos ou trocados de Trump para Biden. Sua fonte de dados é o feed de despejo de dados brutos do NYTimes no link a seguir (que pode não funcionar mais depois que o NYTimes o excluir): Acesse aqui o link.

Como explica o The Gateway Pundit :

O autor da análise também afirma que os dados são da Edison Research e são os mesmos dados usados ​​para cobertura eleitoral pelo menos pela ABC News, CBS News, CNN e NBC News. Ele também é usado para o site do NYTimes e provavelmente outros veículos também.

Este feed de dados json é como um arquivo de log de transações. Ele mostra cada atualização dos totais de votação, como um Gravador de Dados de Voo (uma espécie de “Caixa Preta”) em um avião comercial. Ele mostra a aparência de uma das chaves de dados:

Explicação: Este gráfico mostra duas atualizações nos totais de votação. nº 27 e nº  28:

Para o de nº  27:

Votos de Trump = 0,578 x 573857 = 331.689
votos Biden = 0,401 x 573857 = 230.117

Para o de nº 28:

Votos de Trump = 0,568 x 574417 = 326,269 (foi reduzido PARA BAIXO para Trump por 5.420 votos)
Votos de Biden = 0,406 x 574417 = 233.213 (subiu para Biden por 3.096 votos)

Como você pode ver, os votos foram retirados de Trump e adicionados a Biden. Nesse caso, foram apenas alguns milhares, mas existem milhares de outras transações de troca de voto semelhantes nos arquivos de log. Entenda que esta é a prova absoluta e cabal de roubo de votos baseado em software . (Veja mais detalhes abaixo.)

É como recuperar o gravador da caixa preta com os dados de voo após a queda de um jato. Todos os dados estão intactos. A eleição foi roubada pela ‘rede, em tempo real, isso é agora irrefutável.

Uma lista detalhada dos resultados do roubo de votos

Esta lista é organizada por sistemas de votação (marcas de software de votação). Estamos destacando os estados indecisos em particular, então observe como a ênfase especial no roubo de votos se concentrou nesses estados, a maioria governados pelos democratas.

Sistemas de votação da Dominion Voting Systems:

A lista abaixo indica os votos trocados de Trump dados para Biden e votos que foram perdidos por Trump

Votos trocados Votos perdidos
Dominion Voting Systems
Pensilvânia 220,883 941,248
Nova Jersey 80,242 20
Flórida 21,422 456
Michigan 20,213 21,882
Nova york 18,124 623,213
Georgia 17,407 33,574
Ohio 14,965 5,102
Virgínia 12,163 789,023
Califórnia 7,701 10,989
Arizona 4,492 0
Minnesota 2,766 195,650
Tennessee 2,330 0
Louisiana 2,322 0
Illinois 2,166 54,730
Wisconsin 2,078 3,408
Colorado 1,809 0
Utah 1,627 0
Nova Hampshire 973 116
Iowa 938 477
Novo México 268 4,610
Missouri 0 20,730
Nevada 0 0
Alasca 0 0
Washington 0 0
Havaí 0 0
434,889 2,705,228
Kansas e Texas usam Premier Election Solutions, de propriedade da Dominion Voting Systems
Texas 14,954 30,557
Kansas 1,674 2,154
16,628 32,711
Sistemas eleitorais e software
Nebraska 30,086 50
Kentucky 8,129 23,849
Arkansas 3,664 20,748
Carolina do Sul 2,779 2,119
Montana 2,330 1,276
Dakota do Sul 1,347 1
Dakota do Norte 234 681
Maryland 203 0
Carolina do Norte 0 15
Distrito da Colombia 0 0
48,772 48,739
Sistemas Desconhecidos
Connecticut 3,834 272
Massachusetts 3,613 51
Oregon 2,557 0
Alabama 1,170 408
Mississippi 355 0
Maine 271 35
Rhode Island 6 13
West Virginia 0 78,300
Idaho 0 0
Oklahoma 0 0
Indiana 0 0
Delaware 0 0
Vermont 0 0
11,806 79,079
TOTAIS GERAIS 512,095 2,865,757

Com base nessa análise inicial, mais de 500.000 votos foram identificados, que foram trocados do presidente Trump por Joe Biden. 

Rudy Giuliani confirma que o pessoal de software da Dominion Voting Systems está se apresentando como insiders denunciantes das fraudes na eleição

Em uma notícia ainda mais chocante que mudará o curso da história desta eleição, Rudy Giuliani agora confirmou, durante uma transmissão ao vivo com o programa “Warroom” de Steve Bannon, que as testemunhas do software Dominion estão avançando e vindo à público para denunciar a fraude em massa de roubo de votos via software:

Sem a fraude eleitoral, Trump vence com 307 votos eleitorais!!!!

O site EveryLegalVote.com mostra os resultados eleitorais reais assim que você remove todo o roubo de votos para o senil Joe Biden.

  • Sem roubo de votos: Trump vence com 307 votos eleitorais.
  • Com roubo de votos: Biden vence com 304 votos eleitorais.

A fraude foi detectada [nos estados em laranja] e documentada em quase todos os estados indecisos, incluindo PA, MI, WI, GA e VA:

Veja todos os detalhes em EveryLegalVote.com

Fonte revela que membros da CIA realizou o roubo de votos enquanto Trump e o DoD secretamente documentaram todo o golpe da fraude eleitoral enquanto acontecia

Ontem, fontes nos disseram que a CIA estava encarregada de conduzir a operação de roubo de votos, com a diretora Gina Haspel profundamente envolvida em traição direta na fraude das eleições. Na noite da eleição, o presidente Trump e o pessoal do DoD {Departamento de Justiça] selecionado a dedo estavam sentados em uma sala de comando segura, observando e documentando todo o roubo eleitoral ocorrendo em tempo real.

Todo o roubo de votos foi registrado em detalhes , e esse roubo de votos foi permitido acontecer para que atores traidores do Estado [Deep State] Profundo enraizados na estrutura do governo Trump pudessem ser pegos em flagrante.

As grandes emprsas de mídia social Big Tech [Facebook, Twitter, Google, Instagran, et caterva] , a grande mídia {pre$$titute] e partes da CIA estão conspirando para tentar enganar a nação, roubando as eleições, e alegar falsamente que Biden venceu, mesmo sabendo que a eleição foi roubada por meio de uso de software de urna eletrônica. É por isso que eles estão correndo para remover Trump do cargo agora, com John Brennan, ex-diretor da CIA de Obama, praticamente se cagando na TV ao vivo e exigindo que Trump seja removido imediatamente por meio da 25ª Emenda [a cada dia que resta no cargo, Trump mais e mais vai expô-los].

Isso porque Brennan e os outros atores de estado profundo sabem que foram pegos sem piedade praticando fraude eleitoral muito bem documentada. Trump tem todas as evidências e provas. Na verdade, ele tem um log de transações detalhado mostrando a fraude ocorrendo em tempo real.

Nas próximas semanas, essas informações serão apresentadas ao Supremo Tribunal dos Estados Unidos. Prevemos que a SCOTUS invalidará a eleição presidencial e retrocederá o resultado ao Congresso, onde cada estado terá um voto para escolher o próximo presidente. Os republicanos têm uma grande maioria no número de legislaturas estaduais que controlam e vencerão facilmente essa votação. (Nancy Pelosi [Dem] pode se recusar a permitir que a votação ocorra, mas se o fizer, será presa por traição)

Trump já demitiu o ex-secretário de Defesa Mark Esper e está limpando a casa no DoD a fim de preparar o Pentágono para as prisões militares dos traidores que cometeram esse roubo eleitoral planejado. Centenas (ou milhares) de pessoas acabarão sendo presas e acusadas de vários crimes, incluindo conspiração e sedição. Muitos dos jogadores de estado profundo que trabalharam sob o [des]governo Obama irão para a prisão quando tudo isso for dito e feito.

Os lunáticos de esquerda radicais e insanos na América explodirão de raiva e violência assim que a eleição de Trump for anunciada, e isso quase certamente levará o presidente Trump a invocar a Lei de Insurreição e enviar tropas militares às ruas das grandes cidades para derrubar terroristas de esquerda . Neste momento, a América estará mergulhada em caos e violência significativos, o que é tristemente inevitável como parte do processo de drenagem do pântano e supressão de terroristas de esquerda.

Todos os patriotas americanos são aconselhados a verificar seus rifles, munições e miras de luzes vermelhas. Esta situação está completamente cinética, provavelmente nos próximos 70 dias explodirá. Mas a boa notícia é que Trump tem todas as cartas e todas as evidências de roubo de votos de que ele precisa para vencer, conforme a VONTADE DA MAIORIA dos norte americanos que votaram nele.

Ouça meu podcast de emergência de 11 de novembro para uma explicação completa do que acontecerá a seguir: SCOTUS, Congresso, Nancy Pelosi, policiamentos e uso dos militares e muito mais. Esta é minha melhor estimativa atual de onde para isso vai ser concluído e sobre como Trump vence a eleição e finalmente derrota e expões os principais “jogadores” do Estado [Deep State] Profundo.


