browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

As 10 maiores companhias aéreas dos EUA advertem sobre Interferência da Telefonia 5G em Aviões em voo

Posted by on 19/01/2022

As dez maiores companhias aéreas dos Estados Unidos alertaram que o iminente funcionamento de serviços de internet móvel 5G causará uma “grande interferência” em aeronaves. Segundo elas, o início do funcionamento dos serviços de telefonia 5G da Verizon e da AT&T, planejados para esta quarta-feira, dia 19, causará uma “calamidade econômica completamente evitável”. As empresas aéreas temem que os sinais de 5G em banda C perturbem os sistemas de navegação dos aviões, particularmente aqueles utilizados em situações de mau tempo.

Telefonia 5G: 10 maiores companhias aéreas dos EUA advertem sobre impacto em SISTEMAS das aeronaves

Fonte: BBCPortuguês

As empresas aéreas temem que os sinais de 5G em banda C perturbem os sistemas de navegação dos aviões, particularmente aqueles utilizados em situações de mau tempo. O alerta foi feito numa carta a autoridades americanas de aviação.

Nela, os executivos-chefes da American Airlines, Delta Air Lines e United Airlines, entre outros, disseram: “Uma intervenção imediata faz-se necessária para evitar uma perturbação operacional significativa para passageiros de voos, transportadores, cadeia de suprimentos e entrega de necessários suprimentos médicos”, incluindo distribuição de vacinas.

A BBC teve acesso à carta que lista as urgentes preocupações das companhias. O documento foi enviado ao secretário de Transporte Pete Buttigieg, assim como ao chefe da FAA (Administração Federal de Aviação), o presidente da Comissão Federal de Comunicações e o diretor do Conselho Econômico Nacional.

Segundo apurou a BBC, as negociações continuam nos altos escalões do governo americano sobre o que foi descrito como uma “situação bastante indefinida”.

As companhias aéreas querem que os sinais de 5G sejam excluídos de “aproximadamente duas milhas das pistas dos aeroportos em aeroportos afetados, como definido pela FAA em 19 de janeiro de 2022”.

“Isso permitiria que o 5G seja adotado, mas evitando impactos prejudiciais no setor de aviação, no público em viagem, nas cadeias de suprimentos, na distribuição de vacinas, na nossa mão-de-obra e na economia como um todo”.

“Nós pedimos, além disso, que a FAA identifique imediatamente aquelas estações de base 5G mais próximas a pistas chave de aeroportos que precisem ser atendidas para garantir a segurança e impedir transtornos”, acrescentaram os executivos.

Torres de 5G próximas à pistas de aeroportos podem interferir nos altímetros dos aviões podendo causar graves acidentes em aeronaves decolando e aterrissando

Essas preocupações já haviam sido apresentadas recentemente pelas duas grandes fabricantes de aeronaves, Airbus e Boeing, num raro alerta conjunto. O grupo de companhias aéreas declarou que:

“Os fabricantes de aeronaves nos informaram que existem enormes parcelas da frota em operação que podem ter de ser impedidas de voar indefinidamente. “Além do caso provocado domesticamente, essa falta de aeronaves utilizáveis pode potencialmente deixar dezenas de milhares de americanos retidos no exterior”.

Num comunicado no domingo, dia 16, a FAA, que gerencia a segurança na aviação em todo o território dos Estados Unidos, disse que havia “liberado cerca de 45% da frota comercial dos EUA para realizar aterrissagens com pouca visibilidade em muitos dos aeroportos onde o 5G de banda C será implementado”.

A FAA disse ainda que aprovara “dois modelos de altímetros de rádio para serem instalados numa variedade de aviões Boeing e Airbus”. A reguladora, porém, afirmou que “mesmo com essas novas aprovações, aeronaves em voos em alguns aeroportos ainda podem ser afetadas”.

“A FAA também continua trabalhando com fabricantes para entender como dados de um altímetro de radar são usados em outros sistemas de controle de voo. Os Passageiros devem verificar com suas companhias aéreas se há previsão do clima no destino onde uma interferência provocada pelo 5G é possível”, disse a Administração Federal de Aviação.

Empresas de telefonia investiram bilhões de dólares na modernização de suas redes para implementar a tecnologia 5G, que oferece serviços de internet muito mais rápidos e melhor conectividade. Já houve vários adiamentos no início do funcionamento do sistema 5G devido a preocupações do setor de aviação – lançamentos do serviço em dezembro e no início de janeiro foram ambos suspensos.

O CTIA, grupo do setor de comunicação sem fio nos EUA, afirma que a telefonia 5G é seguro e acusou o setor aéreo de espalhar o medo e distorcer fatos. “Um adiamento provocará danos reais. Adiar a adoção em um ano tirará US$ 50 bilhões em crescimento econômico, exatamente quando nossa nação está se recuperando e se reconstruindo depois da pandemia”, disse a executiva-chefe do CTIA, Meredith Attwell Baker, em um texto publicado num blog em novembro de 2021.


AT&T e Verizon ADIAM lançamento da Telefonia 5G devido a preocupações com interferência de aviões

Para alívio dos viajantes em todos os lugares, parece que a AT&T e a Verizon decidiram adiar o lançamento de partes de suas redes 5G que foram consideradas perigosamente próximas a aeroportos vulneráveis.

Como discutimos abaixo, a indústria da aviação (ainda se recuperando do desastroso e mortal cancelamento do Boeing 737 Max 8) alertou sobre acidentes potencialmente mortais que podem resultar de interferências de sinais relacionadas ao lançamento da Telefonia 5G.

Em um comunicado , um porta-voz da AT&T disse que a empresa não lançaria seu serviço 5G em áreas selecionadas perto de um “número limitado de torres de telefonia 5G em torno de certas pistas de aeroportos, enquanto continuamos a trabalhar com a indústria da aviação e a (FAA)”.

As empresas sem fio culparam a FAA e a indústria por não terem resolvido esse problema mais cedo.

“Estamos frustrados com a incapacidade da FAA de fazer o que quase 40 países fizeram, que é implantar com segurança a tecnologia 5G sem interromper os serviços de aviação, e pedimos que faça isso em tempo hábil”, disse um porta-voz da AT&T.

O presidente Biden recebeu a notícia com uma declaração própria, dizendo que a decisão das transportadoras aéreas “evitará interrupções potencialmente devastadoras” nas viagens.

“Este acordo protege a segurança do voo e permite que as operações de aviação continuem sem interrupções significativas e trará mais opções de internet de alta velocidade para milhões de americanos”.

A FAA alertou repetidamente sobre a possível interferência do lançamento do 5G, conforme discutimos anteriormente.

A Administração Federal de Aviação (FAA) liberou uma grande parte da frota de aviões comerciais dos EUA para pouso de visibilidade ultrabaixa em metade dos aeroportos dos EUA afetados pelo próximo lançamento do 5G. No entanto, um dos principais grupos de lobby das companhias aéreas alertou que o lançamento do 5G pode desencadear graves consequências econômicas para as companhias aéreas comerciais e de carga.  

Um comunicado da FAA, divulgado domingo, disse que os modelos Boeing 737, 747, 757, 767, MD-10/-11 e Airbus A310, A319, A320, A321, A330 e A350 foram aprovados para realizar pousos de baixa visibilidade (isso representa cerca de 45% da frota comercial da América). A agência também aprovou dois modelos de radar altímetro que não serão interrompidos/afetados pela banda 5G das torres de celular. 

Os aeroportos restantes serão fortemente impactados pelas frequências 5G e podem fazer com que as companhias aéreas atrasem ou cancelem voos com base na situação do clima sem visibilidade para pouso. A FAA solicitou à AT&T e à Verizon, que planejam ligar suas torres 5G em 19 de janeiro, para  criar zonas de amortecimento  por seis meses em torno de 50 aeroportos onde os transmissores estão muito próximas. 

“Mesmo com essas novas aprovações, os voos em alguns aeroportos ainda podem ser afetados. A FAA também continua trabalhando com os fabricantes para entender como os dados de radar de altímetro são usados ​​em outros sistemas de controle de voo. Os passageiros devem verificar com suas companhias aéreas se o clima está previsto para um destino onde a interferência 5G é possível”, disse a FAA. 

O  cerne do problema  está no radar altímetro da aeronave que usa frequências próximas à banda C. As torres 5G também usam frequências de espectro de rádio de banda C que podem atrapalhar os altímetros, um importante dispositivo que mede a altura de aproximação das aeronaves do solo ao aterrissarem.

A Airlines for America, um grupo de lobby, com sede em Washington, DC, que representa as principais companhias aéreas norte-americanas, como Delta Airlines, American Airlines, JetBlue, Southwest, United, UPS, FedEx e Air Canada, expressou sua preocupação na segunda-feira [17 de janeiro] sobre o lançamento da Telefonia 5G e como isso poderia ter um impacto maciço nas operações de aeronaves e possivelmente levar a uma “calamidade econômica”. 

“A menos que nossos principais hubs sejam liberados para voarem, a grande maioria do público de viagem e transporte estará essencialmente em terra”, disse o grupo de lobby, observando que cerca de 1.100 voos e 100.000 passageiros podem sofrer atrasos ou cancelamentos diariamente. 

“Os efeitos em cascata nas operações de passageiros e carga, nossa força de trabalho e a economia em geral são simplesmente incalculáveis… Para ser franco, o comércio do país vai parar.”

O grupo de lobby alertou que grandes áreas da “frota operacional” estão “indefinidamente aterradas” até que a interrupção do altímetro do radar seja resolvida.  Além do possível caos nas viagens aéreas, o aterramento de frotas de aviões de carga pode criar um novo problema na cadeia de suprimentos: a falta de aeronaves de fuselagem larga para o transporte de mercadorias. 

Também parece não haver resolução da FAA para helicópteros. Na semana passada, a Helicopter Association International  revelou  que frotas inteiras de helicópteros podem ser aterradas em todo o país quando as torres 5G forem ligadas. 

Se o grupo de lobby estiver certo, atrasos e cancelamentos de voos podem aumentar drasticamente além do que já tem ocorrido diariamente devido à escassez de mão de obra e ao clima. A nova reviravolta é como as frotas de carga podem ser aterradas e interromper as cadeias de suprimentos já estressadas. 


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932].  Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ”  Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984” 


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to As 10 maiores companhias aéreas dos EUA advertem sobre Interferência da Telefonia 5G em Aviões em voo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.