browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Médica alerta que vacina COVID-19 poderá alterar seu DNA com graves efeitos colaterais

Posted by on 08/08/2020

Muitos de nós já assistimos a comerciais de medicamentos na televisão, com uma narração em alta velocidade no final, listando todos os possíveis efeitos colaterais (que às vezes incluem “morte” da cobaia, ops, paciente). Você já se perguntou pelos testes que a droga passou para ser aprovada? De acordo com a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA), ela passou por muitas pesquisas, testes e provas de efeitos colaterais … mas a potencial nova vacina COVID pode não ter os mesmos testes rigorosos realizados. A aprovação “rápida” da FDA para a pesquisa de vacinas COVID foi feita sob o pretexto de uma crise de saúde pública (e apoiada por legislação como a Lei PREP). Mas a pressão por um medicamento rapidamente desenvolvido levantou muitas preocupações sobre a segurança da própria vacina, incluindo a possibilidade de dano ao DNA induzido pela mesma, segundo alguns médicos.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Médica alerta que vacina COVID-19 poderá alterar seu DNA com graves efeitos colaterais

Fonte:  https://www.naturalnews.com/2020-08-06-doctor-warns-covid-19-vaccine-alters-your-dna.html

O atual enorme impulso em andamento para desenvolver uma vacina contra o COVID-19 em tempo recorde tem muitos profissionais médicos envolvidos, mesmo aqueles que normalmente são a favor das vacinas. Uma das grandes áreas de preocupação relacionadas ao esforço é o dano ao DNA humano que a vacina resultante pode causar.

A especialista em medicina interna, Dra. Carrie Madej, postou um vídeo online recentemente no qual ela expõe suas preocupações sobre uma vacina . Ela explicou que o DNA humano não é fixo. Os genes das pessoas podem ser reprogramados e desligados e ligados para provocar mudanças no corpo que podem melhorar sua saúde – ou comprometê-la. 

O Estresse, dieta e toxinas podem reprogramar nossos genes, assim como as linhas de células geneticamente modificadas criadas em laboratório que são usadas no desenvolvimento de vacinas.

Isso leva o Dr. Madej a se perguntar em que ponto uma pessoa não é mais originalmente ela mesma depois que drogas ou vacinas mudaram seu DNA. Uma vez que é possível patentear material geneticamente modificado, um ser humano cujo DNA foi alterado por meio de uma droga patenteada pode ser considerado um organismo geneticamente modificado que também pode ser patenteado e possuído por uma empresa?

Essa vacina funcionaria de maneira muito diferente das vacinas tradicionais. Essas novas vacinas de mRNA dizem essencialmente às células humanas para criar as propriedades de um organismo infeccioso. No caso do COVID-19, a vacina coloca instruções genéticas retiradas do coronavírus em células humanas, fazendo com que os ribossomos das células gerem proteínas de pico infecciosas. Isso estimularia o sistema imunológico a atacar as proteínas do corpo e colocar os anticorpos das células B em ação.

Mesmo que esse processo possa criar anticorpos in vitro em um laboratório, isso não garante que as pessoas recebam imunidade de espectro total dessa vacina, porque uma resposta adaptativa completa também envolveria células T. Há também o fato de que os coronavírus sofrem mutação com o tempo, o que significa que as sequências de mRNA que são usadas nas vacinas teriam que ser modificadas a cada ano para acompanhar as cepas mais recentes de novos vírus modificados e as pessoas teriam que receber injeções regularmente para oferecer qualquer grau de proteção contínua.

Infelizmente, a pressa para colocar uma vacina no mercado significa que estudos de longo prazo sobre os efeitos na saúde humana da inserção de um gene no genoma dessa forma não serão possíveis. O que sabemos, entretanto, é que resultados clínicos preliminares mostraram que injeções combinadas como essa podem causar efeitos negativos e precursores de doenças crônicas. Com doses mais altas, esses riscos aumentam.

A vacina COVID-19 pode vir a ser obrigatória e os seus fabricantes não serão responsabilizados se algo der errado

Infelizmente, o DNA recombinante que está sendo proposto para o desenvolvimento das vacinas COVID-19 está sendo apoiado por proponentes de vacinas como a Fundação Bill e Melinda Gates e o Big Pharma GlaxoSmithKline, apesar do fato de nunca ter sido usado em humanos antes.

É particularmente problemático quando você considera que muitos funcionários de saúde pública gostariam de ver essa vacina dada a todos, quer todos queiram ou não ser vacinados, em sua busca pela imposição de uma pseudo “imunidade coletiva”.

Somando-se aos temores das pessoas sobre a vacina está o fato de que alguns fabricantes de vacinas já receberam proteção geral e imunidade contra quaisquer reivindicações futuras de responsabilidade pelos “efeitos colaterais” danosos à saúde humana. Ou seja, se você acabar desenvolvendo algum efeito colateral grave ou mesmo acabar morrendo com essa vacina, ninguém terá como reclamar do fabricante.

Um executivo sênior da AstraZeneca, que está trabalhando com o desenvolvimento de uma vacina COVID-19, reconheceu que a proteção imunológica está em vigor e que a empresa não será responsável caso as pessoas experimentem efeitos negativos no futuro. A empresa planeja produzir mais de 2 bilhões de doses de sua vacina e distribuí-las para os EUA, Inglaterra e Europa. Sem a perspectiva de serem responsabilizadas pelas vacinas pairando sobre suas cabeças, essas empresas não têm incentivo para fazer suas vacinas com os devidos testes de segurança .

Ninguém quer sofrer de infecção pelo coronavírus , mas certamente também não queremos que nossos genomas sejam alterados de uma maneira que possa nos tornar propriedade controlada por empresas farmacêuticas e/ou que tenhamos que viver suportando os tais “efeitos colaterais” que a vacina pode causar. 

Por enquanto, a melhor abordagem é focar na prevenção usando uma máscara, se engajando no distanciamento social e garantindo nutrição adequada por meio de uma dieta saudável.

As fontes deste artigo incluem:

NaturalHealth365.com  –  NaturalNews.com


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. – Mateus 24:6-8

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da BESTA; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis[666]“.  –  Apocalipse 13:16-18


Mais informações, leitura adicional:

Permite reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.