browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Precisamos de uma Força Espacial Militar para nos proteger de “Piratas” Espaciais?

Posted by on 21/05/2019

Em 14 de maio, o senador Ted Cruz (R-TX) fez um discurso ao Congresso dos EUA, avançando em apoio da criação da Força Espacial do pais como uma nova ramificação das forças armadas dos EUA. Cruz deu uma perspectiva intrigante sobre o que o novo ramo de força militar proposto protegeria o país dos… “piratas espaciais’!  

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Os EUA precisam de uma Força Espacial Militar para protege-los de ataque de “Piratas” Espaciais?

Fonte:  https://www.exopolitics.org/

Escrito pelo Dr. Michael Salla Ph.D.

Cruz disse exatamente as seguintes palavras em seu discurso em apoio a criação de uma Força Espacial em uma audiência do Subcomitê de Aviação e Espaço do Senado, que ele preside:

“Desde que os antigos gregos chegaram ao mar pela primeira vez, as nações reconheceram a necessidade das forças navais e a manutenção de uma capacidade superior para proteger as viagens e o comércio por via aquática contra os “maus atores”. Piratas ameaçam os mares abertos, e “o mesmo é possível no espaço”. Da mesma forma, acredito que nós também devemos reconhecer a necessidade de termos uma força espacial para defender a nação e proteger o comércio espacial e a exploração espacial civil”. 

A referência implícita de Cruz a “piratas espaciais” rapidamente atraiu muita atenção da internet, particularmente no tópico “momentos” do Twitter , onde tweets de várias pessoas zombando dele apareceram. Cruz atirou de volta em Jack Dorsey, criador do Twitter, por não dar cobertura igual às suas respostas:

A criação de um novo ramo das forças militares dos EUA como uma Força Espacial (Space Force) proposta pelo presidente Donald Trump está atualmente sendo debatida no Congresso dos EUA, que está considerando a legislação oficialmente criando-a como um novo ramo militar sob o comando da Força Aérea dos EUA (USAF).

O Pentágono saiu em apoio à criação da Força Espacial, apesar da oposição inicial da secretária da Força Aérea, Heather Wilson, e do seu chefe de gabinete, David Goldfein. Patrick Shanahan (ex CEO da Boeing, uma das gigantes do Complexo Industrial Militar), o secretário interino da Defesa, tem sido a força motriz por trás do Pentágono para apoiar a proposta de Trump.

Um processo em duas etapas foi delineado pelo Pentágono em 9 de agosto de 2018, para a realização do objetivo de Trump. Um dos quatro componentes da primeira etapa foi a elevação do atual Comando Espacial da Força Aérea em um dos comandos combatentes unificados do Pentágono. Atualmente, existem dez comandos combatentes que estão no ápice do comando e “controle de diferentes regiões geográficas” e funções específicas desempenhadas por todos os ramos das forças armadas dos EUA.

Em 27 de março de 2019, John William “Jay” Raymond, um general de quatro estrelas que é o atual chefe do Comando Espacial da Força Aérea (assumiu em 2016), foi proposto pelo Presidente Trump para liderar o novo Comando Espacial.

Em 19 de fevereiro de 2019, a Diretiva de Políticas Espaciais 4 , Trump propôs que fosse criada uma legislação para o estabelecimento formal de uma Força Espacial como um ramo militar separado inicialmente colocado sob o Departamento da Força Aérea. O desejo de Trump por um Departamento da Força Espacial separado, seria revisitado em um estágio posterior.

A legislação para a criação da Força Espacial foi submetida ao Congresso em fevereiro pelo secretário Shanahan e atualmente está sendo debatida em vários comitês do Congresso, incluindo o do senador Ted Cruz. A legislação da Força Espacial é um teste importante para se perceber se o novo ramo militar tem ou não apoio suficiente do Congresso para que sua criação seja aprovada em lei.

Espaçonave {semelhante ao projeto nazista Haunebu III} dos EUA flagrada aterrissando em base no N. México. Símbolo da USAF esta presente no casco. Parece que estão criando a Força Espacial para justificar “algo” que já existe:

Embora a natureza de disputa partidária acirrada do atual Congresso torne qualquer passagem de políticas proposta por Trump desafiadora, ainda há um forte apoio bipartidário para as políticas apoiadas pelo Pentágono. Uma carta de apoio de 43 ex-funcionários do Pentágono está provando ser muito influente na superação de dúvidas expressas por membros do Congresso. A carta afirma que a Força Espacial irá:

“… Desenvolver a cultura e o ethos militar do espaço; recrutar, treinar, educar, promover e reter cientistas, engenheiros e guerreiros com habilidades e talentos espaciais de classe mundial; advogar por requisitos e recursos espaciais; desenvolver doutrina espacial e arte operacional; desenvolver campo e fornecer recursos avançados de espaço; e administrar recursos para sustentar a vantagem estratégica e a preeminência da América em atividades espaciais de segurança nacional”.

