Agência meteorológica da ONU confirma novo recorde de temperatura de 18,3 ° C na Antártida

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) confirmou uma nova temperatura mais alta de todos os tempos na Antártica continental, sugerindo que o resultado está de acordo com os dados de aquecimento global observados pela agência. A nova temperatura máxima de 18,3 ° C (65 ° F) foi registrada na Esperanza Research Station em 6 de fevereiro de 2020, disse a agência da ONU na quinta-feira ao reconhecer oficialmente o novo recorde de calor para o continente gelado.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Agência meteorológica da ONU confirma novo recorde de temperatura de 18,3 ° C na Antártida, diz que é ‘consistente com as mudanças climáticas’

Fonte:  Rússia Today

Ele bate o recorde anterior do continente gelado de 17.5C (63.5F), que foi registrado em Esperanza em 24 de março de 2015. A estação está localizada na Península Antártica, a ponta mais setentrional da Antártica, perto da América do Sul.

O recorde histórico de temperatura para toda a região Antártica (todo gelo e terra ao sul de 60 graus de latitude) foi estabelecido na Ilha Signy em janeiro de 1982, com uma alta de 19,8 ° C (67,6 ° F).

A península Antártica (anteriormente península de Palmer) é a parte continental mais ao norte [setentrional] da Antártida, e quase a única parte desse continente que se estende para fora do Círculo Polar Antártico. Localiza-se no Hemisfério Ocidental, relativamente perto da América do Sul, e o seu extremo norte designa-se Terra de Graham. Integra assim a Antártida Ocidental.
O secretário-geral da OMM, professor Petteri Taalas, disse que o resultado é importante porque ajuda a construir uma imagem do tempo e do clima em uma das regiões mais remotas e com aquecimento mais rápido do planeta.

Em um comunicado, ele disse que o novo recorde é “consistente com as mudanças climáticas que estamos observando” [em todo o planeta].

A península é muito montanhosa, com os picos mais altos a atingir cerca de 2 800 metros de altitude. Considera-se que estas montanhas são uma continuação dos Andes, na América do Sul, com uma dorsal submarina a ligar as duas cadeias Uma vez que a península tem o clima mais suave da Antártica, é aí, e nas muitas ilhas próximas, que se localiza a maior concentração de estações de pesquisa.


Image result for the end gifs
Isto é tudo pessoal, o Tempo acabou!

“Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas na medida em que o tempo da grande colheita se aproxima muito rapidamente ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 km) por hora, às vezes. Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol) que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“.  SAIBA MAIS no LINK


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br.

0 resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.326 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth