Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Banco Central da Suíça relata perdas maciças

A perda de US$ 143 bilhões do ano passado é a maior nos 116 anos de história do regulador. O Banco Nacional da Suíça registrou a sua maior perda anual em seus 116 anos de história, com a queda dos mercados de ações e renda fixa atingindo o valor de sua carteira de ações e títulos, anunciou o banco na segunda-feira, citando estimativas preliminares.

Banco Central da Suíça relata perdas maciças

Fonte: Rússia Today

O SNB perdeu cerca de 132 bilhões de francos (US$ 143 bilhões) em 2022, o que equivale a cerca de 18% do produto interno bruto projetado da Suíça e cinco vezes mais do que sua perda recorde anterior de 23 bilhões de francos (US$ 25 bilhões) em 2015.

Quase toda a perda, $ 131 bilhões de francos suiços (US$ 142,8 bilhões), estava ligada a posições cambiais em colapso, tendo comprado cerca de US$ 1 bilhão em ações e títulos como parte de uma campanha para enfraquecer o franco suíço. Isso foi parcialmente compensado por um aumento de $ 435,9 milhões no valor das participações em ouro do banco.

O valor das reservas cambiais do banco central suíço caiu cerca de 17% no ano passado e totalizou 784 bilhões de francos (US$ 854,4 bilhões) em dezembro, abaixo dos 945 bilhões de francos (US$ 1 trilhão) um ano antes, quando o SNB reportou uma perda de 26 bilhões de francos (US$ 28,3 bilhões). bilhões) lucro.

LEIA MAIS: Economia da zona do euro deve encolher – FT

A perda de 2022 significa que o SNB não distribuirá nenhum lucro aos governos suíço central e regionais [Cantões]. Será apenas a segunda vez desde a sua criação em 1906 que a instituição omitirá o seu pagamento habitual. No ano passado, o banco central suíço pagou seis bilhões de francos (US$ 6,5 bilhões) ao governo federal e aos cantões, que agora serão forçados a revisar seus planos de gastos.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“…mas [eles] receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta. Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta. Estes combaterão contra o Cordeiro [Cristo], e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão os que estão com ele, chamados, e eleitos, e fiéis”.Apocalipse 17:12-14

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é nabucodonoor-estatua-daniel.png

A estátua do sonho de Nabucodonosor, um símbolo daquilo que a humanidade construiria na Terra. Os dias de insanidade da atualidade estão contados, muito em breve, a “Grande Prostituta”, a cidade de Roma será varrida da face da Terra, dando início a derrota completa dos servidores das trevas e o fim de seus planos nefastos para o controle do planeta. Em 2023 o Brasil terá um papel decisivo na guerra entre a Luz e as trevas.


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *