browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Trump diz que os EUA cobrarão da China mais do que US$ 160 bilhões por indenizações pela pandemia

Posted by on 28/04/2020

Trump declara que as ‘reparacões’ pela pandemia do Covid-19 estão chegando: Até o momento, o total de casos de infecções pelo Covid-19 dos EUA se aproxima rapidamente de um milhão, com mais de 57 mil mortes e o presidente dos EUA atacou novamente a China, mas desta vez com uma ameaça muito mais específica de cobrar a este pais, responsabilizando-o como a origem devastadora da pandemia global pelo coronavírus, mencionando o valor de mais de US$ 160 bilhões pelo montante “substancial” por danos causados ​​pela pandemia aos EUA.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Trump declara que ‘reparacões’ pela pandemia do Covid-19 está chegando: EUA cobrarão da China mais do que US$ 160 bilhões mencionados por jornal alemão.

Fonte:  https://www.zerohedge.com/geopolitical/trump-says-covid-reparations-coming-us-will-bill-china-over-160-billion-damages

Trump fez os comentários do Jardim de Rosas na Casa Branca nessa segunda-feira, depois que ele foi pressionado por um repórter sobre uma reportagem de jornal alemão Bild sugerindo que a China deveria pagar uma fatura de US $ 160 bilhões [€ 149 bilhões de Euros] pelo impacto na economia e perdas de vidas na Europa.

O presidente respondeu que tinha uma idéia “muito mais fácil” de nos ressarcir pelos danos do coronavírus: “Temos maneiras de fazer as coisas muito mais facilmente do que isso”, disse Trump à imprensa. “A Alemanha está olhando para as coisas, e nós também estamos olhando para essas coisas, e estamos falando de muito mais dinheiro do que a Alemanha está falando”.

“Ainda não determinamos o valor final. É muito substancial” , acrescentou Trump , sugerindo que seria significativamente mais do que os US$ 160 bilhões lançados pela mídia alemã. Ele argumentou que, em meio a outras falhas, finalmente Pequim poderia ter parado a doença mortal na fonte quando foi identificada pela primeira vez em Wuhan, em dezembro, embora o vírus já estivesse presente em novembro.

Insinuando sanções, apesar de também anunciar um relacionamento positivo com o presidente chinês Xi Jinping, Trump disse ainda que “há muitas maneiras de responsabilizá-los” como causadores pela pandemia.

“Estamos fazendo investigações muito sérias, como você provavelmente sabe. E não estamos felizes com a China. Não estamos felizes com toda essa situação”, disse ele. “Porque acreditamos que isso poderia ter sido interrompido na fonte. Poderia ter sido interrompido rapidamente e não teria se espalhado por todo o mundo.” declarou Trump.

Enquanto isso, o Daily Mail relata a reportagem original do jornal alemão Bild que desencadeou a troca da seguinte forma :

Na semana passada, o jornal alemão  Bild calculou uma ‘fatura’ de quase € 150 bilhões (cerca de US $ 162 bilhões) em danos econômicos à Alemanha por causa da crise causada pela pandemia do coronavírus.  A idéia de cobrar reparações à China não é endossada pelo governo alemão, com o ministro das Relações Exteriores Heiko Mass descrevendo o conceito como ‘ilusório’.

Uma Imagem usada na Alemanhasobre a responsabilidade da China: “Está chegando o momento em que os responsáveis ​​serão responsabilizados!”

É a primeira vez que o presidente Trump recebe perguntas de jornalistas sobre esse tópico específico sobre as “reparações” pelos prejuízos causados pela pandemia global do coronavírus que devem ser imputadas a China, dados os valores em dólares que foram usados ​​na coletiva de imprensa.

Desde o mês passado, ele repetiu que “a China deve pagar!” ao levantar a questão da devastação econômica sofrida nos EUA [e nos demais países do planeta] como resultado do “lockdown” econômico e financeiro, a quarentena planetária da sua população e dos amplos bloqueios de fronteiras efetuados pelos estados, causando uma crise econômico-financeira sem precedentes a nível global.


“E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome”. – Apocalipse 13:15-17

“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são o princípio de dores”. – Mateus 24:6-8

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.