browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Protestos Anti-Lockdown varrem grandes cidades em toda a Europa.

Posted by on 20/11/2020

Protestos Anti-Lockdown ocorrem em grandes cidades por toda a Europa:  O público tem sido notável e abertamente “menos cooperativo” desta ‘segunda’ vez. Rebelando-se contra as limitações aparentemente arbitrárias e totalitárias, de novos lockdows, distanciamento social e uso de máscaras que não são sustentadas pela ciência ou pelo bom senso. Protestos civis ocorreram em grandes cidades em todo o continente europeu e levaram dezenas de milhares de manifestantes às ruas das grandes cidades europeias.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

As medidas de bloqueio cada vez mais draconianas, a miséria econômica, o desemprego e os amplos poderes concedidos à polícia estão evaporando a confiança e desgastando a paciência pública com os “políticos” marionetes do “establishment”.

Fonte:  Off Guardian.Org

Na medida em que uma suposta “segunda onda” da “pandemia” do Coronavirus está varrendo a Europa nas últimas semanas, muitos governos e seus políticos [marionetes] abraçaram com entusiasmo seu lado totalitário e concederam a si próprios novos “poderes de emergência” junto com novas medidas de bloqueio, distanciamento social, lockdowns e uso obrigatório de máscaras.

O público tem sido notável e abertamente “menos cooperativo” desta vez. Rebelando-se contra as limitações aparentemente arbitrárias e totalitárias que não são sustentadas pela ciência ou pelo bom senso. Protestos civis ocorreram em grandes cidades em todo o continente europeu e levaram dezenas de milhares de manifestantes às ruas das grandes cidades da Europa.

ALEMANHA

Milhares de pessoas se reuniram em Berlim nos últimos dias, protestando contra a aprovação de uma nova lei de bloqueio pelo governo de Merkel. A polícia virou canhões de água contra as multidões e quase 200 pessoas foram presas.

Os principais veículos da mídia [pre$$titutes] mainstream relatou apenas “centenas” de manifestantes, mas como as imagens mostram claramente, eles eram mais como dezenas de milhares:

ESPANHA

Depois que o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez, declarou o estado de emergência de seis meses no final de outubro, houve dias de protestos generalizados em todo o país.

Barcelona, ​​já um foco de sentimentos antigovernamentais devido à repressão brutal do referendo da independência catalã , a cidade viu eclodir confrontos violentos entre a polícia de choque e os manifestantes.

FRANÇA

A nova “lei de segurança abrangente” de Emmanuel Macron, conhecida pelos manifestantes como a “lei da mordaça” , militarizaria ainda mais a polícia francesa, ao mesmo tempo que tornaria crime capturar ou distribuir a imagem de policial. A lei encontrou uma resistência fervorosa na forma de marchas furiosas através de cidades em todo o país .

O governo de Emmanuel Macron tem um histórico de ataques e diminuição das liberdades civis e, em resposta às suas “reformas”, o povo do país viu protestos em larga escala dos Gilets Jaunes [Coletes Amarelos] por mais de um ano.

ITÁLIA

Os protestos contra o bloqueio na Itália atingiram um auge no final de outubro e foram provavelmente os mais extensos no continente. As marchas ocorreram em dezenas de cidades em todo o país , incluindo Roma, Nápoles, Gênova e Bolonha.

A grande mídia [pre$$titute] se esforçou para diminuir, minar e difamar os protestos. A CNN e a Reuters relataram que apenas “centenas” de manifestantes participaram. Esta foto tem “centenas” de pessoas?

O político foi tão longe em sua manipulação dos fatos que realmente culpou a Máfia pelos protestos .

ESLOVÁQUIA

Bratislava foi o lar de uma grande marcha de manifestantes em 17 de novembro, marcando o feriado nacional conhecido como Dia de Luta pela Liberdade. Essas marchas eram ilegais de acordo com a lei de emergência eslovaca, planejada para prevenir a disseminação do coronavírus.

DINAMARCA

O parlamento dinamarquês foi sujeito a 9 dias de protestos mesmo à suas portas, em oposição civil dos populares à proposta de “lei de vacinação”, que permitiria à polícia “coagir fisicamente a vacinação através da detenção” dos cidadãos do pais.

Depois de nove dias de protestos civis, foi noticiado nas redes sociais que o governo dinamarquês desistiu da aprovação da lei. No entanto, não consegui encontrar nenhuma confirmação oficial disso, ou relatos na mídia à respeito dessa situação.

Na verdade, a mídia pre$$titute mal cobriu a lei proposta e literalmente não mencionou sequer os protestos públicos nas ruas em Copenhague. Uma pesquisa por “Covid protests Denmark” no google quase não encontrou resultados relacionados a esse tópico.

A razão para cobrir menos o protesto dinamarquês do que os outros é que eles aparentemente funcionaram a pleno. e a última coisa que o sistema de controle quer que as pessoas vejam é que a desobediência civil pode mudar tudo e impedir a implantação da agenda de mais controle pelo “establishment”.

É bom ver a sensação de paciência bovina do público em geral acabar com uma narrativa de Covid-19 que nunca fez sentido e uma “resposta de saúde pública via lockdowns à pandemia” que provavelmente causará muito mais danos à população do que poderia prevenir o aumento dos casos.

Embora a agitação civil seja inegavelmente uma coisa boa, NECESSÁRIA e uma poderosa demonstração de força popular, este também é um momento para se ter cuidado. Se os marionetes [os políticos] do “establishment” sentir que está perdendo o controle da situação ou da narrativa, é provável que desista ou tente algo ainda mais desesperado para impor a sua agenda.

Se você estiver ciente de outros países passando por distúrbios civis devido a medidas “anticovid”, por favor, nos informe e nós os adicionaremos à lista.


Questione tudo, nunca aceite nada como verdade sem a sua própria análise, chegue às suas próprias conclusões.


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. – Mateus 24:6-8

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da BESTA; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis[666]“.  –  Apocalipse 13:16-18


Mais informações, leitura adicional:

Permite reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.