Giuliani declara que cerca de 650.000 votos foram contados ilegalmente na Filadélfia e em Pittsburgh

Rudy Giuliani , um dos advogados pessoais do presidente Donald Trump, alegou em 11 de novembro que cerca de 650.000 votos ilegais foram dados na Filadélfia e em Pittsburgh,  Pensilvânia .

Falando com Lou Dobbs da Fox Business, Giuliani afirmou que “quase nenhuma” das centenas de milhares de cédulas foi observada por observadores das pesquisas republicanos. A lei eleitoral estadual exige a presença de observadores eleitorais de todos os partidos.

“Agora chegamos a uma contagem de cerca de 650.000 cédulas que são ilegais na Filadélfia e em Pittsburgh” , disse ele.

 

“O que está sendo dito na mídia de massa[pre$$titute], de que não temos evidências, é uma mentira completa e absoluta, assim como eles vêm mentindo há anos”.

Na segunda-feira, o gabinete do governador Tom Wolf disse em um comunicado que observadores eleitorais de todos os partidos tiveram observadores durante todo o processo e que “qualquer insinuação de outra forma é uma mentira”.

Poucos dias antes, Giuliani disse que a campanha de Trump pode ter evidências suficientes para mudar os resultados das eleições no estado da Pensilvânia. Ele disse a Maria Bartiromo da Fox News no domingo que as ações judiciais movidas pela campanha de reeleição de Trump podem mostrar que até 900.000 votos inválidos foram lançados no estado da Pensilvânia.

De acordo com uma contagem de votos não oficial do Departamento de Estado da Pensilvânia, Biden recebeu 3,35 milhões de votos contra 3,31 milhões de votos de Trump. Em termos percentuais, Biden tem 49,7%, em comparação com os 49,1% de Trump.

“Acho que temos [provas] o suficiente para mudar a Pensilvânia. A eleição da Pensilvânia foi um desastre ”, disse Giuliani, respondendo a uma pergunta do anfitrião sobre se as evidências são suficientes para mudar o destino da eleição presidencial.

“Temos pessoas que observaram pessoas sendo expulsas do local de votação. Temos pessoas que foram sugeridas a votar ao contrário e mostraram como fazê-lo. Estou dando uma visão geral ”, disse ele.

Enquanto as cédulas de correio eram contadas, os observadores do GOP [republicanos] em Pittsburgh foram “mantidos [ilegalmente] fora da sala ou afastados da sala” por um período de 24 horas, alegou Giuliani. “Embora tenhamos ido ao tribunal e pudéssemos nos aproximar mais de dois metros, o pessoal da máquina democrata mudou o local de contagem seis metros para mais longe. Isso está documentado em fita de vídeo. São mais de 50 testemunhas”, continuou.

Nesta segunda-feira, a equipe de campanha de Trump lançou um  novo processo  com o objetivo de impedir a certificação dos resultados eleitorais na Pensilvânia, alegando que os condados democrata e republicano não seguiam as mesmas regras em relação às cédulas de correio defeituosas e que os observadores republicanos não podiam observar  o processo da contagem dos votos de uma distância significativamente próxima.

“Se você fosse um democrata na Filadélfia, teria permissão para trabalhar fora dos limites das restrições de fixação de votos incorretos, às vezes chamadas de ‘cura’” , explicou Matt Morgan, conselheiro geral da campanha de Trump, durante uma entrevista coletiva na segunda-feira .

“Mas se você estivesse em condados republicanos do estado da Pensilvânia, não teria permissão para fazer isso porque eles estavam seguindo estritamente o texto da lei na Pensilvânia.”

O processo também inclui um  funcionáriodos correiosdo condado de Erie que alegou ter ouvido seus supervisores falarem sobre a retroação ilegal de cédulas pelo correio que chegaram atrasadas para que parecessem legítimas. Sua reclamação também foi citada pela senadora Lindsey Graham (RS.C.) em uma carta ao Departamento de Justiça [DoJ] pedindo uma investigação federal.


“Mas, conhecendo ele os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino, dividido contra si mesmo, será assolado; e a casa, dividida contra si mesma, cairá.  Lucas 11:17

“Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá”. Mateus 12:25

“E, se uma casa se dividir contra si mesma, tal casa não pode subsistir”.  Marcos 3:25

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da BESTA; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis[666]“.  –  Apocalipse 13:16-18


Mais informações, leitura adicional:

Permite reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.