Balão da China, um sinal chinês de Preparação para a Guerra com os EUA

A essa altura, você provavelmente já deve saber que o balão espião chinês que, por algum motivo, foi autorizado a atravessar todos os EUA, apesar de sabermos disso dias atrás, foi abatido. Simplificando, foi muito pouco e muito tarde por várias razões – e houve embaralhamento, especifica e economicamente, por parte da China nos últimos 10 anos, que mostra que a agressão dos chineses aos EUA só poderia de fato estar começando.

Balão da China, um sinal chinês de Preparação para a Guerra com os EUA

Fonte: QuothTheRaven.substack.com

Primeiro, a China (e a Rússia) com a “crise do balão” agora ambos têm uma medida de nossa relutância em proteger nosso próprio espaço aéreo. Se o desdobramento do balão fosse para ver como reagiríamos, eles obtiveram a resposta: uma reação lenta e incerta [idêntica ao presidente marionete senil ‘Dementia’ Joe].

Em segundo lugar, se o objetivo do balão realmente fosse vigilância, e nada mais nefasto, provavelmente foi capaz de obter quaisquer dados para os quais se propusesse, depois de flutuar sobre várias e sensíveis instalações militares nucleares importantes, durante dias, SEM SER DERRUBADO.

Terceiro, temos que estar bem cientes do potencial do balão ser um teste para outro balão, que muitos especularam que poderia ser os meios  para disparar uma ogiva nuclear de baixa potência na atmosfera e provocar um imenso apagão elétrico e eletrônico em todo o meio oeste dos EUA com um pulso EMP:

Balões de grande altitude, como o que a China lançou sobre as bases militares nucleares de mísseis ICBM de um estado montanhoso esta semana, são considerados uma “plataforma de lançamento” chave para ataques nucleares secretos contra a rede elétrica/eletrônica dos Estados Unidos, de acordo com oficiais de inteligência.

Os balões espiões, usados ??pelo Japão para lançar bombas durante a Segunda Guerra Mundial, são agora muito mais sofisticados, podem voar a até 200.000 pés [66 mil metros] de altitude, escapar da detecção e podem carregar uma pequena bomba nuclear que, se explodida na atmosfera, desligaria a rede elétrica em uma grande área e acabaria com a eletrônica em uma área de muitos estados do país, provavelmente por mais de um ano, seria o caos.

Você deve assumir que a China saberia que este balão – e os outros dois que estão sendo relatados (um sobre a América Latina e  agora um terceiro  potencialmente fora dos EUA) – seriam descobertos. Além disso, houve relatos ontem de que os balões eram manobráveis, o que significa ostensivamente que o balão foi intencionalmente direcionado por todo o seu caminho.

Se for esse o caso, devo acreditar que é um teste dos chineses de quão agressivamente eles poderiam humilhar publicamente o senil marionete presidente Biden (semelhante ao que os sauditas fizeram   meses atrás ao velho demente em sua visita) ou uma distração para outra coisa acontecendo.

O balão sobrevoou o território do Alasca há quase uma semana e, sem ser detectado, o Canadá durante dias. Em vez de lidar com isso, permitimos que ele permanecesse intocado, dando vantagem à China, independente de eles estarem nos testando ou usando o balão para espionagem e para vigilância.

“Eles obtiveram muita informação que não poderiam obter de seus satélites em órbita. Há muito que a China aprendeu com isso”, disse Gordon Chang na Fox News hoje.

Vamos deixar a especulação sobre o balão e a pífia e lenta resposta militar dos EUA para as notícias da TV a cabo e seu próprio pensamento crítico. Mas o que eu quero apontar é o que está acontecendo nos bastidores economicamente da China.

Embora nos concentremos no óbvio, é importante entender também que, do ponto de vista monetário e financeiro, parece que a China está se preparando para a Guerra com os EUA.

Notavelmente, a China continua a estocar muito ouro [e todas as demais commodities, e isso já há bastante tempo] enquanto vende seus títulos do Tesouro dos EUA, se desfazendo de seus ativos em dólar, um passo óbvio que um país se preparando para a guerra ou para desafiar o dólar americano em um cenário global (ou ambos) estaria tomando.

