browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

O circo armado na Guerra da Síria: nem tudo é o que parece ser …

Posted by on 15/04/2018

Enquanto as “Novas Realidades” do Império Americano, do envenenamento de “bandeira falsa” para o falso ataque químico da Síria, estão chegando ao fim da estrada, um novo e interessante relatório do Conselho de Segurança da Rússia circulando no Kremlin hoje afirma que os EUA, no entanto, acaba de se engajar em outro exercício  adolescente de “masturbação militar”, atacando a Síria em violação de todas as leis internacionais – mas cujo ataque deixou o Ocidente horrorizado. 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

O ocidente assistiu preocupado de que cerca de 70% dos Mísseis Disparados no ataque estilo “Masturbação Militar” em conjunto com França e Reino Unido, na Síria, foram interceptados pelas baterias anti-aéreas da Rússia fornecidas ao país atacado

Por: Sorcha Faal, 14 de abril de 2018 – Fonte: http://www.whatdoesitmean.com/

Cerca de 70% dos mísseis disparados contra  alvos em solo da Síria, nas cercanias de Damasco, foram obliterados pelo fogo antiaéreo das forças sírias. pelas suas unidades de defesa com baterias anti aérea fornecidas pela Rússia – e que o resultado do ataque, conforme o Estado-Maior Geral da Rússia relatou de que nenhuma vida foi perdida durante o ataque.  [Nota: Algumas palavras e / ou frases que aparecem entre aspas neste relatório são aproximações em inglês de palavras / frases em russo que não possuem uma correspondência exata.]

As Forças militares dos EUA, britânicas e francesas gastaram mais de US$ 163 milhões para destruir o prédio do centro de pesquisa Barzeh do governo sírio já em ruínas que vale menos de US$ 1 milhão e que foi programado para demolição.

As Forças militares dos EUA, britânicas e francesas gastaram mais de US$ 163 milhões para destruir o prédio do centro de pesquisa Barzeh do governo sírio que vale menos de US$ 1 milhão que foi programado para demolição este ano.

De acordo com este relatório, em um dos eventos mais bizarros já registrados na história militar mundial moderna, nas últimas 72 horas os americanos pediram à Rússia que permitisse que eles lançassem um ataque com mísseis contra a Síria, contra alvos específicos – com eles pedindo à Rússia para ver o valor desse “único ataque” eles disseram que isso protegeria o presidente Trump contra seus inimigos internos do “Deep -Estado Profundo – State”, que estão buscando derrubá-lo de seu governo em um “golpe palaciano” , alegando absurdamente que ele seria um fantoche de Moscou se não efetuasse o ataque à Síria.

Primeiro, apontando para os americanos que não havia alvos reais aos quais pudessem atacar na Síria, na medida em que os seus aviões de guerra, helicópteros e lideranças político-militares mais avançados já haviam sido evacuados para o Irã , continua o relatório, do Estado-Maior, que no entanto, criou um “Lista de alvos aceitáveis” para os EUA e seus aliados britânicos e franceses bombardearem, sem maiores consequências, incluindo o prédio já em ruínas do centro de pesquisa Barzeh, programado para demolição no final deste ano, para abrir caminho para blocos residenciais, e as bases aéreas Mezzeh e Dumayr controladas pela Síria que estão programadas para um grande trabalho de reconstrução devido ao anterior dano terrorista islâmico feito a eles.

Ao oferecer essa “lista de alvos aceitáveis” aos americanos, franceses e britânicos, este relatório detalha, o Estado-Maior russo advertiu os EUA e seus aliados que eles teriam que se manter longe das unidades de defesa aérea russas na Síria, o que eles fizeram – com os americanos sendo avisados que se algum míssil disparado pelo USS Donald Cook chegasse perto de qualquer assentamento militar russo na Síria (cuja proximidade com a base naval russa na Síria o Estado-Maior considera uma ameaça de “primeiro ataque” ), as forças navais russas imediatamente torpedeariam e destruiriam seus navios e os americanos, também, sendo avisados ​​de que o Estado-Maior russo havia enviado para o Irã seus bombardeiros pesados que atacariam imediatamente todos os “alvos de oportunidade” dos EUA em toda a Síria se qualquer desvio desse “plano de ataque acordado” fosse constatado.   

Bombardeiros pesados ​​russos esperam na base aérea do Estado de Hamedan, no Irã, por ordens de atacar alvos militares dos EUA na Síria, caso necessário, em 13 de abril de 2018

Com os americanos e seus aliados franceses e britânicos aceitando as “condições de restrição de ataque” impostas pelo Estado-Maior Geral da Rússia, este relatório diz que, aproximadamente às 04:00 (GMT + 3) horário de Moscou em 14 de abril de 2018, os navios de guerra americanos Porter, Donald Cook e Higgins com os Bombardeiros B-1 dos EUA e os aviões de caça britânicos e Mirage franceses, dispararam uma barreira de 103 mísseis de cruzeiro contra a Síria – que foram instantaneamente repelidos pelos ataques sírios dos sistemas de defesa aérea S-125 , S-200, Buk , Kvadrat e Osa fornecidos à Síria pela Rússia. que rapidamente derrubou 71 desses mísseis ocidentais de cruzeiro – o que significa que 70% dos mísseis lançados contra a Síria foram destruídos antes de atingirem seus “alvos”.

