browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Mais Divulgação sobre UFOs-OVNIs e Programas Secretos Espaciais

Posted by on 11/12/2017

Sekret-Machines-and-SSP-tom-delongeTom DeLonge, co-autor do livro, Sekret Machines: Chasing Shadows, que é a primeira em uma série de livros e documentários em multimídia que prometem tirar a tampa de uma enorme operação de cobertura e segredo sobre os programas espaciais secretos e sobre o fenômeno UFO-OVNI. A obra é o produto do que uma equipe de assessoria está informando a Delonge sobre seus conhecimentos dos programas espaciais secretos que evoluíram dentro dos EUA e também na Rússia (URSS).

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Tom DeLonge e a Divulgação sobre UFOs-OVNIs: sacudindo os Programas Secretos do Espaço (1)

Fonte: http://exopolitics.org/

Uma leitura próxima da “ficção baseada no fato” da série Sekret Machines, sugere que o que faz com mais precisão é expor o leitor ao primeiro nível de um conjunto de “multicamadas” de segredos dos programas secretos espaciais.

bases-lua-marte-sspDeLonge, um ex-vocalista e músico do grupo Blink 182, é o criador da iniciativa de divulgação multimídia da Sekret Machines e recrutou escritores de renome como A.J. Hartley e Peter Levenda para co-autoria de até seis livros. No prefácio da Sekret Machines e em entrevistas, Delonge descreve como ele está sendo ajudado por uma equipe de dez assessores com links diretos para corporações e entidades do Departamento de Defesa dos EUA envolvidos com o desenvolvimento americano de um programa espacial secreto e o conhecimento de um programa similar simultaneamente desenvolvido na Rússia e na antiga União Soviética.

A Sekret Machines é o produto do que a equipe de assessoria está informando a Delonge sobre seus conhecimentos dos programas espaciais secretos que evoluíram nos EUA e na Rússia. De acordo com DeLonge, suas revelações são oficialmente sancionadas por aqueles com a necessidade de ter acesso a informação e, portanto, é a divulgação mais autêntica ainda a emergir sobre os temas dos OVNIs, vida extraterrestre e programas espaciais secretos.

Isso leva à questão mais importante: é o que a equipe de assessores contou a DeLonge é a verdade total sobre esses tópicos, ou apenas a primeira e proverbial “camada da cebola” quando se trata de programas espaciais secretos envolvendo as grandes corporações do Complexo Industrial Militar dos EUA e os diferentes ramos das forças armadas do país?

As revelações secretas do programa espacial de Delonge em Sekret Machines precisam ser cuidadosamente comparadas com o que fontes credíveis têm a dizer sobre esses programas. Em particular, os testemunhos de denunciantes e insiders desses mesmos programas que se revelaram publicamente, vindo à público e permitindo um escrutínio mais próximo de suas reivindicações, e que fornecem um modelo para avaliar as revelações de DeLonge. Há dois insiders que mais se destacam no momento como as fontes de informação independentes mais confiáveis sobre os programas espaciais secretos: são William Tompkins e Corey Goode.

secret-space-program-UFOs

Tompkins, um antigo engenheiro aeroespacial, hoje com 94 anos de idade e perfeitamente lúcido e saudável, forneceu vários documentos, alguns datados ainda do início da década de 1940, que apoiam seu envolvimento reivindicado no desenvolvimento do programa pela Marinha dos EUA e iniciativas financiadas por empresas relacionadas a programas espaciais secretos. Tompkins diz que ele esteve envolvido em várias etapas no projeto, no design, engenharia e construção de um programa espacial secreto chamado “Solar Warden”, até o momento em que ele se tornou operacional em 1984.

Os oficiais da Marinha aposentados recentemente confirmaram as declarações subsequentes de Tompkins de “Projetos Especiais” líderes em temas aeroespaciais avançados, mantendo vários cargos de liderança com a Liga da Marinha dos EUA de 1985 a 1999.

Corey Goode forneceu testemunho de primeira mão do envolvimento direto nas operações desses programas durante 20 anos de serviço, de 1987 a 2007 e, mais recentemente, nas negociações entre o Solar Warden e outros programas relacionados ao espaço. Enquanto Goode não forneceu documentos para apoiar diretamente seu depoimento e declarações, ele foi examinado extensivamente por várias fontes.

Estes incluem os gerentes da Gaia TV e do autor mais vendido, David Wilcock, que considera que ele é confiável e, posteriormente, aprovou uma série de entrevistas chamadas de Cosmic Disclosure, que acaba de começar seu segundo ano. Minha própria análise do testemunho de Goode em relação a outras revelações de denunciantes e insiders, documentos públicos e evidências circunstanciais também foram positivas, conforme detalhado no livro Insiders Reveal Secret Space Programs.

reptilianos-tall-whites-greys-et

Diferentes raças de seres extraterrestres mantiveram contato com o governo e militares dos EUA, desde a década de 1940

O material que é publicado é uma série de artigos com duas partes que compara a versão de DeLonge da história de um programa espacial secreto dos EUA, financiado pelas grandes corporações do Complexo Industrial Militar, e o que Willian Tompkins e Corey Goode divulgaram anterior e recentemente.

O papel fundamental da Alemanha Nazista no desenvolvimento de um Programa Espacial Secreto

Em Sekret Machines, as revelações de Delonge coincidem estreitamente com as “especulações de alta octanagem” do historiador, Joseph Farrell, que estudou atentamente muitos documentos da era nazista em uma série de livros . Segundo DeLonge e Farrell, a Alemanha nazista foi parcialmente bem sucedida no desenvolvimento de um dispositivo de um sistema de propulsão antigravidade chamado “Bell – Die Glocke” (Sino). Embora e aparentemente não tenha sido armado com sucesso a tempo de ajudar no esforço de guerra nazista alemão na Europa, foi secretamente transportado para a América do Sul e, eventualmente mais tarde, para uma base secreta e subterrânea alemã na Antártica (Neuschwabenland), em um esforço dos nazistas para estabelecer um futuro quarto Reich.

O desenvolvimento do projeto Bell continuou em instalações nazistas secretas financiadas por fundos de investimentos, ouro e riquezas retirados da Alemanha e de toda a Europa pelo indicado do Fuhrer para gerenciar toda a riqueza amealhada pelos nazistas durante a guerra, Martin Bormann, o que foi muito bem documentado por Paul Manning no seu excelente livro Bormann in Exile e, mais recentemente, por Farrell em The Third Way .

Em Sekret Machines, DeLonge descreve como o projeto nazista do sistema de propulsão antigravidade chamado “Bell – Die Glocke” (Sino) foi transferido para a Antártica depois que as instalações da América do Sul foram comprometidas por equipes aliadas encobertas em 1946. Os nazistas puderam desenvolver várias espaçonaves mais tarde conhecidas como discos voadores, tornados operacionais na Antártica e que eram capazes de atingir velocidades incríveis e eram altamente manobráveis na alta atmosfera e mais tarde fora da Terra.

A operação Highjump, levada a efeito pela Marinha dos EUA e liderada pelo almirante Richard Byrd, conseguiu localizar as bases nazistas na Antártida no início de 1947, de acordo com Delonge. Enquanto a Operação Highjump sofreu muitas vítimas, conseguiu destruir algumas instalações nazistas e protótipos de discos voadores e levar de volta aos EUA o saque recuperado em termos de cientistas, informações técnicas e recursos relacionados ao programa de pesquisa e desenvolvimento do sistema de propulsão antigravidade chamado “Bell – Die Glocke” (Sino).

Posteriormente, os nazistas separatistas já não constituíam um desafio militar significativo ao domínio geopolítico dos Estados Unidos e à pesquisa secreta de espaçonaves movidas a sistema antigravidade usando princípios da física do campo de torção.

nazista-sino-glocke-stargate-bell

O NAZI Bell é descrito como sendo um dispositivo feito de um metal duro e pesado de aproximadamente nove pés de largura e 12 a 15 pés de altura, tendo uma forma semelhante à de um sino grande. Este dispositivo continha ostensivamente dois cilindros de contra-rotação que seriam preenchidos com uma substância semelhante ao mercúrio, dita de cor violeta, com o nome de código “Xerum 525” e cuidadosamente guardada num frasco térmico com um metro de altura revestido de chumbo.

É aqui que a versão de DeLonge dos eventos na Antártida e a gênese de um programa espacial secreto dos EUA difere diametralmente com as revelações de Tompkins e Goode. De acordo com este último, a Alemanha nazista tinha dois programas espaciais secretos que funcionavam simultaneamente durante a Segunda Guerra Mundial.

Os experimentos e pesquisas de Bell na Europa ocupada pelos nazistas fazia parte de um programa de “armas maravilhas” mal sucedido liderado por SS de Heinrich Himmler que estava sob controle direto do engenheiro civil e tenente-geral das SS, Hans Kammler.

Na Antartida, em contraste, outro programa espacial secreto foi liderado por Sociedades Secretas Alemãs (Thule e Vril) que mantiveram contato com seres extraterrestres e desenvolveram com sucesso tecnologias avançadas aeroespaciais com a ajuda de duas raças extraterrestres diferentes que cederam parte da nova tecnologia usada pelos cientistas nazistas. Um grupo era de extraterrestres nórdicos de aparência humana, enquanto o outro era uma raça de reptilianos chamados draconianos, pois sua origem estelar é o sistema solar da estrela-sol Thuban, da Constelação de Draco (Dragão).

hitler-nazismo-reptilianos-dracos

Enquanto os nórdicos foram os primeiros a ajudar as Sociedades Secretas Alemãs já desde a década de 1920, fornecendo desenhos de nave espacial antigravidade através de místicos como Maria Orsic, foram os Draconianos na década de 1930, que finalmente se tornaram mais influentes com o regime nazista e as Sociedades Secretas Alemãs.

De acordo com Tompkins, depois de terem sido alcançados acordos com Hitler, os Draconianos forneceram modelos reais de trabalho de discos voadores e informações sobre bases subterrâneas JÁ EXISTENTES (desde tempos imemoriais) na Antártida, onde esses modelos poderiam sofrer engenharia reversa durante a Segunda Guerra Mundial.

Tanto Tompkins quanto Goode insistem que o Programa Espacial Secreto Alemão na Antártida continuou independentemente do que estava acontecendo na Europa sob às ordens de Kammler e a S.S. nazista, que era essencialmente um programa de armas de segundo nível que, em última análise, não teve êxito. Ao mesmo tempo, o Programa espacial alemão de primeiro nível, localizado na Antártida, conseguiu engenharia reversa dos projetos e protótipos de discos voadores que eles receberam dos extraterrestres.

vril_mediuns

Os alemães posteriormente começaram a construir frotas de veículos antigravidade capazes de missões espaciais profundas para a Lua, Marte e além do sistema solar. De acordo com Tompkins e Goode, os reptilianos ajudaram os alemães a desenvolver plataformas de armas sofisticadas para a sua nave espacial baseada na Antártida.

O objetivo a longo prazo era que as espaçonaves (a frota nazista)  alemãs armadas acabaria por se juntar a frotas interestelares reptilianas em futuros conflitos galácticos (o que aconteceu). Goode descreveu a frota espacial alemã como a“Frota das Trevas” (Dark Fleet), por ser tão altamente classificada e secreta que relativamente pouco se sabe sobre ela, até o presente.

Conseqüentemente, a Operação Highjump foi uma falha lúgubre com os discos voadores alemães destruindo completamente os melhores lutadores da Marinha dos EUA na época. A versão dos eventos de Tompkins e Goode na Antártida também é suportada por arquivos da KGB citando a facilidade com que os discos voadores alemães derrubaram os aviões  e afundaram navios da Marinha norte americana.

 

A expedição de Byrd voltou com as mãos vazias e com uma poderosa lição de que os alemães nazistas separatistas da Antártida seriam uma poderosa força geopolítica nos próximos anos.

Como mencionado anteriormente, este é um relato muito diferente da presença nazista na Antártida para o que é encontrado na obra Sekret Machines. Por que a discrepância? Para uma resposta, precisamos avançar para o próximo elemento principal da Sekret Machines – o desenvolvimento secreto da aeronave antigravidade de propósito duplo a espaçonave secreta americana TR-3B “Locust” e uma nave espacial.  Continua …

© Michael E. Salla, Ph.D.


contagem-regressiva“CONHECE-TE A TI MESMO E CONHECERÁS TODO O UNIVERSO E OS DEUSES, PORQUE  SE O QUE TU PROCURAS NÃO ENCONTRARES PRIMEIRO DENTRO DE TI MESMO, TU NÃO ACHARÁS EM LUGAR ALGUM” – Frase escrita no pórtico do Templo do Oráculo de Delphos, na antiga Grécia.


Mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

One Response to Mais Divulgação sobre UFOs-OVNIs e Programas Secretos Espaciais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *