browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Relatório de abril denuncia ‘Impacto Letal’ das vacinas no povo israelense

Posted by on 29/04/2021

O Comitê do Povo Israelense (IPC), um órgão civil formado por importantes especialistas israelenses em saúde, publicou seu relatório de abril sobre os efeitos colaterais da vacina [injeções de mRNA] Pfizer-BioNtech. As descobertas são catastróficas em todos os níveis possíveis. O veredicto deles é que “nunca antes houve uma vacina que fizesse tanto mal a tantas pessoas”

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Relatório de abril denuncia impacto letal das vacinas no povo israelense

Por Gilad Atzmon – Fonte: Global Research

O relatório é longo e detalhado. Vou delinear apenas algumas das descobertas mais devastadoras apresentadas no relatório.

“Recebemos 288 notificações de óbito [mortes] nas proximidades da vacinação (90% até 10 dias após a vacinação), 64% delas eram homens.” 

Ainda assim, o relatório afirma, “de acordo com dados fornecidos pelo Ministério da Saúde, apenas 45 mortes em Israel foram relacionadas à vacina”. Se os números acima forem sinceros, então Israel, que alegou conduzir um experimento mundial, falhou em relatar genuinamente os resultados de seu “experimento” com a sua população.

Frequentemente ouvimos falar de coágulos sanguíneos causados ​​pela vacina da AstraZeneca [não autorizada nos EUA]. Por exemplo, soubemos esta manhã sobre ocorrência de cerca de 300 casos de coágulos sanguíneos na Europa. No entanto, se as descobertas do IPC forem genuínas, então somente em Israel a vacina mRNA da Pfizer-BioNtech pode estar associada a mais mortes do que a da AstraZeneca em toda a Europa.

“De acordo com dados do Central Bureau of Statistics durante janeiro-fevereiro de 2021, no auge da campanha israelense de vacinação em massa, houve um aumento 22% na mortalidade geral em Israel em comparação com o ano anterior. Na verdade, janeiro-fevereiro de 2021 foram os meses mais mortíferos da última década, com as maiores taxas de mortalidade geral em comparação com os meses correspondentes nos últimos 10 anos. ”

O IPC concluiu que “entre a faixa etária de 20 a 29 anos, o aumento na mortalidade geral foi mais dramático. Nesta faixa etária, detectamos um aumento de 32% na mortalidade geral em comparação com o ano anterior. ”

“A análise estatística das informações do Bureau Central de Estatísticas, combinada com as informações do Ministério da Saúde, leva à conclusão de que a taxa de mortalidade entre os vacinados é estimada em cerca de 1: 5.000 (1: 13.000 nas idades de 20-49, 1 : 6.000 em idades de 50-69, 1: 1.600 em idades de 70+). De acordo com esta estimativa, é possível estimar o número de mortes em Israel nas proximidades da vacina, a partir de hoje, em cerca de incríveis 1.000 a 1.100 pessoas. ”

Novamente, se esta análise estatística estiver correta, os números relatados pelas autoridades de saúde israelenses são enganosos em mais de 22 vezes.

Aqueles que acompanham minha escrita sabem do meu trabalho sobre a correlação inegável entre vacinação, casos de Covid-19, mortes e a disseminação de cepas mutantes. O IPC confirma minha observação, fornecendo informações mais importantes sobre grupos de idade.

“Existe uma alta correlação entre o número de pessoas vacinadas por dia e o número de óbitos por dia, na faixa de até 10 dias, em todas as faixas etárias. Idades 20-49 – um intervalo de 9 dias da data da vacinação à mortalidade, idades 50-69 – 5 dias da data da vacinação à mortalidade, idades 70 e acima – 3 dias da data da vacinação à mortalidade”. 

O IPC também revela que “o risco de mortalidade após a segunda vacina é maior do que o risco de mortalidade após a primeira vacina”.

Mas a morte não é o único risco relacionado à vacinação. O IPC revela que “até a data de publicação do relatório, 2.066 relatórios de efeitos colaterais se acumularam no Comitê de Investigação Civil e os dados continuam chegando.

Esses relatórios indicam danos a quase todos os sistemas do corpo humano.… a análise encontrou uma taxa relativamente alta de lesões cardíacas, 26% de todos os eventos cardíacos ocorreram em jovens de até 40 anos, com o diagnóstico mais comum nesses casos sendo miosite ou pericardite .

Além disso, foi observada uma alta taxa de sangramento vaginal maciço, danos neurológicos e danos aos sistemas esquelético e cutâneo. Deve-se notar que um número significativo de relatos de efeitos colaterais estão relacionados, direta ou indiretamente, a Hipercoagulabilidade (infarto),  infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral, abortos espontâneos, fluxo sanguíneo prejudicado para os membros, embolia pulmonar. ”

Em Israel, o governo israelense está desesperado para vacinar crianças”. O IPC enfatiza que tal movimento pode ser desastroso. “Em vista da extensão e gravidade dos efeitos colaterais apresentados, gostaríamos de expressar a posição do comitê de que a vacinação de crianças também pode causar efeitos colaterais nelas, como observado em adultos, incluindo a morte de crianças completamente saudáveis. Uma vez que o coronavírus não coloca as crianças em perigo, o comitê acredita que a intenção do governo israelense de vacinar as crianças põe em risco suas vidas, saúde e seu desenvolvimento futuro”.

O IPC destaca que “nunca antes houve uma vacina que tenha afetado tantas pessoas! O sistema americano VARES apresenta 2.204 laudos de mortalidade de vacinados nos Estados Unidos no primeiro trimestre de 2021, cifra que reflete um aumento de milhares de por cento em relação à média anual, que era de 108 mortes por ano de vacinados”.

Devo mencionar que tem havido muito pouca cobertura do trabalho do IPC na imprensa israelense [jornalistas pre$$titutes existem em todos os países]. Esses especialistas em saúde estão empenhados em um trabalho corajoso, sabendo que sua licença para trabalhar na profissão médica e sua subsistência correm sério risco.

Nota para os leitores: Encaminhe este artigo para suas listas de e-mail. Postagem cruzada em seu blog, fóruns na Internet. etc. Todos os artigos da Global Research  podem ser lidos em 51 idiomas ativando o  menu suspenso “Traduzir site” no banner superior de nossa página inicial (versão Desktop).


“O futuro será encontrar uma forma de reduzir a população … Claro, não seremos capazes de executar pessoas ou construir acampamentos [campos de concentração]. Livramo-nos deles fazendo-os acreditar que é para o seu próprio bem … Vamos encontrar ou causar alguma coisa, uma pandemia que atingirá certas pessoas, uma crise econômica real ou não, um vírus que afeta os idosos, tanto faz, os fracos e os medrosos sucumbirão a ela. O estúpido vai acreditar nisso e pedir para ser tratado.  Teremos cuidado de ter planejado o tratamento, um tratamento que será a solução.  A seleção dos idiotas [para abate], portanto, será feita por si mesmos: eles irão para o matadouro sozinhos”.  – Excerto de livro de 1981 de Jacques Attalli [Membro do Grupo Bilderberger, num exemplo de mentalidade dos psicopatas da Elite]


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

One Response to Relatório de abril denuncia ‘Impacto Letal’ das vacinas no povo israelense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.