Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Após Insider alegar que militares dos EUA recuperaram ‘Espaçonaves Alien’, Legisladores pedem transparência

O povo americano tem o direito de saber se elementos dentro do establishment de inteligência retiveram informações sobre OVNIs acidentados que foram recuperados pelos militares e podem ser usados ??para desenvolver armas [com reversão de tecnologia], de acordo com o deputado Scott Perry (R-Pa.). Perry reagiu fortemente às alegações de um insider denunciante, que alegou que as informações sobre fenômenos aéreos não identificados (UAP, anteriormente chamados de UFOs/OVNIs) foram mantidas em segredo do público em geral e para “frustrar intencionalmente a supervisão legítima do Congresso do Programa UAP”.

Após Insider alegar que militares dos EUA recuperaram ‘Espaçonaves Extraterrestres’, Legisladores pedem transparência

Fonte: The Epoch Times

“A verdade, seja ela qual for, independentemente de qual seja o assunto, pertence ao povo americano, não nestes salões, não em algum outro lugar em algum prédio no centro de Washington, DC – fora o povo americano”, disse Perry ao The Epoch Times em 6 de junho.

“Este é o governo deles, não as pessoas que trabalham em DC. Eles são os guardiões das informações.”

A alegação ocorre em um momento em que a confiança do público no governo federal dos EUA se deteriorou, aumentando o peso de uma afirmação que, apenas alguns anos atrás, poderia ter sido recebida com ceticismo.

Programas secretos UAP

David C. Grusch, um militar e ex-oficial de inteligência e veterano da guerra no Afeganistão, afirmou em 5 de junho ter fornecido ao Congresso e ao Inspetor Geral da Comunidade de Inteligência informações classificadas sobre programas UAP secretos. Essa informação prova que os [militares dos] Estados Unidos se apossaram de espaçonaves intactas e parcialmente intactas de origem [extraterrestre] não humana, de acordo com Grusch.

Grusch alegou ter sofrido retaliação por suas ações, levando-o a registrar uma queixa do denunciante.

A história foi relatada pela primeira vez pelo The Debrief, que afirma que outros funcionários insiders da inteligência forneceram relatos semelhantes e informações corroborantes. Grusch também declarou suas afirmações em uma entrevista ao NewsNation em 5 de junho. Repórteres de ambos os veículos disseram que não viram as evidências que Grusch afirmava possuir.

Grusch trabalhou anteriormente na Agência Nacional de Inteligência Geoespacial e no Escritório Nacional de Reconhecimento e foi membro da Força-Tarefa de Fenômenos Aéreos Não Identificados de 2019 a 2021, de acordo com o The Debrief.

Os Estados Unidos e seus aliados recuperaram restos parciais e intactos de aeronaves de origem não humana por décadas, de acordo com Grusch, incluindo corpos de alienígenas.

“Bem, naturalmente, quando você recupera algo que pousou ou caiu, às vezes você encontra tripulantes mortos. E acredite ou não, por mais fantástico que pareça, isso é verdade”, disse Grusch à News Nation. “Definitivamente não estamos sozinhos.”

RELACIONADOS:

Grusch afirmou ter visto evidências de “um grande número” de dispositivos de origem não humana fornecidos por oficiais de inteligência não identificados que, segundo ele, faziam parte de um programa secreto.

Valor de Pesquisa e Desenvolvimento

A descoberta e o uso da tecnologia desenvolvida por outras formas de vida [extraterrestres] pode ter um efeito profundo no desenvolvimento humano, de acordo com Garry Nolan, professor da Universidade de Stanford.

“O que pode ser representado aqui pode ser centenas de revoluções tecnológicas à nossa frente. Poderia ser mais transformador para a humanidade do que o que o microprocessador realizou. Imagine o que poderíamos fazer com um grão de conhecimento sobre como eles operam”, disse Nolan, de acordo com o The Debrief.

Esse conhecimento também pode ter implicações para a indústria de defesa.

