browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Novo e Enorme asteroide dentro da órbita da Terra é descoberto no Sistema Solar

Posted by on 12/07/2019

O corpo celeste denominado 2019 LF6 é um dos vinte asteroides conhecidos como ‘Atira’, já que a sua órbita está totalmente contida na órbita terrestre. Astrônomos do Caltech (Universidade Instituto de Tecnologia da Califórnia, Pasadena –  EUA) descobriram um raro e enorme asteroide com cerca de um quilômetro de diâmetro com o menor período orbital entre as rochas espaciais, completando uma volta ao redor do Sol em apenas 151 dias. 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Novo e Enorme asteroide com cerca de 1 quilômetro de diâmetro é descoberto dentro da órbita da Terra no Sistema Solar

Fontes:  https://phys.org/


“E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrela ardendo como uma tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas”.  Apocalipse 8:10

“E o quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na Terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo.” Apocalipse 9:1


O 2019 LF6 é um dos apenas 20 asteróides “Atira” conhecidos, cujas órbitas passam inteiramente dentro da órbita da Terra.

Os autores desta investigação publicado no portal Psy.org garantem que este corpo celeste se encontra no nosso Sistema Solar há muito tempo, mas até agora ninguém havia conseguido localizá-lo. A órbita do asteroide vai além de Vênus e ocasionalmente se aproxima do Sol mais do que Mercúrio, que leva 88 dias para dar uma volta completa em torno do Sol. 

O asteróide 2019 LF6 é visto aqui viajando pelo céu em imagens capturadas pela ZTF em 10 de junho. O filme foi acelerado: o tempo real decorrido é de 13 minutos. Crédito: Observatórios ópticos ZTF / Caltech

“O [asteroide] 2019 LF6 é muito invulgar tanto pela sua órbita como pelo tamanho. Sua órbita única explica por que um asteroide tão grande escapou durante várias décadas às pesquisas mais cuidadosas”, disse Quanzhi Ye, investigador do Instituto Tecnológico de Califórnia que descobriu o asteroide.

Este corpo rochoso e um outro asteroide Atira descoberto este ano, o 2019AQ3, “orbitam fora do plano do Sistema Solar, o que significa que, em um certo momento do passado, foram expulsos do plano por passar perto demais de Vênus e Mercúrio”, sofrendo a influência da massa destes dois planetas explicou Tom Prince, professor de física em Caltech.

“Você não encontra asteróides do tamanho de quilômetros com muita frequência hoje em dia”, diz Quanzhi Ye, um acadêmico de pós-doutorado da Caltech que descobriu o 2019 LF6 e trabalha com Tom Prince, o professor de Física da Caltech e um pesquisador sênior. no JPL, e George Helou, o diretor executivo do IPAC, um centro de astronomia na Caltech.

Em sua órbita, o asteroide se move para além de Vênus e, às vezes, chega mais perto do que Mercúrio, que circula o sol a cada 88 dias. O 2019 LF6 é um dos apenas 20 asteróides “Atira” conhecidos, cujas órbitas caem inteiramente dentro da órbita da Terra.

“Trinta anos atrás, as pessoas começaram a organizar buscas metódicas de asteróides, encontrando objetos maiores primeiro, mas agora que a maioria deles foi encontrada, os maiores são pássaros raros”, diz ele. “O LF6 é muito incomum tanto em órbita quanto em tamanho – sua órbita única explica por que um asteróide tão grande escapou de várias décadas de buscas cuidadosas.”

O asteroide 2019 O LF6 foi descoberto por meio da Zwicky Transient Facility, ou ZTF, uma câmera de última geração no Observatório Palomar que examina os céus todas as noites em busca de objetos transitórios, como estrelas explodindo e piscando e asteróides em movimento. 

Por causa que o ZTF varre o céu tão rapidamente, é bem adequado para encontrar asteróides Atira, que têm janelas de observação muito curtas. Por isso, temos somente de 20 a 30 minutos antes do nascer e depois do pôr do Sol para poder observar estes asteroides, destaca Quanzhi Ye.


“E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva {asteroides, meteoros …}, com pedras do peso de um talento**; e os homens blasfemaram de Deus por causa da praga da saraiva; porque a sua praga era muito grande.  –  Apocalipse 16:21

(**) Um talento grego, também chamado ático, pesava 26 kg (57 lb); um talento romano pesava 32,3 kg (71 lb); o egípcio 27 kg (60 lb). Na Babilônia eram usados dois tipos de talentos: um chamado “leve”, com 30,3 kg (67 lb), e o outro chamado “pesado”, com 60,6 kg (134 lb).


Image result for puppet gif

A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE MENTAL): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar. Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida na formatação original e mencione as fontes.

phi-golden-ratiowww.thoth3126.com.br

 

 

One Response to Novo e Enorme asteroide dentro da órbita da Terra é descoberto no Sistema Solar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.