browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Terremoto de magnitude 8,2º sacode Península do Alasca, alerta de Tsunami

Posted by on 29/07/2021

Terremoto de magnitude 8,2º sacode Península do Alasca: um Forte terremoto de magnitude 8,2º na escalaRichter  — considerado muito alto — atingiu a costa do Alasca, estado pertencente aos Estados Unidos, na madrugada desta quinta-feira (29). Autoridades americanas emitiram um alerta de tsunami para toda a região do Oceano Pacífico. Outros países também estão observando se há risco, inclusive Japão e Nova Zelândia. O Canadá também aguarda saber a gravidade do possível tsunami.

Terremoto de magnitude 8,2º na escala Richter atinge a costa do Alasca e gera alerta de tsunami para toda a região do Pacífico

Fontes:  Globo  –  Zero Hedge

A Divisão de Segurança Interna e Gerenciamento de Emergências do Alasca tuitou que o Centro de Operações de Emergência do Estado foi ativado.

O US Geological Survey {USGS} disse que o terremoto ocorreu a cerca de 90 quilômetros a leste de Perryville, no Alasca. Mais dois fortes terremotos se seguiram ao inicial. o primeiro, de 6.2º e o segundo com 5.6º na escala Richter ocorreram na mesma área cerca de 30 minutos após o de 8.2º.

Terremoto no Alasca - MAPA — Foto: G1 Mundo

Não houve relatos de danos ou ameaças a Anchorage, a maior cidade do Alasca, a cerca de 500 milhas do epicentro do terremoto.  As Ilhas Aleutas são compostas por uma dúzia de ilhas e têm cerca de 40 vulcões ativos e 17 inativos. Um enxame de terremotos às vezes precede as erupções vulcânicas no local.

Em maio,  o vulcão Grande Sitkin do Alasca  entrou em erupção, que faz parte do grupo das Ilhas Andreanof nas Ilhas Aleutas. Os geólogos também estão preocupados com um  supervulcão   escondido sob as Ilhas Aleutas. Ainda não há dados se os terremotos de hoje estão possivelmente relacionados com a atividade vulcânica futura.

A situação mais preocupante é com a pequena cidade de Perryville, a apenas 91 km do epicentro. A maior cidade do estado, Anchorage, também poderia ser afetada pelas ondas.

A Indonésia, a Califórnia, o Alasca (toda a costa oeste dos EUA-Canadá), o Japão ficam na região do Anel de Fogo, que é uma área importante na bacia do Oceano Pacífico, onde ocorrem muitos terremotos e erupções vulcânicas . Em um grande anel com 40,000 km (25 mil mi) forma de ferradura, que está associado com uma série quase contínua de trincheiras oceânicas , arcos vulcânicos , e correias vulcânicas e movimentos de placas. Possui 452 vulcões (mais de 75% dos vulcões ativos e inativos do mundo ).

O Alasca sofreu em 1964 o mais forte terremoto de sua história: um tremor de magnitude 9,2º, que deixou mais de 250 mortos pela destruição. A alta atividade sísmica da região está relacionada com o Cinturão de Fogo do Pacífico: uma área de encontro de placas tectônicas que afeta praticamente toda a costa do oceano.


Nosso trabalho no Blog é anônimo e não visa lucro, no entanto temos despesas fixas para mantê-lo funcionando e assim continuar a disseminar informação alternativa de fontes confiáveis. Desde modo solicitamos a colaboração mais efetiva de nossos leitores que possam contribuir com doação de qualquer valor ao mesmo tempo que agradecemos a todos que já contribuíram, pois sua ajuda mantem o blog ativo. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal AGENCIA: 1803 – CONTA: 00001756-6 – TIPO: 013 [poupança] e pelo PIX 211.365.990-53 (Caixa).


{N.T. “Haverá muitas mudanças  dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas na medida em que o TEMPO DA  GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Vocês vão ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes. Deverão acontecer  fortes TSUNAMIS e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e uma emissão de energia solar que fará importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. FONTE 


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.