A Lei de Autorização de Defesa Nacional de 2023 orienta o secretário de defesa a estabelecer um “mecanismo seguro para relatórios autorizados de – qualquer evento relacionado a fenômenos anômalos não identificados”, incluindo “recuperação de material, análise de material, engenharia reversa, pesquisa e desenvolvimento, detecção e rastreamento , testes de desenvolvimento ou operacionais e proteções e aplicação de segurança”.

A lei afirma ainda que o secretário deve “impedir a divulgação pública não autorizada ou o comprometimento de sistemas militares e de inteligência classificados, programas e atividades relacionadas, incluindo todas as categorias e níveis de acesso especial e programas de acesso compartimentado”.

Certos membros do Congresso e outras autoridades foram informados sobre o fenômeno UAP, incluindo materiais exóticos recuperados, desde 2019, de acordo com o The New York Times. Um porta-voz do Departamento de Defesa disse que o Escritório de Resolução de Anomalias de Todos os Domínios (AARO) “não tem conhecimento” de tais esforços de engenharia reversa.

“Até o momento, a AARO não descobriu nenhuma informação verificável para substanciar as alegações de que quaisquer programas relativos à posse ou engenharia reversa de materiais extraterrestres existiram no passado ou existem atualmente”, disse Sue Gough ao Epoch Times em 6 de junho.

“AARO agradece a oportunidade de falar com qualquer ex-funcionário ou atual funcionário do governo ou contratado que acredite ter informações relevantes para a revisão histórica.”

Legisladores reagem

Um dia depois que a afirmação de Grusch foi tornada pública, vários membros do Congresso disseram ao Epoch Times que não tinham conhecimento da alegação ou de sua veracidade, embora alguns a considerassem preocupante.

Questionado sobre a alegação durante uma coletiva de imprensa, o presidente do Partido Democrata, Pete Aguilar (D-Califórnia), disse: “Esta não é uma pergunta que eu tinha no meu cartão de bingo”.

“Houve uma audiência do comitê [sobre a AARO] e havia membros da comunidade de defesa que testemunharam em sessão pública. Imagino que no futuro continuem a haver conversas e testemunhos, mas não tenho mais nada a acrescentar”, disse.

O deputado Doug LaMalfa (R-Califórnia) exibiu uma expressão confusa quando informado sobre a denúncia do insider.

Após um momento de consideração, LaMalfa disse: “Bem, vamos garantir que esse denunciante seja uma fonte confiável. Acho que as pessoas certas com a habilitação de segurança certa precisam fazer algumas entrevistas em primeira mão e coletar algumas evidências sobre isso e, em seguida, agir adequadamente a partir daí”.

O deputado Buddy Carter (R-Ga.) disse: “Eu não ouvi isso. Mas se for esse o caso, então [isso] certamente é preocupante.” A deputada Nancy Mace (RS.C.) disse: “Não sei nada sobre isso”.

Alguns membros do Congresso que estão bem posicionados para julgar a veracidade das alegações de Grusch não forneceram informações ao Epoch Times.

Um porta-voz do senador Mark Warner (D-Va.), presidente do Comitê de Inteligência do Senado, se recusou a comentar. O membro do ranking Marco Rubio (R-Fla.) não respondeu a um pedido de comentário até o momento da publicação. Nem a senadora Kirsten Gillibrand (DN.Y.), presidente do Subcomitê de Serviços Armados sobre Ameaças e Capacidades Emergentes.

Um porta-voz da Casa Branca encaminhou perguntas ao Departamento de Defesa.

Jackson Richman, Samantha Flom e Madalina Vasiliu contribuíram para esta história. 


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é controle-mental-escravos-sistema.jpg

Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente. Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]. Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito “SUGERINDO” às pessoas para que “AMEM A SUA SERVIDÃO” ao invés de açoita-los e chuta-los até obter sua obediência“. – Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1

Artigos Relacionados:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *