browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

O Céu nas noites de março: estrelas, planetas, conjunções, constelações…

Posted by on 02/03/2019

O céu noturno nos propicia muitos magníficos e interessantes fenômenos astronômicos à noite em todos os dias! Alguns desses fenômenos podemos contemplar a olho nu, ou ainda, com o auxílio de algum instrumento ótico, como um binóculo ou telescópio. Mas, para observar esses acontecimentos nos céus noturnos é necessário saber antecipadamente o que o céu nos reserva em termos de movimentação e localização dos planetas, constelações e suas principais estrelas, a chegada de cometas e asteroides periódicos.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

O CÉU NAS NOITES DE MARÇO, PLANETAS, CONSTELAÇÕES, ESTRELAS, CONJUNÇÕES …

Fonte:   http://www.astrope.com.br/

Acompanhe o que o céu nos apresenta durante este m~es de março e saiba sobre a visibilidade e a posição dos planetas, as conjunções planetárias e da Lua, aglomerados estelares e muitas outras dicas e orientações para uma boa noite de observação!

Visibilidade e localização dos planetas em março de 2019:

Acompanhe os principais fenômenos observacionais envolvendo os planetas do Sistema Solar! Saiba sobre conjunções planetárias visíveis, horários e datas para vê-los, muitas dicas e orientações para observá-los e muitas outras informações em destaque!

MERCÚRIO: O menor planeta do Sistema Solar será visível do início até meados de março de 2019. Mercúrio ainda continuará observável logo após o pôr do Sol à Oeste, sentido onde o Sol se põe. No início de março de 2019, logo após o pôr do Sol, Mercúrio estará um pouco baixo em relação ao horizonte Oeste. Porém, do começo até meados do mês será o melhor momento para vê-lo nesse sentido no céu.

Entretanto, em meados de março, Mercúrio estará ofuscado pelo brilho do Sol. Assim, isso impedirá de notá-lo no céu. Porém, só a partir da penúltima semana o planeta reaparecerá no céu antes do amanhecer dessa vez à Leste, sentido onde o Sol nasce. Mas, ainda muito baixo em relação ao horizonte.

Somente na última semana de março de 2019 e começo de abril de 2019, Mercúrio será visível antes do amanhecer e estará razoavelmente alto no céu em relação ao horizonte Leste, sentido onde o Sol nasce. Logo no início do mês, em 7 de março de 2019, Mercúrio estará em conjunção com a finíssima Lua Crescente, um dia após a Lua Nova (06/03/2019).

Assim como a conjunção semelhante que aconteceu em fevereiro de 2019, essa conjunção também será um desafio para ser observada logo após o pôr do Sol à Oeste, sentido onde o Sol se põe. 

Mercúrio em conjunção com a fina Lua Crescente em 7 de março de 2019. Crédito: SkySafari Pro 5. CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

VÊNUS: O planeta mais brilhante {e de maior tamanho em aparência} do céu será bem visível nas madrugadas por todo o mês de março de 2019. Vênus estará no céu nos finais das madrugadas até antes do amanhecer à Leste, sentido onde o Sol nasce. Em março de 2019, Vênus ainda continuará alto no céu e visível nos finais das madrugadas até antes do amanhecer. Logo, o planeta continuará assim pelos próximos meses de 2019.

Vênus é facilmente observável no céu como uma “aparente estrela grande”, o objeto mais brilhante no céu! Logo no início do mês, nos finais das madrugadas de 2 e 3 de março de 2019, Vênus estará em conjunção com a fina Lua Minguante. Entretanto, a máxima aproximação aparente entre Vênus e a Lua Minguante será em 3 de março de 2019.

Vênus em conjunção com a fina Lua Minguante em 2 e 3 de março de 2019. Crédito: SkySafari Pro 5. CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Além da conjunção de Vênus e da Lua, o planeta Saturno também estará próximo aparentemente dessa conjunção especialmente no final da madrugada de 2 de março. Quando os três corpos celestes estarão aparentemente “em linha” no céu! Essa exuberante conjunção poderá ser vista no final da madrugada até antes do amanhecer de 2 e 3 de março de 2019 à Leste, sentido onde o Sol nasce. 

MARTE: O planeta vermelho será visível até pouco antes de meados das noites de março de 2019. Marte será visível logo após o anoitecer e estará razoavelmente alto no céu em relação ao horizonte Oeste, sentido onde o Sol se põe. Portanto, Marte ficará observável do anoitecer até se pôr à Oeste por volta das 20h. Com isso, o planeta estará presente no céu cada vez por menos tempo. Assim, esse período de observação será ainda menor pelos próximos meses de 2019. Em 11 de março de 2019, Marte estará em conjunção com a Lua Crescente.

Marte em conjunção com a Lua Crescente em 11 de março de 2019. Crédito: SkySafari Pro 5. CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Ambos serão visíveis logo após o anoitecer razoavelmente altos em relação ao horizonte Oeste, sentido onde o Sol se põe.

Marte em conjunção com as Plêiades em 31 de março de 2019: E em 31 de março de 2019, Marte estará em conjunção com o aglomerado estelar aberto Messier-45, também conhecido como as Plêiades. As Plêiades, também chamada por Sete Irmãs, é um grande e bem visível aglomerado estelar aberto composto por milhares de estrelas jovens azuis. Essas estrelas estão envoltas em uma nebulosa de gás e poeira que apresenta uma fantástica coloração azulada, proveniente do reflexo das estrelas. Através de um binóculo 7×50 ou 10×50 a visão é magnífica!

Marte em conjunção com as Plêiades em 31 de março de 2019. Crédito: SkySafari Pro 5.

As Plêiades, são também conhecidas como as sete irmãs: Maia, Alcyone {a maior e mais brilhante} Electra, Asterope, Merope, Pleione e Taygeta, são um aglomerado estelar aberto contendo estrelas do tipo B situadas ao lado da constelação de Touro. Está entre os aglomerados de estrelas mais próximos da Terra e é o aglomerado mais óbvio e visível a olho nu no céu noturno.

Essa admirável conjunção poderá ser visível ao anoitecer razoavelmente alta em relação ao horizonte Oeste, sentido onde o Sol se põe. Aproveite o mês de março de 2019 para observar Marte que ainda estará visível no céu e que continua razoavelmente brilhante!  Observe e também fotografe Marte em conjunção com a Lua Crescente e também na magnífica conjunção com o aglomerado das Plêiades no final do mês!

Aglomerado estelar aberto M-45, as PLÊIADES

JÚPITER: O maior planeta do Sistema Solar, Júpiter {Zeus, o rei dos deuses na mitologia grega} será visível de meados das madrugadas até antes do amanhecer em março de 2019. Porém, ao longo do mês, Júpiter estará cada vez mais alto no céu em relação ao horizonte Leste, sentido onde o Sol nasce. Portanto, assim, aparecerá no céu logo no início das madrugadas até o final deste mês.

E no início da madrugada de 27 de março de 2019, Júpiter estará em conjunção com a Lua Minguante, um dia antes da Lua Quarto Minguante (28/03/2019). Ambos poderão ser visíveis altos no céu no início da madrugada à Leste, sentido onde o Sol nasce.

Júpiter em conjunção com a Lua Minguante em 27 de março de 2019. Crédito: SkySafari Pro 5.

Aproveite o mês de março de 2019 para ver Júpiter que estará razoavelmente alto no céu de meados das madrugadas até antes do amanhecer à Leste, sentido onde o Sol nasce. Observe e fotografe Júpiter principalmente em meados da madrugada de 27 de março, quando acontecerá a conjunção do planeta com a Lua Minguante!

SATURNO: O gigante gasoso dos anéis será visível nos finais das madrugadas de março de 2019. No início de março de 2019, Saturno se encontrará razoavelmente alto em relação ao horizonte Leste, sentido onde o Sol nasce. E até o final do mês, o planeta ficará ainda mais alto no céu.

Portanto, até o fim de março, Saturno ficará observável de meados das madrugadas até antes do amanhecer deste mês. Em meados da madrugada de 1º de março de 2019, Saturno estará em conjunção com a fina Lua Minguante.  Essa bonita conjunção será visível de meados da madrugada até antes do amanhecer à Leste, sentido onde o Sol nasce.

Saturno em conjunção com a fina Lua Minguante em 1 de março de 2019. Crédito: SkySafari Pro 5.

Ocultação de Saturno pela Lua Minguante em 29 de março de 2019:

No início da madrugada de 29 de março de 2019, Saturno volta a ficar em conjunção com a Lua Minguante, um dia após a Lua Quarto Minguante (28/03/2019). Porém, dessa vez a Lua ocultará o planeta Saturno!