Os tipos de armamentos utilizados pelos EUA e seus aliados para atacar ilegalmente a Síria, incluíam mísseis Tomahawk, GBU-38 Guided Bombs e Scalp EG “Storm Shadow” Missiles – e cujos 32 mísseis que sobreviveram às defesas aéreas sírias os viram parcialmente destruindo um prédio programado para demolição pelo governo sírio – causando um dano mínimo à base aérea de Mezzeh, do governo sírio – mas com a base aérea Dumayr não sendo prejudicada, pois foi capaz de destruir todos os 12 mísseis disparados contra ela.

Este ataque, quando combinados com os 59 mísseis de cruzeiro americanos disparados ilegalmente contra a Síria no ano passado, em que 34 deles foram imediatamente abatidos pelas defesas aéreas sírias, e com o custo médio desses mísseis ocidentais em torno de US $ 1,5 milhão, observa o relatório, com os dois ataques desses mísseis na Síria, e com 71 deles destruídos, calcula o custo total destes dois ataques em mais de US$ 243 milhões – dos quais US$ 157 milhões foram gastos para vê-los explodindo inutilmente no céu – que o Ocidente, no entanto, está comemorando absurdamente e cuja única comparação de vida real do Estado-Maior Geral da Rússia só pode comparar é a “emoção barata” que um adolescente tem depois de se masturbar com fotos de mulheres nuas em revistas pornográficas. 

Descoberto Plano, em janeiro de 2013, com o apoio dos EUA para lançar um FALSO ATAQUE com armas químicas sobre a Síria e jogar a CULPA no regime de Assad

Para o mundo adulto em que a Rússia vive, no entanto, este relatório continua, esse ataque de “masturbação militar” das forças ocidentais liderado pelos americanos contra a Síria é um flagrante ato de agressão contra um Estado soberano cujo objetivo era impedir que especialistas internacionais investigassem a “falsa notícia” de um (falso) ataque químico, que afirma que a Síria usou armas químicas, com os norte americanos, em essência, se tornando a “força aérea dos terroristas (nota de Thoth: mercenários treinados, financiados e equipados pelo Mossad israelense, a CIA e o MI6 da Inglaterra) do ISIS na Síria ”para fazê-lo – mas isso está em forte oposição às provas irrefutáveis ​​apresentadas pela Rússia provando que os britânicos encenaram essa “notícia” de ataque químico que teria sido efetuado pelas forças sírias. “O primeiro- ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergei Lavrov, citou hoje dados espantosos do laboratório suíço de que a toxina BZ que foi utilizada no envenenamento dos Skripals , acrescentando que este produto químico estava na posse dos EUA e do Reino Unido, mas que nunca foi produzido na Rússia.

Este relatório conclui observando que um acordo de consenso entre todos os membros do Conselho de Segurança foi alcançado para permitir, por uma única vez, este ataque ocidental basicamente inútil à Síria em troca de uma retirada total dos EUA de todo o território sírio até outubro de 2018, onde agora tem gente dançando nas ruas da da Síria e do Irã em comemoração – e como a alternativa ao presidente Trump seria seus adversários internos warmongers do “Deep State” buscando criar uma guerra total contra a Rússia e se possível contra a China, é o menor preço a ser pago por uma paz final. a ser atingida brevemente – mas cujo preço maior está sendo pago por Trump.

Povos na Síria, Irã e Rússia inundam as ruas para celebrar a humilhação americana do ataque estilo “masturbação militar” sem vítimas e danos

Os seus ainda leais apoiadores dentro dos Estados Unidos entraram em profundo estado de indignação e muita raiva por ele permitir que os “belicistas senhores da guerrado Deep State continuem a controlar os EUA” – incluindo um dos mais leais defensores de Trump, o blogger Alex Jones. do Infowars News Service, que, apenas algumas horas atrás, desmoronou em lágrimas ao fazer seu noticiário de televisão nacional e declarou: “Ele (Trump) está cagando em cima de nós … Trump agora é uma fraude … e eu estou farto”.

Postagem de 14 de abril de 2018 © EU e EUA todos os direitos reservados. A permissão para usar este relatório em sua totalidade é concedida sob a condição de que ele seja vinculado de volta à sua fonte original em WhatDoesItMean.Com. Conteúdo do Freebase licenciado sob CC-BY e GFDL.


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar.
Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Muito mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

6 Responses to O circo armado na Guerra da Síria: nem tudo é o que parece ser …

  1. Antonieta

    Esses “meninos” e seus joguinhos de guerra!!!😞😦

  2. shirin mokhtar

    uma encenação muito mau feita …todos voltando pra suas casas agora ..um acordo foi feito.

  3. Carlos

    O Deep State está abusando de Trump e do QAnon. Acho que agora humilharam de mais o Trump. Creio que não deveriam ido tão longe e como abril é o mês que Trump designou como as priões em massa do Deep State, oxalá que isso aconteça.
    Faça desaparecer esses canalhas que estão gozando com os EUA e seu governo.

  4. alex

    o grande circo,bases secretas que qualquer um encontra numa pesquisa de internet,um dos alvos,uma base abandonada,fabrica de armas quimicas destruida e nao existem mortos ?como todos sabemos ,esse tipo de instalaçoes ,sao fortemente guardadas,mesmo quando estao inativas,como destroem tudo sem vitimas ?portaram-se mal e os policias do mundo disseram, vamos ter de vos aplicar um castigo fingido,para calar a populaça mundial,escolham alvos que nao façam falta e nos aproveitamos para testar novas armas,e assim ficamos todos bem 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.