browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Primeiro Cometa interestelar 2I / Borisov em máxima aproximação em 08 de dezembro

Posted by on 30/11/2019

O objeto interestelar foi descoberto em 30 de agosto de 2019 pelo  astrônomo amador Gennady Borisov, da Crimeia, com um  telescópio de 65 centímetros de abertura, construído por ele mesmo. Por apresentar uma  órbita hiperbólica, ele passará apenas uma única vez pelo Sistema Solar. O cometa está viajando em direção ao nosso  Sol e fará sua aproximação mais próxima no dia 8 de dezembro, quando estará duas vezes mais longe do Sol que a Terra. Também segue um caminho hiperbólico ao redor do Sol e viaja à velocidade de mais de 150.000 quilômetros por hora. Em meados de 2020, o cometa estará de volta ao espaço interestelar, para nunca mais voltar, onde flutuará por milhões de anos antes de talvez um dia se aproximar de outro sistema estelar.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Astrônomos revelam nova imagem impressionante do cometa interestelar que vem em nossa direção

Por Peter Dockrill – Fonte: https://www.sciencealert.com/

Nós o vimos pela primeira vez em agosto, quando foi descoberto: mais um objeto interestelar misterioso disparando através de nosso Sistema Solar em uma trajetória estranha e hiperbólica, implicando que, seja o que for, nunca esteve por aqui antes.

A impressão artística mostra o primeiro objeto interestelar descoberto, um asteroide, chamado de Oumuamua. Este objeto único foi descoberto em 19 de outubro de 2017 pelo telescópio Pan-STARRS 1 no Havaí. Observações subsequentes do Very Large Telescope do ESO no Chile e em outros observatórios ao redor do mundo mostram que ele estava viajando pelo espaço por milhões de anos antes de seu encontro casual com o nosso sistema estelar. O Oumuamua parece ser um objeto metálico ou rochoso vermelho-escuro, altamente alongado, com cerca de 400 metros de comprimento, e é diferente de qualquer coisa normalmente encontrada no Sistema Solar.

Análises e cálculos subsequentes confirmaram que esse visitante do espaço profundo, agora designado cometa interestelar 2I / Borisov , é apenas o segundo objeto interestelar já detectado em nosso Sistema Solar (e o primeiro cometa). E acabamos de receber um close totalmente novo desse longínquo visitante.

Uma equipe de astrônomos da Universidade de Yale capturou esta impressionante imagem de 2I / Borisov no domingo, usando o espectrômetro de imagens de baixa resolução do Observatório WM Keck no Havaí.

Última foto do Cometa Interestelar 2I / Borisov. o primeiro objeto do seu tipo.  Observatório WM Keck no Havaí (Pieter van Dokkum , Cheng-Han Hsieh , Shany Danieli e Gregory Laughlin)

Aquela mortalha branca fantasmagórica em torno do cometa gelado – que atualmente se aproxima da Terra – é chamada de coma : uma nuvem de gás e poeira que flutua no espaço à medida que o núcleo gelado do objeto se sublima no calor da radiação da energia das estrelas.

No caso do cometa interestelar 2I / Borisov, grande parte dessa matéria gasosa segue atrás do cometa em uma cauda épica que atualmente mede quase 160 mil quilômetros de comprimento – mais de uma dúzia de diâmetros consecutivos da Terra.

O Cometa McNaught (C/2006 P1), também chamado de o Grande Cometa de 2007, é um cometa não periódico descoberto em 7 de agosto de 2006 pelo astrônomo anglo-australiano Robert H. McNaught. Foi o mais brilhante cometa dos últimos 50 anos, e pôde ser observado a olho nu em ambos os hemisférios da Terra entre janeiro e fevereiro de 2007. Com uma magnitude aparente estimada em -6.0, foi o segundo cometa mais brilhante desde 1935. Atingiu o seu periélio em 12 de janeiro e sua cauda alcançou uma extensão de 35º em seu máximo. FONTE

“É humilhante perceber como a Terra é pequena ao lado deste visitante de outro sistema solar”, disse um dos membros da equipe de Yale, Pieter van Dokkum. O núcleo sólido do cometa tem apenas cerca de um quilômetro de largura. Quando começou a reagir ao efeito do aquecimento solar, o cometa assumiu uma aparência “fantasmagórica”, disseram os astrônomos pesquisadores.

2I / Borisov é projetado para alcançar sua aproximação mais próxima do Sol no início de dezembro e da Terra no final do mês – após o que continuará saindo de nossa vizinhança cósmica, levando o que resta de seu mistério gelado para o que for estrelas distantes acenam a seguir.


“E o segundo anjo tocou a trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar. E morreu a terça parte das criaturas que tinham vida no mar; e perdeu-se a terça parte dos navios. E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrela ardendo como uma tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas. E o nome da estrela era Absinto, e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque se tornaram amargas”.  –   Apocalipse 8:8-11


Mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida na formatação original e mencione as fontes.

phi-golden-ratiowww.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.