Observação: a ocultação poderá ser vista apenas de algumas cidades de alguns Estados do Brasil. Portanto, para saber se a ocultação será visível da sua cidade, consulte: http://www.lunar-occultations.com/iota/. Caso não seja possível observar a ocultação da sua cidade, então, o fenômeno será visível como uma conjunção na qual ambos estarão muito próximos aparentemente no céu.

As constelações em março de 2019:

Acompanhe as constelações em destaque no céu em março de 2019. Observe esses grupos de estrelas que subdividem o céu em 88 áreas distintas nomeadas em latim e que muitas delas representam personagens e seres mitológicos. Ainda, conheça também as estrelas das principais constelações do céu deste mês, especialmente àquelas do período do anoitecer até o final das noites.

Constelações e estrelas em destaque nas noites de março de 2019:

As constelações de Órion, Cão Maior, Cão Menor, Hidra, Carina, Cruzeiro do Sul, Centauro, Leão, Virgem e Gêmeos são destaque nas noites de março. 

Órion – o Grande Caçador: essa constelação estará bem alta no céu, já um pouco após o Zênite (local mais alto do céu acima do observador). Também observamos as estrelas Betelgeuse, alfa (mais brilhante) e Rigel, beta (segunda mais brilhante) dessa constelação. Ainda são notáveis as estrelas do Cinturão de Órion, também conhecidas popularmente como as “Três Marias”.

Cão Maior: a estrela Sirius – a estrela mais brilhante do céu noturno – a segunda estrela/sistema solar mais próximo do nosso, a cerca de 8,57 anos luz, se destaca pelo brilho intenso nessa constelação, que também estará próxima do Zênite no céu.

Cão Menor: um pouco mais abaixo de Sirius estará a estrela Procyon, a estrela alfa (a mais brilhante do conjunto) dessa constelação.

Hidra: abaixo de Cão Menor estará a brilhante, mas discreta, estrela Alphard, alfa da constelação.

As Constelações e suas principais estrelas/sois em destaque nas noites de março de 2019. Crédito: SkySafari Pro 5. CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Carina: bem evidente à direita de Sirius estará a estrela Canopus, alfa dessa constelação, e que é a segunda estrela mais brilhante do céu noturno, depois de Sírius!

Cruzeiro do Sul: notável com suas brilhantes estrelas que formam uma cruz que aponta para o Polo Celeste Sul é visível nos finais das noites. Nas suas proximidades fica localizada a Nebulosa Saco de Carvão.

Centauro: também ao Sul nos finais das noites estão as notáveis brilhantes estrelas Alfa Centauri {o mais próximo sistema solar/estelar da Terra, distante apenas 4,367 anos luz} ) e a Beta Centauri (Hadar); as quais são, respectivamente, a primeira e segunda estrelas mais brilhantes dessa constelação.  Alpha Centauri é um sistema estelar triplo, consistindo de três estrelas: α Centauri A (oficialmente Rigil Kentaurus ),  α Centauri B (oficialmente Toliman ), e α Centauri C (oficialmente Proxima Centauri ). Alpha Centauri A e B são estrelas  semelhantes ao nosso Sol ( Classe G e K ), e juntas formam a estrela binária Alpha Centauri AB. Vistas à olho nu, os dois componentes principais parecem ser uma única estrela com uma magnitude aparente de -0.27, formando a estrela mais brilhante na constelação do sul de Centaurus e a terceira mais brilhante no céu noturno , ofuscada apenas por Sirius e Canopus .

Leão: no coração do Leão, vemos a brilhante estrela Regulus, estrela alfa dessa conhecida constelação do Zodíaco.

Virgem: com sua notável e marcante estrela mais brilhante, Spica, estrela alfa dessa constelação, que ainda aparece baixa em relação ao horizonte Leste, sentido onde o Sol nasce.

Gêmeos: mais ao Norte com as brilhantes estrelas Castor, alfa (mais brilhante), e Pollux, beta (segunda mais brilhante).


“Existem três coisas que não podem ser escondidas por muito tempo: a  Lua, o Sol e a VERDADE” – Sidhartha Gautama (Budha)

“Tudo o que somos é o resultado do que pensamos. Se um homem-mulher fala ou age com um pensamento maligno, a dor o acompanhará como uma sombra. Se um homem-mulher fala ou age com um pensamento puro, a felicidade o segue, como uma luz que nunca o deixa”. – Budha  (Sidharta Gautama)


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.