browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Suprema Corte dos EUA Rejeita ação do Texas para anular eleição

Posted by on 11/12/2020

A Suprema Corte dos Estados Unidos rejeitou na noite desta sexta-feira o pedido do Procurador de Justiça do Texas para anular o resultado das eleições em quatro estados onde Trump alega ter sido derrotado por fraude eleitoral. Aação era considerado uma chance de Donald Trump para reverter sua derrota na eleição presidencial. A decisão abre caminho para que a eleição de Joe Biden seja confirmada quando o Colégio Eleitoral se reunir em 14 de dezembro.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Suprema Corte dos EUA não aceita ação do Texas para anular eleições no pais

Fonte:  Zero Edge

A Suprema Corte rejeitou o pedido do estado do Texas para derrubar a eleição de 2020, desafiando os resultados de quatro estados em conflito . Citando a falta de legitimidade, o juiz Samuel Alito ,da Suprema Corte, escreveu em uma breve nota que o Texas ” não demonstrou interesse judicialmente reconhecível na maneira como outro estado conduz suas eleições “, acrescentando que “todas as outras moções pendentes são rejeitadas como discutíveis”.

Imagem: Atualização da situação, 8 de dezembro - Todas as cédulas após 3 de novembro são NULL E ANULADAS; Texas entra com ação na SCOTUS para anular eleições fraudadas em QUATRO estados indecisos

Ao fazer isso, os juízes fecharam uma tentativa movida pelo Texas para desafiar as vitórias de Biden na Pensilvânia, Michigan, Geórgia e Wisconsin – que se juntaram a 17 outros estados e mais de 100 republicanos da Câmara.

Os juízes Clarence Thomas juntaram-se a Alito ao declarar que não acreditam que o tribunal tenha autoridade para rejeitar totalmente o pedido do Texas, escrevendo em vez disso “Eu, portanto, concederá a moção para apresentar o agravo, mas não concederá outro alívio, e não expresso opinião sobre qualquer outro assunto. “

No início do dia, o presidente Trump tuitou: “Se a Suprema Corte mostrar grande sabedoria e coragem, o povo americano vencerá talvez o caso mais importante da história, e nosso processo eleitoral será respeitado novamente!”

Notavelmente, Trump nomeou três dos nove membros do tribunal – fazendo os democratas reclamarem com a perspectiva de o tribunal mais alto do país decidir o resultado da eleição de 2020. O próprio Trump sugeriu várias vezes que preencher a cadeira da juíza Ruth Bader Ginsburg com a juíza Amy Coney Barrett era essencial no caso de a eleição terminar no Tribunal.

O caso foi movido pelo Procurador Geral do Texas, Ken Paxton, que pediu ao Tribunal para invalidar mais de 20 milhões de votos nos estados mencionados acima para que as legislaturas estaduais controladas pelo Partido Republicano pudessem decidir quem ganhou.

Os republicanos do Texas, enquanto isso, sugerem que “os estados que cumprem a lei devem se unir e formar uma União de estados que respeitará a constituição dos EUA.”


Mas, conhecendo ele os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino, dividido contra si mesmo, será assolado; e a casa, dividida contra si mesma, cairá.  Lucas 11:17

Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá.  Mateus 12:25

E, se uma casa se dividir contra si mesma, tal casa não pode subsistir. Marcos 3:25


Mais informações, leitura adicional:

Permite reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.