browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

O Maior Perigo Existencial para a Tirania de Políticos, Grandes Corporações e Mídia é que Elon Musk está Certo

Posted by on 19/04/2022

A diretoria do Twitter se reuniu esta semana para assinar o que parece ser um pacto suicida. Ela votou por unanimidade para engolir uma “pílula de veneno” para afundar o valor das ações da gigante da mídia social, em vez de permitir que o bilionário Elon Musk compre a empresa. A medida é uma maneira de evitar aquisições hostis, mas o que é diferente neste caso é a fonte adicional da hostilidade contra Musk: o conselho do Twitter e muitos “liberais wokistas” estão apopléticos com o pedido de Musk por liberdade de expressão no site, ou seja, com o fim da censura na plataforma. 

O Maior Perigo Existencial para a Tirania de Políticos, das Grandes Corporações e Mídia pre$$titute$ [todos “liberais acordados”] é que Elon Musk está certo ao defender a LIBERDADE de EXPRESSÃO na plataforma

Fonte: The Hill

A medida é uma maneira de evitar aquisições hostis, mas o que é diferente neste caso é a fonte adicional da hostilidade: o Twitter e muitos liberais estão apopléticos com o pedido de Musk por proteções de liberdade de expressão no site. 

Os conselhos das empresas de capital aberto têm o dever fiduciário de fazer o que for melhor para os acionistas, o que geralmente é medido em valores de ações. O Twitter tem feito o oposto há muito tempo. Ele praticamente descartou muitos conservadores – e uma grande parte de seu mercado potencial – com anos de censura arbitrária de opiniões divergentes sobre tudo, desde identidade de gênero ao aquecimento global, fraude eleitoral e pandemia. Mais recentemente, o Twitter  suspendeu um grupo, Libs of Tik Tok , por “conduta odiosa”. A conduta? Repostando o que os liberais disseram sobre si mesmos.

A empresa aparentemente cancelou a liberdade de expressão também. O CEO do Twitter, Parag Agrawal , foi questionado sobre como o Twitter equilibraria seus esforços para combater a desinformação com o desejo de “proteger a liberdade de expressão como um valor fundamental” e respeitar a Primeira Emenda. Ele respondeu com desdém que a empresa “não deve ser vinculada à Primeira Emenda” e regulará o conteúdo como “refletivo de coisas que acreditamos levar a uma conversa pública mais saudável”. 

Agrawal disse que a empresa “se concentraria menos em pensar na liberdade de expressão” porque “a fala é fácil na internet. A maioria das pessoas pode falar. Onde nosso papel é particularmente enfatizado é quem pode [E DEVE] ser ouvido”.

Não é de surpreender que vender censura não seja um grande sucesso para a maioria dos consumidores, principalmente de uma empresa de comunicação ou mídia social. As ações da administração do Twitter levaram a uma montanha-russa nos valores das ações. Enquanto o Twitter já atingiu uma alta de cerca de US$ 73 por ação, atualmente está em torno de US$ 45 . (Musk estava oferecendo US$ 54,20 por ação , representando um prêmio de 54% sobre o preço da ação no dia anterior ao investimento na empresa.)

Notavelmente, Musk não acionará a pílula venenosa se permanecer abaixo de 15% de propriedade da empresa. Ele poderia aumentar sua participação atual para 14,9% e depois negociar com outros acionistas para ter maior controle.

Outro problema é que o Twitter  há muito procurava um comprador privado  sob o ex-CEO Jack Dorsey. Se Musk aumentar sua oferta para mais de US$ 60, o conselho pode ser responsabilizado por colocar seus interesses à frente dos acionistas da empresa.

Deixando de lado o número mágico de ações, Musk está certo ao dizer que o potencial da empresa foi limitado por sua [idiota] gestão “acordada”. Para as empresas de mídia social, a liberdade de expressão não é apenas etica, moral, mas economicamente benéfica – porque o modelo de censura só funciona se você tiver um monopólio efetivo no qual os clientes não têm outra escolha. Foi assim que Henry Ford pôde dizer aos seus clientes, quando controlava a fabricação de carros, que eles poderiam ter qualquer cor do Modelo T “desde que fosse preto”.

É claro que a cor do Modelo T não era uma parte crítica do produto. Por outro lado, o Twitter é uma empresa de comunicação que vende censura – e se opor à liberdade de expressão como empresa de mídia social é um pouco como a oposição de carros da Ford.

O público pode estar indo além da filosofia do Modelo T do Twitter, no entanto, com muitas pessoas de viés conservador [os defensores de “valores arcaicos” como família, de que a natureza criou e opera através de APENAS dois gêneros, contra a pedofilia, etc] procurando acesso a um fórum aberto e gratuito para discussões SEM CENSURA.

A censura – ou “modificação de conteúdo”, como usada em companhia educada – não maximiza o valor do Twitter, mas aumenta o status de executivos como Agrawal. Não importa que os consumidores de seu produto queiram menos censura; a empresa tornou-se cativa das agendas de [ quem controla os] seus executivos.

“O salário do conselho será de US$ 0 se minha oferta for bem-sucedida, então são US$ 3 milhões/ano economizados ali mesmo”, disse Musk em um recente post no Twitter.

O Twitter não está sozinho na busca desses valores autodestrutivos. Muitos na grande mídia pre$$titute$ e muitos na esquerda tornaram-se alguns dos maiores defensores da censura corporativa. Max Boot, do Washington Post, por exemplo,  declarou :

  • “Para que a democracia sobreviva, precisamos de mais moderação de conteúdo, não menos”. 
  • Katy Tur, da MSNBC,  alertou  que a reintrodução de valores de liberdade de expressão no Twitter poderia produzir “consequências enormes, que alteram a vida e o mundo, por apenas deixar as pessoas correrem soltas na coisa”. 

O colunista e ex-secretário do Trabalho de Clinton, Robert Reich, foi totalmente orwelliano  ao explicar por que a liberdade é tirania. Reich rejeitou os pedidos de liberdade de expressão e alertou que a censura é “necessária para proteger a democracia americana”. Ele então soltou uma frase que faria o Big Brother corar: “Esse é o sonho de Musk. E de Trump. E de Putin. E o sonho de todo ditador, homem forte, demagogo e barão ladrão moderno na Terra. Para o resto de nós, seria um admirável pesadelo novo.”

O problema surge quando você vende o medo por muito tempo e por um preço muito alto.  Recentemente, a deputada Madeleine Dean (D-Pa.)  concordou com o analista da MSNBC John Heilemann  que os democratas têm que “assustar os eleitores e fazê-los sair”.

Essa linha não está vendendo melhor para a mídia pre$$titute$ do que para a mídia social, no entanto. A confiança na mídia está em baixa recorde, com  apenas 7% da população expressando grande confiança no que está sendo relatado. Os Estados Unidos já ocupam o último lugar em confiança na mídia entre 46 nações . 

Assim como o público não quer que as empresas de mídia social controlem suas opiniões, ele não quer que a mídia molde suas notícias de acordo com a “agenda que vem de cima”. Em  uma pesquisa recente , “76,3% dos entrevistados de todas as afiliações políticas disseram que ‘o foco principal da cobertura de eventos atuais da grande mídia é promover as suas próprias opiniões ou agendas políticas’”. Manter o acesso à telessaúde é fundamental para promover a equidade em saúde. Enquanto os desastres se aproximam, o Congresso é pego em jogos de poder

Assim, um surto de liberdade de expressão pode ter consequências terríveis para [a agenda de] muitos no triunvirato político-corporativo-mídia. Para eles, o maior perigo é que Musk esteja certo e o Twitter se torne uma empresa mais popular e mais lucrativa vendendo um produto de liberdade de expressão. 

As manobras da pílula venenosa são frequentemente usadas para forçar um comprador em potencial a negociar com o conselho. No entanto, os diretores do Twitter (que incluem Agrawal e Dorsey) anteriormente limitaram seu produto para promover suas próprias preferências políticas. 

Desta vez, a lei federal pode forçá-los a cumprir seus deveres fiduciários para com seus acionistas, mesmo ao custo de ter que apoiar a liberdade de expressão. O problema para o conselho ocorrerá quando o “pesadelo” da liberdade de expressão chegar a US$ 60 por ação.


{Excerto do post: Um ‘Chá da Tarde’ com uma Mulher Extraterrestre (Nórdica) de Alpha Centauri

“… Ela disse que a Starlink se tornaria muito grande e assumiria praticamente todos os sistemas de comunicação em um futuro próximo, e que Elon Musk investiu mais fundos no desenvolvimento de tecnologias de retransmissão de órbita inferior. Ela continuou falando sobre ele, dizendo que ele se tornaria muito importante em breve, para o bem maior da humanidade, no futuro próximo e distante. Ela disse assim: “ele e eu somos do mesmo lugar”. Tentarei reconstruir a nossa conversa daquele “chá da tarde”:

Eu: Eu sei que Elon Musk tem negócios fora do mundo e contatos regulares com extraterrestres. Isso é verdade?

Ela: Sim, você sabe muito que eu sei. 

Eu: Ele participou de algumas reuniões em Júpiter em julho?

Ela: Sim. Ele vai muito no espaço. Ele está muito envolvido no espaço. Elon Musk destina-se a realizar grandes coisas para a Humanidade. Foi planejado. Elon Musk é o futuro e posso repetir para você: não perca tempo, vá com Starlink AGORA. 

O que guardei dessa conversa foi que extraterrestres de Alpha Centauri, membros da “Federação Galáctica de Mundos”, estão caminhando e vivendo abertamente entre nós, desenvolvendo tecnologias avançadas de conectividade, trabalhando de alguma forma com o projeto Starlink de Elon Musk e sendo perseguidos e assassinados pelo Deep State. Este último ponto é a razão pela qual decidi compartilhar essa experiência apenas agora. Espero que traga algum entendimento sobre o que está acontecendo com Elon Musk e a agenda do Deep State para assassinar seu personagem. FIM DE CITAÇÃO }


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.