Consequentemente, porque Shanahan e outros funcionários do Pentágono estão comprometidos com a criação da Força Espacial, é muito provável que o Congresso aprovará a legislação proposta e autorize sua criação. Isso finalmente nos leva à referência indireta de Cruz a “piratas espaciais”. Isso era apenas uma hipérbole para o porquê da Força Espacial ser necessária?

Em seu tweet a Dorsey, Cruz tentou refazer seu comentário referindo-se à capacidade de grandes nações como a China de destruir satélites como seu ponto real. No entanto, de acordo com várias fontes internas, a idéia de os EUA terem que se defender contra piratas espaciais não é tão ridícula quanto parece. Há um número {considerável} de atores não-estatais operando secretamente no espaço que ameaçam os interesses nacionais dos EUA e o planeta em geral.

Uma dessas fontes são programas de acesso especial desonestos, que operam fora do controle legal do governo. O ex-astronauta da Apollo, Dr. Edgar Mitchell, confirmou que o chefe de inteligência do Comando Conjunto, o vice-almirante Tom Wilson, teve o acesso negado em 1997 a um Programa de Acesso Especial Não Conhecido (USAP) envolvendo UFOS/OVNIs.

Este incidente e muitos outros apontam para programas USAPs desonestos conduzindo vários projetos aeroespaciais avançados {secretos} que podem afetar as operações espaciais dos EUA e as instalações da Terra. Esses USAPs são controlados por entidades sombrias como o Deep State, que tem suas próprias agendas globalistas distintas que entram em conflito com as políticas nacionalistas de todos os países.

Um exemplo de operações desonestas existentes é dado em meu novo livro, o  US Air Force Secret Space Program: Shifting Extraterrestrial Alliances and Space Force um capítulo discute como o Deep State usou seus satélites equipados MASER para conduzir o Furacão Irma contra a Base Aérea MacDill em retaliação contra as Operações Especiais da Força Aérea exibindo abertamente algumas de suas embarcações antigravitacionais para membros do público em geral em apoio à divulgação. A conclusão é que os USAPs desonestos são uma forma moderna de “piratas espaciais”.

Também temos a ideia de que os Nazistas desenvolveram seu próprio {e primeiro no planeta} Programa Espacial Secreto, proposta por insiders e informantes especialistas como William Tompkins, que trabalhou para a Marinha dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial, e disse que fazia parte de um programa de espionagem da Marinha que monitorava o programa de desenvolvimento de espaçonaves tipo discos voadores dos nazistas, {com ajuda de raças extraterrestres}. Tompkins afirmou que os alemães estabeleceram com sucesso uma colônia dissidente de nazistas em bases subterrâneas na Antártida, colônia que se tornou uma potência espacial nas décadas seguintes.

De acordo com Tompkins e outros especialistas, os alemães já estabeleceram colônias em Marte, Ceres {na Lua} e em outros lugares no Espaço Profundo, e desenvolveram algumas das mais avançadas tecnologias aeroespaciais deconhecidas pela humanidade . Dado o seu status de não-estado, as colônias separatistas alemãs Antártida / Marte também podem ser consideradas uma forma moderna de “piratas” espaciais.

Finalmente, temos a ideia de uma rede corporativa transnacional {composta pelos grandes conglomerados aeroespaciais e industrias de armamento cmo a Boein, Lockheed Matin… chamado de Complexo Industrial Militar} que desenvolveu secretamente uma frota espacial própria que opera fora de qualquer autoridade institucional nacional ou global aqui da Terra. De acordo com especialistas e insiders como Corey Goode, o Conglomerado Corporativo Interplanetário tem a mais avançada nave espacial existente como resultado de sua cooperação de longa data com o grupo alemão nazista separatista na Antártida.

Cópia de projeto de espaçonave nazista Haunebu III, desenvolvida com tecnologia extraterrestre

Dado seu status oficial de não-estado, entidades corporativas transnacionais, como o Conglomerado Corporativo Interplanetário, também podem ser incluídas na categoria de piratas espaciais que o senador Ted Cruz estava alertando o público. Como chefe de um importante subcomitê do Congresso que trata de assuntos espaciais, Cruz pode ter adquirido algum conhecimento interno desses diferentes atores não-estatais que operam no espaço, fora de qualquer autoridade legal nacional ou global reconhecida.

O problema dos “piratas espaciais” é muito real e não apenas hipérbole. Seja por desígnio ou por acidente, o senador Ted Cruz acaba de apontar uma das principais razões pelas quais a Força Espacial está sendo criada e está sendo acelerada para a sua existência pela administração Trump.

© Michael E. Salla, Ph.D.


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE MENTAL):   “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando salvar. 

“Mas até que nós consigamos salvá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso os transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Saiba MUITO mais, informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.