browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Praga de gafanhotos de “Proporções Bíblicas” devasta plantações no Paquistão e Índia

Posted by on 10/06/2020

Bilhões de vorazes gafanhotos do deserto estão devorando rapidamente colheitas de grãos em uma vasta parte do globo que se estende desde o leste da África até a Índia. Esta praga sem precedentes deveria estar desaparecendo agora, mas em vez disso surgiu uma quarta geração de gafanhotos que está produzindo enxames “até 8.000 vezes maiores” do que testemunhamos no início deste ano. Alguns desses enxames são do tamanho de grandes cidades, eles podem viajar até 150 quilômetros por dia e, quando descem sobre uma fazenda, podem literalmente comer tudo em apenas 30 segundos. 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Praga de gafanhotos de “Proporções Bíblicas” devasta plantações desde o leste da África, chegando ao Paquistão e à Índia

Fonte: Theeconomiccolapseblog

Como esses enxames não estão afetando os Estados Unidos, a maioria dos americanos não sabe e nem entende a imensa devastação que está acontecendo do outro lado do globo neste momento em que o pais enfrenta o caos dos protestos em suas grandes cidades. A ONU está avisando que a fome em massa está chegando, e nos disseram que ele começará no final deste ano de 2020.

Cada gafanhoto do deserto é muito pequeno, mas coletivamente eles podem consumir grandes quantidades de alimento. Segundo a a FAO, organismo da ONU, um enxame de gafanhotos que contém entre 40 e 80 milhões de indivíduos pode devorar “a mesma quantidade de alimentos em um dia equivalente a três milhões de pessoas“.

 

E é importante lembrar que enxames colossais de gafanhotos vêm destruindo inúmeras fazendas no leste da África dia após dia há muitos meses. O que já testemunhamos é suficiente para constituir uma grande emergência global, e agora o Comitê Internacional de Resgate está nos dizendo que esta última geração de gafanhotos é o pior deles de longe, nas últimas décadas…

“Uma quarta geração de gafanhotos do deserto até 8.000 vezes maiores do que os enxames anteriores poderá destruir as colheitas no início da estação da fome e deixar milhões enfrentando insegurança alimentar e fome generalizada”, explicou a organização em um comunicado.

Quando esses enxames de gafanhotos se aproximam de uma área, eles podem ser tão espessos que literalmente bloqueiam o sol. As autoridades os pulverizaram com pesticidas com aviões, mas quando você está falando de incontáveis ​​milhões de gafanhotos em um único enxame, matar milhares deles não é exatamente a solução do problema.

Atualização da situação dos gafanhotos do deserto – FAO – 4 de junho de 2020

Em artigos anteriores sobre esses gafanhotos, concentrei-me na destruição generalizada que temos testemunhado na África e, sem dúvida, veremos uma fome generalizada em grande parte da porção oriental desse continente. Essa nova geração de insetos vorazes está atingindo a África novamente, mas o que surpreendeu muitos especialistas é o quão difícil também os gafanhotos, em seu deslocamento para o leste, atravessou o Irã e já esta está atingindo o Paquistão e a Índia no coração da Ásia.

Situação da infestação em Maio de 2020 segundo a FAO-ONU

Uma  fonte britânica de notícias  está usando o termo “proporções bíblicas” para descrever a infestação que o Paquistão já está enfrentando, e o governo paquistanês foi recentemente forçado a declarar uma emergência nacional por causa dos gafanhotos…

Dezenas de milhões de pessoas não estão preparadas para enfrentar a escassez de alimentos no continente depois que uma praga de gafanhotos iniciou um caminho de destruição no Paquistão e na Índia. No Paquistão, uma emergência nacional foi declarada depois que um surto de gafanhotos, em escala bíblica , causou estragos em terras agrícolas no leste de Punjab, sul de Sindh e sudoeste do Baluchistão.

Na Índia, um especialista está dizendo que esses gafanhotos são diferentes de tudo  que sua nação já viu antes 

Bhagirath Choudhary, diretor do Centro de Biotecnologia do Sul da Ásia, com sede em Nova Délhi, um grupo de especialistas em agricultura disse: “Nunca vimos o que temos enfrentado nos últimos seis meses na Índia – nunca antes na nossa história”.

Infelizmente, a maioria dos americanos nem sabe que isso está acontecendo. Aqui nos Estados Unidos, a grande mídia tem se concentrado tanto no COVID-19 e em toda a agitação civil e o caos que eclodiu, mas essa gigantesca praga de gafanhotos também deveria estar nas manchetes da primeira página.

Samburu men attempt to fend-off a swarm of desert locusts flying over a grazing land in Lemasulani village, Samburu County, Kenya January 17, 2020. REUTERS/Njeri Mwangi TPX IMAGES OF THE DAY

Neste ponto, as coisas pioraram tanto que o diretor executivo do Programa Mundial de Alimentos da ONU avisa que estamos enfrentando  “a pior crise humanitária desde a Segunda Guerra Mundial” , e ele declarou publicamente que centenas de milhares de pessoas  em breve estarão morrendo de fome todos os dias …

“Se não pudermos alcançar essas pessoas com a assistência [alimentar] que elas precisam, nossa análise mostra que cerca de 300.000 pessoas podem morrer de fome todos os dias durante um período de três meses [ou seja, cerca de 27 milhões de pessoas podem morrer de fome]”, afirmou. “Isso não inclui o aumento da fome devido a pandemia pelo COVID-19”.

Felizmente, não estamos enfrentando fome iminente aqui nos Estados Unidos. Mas isso não significa que está tudo bem. De fato,  uma nova pesquisa  descobriu que um número crescente de norte americanos está pulando refeições ou reduzindo o tamanho de suas refeições agora que as condições econômicas se deterioraram bastante por causa dos efeitos do lockdown imposto sobre a população …

“Um em cada quatro americanos (25%) declarou que ele ou um membro de sua família pulou refeições ou confiou em programas de caridade ou de alimentos do governo desde fevereiro, incluindo 14% que dizem ter reduzido o tamanho das refeições ou pulado alguma porque não havia “dinheiro suficiente para comprar alimentos”, 13% que visitaram um banco de alimentos para receber refeições e 13% que solicitaram ou receberam benefícios do SNAP”, afirmou a pesquisa.

Muitos americanos consideram o relatório de empregos da sexta-feira passada um sinal de que as coisas vão mudar em breve, mas acontece que o relatório não foi tão otimista quanto muitos pensavam. No relatório, o BLS realmente admite que um grande “erro de classificação incorreta” distorceu gravemente os números e que a taxa real de desemprego já é de  cerca de 16,3% da força de trabalho…

“Quando o relatório oficial de desemprego do governo dos EUA para maio foi divulgado na sexta-feira, incluía uma nota na parte inferior dizendo que havia um grande “erro” indicando que a taxa de desemprego provavelmente deveria ser maior que a amplamente divulgada taxa de 13,3%. A nota especial dizia que se esse “erro de classificação incorreta” não tivesse ocorrido, a “taxa geral de desemprego teria sido cerca de 3 pontos percentuais acima do relatado”, o que significa que a taxa de desemprego seria de cerca de 16,3% em maio”.

E, de acordo com John Williams, do shadowstats.com, se números honestos estivessem sendo usados ​​e se os números fossem corrigidos por erros de BLS, a taxa real de desemprego nos EUA estaria atualmente em 36,5% .

Então não, as coisas não são nada boas. Mas pelo menos gafanhotos não estão comendo todas as nossas colheitas e nossa população ainda não está à beira da fome. Devemos ser gratos pelas bênçãos que ainda temos, e devemos usar o tempo que temos para nos preparar para o que mais está por vir, porque a verdade é que essa “tempestade perfeita” está apenas começando.

PARA INFORMAÇÕES EM TEMPO REAL, ACESSE O SITE DA FAO The Food and Agriculture Organization of the United Nations.


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores.  Mateus 24:6-8

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis“.  –  Apocalipse 13:11-18


Leitura adicional:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.