browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

‘Plano Nacional de Ação’ para Testes Covid-19 dos EUA é controle militarizado da população

Posted by on 27/05/2020

A Fundação Rockefeller apresentou o “Plano Nacional de Ação para Testes Covid-19” , indicando os “passos pragmáticos para reabrir nossos locais de trabalho e nossas comunidades”. No entanto, não se trata apenas de medidas de saúde, como aparece no título. O Plano – com o qual algumas das universidades de maior prestígio contribuíram (Harvard, Yale, Johns Hopkins e outros) – prefigura um verdadeiro modelo de controle social hierárquico e militarizado.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

“Plano Nacional de Ação para Testes Covid-19”: controle militarizado da população dos EUA.

Fonte:  https://www.globalresearch.ca/usa-plan-militarized-control-population/5713839

No topo, o “ Pandemic Testing Board (PTB ), semelhante ao Conselho de Produção de Guerra que os Estados Unidos criaram na Segunda Guerra Mundial ”. O Conselho de Teste de Pandemia “consistiria em líderes de empresas, governo e academia” (os representantes do governo não estariam na primeira linha, mas os representantes financeiros e econômicos sendo listados em ordem de importância).

Este Conselho Supremo teria o poder de decidir produções e serviços com uma autoridade semelhante à conferida ao Presidente dos Estados Unidos em tempo de guerra pela Lei de Produção de Defesa.

O plano exige que 3 milhões de cidadãos dos EUA sejam testados no Covid-19 semanalmente, e o número deve ser aumentado para 30 milhões por semana dentro de seis meses. O objetivo é atingir a capacidade de testar o Covid-19 30 milhões de pessoas por dia, o que deve ocorrer dentro de um ano.

Para cada teste, “é esperado um reembolso justo de mercado (por exemplo, US $ 100 ) para todos os ensaios Covid-19″. Assim, serão necessários bilhões de dólares por mês em dinheiro público.

A Fundação Rockefeller e seus parceiros financeiros ajudarão a criar uma rede para o fornecimento de garantias de crédito e a assinatura de contratos com fornecedores, ou seja, grandes empresas que fabricam medicamentos e equipamentos médicos.

De acordo com o Plano, o “Conselho de Controle Pandêmico” também está autorizado a criar um “Corpo de Resposta Pandêmica”: uma força especial (não surpreendentemente chamada de “Corpo” como o Corpo de Fuzileiros Navais) com uma equipe de 100 a 300 mil componentes.

Eles seriam recrutados entre os voluntários do Peace Corps e Americorps (oficialmente criados pelo governo dos EUA para “ajudar os países em desenvolvimento”) e entre os militares da Guarda Nacional. Os membros do “Corpo de Resposta a Pandemia” receberiam um salário bruto médio de US $ 40.000 por ano, e espera-se um gasto estatal de US $ 4-12 bilhões por ano.

O “órgão de resposta à pandemia” teria, acima de tudo, a tarefa de controlar a população com técnicas do tipo militar, por meio de sistemas de rastreamento e identificação digital, em locais de trabalho e estudo, em áreas residenciais, em locais públicos e em viagens. Sistemas desse tipo – lembra a Rockefeller Foundation – são fabricados pela Apple, Google e Facebook.

De acordo com o Plano, as informações sobre indivíduos relacionadas ao seu estado de saúde e suas atividades permaneceriam confidenciais “sempre que possível”. No entanto, todos eles seriam centralizados em uma plataforma digital co-gerenciada pelo Estado Federal e empresas privadas. De acordo com os dados fornecidos pelo “Conselho de Controle da Pandemia”, seria decidido de tempos em tempos qual área deveria estar sujeita a bloqueio e por quanto tempo.

Este é, em resumo, o plano que a Fundação Rockefeller deseja implementar nos Estados Unidos e além. Se fosse implementado parcialmente, haveria maior concentração do poder econômico e político nas mãos de um setor de elite ainda mais restrito, em detrimento de uma maioria crescente que seria privada dos direitos democráticos fundamentais.

A operação é realizada em nome de “controle Covid-19”, cuja taxa de mortalidade até agora foi inferior a 0,03% da população dos EUA, de acordo com dados oficiais. No Plano da Fundação Rockefeller, o vírus é usado como uma arma real, mais perigosa que o próprio Covid-19.


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE MENTAL):  “A Matrix é um  sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando salvar. “Mas até que nós consigamos salvá-los, essas pessoas ainda serão parte desse  sistema de controle e isso os transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Leitura Adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

 

One Response to ‘Plano Nacional de Ação’ para Testes Covid-19 dos EUA é controle militarizado da população

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.