browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Muito incomum: Três poderosos terremotos na Nova Zelândia, de 7,3º, 7,4º e 8,1º na escala Richter

Posted by on 05/03/2021

Três poderosos terremotos na Nova Zelândia: Risco de Tsunamis: O primeiro terremoto, de magnitude 7,3º na Escala de Richter, ocorreu às 13h27 UTC, a 150 km da Baía de Plenty, na Nova Zelândia, de acordo com o USGS. O segundo terremoto, um pouco mais poderoso, ocorreu às 17:41 UTC, com magnitude de 7,4º e profundidade de 55,6 km. E um terceiro terremoto de magnitude 8,1 ocorreu a aproximadamente 890 km a nordeste da Nova Zelândia na tarde desta quinta-feira (4), gerando preocupações de um tsunami potencialmente prejudicial. 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Muito incomum: Três poderosos terremotos na Nova Zelândia, de 7,3º, 7,4º e 8,1º na escala Richter: Risco de Tsunami

Fontes:  Tempo.com

Primeiro, dois grandes terremotos atingiram a costa da Nova Zelândia continental gerando três avisos separados de tsunami. Mas um terceiro e fortíssimo terremoto, de magnitude 8,1º na escala Richter, logo depois atingiu o meio do oceano perto das ilhas Kermadec, gerando um alerta de tsunami para toda a região das ilhas Samoa.

O primeiro terremoto, de magnitude 7,3º na Escala Richter, ocorreu às 13h27 UTC, a 150 km da Baía de Plenty, na Nova Zelândia, de acordo com o USGS. O terremoto sacudiu a uma profundidade de 20,8 km. O segundo terremoto, um pouco mais poderoso, ocorreu às 17:41 UTC, com magnitude de 7,4º e profundidade de 55,6 km. O segundo terremoto ocorreu perto das ilhas Kermadec, na parte continental da Nova Zelândia. Esses terremotos geraram avisos de alerta de tsunami.

O conselho de evacuação substitui os atuais requisitos de nível de alerta COVID-19. Ouça as autoridades locais de Defesa Civil e siga todas as instruções sobre a evacuação de sua área. Se lhe for dito para evacuar, não fique em casa. Fique a 2 metros de distância de outras pessoas se puder e se for seguro fazê-lo, dizia o aviso.

Um terceiro e mais poderoso terremoto de magnitude 8,1º na escala Richter ocorreu a aproximadamente 890 km a nordeste da Nova Zelândia na tarde desta quinta-feira (4), gerando preocupações de um tsunami potencialmente prejudicial. Ondas de tsunami de 3,5 metros ou mais são possíveis nas ilhas Kermadec, com ondas de 1 a 3 metros na Polinésia Francesa.

É extrema e absolutamente incomum que três terremotos de tamanha magnitude ocorram em um raio de 450 km de um ponto em menos de oito horas. Os dois primeiros terremotos ocorreram distantes o suficiente para que provavelmente não estivessem relacionados.

É provável que o segundo terremoto tenha sido um choque inicial para o terceiro, o estresse que ele liberou desencadeando outro deslizamento maior nas proximidades. Um terremoto é um choque prévio a um evento maior em menos de 5% do tempo.

O primeiro terremoto, próximo à Nova Zelândia, liberou parte de seu estresse horizontalmente, em vez de ser um terremoto de “impulso” total. Isso minimizou a ameaça inicial de tsunami. O segundo terremoto, muito mais ao norte, foi um terremoto de empuxo raso, significando que parte de uma placa tectônica – a placa do Pacífico – deslizou sob a outra, ou a placa indo-australiana. Essa é uma receita para um tsunami, mas ainda não ocorreu nada sério.

A Indonésia, a Califórnia (toda a costa oeste dos EUA-Canadá), o Japão e a Nova Zelândia ficam na região do Anel de Fogo, que é uma área importante na bacia do Oceano Pacífico, onde ocorrem muitos terremotos e erupções vulcânicas . Em um grande 40,000 km (25 mil mi) forma de ferradura, que está associado com uma série quase contínua de trincheiras oceânicas , arcos vulcânicos , e correias vulcânicas e movimentos de placas. Possui 452 vulcões (mais de 75% dos vulcões ativos e inativos do mundo ).

O terceiro terremoto, de severíssima magnitude 8,1º na escala Richter também parece ter sido um terremoto de impulso e é muito mais forte. Isso aumenta as chances de um tsunami prejudicial.

Autoridades da Nova Zelândia recomendaram aos residentes “caminhar, correr ou pedalar” até lugares mais altos para evitar a chance de ficarem presos no trânsito. Um alerta de tsunami foi emitido pelo Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico para o Havaí.

Com base em todos os dados disponíveis, um tsunami pode ter sido gerado por este terremoto que pode ser destrutivo em áreas costeiras, mesmo longe do epicentro”, disse o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico.

Não havia ameaça para a capital Wellington e outras regiões, mas as autoridades de defesa civil pediram aos residentes de todo o país que ficassem longe de praias e áreas marinhas, pois poderia haver correntes fortes e incomuns.

Um dos mais fortes terremotos que atingiu o Pacífico Sul na história moderna disparou alertas de tsunami no oceano Pacífico e forçou milhares de pessoas na Nova Zelândia a evacuar as áreas costeiras na sexta-feira. Pequenas ondas de tsunami foram vistas, mas poucos danos foram aparentes horas depois.

O terremoto ocorre há pouco mais de uma semana desde que o país marcou 10 anos de um terremoto de magnitude 6,3] que atingiu Christchurch, matando 185 pessoas e ferindo outras milhares mais, com grandes prejuízos materiais, em 22 de fevereiro de 2011.

Esta é uma história em desenvolvimento. Mais atualizações por vir. 


Sobre fenômenos oceánicos no litoral do BRASIL:


Image result for the end gifs

Isto é tudo pessoal, o Tempo acabou!

“Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas na medida em que o tempo da grande colheita se aproxima muito rapidamente ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 km) por hora, às vezes. Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol) que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“.  SAIBA MAIS no LINK


Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

One Response to Muito incomum: Três poderosos terremotos na Nova Zelândia, de 7,3º, 7,4º e 8,1º na escala Richter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.