RELACIONADO: China Estoca metade da Produção Mundial de Grãos em meio a ‘Ameaças de Colapso Sistêmico’

Como Zero Hedge observou no mês passado, a China  já comprou 100 toneladas de ouro em dias.

Também fomos um dos poucos veículos no verão passado a  relatar o fato de  que a Rússia e a China anunciaram abertamente uma “nova moeda de reserva global” (anunciada em julho de 2022, prevista  por nós em fevereiro de 2022). E claro, Rússia e China não podem fazer isso sozinhas: elas estão trabalhando com nações como a Arábia Saudita e os demais países do BRICS para ajudar a colocar seus planos em prática.

Crucial para destronar o dólar americano do seu reinado de décadas de moeda de reserva internacional seria a remoção de seu uso para compra e venda de petróleo – um sistema [petrodólar] que está em vigor desde a década de 1970, quando os EUA, através de Nixon, acabou com o padrão ouro para sua moeda e prometeram segurança para o Reino Saudita em troca da adoção do sistema de petrodólares que até aqui sustentava a força do dólar como moeda de reserva mundial.

A Arábia Saudita parece ter acabado com o petrodólar há alguns dias. A admissão aconteceu em um palco muito público, diante do mundo inteiro, diante dos psicopatas e oligarcas do WEF em Davos.

A sequência desses eventos telegrafa uma escalada e precisamos levar muito a sério a perspectiva da ameaça da China entrar em guerra com os EUA.

A espionagem por parte da China não deveria ser uma surpresa – mas notamos a espionagem  econômica que vem ocorrendo? Por exemplo, escrevemos no verão passado sobre como a China espionou o Federal Reserve [FeD] dos EUA e ameaçou um economista dos EUA para obter informações sobre políticas monetárias do FeD.

Enquanto isso, a China tem se aliado ainda mais à Rússia. Foi relatado hoje que a China está ajudando abertamente a Rússia com a guerra na Ucrânia, provavelmente em violação das sanções impostas aos russos pelo ocidente:

As empresas estatais de defesa da China enviaram equipamentos de navegação e peças para caças e outros equipamentos de tecnologia militar para empresas de defesa russas, de acordo com dados da alfândega russa. A China enviou dezenas de milhares de remessas de mercadorias para servir as forças armadas da Rússia (algumas mercadorias tinham finalidades múltiplas e poderiam ser usadas comercialmente, informou o Journal ).

Enquanto isso, a China também expressou seu desejo de eventualmente retomar a ilha de Taiwan – isso dificilmente é um segredo neste momento. Aqueles que conhecem melhor o espaço geopolítico atual parecem concordar, no mês passado, quando o general HR McMaster disse no programa Face the Nation da CBS que a China está praticamente garantida para tentar retomar Taiwan.

“Xi Jinping deixou bem claro, em suas declarações, que ele vai fazer, de sua perspectiva, a China inteira novamente ao incluir a ilha de Taiwan. E os preparativos estão em andamento”, disse ele.

Qualquer pessoa que tenha lido as 23 ações a serem observadas em 2023  (ou qualquer um dos outros artigos recentes  discutindo como estamos nos posicionando para esta tese) sabe que acreditamos que estamos à beira de uma era geopoliticamente sem precedentes. Agora vimos a China roubar propriedade intelectual globalmente, estocar ouro, espionar o Fed, declarar abertamente que desafiará o dólar, planejar apoiar sua própria moeda com ouro ou petróleo e entrar fisicamente no espaço aéreo dos EUA (sem nenhuma resistência significativa).

Eu não sei o que o balão espião significa e o que pretendia ao atravessar o espaço aéreo de todos os EUA sem ser incomodado – mas o que eu sei é que provavelmente isso esconde uma agressão adicional aos EUA, potencialmente tanto física quanto economicamente.

O que será necessário para levarmos a China a sério como uma grave e irreversível ameaça?

Obrigado por ler o Fringe Finance do QTR. Este post é público, então sinta-se à vontade para compartilhá-lo:  Compartilhar


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [apenas] o princípio de dores”. – Mateus 24:6-8


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa) para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

0 resposta

  1. Porque balão se eles tem satélites modernos em orbita…??? Será que o dinheiro esta acabando… usar balões para atravessar um oceano enorme… narrativa mais fuleira…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.309 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth