browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Tencent da China vazou acidentalmente as “REAIS” estatísticas sobre o ‘número de vítimas’ do coronavírus.

Posted by on 05/02/2020

Na medida que muitos especialistas em virologia questionaram a veracidade das estatísticas “oficiais” do governo comunista da China para o surto de coronavírus em Wuhan, a Tencent no final de semana parece ter divulgado inadvertidamente o real potencial número de infecções e mortes, só que astronomicamente mais altas do que os números oficiais.  No final da noite de sábado (1 de fevereiro), a Tencent, em sua página intitulada “Epidemic Situation Tracker”, mostrou casos confirmados de novos coronavírus (2019nCoV) na China com 154.023, 10 vezes o número oficial da época. Ela listou o número de casos suspeitos como 79.808, quatro vezes o número oficial. O número de casos curados foi de apenas 269, bem abaixo do número oficial naquele dia de 300. O MAIS AMEAÇADOR É QUE O NÚMERO DE MORTOS SERIA DE 24.589, muitíssimo superior as apenas 300 mortes listadas “oficialmente” naquele dia.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Tencent da China vazou acidentalmente as aterrorizantes e verdadeiras estatísticas sobre o número de vítimas do coronavírus ?

Fontes:  https://www.taiwannews.com.tw/ – https://www.zerohedge.com/

Dez dias atrás, logo após a China começar a relatar os casos e as mortes associadas à epidemia do surto pelo  coronavírus, um pesquisador do Reino Unido previu que mais de 250.000 chineses seriam infectados com o vírus até 4 de fevereiro. E, segundo dados oficiais chineses , o número de infecções de fato, subiu nas últimas duas semanas, com pouco menos de 25.000 infectados (e aproximadamente 500 mortes), que fiocu muito longe dessa previsão sombria, cerca de dez vezes abaixo dos números previstos pelos epidemiologistas.

Essa grande discrepância é possível? A epidemia é realmente muito menos grave do que os modelos epidemiológicos convencionais previram? Ou a China está apenas escondendo toda a extensão do problema?

Afinal, como o próprio WSJ informou no final de janeiro , a China estava manipulando explicitamente o número de vítimas, listando a pneumonia como a causa da morte, em vez do coronavírus. Os relatórios subseqüentes de que as autoridades de Wuhan estavam correndo para cremar muitas vítimas de coronavírus antes que pudessem ser contados não aumentaram a credibilidade dos dados oficiais.

Mas o maior sucesso na narrativa dos verdadeiros números epidêmicos oficialmente relatados na China ocorreram da noite para o dia, quando uma notícia no TenCent da China inadvertidamente pode ter revelado a verdadeira extensão da epidemia de coronavírus no continente. E os números divulgados não são nada menos do que aterrorizantes.

Como o Taiwan Times relata , no final de semana, “a Tencent parece ter inadvertidamente divulgado o potencial número real de infecções e mortes, astronomicamente mais altos do que os números oficiais “, e estava muito mais perto das projeções epidêmicas catastróficas feitas por Jonathan Read .

De acordo com o relatório, no final da noite de sábado, a Tencent, em sua página intitulada “Epidemic Situation Tracker”, mostrou casos confirmados de novos coronavírus (2019nCoV) na China com 154.023 pacientes infectados, 10 vezes o número oficial da época. Ele listou o número de casos suspeitos como 79.808, quatro vezes o número oficial.

Mas, enquanto o número de casos curados era de apenas 269, bem abaixo do número oficial naquele dia de 300, o que é mais ameaçador, é o número de mortos listado como sendo de 24.589 vítimas, muito superior às 300 mortes listados oficialmente naquele dia.

Momentos depois, a Tencent atualizou os números para refletir os números “oficiais” do governo [PCC] naquele dia.

Captura de tela mostrando números mais altos (esquerda), e o novo gráfico mostrando os números “oficiais” (direita).  (Imagem da Internet)

Esta não foi a primeira vez que a Tencent fez isso: como observa o Taiwan Times, os internautas chineses notaram que a Tencent publicou pelo menos em três ocasiões estatísticas com números extremamente altos, apenas para reduzi-los rapidamente às estatísticas aprovadas pelo governo [PCC].

É aqui que fica ainda mais bizarro: ao contrário de alegar que se tratava apenas de uma digitação incorreta de dados, os internautas chineses mais observadores e perspicazes também notaram que cada vez que a tela com grandes números aparecia, mostrava uma comparação com os dados do dia anterior o que demonstra um aumento incremental “razoável”, bem como comparações de números oficiais.

Isso levou muitos no continente chinês a especular que a Tencent tem dois conjuntos de dados, os dados reais e os dados “processados” de acordo com orientações do governo [PCC].

Em resumo, surgiram dois campos: um, o mais otimista, especula que um problema de codificação poderia estar causando a exibição acidental de dados “internos” reais. O outro, muito mais pessimista, acredita que alguém nos bastidores está tentando vazar os números reais, já que “os dados” internos “mantidos por Pequim [PCC] podem não refletir a verdadeira extensão da epidemia”.

De fato, como apontado repetidamente aqui e de acordo com várias fontes em Wuhan, muitos pacientes com coronavírus são incapazes de receber tratamento e morrem fora dos hospitais. Além disso, uma escassez severa de kits de teste também leva a um número menor de casos diagnosticados de infecção e morte pelo coronavírus. Além disso, tem havido muitos relatos de médicos sendo ordenados a listar outras formas de morte, em vez de infecção pelo coronavírus, para manter o número de mortes artificialmente baixo.

Acima os números “OFICIAIS” divulgados pelo governo-PCC para o dia 04 de fevereiro: seria uma FICÇÃO?

QUAL é a verdade?

Deixamos isso para os leitores descobrirem, mas tenham isso em mente: em 29 de janeiro, Zeng Guang, o principal cientista de epidemiologia do CDC da China, fez uma rara admissão franca sobre o motivo pelo qual as autoridades chinesas não podem dizer às pessoas a verdade em uma entrevista ao tablóide estatal [instrumento de propaganda do PCC], o Global Times:

” Os funcionários “precisam” pensar sobre o “ângulo político” e a estabilidade social para manter suas posições”.

E então, na segunda-feira, ninguém menos do que o lider da China, Xi Jinping pediu a todas as autoridades que trabalhassem rapidamente para conter o Coronavírus em uma rara reunião de líderes do PCC, dizendo que o resultado “afetaria diretamente a estabilidade social do país “.

Bem, se a China está preocupada principalmente com a estabilidade social – como deveria ser para uma nação de 1,4 bilhão de habitantes -, é fácil entender por que todo o aparato político na China estaria voltado para a apresentação de números que parecem um tanto credíveis e mais aceitáveis – à luz da barragem de vídeos de pessoas morrendo na rua – mas não tão assustadoras que causem pânico em todo o país.

Por outro lado, se a China realmente teve mais de 154.000 casos e quase 25.000 mortes até 5 dias atrás , nenhuma tentativa de mascarar toda a extensão e a verdadeira severidade da pandemia tem esperança de “conter” a verdade e em algum momento ela, a incômoda verdade virá à tona, com resultados imprevisíveis em âmbito político.


Você quer mesmo saber como esse coronavírus “surgiu na China” e se espalhou pelo mundo em pouco tempo? Ao pesquisar os arquivos de registros de patentes nos EUA on-line, foi descoberto o registro de uma patente de Coronavírus concedida para o C.D.C. –  Centers for Disease Control and Prevention [se trata do principal instituto nacional de saúde pública dos EUA. O C.D.C. é uma agência federal dos EUA sob o United States Department of Health & Human Services (HHS)] que tem sua sede em Atlanta, Geórgia. Assim emerge um fato indiscutível, o de que o “DONO” DESSE VÍRUS MORTAL E SEU CRIADOR é o PRÓPRIO C.D.C. (Centro de Controle e Prevenção de Doenças)

O coronavírus do surto atual não teve origem na China, mas FOI IMPLANTADO neste país asiático com a clara intenção de causar o maior dano possível aos chineses. A consequência natural, quando  [se já não descobriu] a China perceber que a eclosão do surto pode ter sido um ataque de BIOWEAPON ao seu território e contra seu povo, qual será o tipo de resposta a ser dada pela China aos [ir]responsáveis pela contaminação. Começamos a ano de 2020 com muitos que operam nas sombras desejando aumentar o caos no planeta.

PATENTE de criação de um CORONAVÍRUS fornecida ao CDC (Centers for Disease Control and Prevention)  US7220852B1 – SOBRE A CRIAÇÃO DE CORONAVÍRUS [SARS] ….

Na patente acima, do registro de um CORONAVÍRUS [uma BIOWEAPON], você encontrará 72 páginas de conteúdo para poder julgar esse letal “surto repentino e desconhecido de coronavírus” na ChinaLeia a patente nesse link primeiro, faça o download e compartilhe este artigo amplamente antes que os AGENTES do DEEP STATE a excluam. Mantenha-se sábio, com discernimento e saudável!


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão. E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo”Mateus 24:6-13


Leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.