browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

“Proporções pandêmicas”: COVID-19 está saindo de controle em todo o mundo

Posted by on 03/03/2020

Este já é o surto de vírus mais assustador que vimos nas últimas décadas e parece que ele está apenas começando.  Há uma semana, havia cerca de 3.000 casos confirmados fora da China e agora existem mais de 10.000. Com 4.812 casos foram confirmados na Coréia do Sul, 2.036 casos foram confirmados na Itália e 1.501 casos foram confirmados no Irã neste momento.  Obviamente, enquanto você ler este artigo, esses números provavelmente serão significativamente maiores. É como se estivéssemos assistindo a um filme de desastre/terror de Hollywood realmente ruim diante de nossos olhos, e até agora todos os esforços para conter esse vírus falharam. 

Tradução, edição e imagens;  Thoth3126@protonmail.ch

“Proporções pandêmicas”: COVID-19 está começando a sair do controle em todo o mundo

Fonte:  http://themostimportantnews.com/ – Aljazeera – 

Na segunda-feira, o Dr. Anthony Fauci surpreendeu muitas pessoas quando disse à NBC News que o COVID-19 provavelmente já atingiu  “proporções pandêmicas” :

As notícias das mortes adicionais vieram depois que o Dr. Anthony Fauci, chefe do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, disse à NBC News na segunda-feira que a doença provavelmente atingiu ‘proporções pandêmicas’, já que 100 casos foram confirmados nos EUA.

Uma foto do Instituto Nacional de Saúde mostrando uma micrografia eletrônica de transmissão das partículas do vírus SARS-CoV-2 ou 2019-nCoV, o vírus que causa o COVID-19, isolado de um paciente [NIAID / Institutos Nacionais de Saúde via EPA]

‘Estamos lidando com uma situação em evolução. Estamos lidando claramente com uma doença infecciosa emergente que agora atingiu proporções de surto e prováveis ​​proporções de pandemia global”, disse Fauci. “Se você olhar para várias definições do que é uma pandemia … múltiplas transmissões sustentadas de um agente altamente infeccioso em várias regiões do globo.”

O Dr. Fauci definitivamente não é alarmista e, para ele, usar a palavra “pandemia” é uma grande bandeira vermelha.  Na semana passada, muitas pessoas estavam apontando que nem um único americano havia morrido por esse vírus, mas agora seis vítimas já morreram apenas  no estado de Washington :

Mais quatro pessoas morreram devido ao coronavírus no estado de Washington, elevando o número de mortos no estado e no país para seis, disseram autoridades de saúde na segunda-feira.

Jeffrey Duchin, um oficial de saúde de King County e Seattle, disse em uma entrevista coletiva na segunda-feira que cinco das mortes foram em King County e uma de Snohomish County, ao norte de Seattle, no estado de Washington.

Se você mora na área de Seattle, precisa entender que está no meio de uma zona de crise. Como discuti ontem , é provável que o vírus circule nessa região há semanas, e a cada dia o número de portadores em potencial infectados só aumentará. Neste ponto, as autoridades locais estão avisando especificamente a todos para “evitar locais lotados, se possível” :

“Para aumentar suas chances de manter-se saudável, evite ambientes lotados, se possível”, disse King County Public Health no Twitter. “Especialmente se você tiver mais de 60 anos ou tiver outras condições crônicas de saúde, como diabetes, doenças cardíacas, doenças pulmonares ou um sistema imunológico enfraquecido”.

Existe uma preocupação particular com a propagação do vírus em lares de idosos. Uma dessas instalações, o Life Care Center, em Kirkland, Washington, disse em comunicado que um de seus residentes e um de seus associados foram diagnosticados com COVID-19. O centro está proibindo visitantes por enquanto.

E isso não significa que você precisará alterar seu comportamento por alguns dias ou até algumas semanas. No mínimo, se você mora na área de Seattle, vai querer evitar ambientes lotados pelos próximos meses. É claro que é apenas uma questão de tempo até que outras grandes cidades enfrentem surtos semelhantes. Nos últimos dias, o número de estados com casos confirmados  aumentou um pouco …

  • Arizona – 1
  • Califórnia – 20
  • Flórida – 2
  • Illinois – 4
  • Massachusetts – 1
  • Nova Iorque – 1
  • Oregon – 3
  • Rhode Island – 2
  • Estado de Washington – 18 (inclui 6 fatalidades)
  • Wisconsin – 1

 

Infelizmente, esta lista provavelmente representa apenas a ponta muito pequena de um iceberg muito grande. Até recentemente, o CDC exigia que as únicas pessoas que deveriam ser testadas fossem aquelas que viajaram para a China ou aquelas que tiveram contato próximo com uma vítima conhecida. Usando esses critérios restritivos, o número de americanos sendo testados foi mantido extremamente baixo, e muitas pessoas infectadas escaparam pelas rachaduras deas falhas no sistema.

Agora, esse vírus escapou da contenção e as autoridades estão nos dizendo que a “disseminação da infecção pelas comunidades” é inevitável em todo o país. Enquanto isso, o COVID-19 continua a varrer grande parte do resto do planeta como um incêndio.

Chefe dos serviços médicos de emergência do Irã infectados com coronavírus

O chefe dos serviços médicos de emergência do Irã, Pirhossein Kolivand, foi infectado com coronavírus, informou a agência de notícias ILNA. A “saúde de Kolivand é boa e não há necessidade de preocupação”, afirmou o escritório em comunicado, segundo a ILNA.

No Irã, o fato de um dos principais conselheiros do aiatolá Ali Khamenei ter morrido devido ao vírus  chegou às manchetes em todo o mundo. No Irã já chegou ao número de 77 mortes registrado. Ali Reza Raisi, funcionário do Ministério da Saúde do Irã,  disse que 2.336 estão infectadas por coronavírus no pais. Raisi falou em uma entrevista coletiva na capital iraniana, Teerã.

Um assessor do líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, morreu de coronavírus, informou a mídia estatal hoje. Mohammad Mirmohammadi, 71 anos, morreu no hospital em Teerã quando a nação pária se recupera de um surto que piorou e deixou várias autoridades importantes no hospital.

Cartum no diário Al-Arab : O coronavírus é diminuído pelo vírus do regime iraniano (Fonte: Al-Arab , Londres, 25 de fevereiro de 2020)

Mas, apesar do número crescente de casos confirmados no Irã estar aumentando exponencialmente e apesar de dezenas de iranianos já terem morrido, muitos iranianos continuam a se engajar na prática de “beijar santuários xiitas em todo o país” :

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram iranianos beijando e lambendo santuários xiitas em todo o país, enquanto muitos pedem para fechar os santuários em meio ao grave surto de coronavírus na República Islâmica. O epicentro do surto no Irã, Qom, é uma cidade sagrada religiosa xiita que abriga vários santuários. Os santuários permanecem abertos, apesar de alguns relatos “não oficiais” colocarem o número de mortos no Irã nas centenas.

Você acredita nisso?

O “líder supremo” do Irã ordena que as forças armadas combatam o coronavírus 

O “líder supremo” do Irã, Ali Hosseini Khamenei, ordenou que as forças armadas da república islâmica ajudassem seu Ministério da Saúde a combater a propagação do novo coronavírus. “Tudo o que ajuda a saúde pública e impede a propagação da doença é bom, e o que ajuda a disseminá-la é pecado”, disse Khamenei.

BBC publica imagens vazadas do Irã mostrando corpos ensacados de vítimas do Covid-19 empilhados

As autoridades iranianas agora dizem que têm planos de potencialmente mobilizar 300.000 soldados e voluntários para enfrentar o vírus. A preocupação com o surto agora se estende à liderança do Irã – alguns dos quais adoeceram com o vírus.

Índia, Alemanha e Irã relataram novos casos de coronavírus  quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que o mundo estava em “território desconhecido”. Mais de 90.000 casos foram confirmados em todo o mundo e o número de mortes pelo vírus atingiu 3.110 em todo o planeta, de acordo com a OMS . Equipamentos de proteção – como máscaras e óculos de proteção usados ​​por profissionais de saúde que combatiam o coronavírus – estavam acabando e a OMS alertou contra “acumulação e uso indevido”.

Número de mortos na Itália atinge 79 e supera o Irã

O número de mortos pelo coronavírus na Itália subiu para 79 vítimas, anunciou o chefe da agência de proteção civil da Itália. Angelo Borelli, que disse que mais 27 pessoas morreram com a doença nos últimos dias, com o número de mortes na Itália agora superando o Irã, que tem 77 mortes registradas.

Um funcionário usando máscara facial e luvas espera atrás da porta do centro de diagnóstico de coronavírus em Dusseldorf, Alemanha, pelo próximo paciente [Martin Meissner / The Associated Press]

Vaticano diz que papa só está resfriado, sintomas não relacionados “a outras patologias”

O papa Francisco está resfriado e está “sem nenhum sintoma relacionado a outras patologias”, afirmou o Vaticano. A declaração seguiu uma reportagem de um jornal italiano que disse que o papa havia testado negativo para o coronavírus. Não disse se o papa havia sido submetido a um teste para o vírus.

Senador dos EUA Schumer para Trump: ‘Diga a verdade’ sobre o surto nos EUA 

O líder da minoria do Senado, Chuck Schumer, está pedindo ao governo Trump que “se alinhe com o povo americano e diga a verdade” à medida que o coronavírus se espalha pelos Estados Unidos. “É uma crise, não há substituto para credibilidade e honestidade de nossos líderes políticos”, disse Schumer na manhã de terça-feira no plenário do Senado.

“Precisamos que o presidente e sua equipe se igualem ao povo americano e digam a verdade durante uma crise de saúde mais do que nunca. Nossos profissionais de saúde pública devem contar ao presidente os fatos, e o presidente e sua equipe devem informar ao público americano os fatos. Apenas os fatos. “

Schumer continuou dizendo que o Congresso anunciará em breve um pacote bipartidário de dotações suplementares de cerca de US$ 7 bilhões a US$ 8 bilhões em resposta ao coronavírus.

Fechado o escritório de Segurança Interna dos EUA 

O Departamento de Segurança Interna dos EUA fechou um escritório no estado de Washington em meio a temores de que um de seus funcionários possa ter contraído o coronavírus. O secretário interino do DHS, Chad Wolf, disse em audiência no Congresso que o funcionário relatou sentir-se mal depois de visitar um parente no asilo de King County, Washington, onde quatro pacientes morreram da doença.

Embora o funcionário não tenha sido diagnosticado com o vírus, o escritório do DHS ficou fechado por duas semanas, disse Wolf. “Na noite passada, o departamento tomou conhecimento de uma situação envolvendo um funcionário do DHS”, disse ele. “O funcionário não se apresentou ao trabalho quando se sentiu doente”.

Nova York confirma caso, elevando infecções nos EUA até 106

Um homem que mora em um subúrbio de Nova York e trabalha em Manhattan deu positivo para o coronavírus, elevando o total de casos confirmados no estado para dois, disse o governador Andrew Cuomo. O homem de 50 anos tinha uma doença respiratória subjacente e está hospitalizado, disse Cuomo em entrevista coletiva. 

Ele acrescentou que o paciente não havia viajado para países considerados o epicentro do surto, mas havia visitado Miami recentemente. Seis pessoas nos Estados Unidos morreram da doença, todas no estado de Washington.

FEMA está se preparando para a “Declaração de Emergência” do coronavírus

Enquanto os americanos lutam para se preparar para a possibilidade de o surto de coronavírus se tornar uma pandemia, a FEMA (Agência Federal de Gerenciamento de Emergências) também está se preparando. A FEMA está “ciente da gravidade da situação” e pronta para ajudar na resposta ao coronavírus.

Os funcionários da FEMA estão se preparando para uma “declaração de emergência de doenças infecciosas” do presidente que permitiria à agência fornecer fundos para alívio de desastres aos governos estaduais e locais, bem como assistência federal para apoiar a resposta ao coronavírus, de acordo com os documentos de planejamento da agência  revisados ​​pela  NBC Notícia.

O governo Trump teria que usar a Lei Stafford de 1988 para permitir que a FEMA forneça essa assistência a desastres. As declarações de emergência costumam ser usadas em caso de desastres naturais, mas podem ser usadas para ajudar a gerenciar surtos de doenças.

“Para mim, essa é outra indicação de que o presidente e a Casa Branca estão finalmente cientes da gravidade da situação”, disse Michael Coen, que foi chefe de gabinete da FEMA durante o governo Obama. “Eles precisam considerar todas as ferramentas disponíveis para eles e ter contingências para ação.”

Mas não está claro imediatamente o que tudo isso pode significar. 

“Realmente acho isso reconfortante”, disse Tim Manning, vice-administrador da FEMA sob o presidente Barack Obama. “Espero que essa discussão esteja acontecendo continuamente nos últimos meses.”

Uma declaração de emergência permitirá à FEMA fornecer equipes de assistência médica a desastres, hospitais móveis e transporte militar, entre outros tipos de apoio federal, disse Manning.

O fundo de ajuda humanitária da FEMA tem um saldo atual de US $ 34 bilhões , de acordo com a  última atualização da agência . “É o dinheiro que está lá e pronto”, disse outro ex-funcionário da FEMA, que se recusou a ser identificado. – Notícias da NBC

Quarta pessoa morre na França: Ministério da Saúde

Uma quarta pessoa morreu na França devido a uma infecção por coronavírus, informou o Ministério da Saúde. Não deu detalhes sobre a idade ou nacionalidade da pessoa.

Coronavírus França - AFP

A França registrou 191 casos confirmados de coronavírus até agora  [Jean-Philippe Ksiazek / AFP]

Alemanha relata 31 novos casos

O número de casos confirmados de coronavírus na Alemanha subiu para 188 nessa terça-feira, ante 157 na segunda-feira à tarde, afirmou o Instituto Robert Koch (RKI). Treze dos 16 estados federais da Alemanha já relataram casos do coronavírus, sendo o estado ocidental da Renânia do Norte-Vestfália o mais afetado, segundo o RKI. A Alemanha ainda não relatou nenhum caso fatal do vírus.

França fecha mais de 100 escolas em tentativa de conter o coronavírus 

As autoridades francesas fecharam cerca de 120 escolas em áreas que registraram o maior número de infecções por coronavírus, e mais poderão ser fechadas nos próximos dias, disse o ministro da Educação Jean-Michel Blanquer.

As escolas primárias e secundárias foram fechadas no departamento de Oise, ao norte da capital Paris, onde surgiu o principal conjunto de casos franceses e onde viviam duas pessoas que morreram do vírus. As autoridades registraram 191 casos de coronavírus na França e três mortes.

Membros de serviços de emergência e terapia intensiva estão trabalhando depois que uma pessoa foi supostamente contaminada pelo Coronavírus [Francois Nascimbeni / AFP]

Seis novos casos confirmados em Omã

O ministério da saúde de Omã confirmou seis novos casos do novo coronavírus no país do golfo, aumentando o número total para 12, de acordo com a conta do ministério no twitter .

Todos os novos casos foram relacionados a viagens ao Irã, disse o istry, dos quais quatro são cidadãos iranianos e dois cidadãos do Bahrein.

Países do G7 empregarão ‘todas as ferramentas apropriadas’ para combater os riscos de coronavírus

Os ministros das Finanças do G7 e os governadores dos bancos centrais disseram, e usariam todas as ferramentas políticas apropriadas para alcançar um crescimento forte e sustentável em meio ao surto de coronavírus, que é o combustível dos temores da recessão global.

Em comunicado conjunto divulgado após uma teleconferência, eles disseram que os ministros das Finanças do Grupo dos Sete (G7) estavam prontos para tomar medidas, incluindo medidas fiscais, quando apropriado, enquanto os bancos centrais continuariam trabalhando para apoiar a estabilidade de preços e o crescimento econômico.

Pequim decreta quarentena para os viajantes oriundos da Coréia do Sul, Japão, Irã e Itália

Todos os viajantes que entram em Pequim a partir dos hotspots de vírus da Coréia do Sul, Japão, Irã e Itália terão de ficar em quarentena por 14 dias, disse o vice-secretário-geral do governo municipal de Pequim, Chen Bei. Xangai disse anteriormente que também obrigaria os visitantes que haviam viajado recentemente para países com “condições de vírus relativamente sérias” a se submeterem a 14 dias de isolamento.

Companhia aérea Emirates pede que funcionários tirem férias não remuneradas

A principal companhia aérea internacional Emirates, uma companhia aérea estatal com sede em Garhoud, Dubai, Emirados Árabes Unidos, está pedindo aos funcionários que tirem férias não remuneradas por até um mês por vez, devido à disseminação do coronavírus. O surto levou a cancelamentos de voos em todo o mundo. A Emirates cancelou voos para o Irã, Bahrein e a maior parte da China por causa do vírus, e países ao redor do mundo impuseram restrições estritas à entrada de estrangeiros.

 

“Considerando a disponibilidade de recursos adicionais e o fato de muitos funcionários desejarem utilizar suas férias, fornecemos a nossos funcionários a opção de aproveitar a licença ou solicitar uma licença voluntária não remunerada por até um mês por vez”, disse o diretor de operações Adel al. -Redha disse em um comunicado.

Japão pode adiar as Olimpíadas para o final do ano

O contrato de Tóquio com o Comitê Olímpico Internacional (COI) permite adiar os Jogos até o final do ano, disse o ministro das Olimpíadas do Japão na sexta-feira, em meio à preocupação de que o surto de coronavírus possa forçar o COI a cancelar a realização dos jogos olímpicos.

“O contrato prevê a realização dos Jogos até 2020. Isso pode ser interpretado como permitindo um adiamento”, disse Seiko Hashimoto em resposta à pergunta de um parlamentar no parlamento. Sob o contrato de hospedagem, o direito de cancelar os Jogos é apenas do COI.

Pessoas que usam máscaras protetoras são vistas em frente aos anéis olímpicos no Odaiba Marine Park, em Tóquio, Japão [Athit Perawongmetha / Reuters]

Reino Unido não planeja cancelar grandes eventos: ministro da Saúde 

O secretário de saúde britânico, Matt Hancock, disse que a Grã-Bretanha não planeja cancelar reuniões de massa ou grandes eventos esportivos devido a preocupações com o coronavírus, mas que a legislação seria necessária caso sejam necessárias ações no futuro.

“No momento, não recomendamos o cancelamento de eventos de massa e as escolas também não devem fechar, a menos que haja um caso positivo e as escolas tenham conselhos para fechar”, disse Hancock à BBC TV. “Pode haver coisas que precisamos fazer mais adiante que não queremos, mas precisaremos dos poderes para fazer isso, propondo uma legislação de emergência”.

Presidente da Coréia do Sul declara ‘guerra’ ao coronavírus 

O presidente da Coréia do Sul declarou “guerra” contra o coronavírus, ordenando que camas hospitalares adicionais e mais máscaras fossem disponibilizadas. O presidente Moon Jae-in pediu desculpas pela falta de máscaras e prometeu apoiar as pequenas empresas atingidas por vírus na quarta maior economia da Ásia, que já registrou 4.812 casos da doença e 34 mortes.

“O país inteiro entrou em guerra contra as doenças infecciosas quando a crise na província de Daegu e Gyeongbuk atingiu o ponto mais alto”, disse ele em uma reunião do gabinete, referindo-se às duas partes mais atingidas do país.

 China parece estar se recuperando do surto do COVID-19

Muito se fala em vacinas para o COVID-19, mas elas levarão ainda muito tempo para serem disponibilizadas.  Enquanto isso, além de evitar a infecção (lavar as mãos mais e tocar menos o rosto), os médicos estão procurando maneiras de tratar a doença com mais eficácia. Meu colega Shawn Yuan tem falado com médicos na China sobre as dificuldades que encontraram no tratamento do novo vírus. Leia a história dele  aqui .

O bloqueio pelo surto do coronavírus na China teve um efeito colateral inesperado – uma queda significativa nos níveis de poluição ambiental pela queda drástica na atividade econômica

Casos na China continuam a desacelerar

Os números divulgados recentemente pela Comissão Nacional de Saúde da China sugerem que o surto pode estar diminuindo. A China continental registrou 125 novos casos confirmados na segunda-feira, ante 202 no dia anterior. Esse é o menor desde que o país começou a publicar dados nacionais em janeiro. Em Wuhan, o número de novos casos foi de 111, em comparação com 193. A comissão disse que 31 pessoas morreram da infecção. Uma recapitulação dos principais desenvolvimentos de segunda-feira:

Nigéria coloca em quarentena dezenas em meio a temores de coronavírus

No país mais populoso da África, a Nigéria, 58 pessoas que entraram em contato com um italiano infectado pelo vírus foram colocadas em quarentena, disseram as autoridades de saúde. Na sexta-feira, Abuja confirmou o primeiro caso do vírus na África subsaariana depois que o paciente foi diagnosticado no centro econômico de Lagos – uma mega cidade de 20 milhões de pessoas.

O italiano havia chegado de Milão em uma viagem de negócios há uma semana e viajou para uma empresa no estado vizinho de Ogun antes de ser diagnosticado. A Nigéria é vista por muitos como altamente vulnerável à disseminação viral, dado seu sistema de saúde fraco e alta densidade populacional.


Vivemos em uma época em que parece que grande parte do mundo enlouqueceu. A maioria das pessoas acredita no que quer que eles querem acreditar [afinal, para muitos a Terra é Plana…], e a maioria das pessoas faz o que sente vontade de fazer. Mas sempre  consequências para nossas ações , e sinto que esse vírus se espalhará rapidamente pelo Oriente Médio.

Aqui nos Estados Unidos, parece que esse surto é muito mais extenso do que nos dizem. Quando os EUA começam finalmente a acelerar os testes, é inevitável que sejam encontrados muito mais casos existentes. De fato, daqui a pouco estarei publicando um artigo no End Of The American Dream sobre um médico de emergência em Nova York que afirma que “haverá milhares” de casos confirmados dentro deste país na próxima semana.

Não acho que isso aconteça tão rapidamente, mas parece inevitável que o número de casos esteja aumentando constantemente. Isto não é um exercício. Este é um vírus extremamente perigoso que está matando pessoas em todo o planeta, e precisamos nos preparar para um cenário em que essa crise possa se estender por muitos meses ou mesmo por vários anos.


Você quer mesmo saber como esse coronavírus “surgiu na China” e se espalhou pelo mundo em pouco tempo? Ao pesquisar os arquivos de registros de patentes nos EUA on-line, foi descoberto o registro de uma patente de Coronavírus concedida para o C.D.C. –  Centers for Disease Control and Prevention [se trata do principal instituto nacional de saúde pública dos EUA. O C.D.C. é uma agência federal dos EUA sob o United States Department of Health & Human Services (HHS)] que tem sua sede em Atlanta, Geórgia. Assim emerge um fato indiscutível, o de que o “DONO” DESSE VÍRUS MORTAL E SEU CRIADOR é o PRÓPRIO C.D.C. (Centro de Controle e Prevenção de Doenças)

O coronavírus do surto atual não teve origem na China, mas FOI IMPLANTADO neste país asiático com a clara intenção de causar o maior dano possível aos chineses. A consequência natural, quando  [se já não descobriu] a China perceber que a eclosão do surto pode ter sido um ataque de BIOWEAPON ao seu território e contra seu povo, qual será o tipo de resposta a ser dada pela China aos [ir]responsáveis pela contaminação. Começamos a ano de 2020 com muitos que operam nas sombras desejando aumentar o caos no planeta.

PATENTE de criação de um CORONAVÍRUS fornecida ao CDC (Centers for Disease Control and Prevention)  US7220852B1 – SOBRE A CRIAÇÃO DE CORONAVÍRUS [SARS] ….

Na patente acima, do registro de um CORONAVÍRUS [uma BIOWEAPON], você encontrará 72 páginas de conteúdo para poder julgar esse letal “surto repentino e desconhecido de coronavírus” na ChinaLeia a patente nesse link primeiro, faça o download e compartilhe este artigo amplamente antes que os AGENTES do DEEP STATE a excluam. Mantenha-se sábio, com discernimento e saudável!


 “E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarãoE surgirão muitos FALSOS PROFETAS, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo”.  Mateus 24:6-13


Leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com

 

 

2 Responses to “Proporções pandêmicas”: COVID-19 está saindo de controle em todo o mundo

  1. Makoros

    Na Espanha falamos de uma comunidade autonoma, pais Vasco que esta desesperada por medicos. Sao mais de 100 em quarentena por causa do coronavirus.

    https://www.eitb.eus/es/noticias/sociedad/videos/detalle/7072963/primer-caso-coronavirus-bizkaia-100-sanitarios-cuarentena/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.