Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Bill (Hell’s) Gates confirma que IDs Digitais serão OBRIGATÓRIAS para participar da Sociedade

wef-gates

No dia 8 de novembro de 2023, ocorreu um evento virtual de lançamento da chamada agenda “50 em 5”. A ONU, a Fundação Bill & Melinda Gates e parceiros da Fundação Rockefeller estão lançando uma campanha para acelerar a adoção da identificação digital, Pagamentos Digitais (CBDCs) e a partilha de dados em 50 países sob a égide da infraestrutura pública digital (DPI) até 2028. (fonte).

Bill (Hell’s) Gates confirma que IDs Digitais serão OBRIGATÓRIAS para participar da Sociedade

Fonte: The Exposé News

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) anunciou planos para lançar “IDs digitais” em todo o mundo até o ano 2030, e eles serão obrigatórios para pessoas que desejam participar da sociedade, diz Reclaim the Net, que defende a liberdade de expressão e liberdade on-line individual.

Sistema de Crédito Social

impulso para DigitalPublic Infrastructure (DPI), que inclui. “IDs digitais”, Passaportes de Vacinação e moedas digitais do banco central (CBDCs) – estão sendo defendidos pelos globalistas e oligarcas do WEF e, sem surpresa, são apoiados por Bill (Hell’s) Gates, juntamente com a ONU e a União Europeia (UE).

editor da Sociable, Tim Hinchliffe, diz: “Os defensores são inflexíveis de que o DPI é essencial para a participação nos mercados e na sociedade – assim como vimos com os passaportes de vacinas – apenas em um escopo muito mais amplo e “Se for bem-sucedido, o DPI dará aos governos e às empresas o poder de implementar sistemas de crédito social que podem determinar para onde e como você pode viajar, o que você pode consumir e como poderá fazer transações com seu dinheiro digital programável”.

“Pense em  rastreadores individuais de pegada de carbono, zonas de emissão ultrabaixa (ULEZ) e  CBDCs programados para restringir compras “menos desejáveis” – todos os quais estão sendo pressionados pelos defensores da grande [Great Reset] reinicialização .”(fonte)

A campanha “50 em 5”

A campanha “50 em 5” se autodenomina“ uma campanha de defesa liderada pelo país. Até 2028, a campanha 50 em 5 terá ajudado 50 países a conceber, lançar e dimensionar componentes da sua infraestrutura pública digital”, de acordo com o anúncio oficial. Os 50 países são designados como bancos de ensaio globais (cobaias) e o DPI irá primeiro na África (subsaariana, particularmente) e na Índia, mas o plano é lançar identificações digitais globalmente até 2030 para incluir todos os cidadãos dos estados membros da ONU, de acordo com o Planeta Hoje.

A campanha “50 em 5” também é, sem surpresa, uma colaboração entre a Fundação Bill e Melinda Gates, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, a Aliança de Bens Públicos Digitais e a Co-Develop. 

A Infraestrutura Pública Digital (DPI) é essencial para que os países melhorem as suas economias e o bem-estar das pessoas. Junte-se a nós no lançamento da iniciativa #50in5 para discutir como a construção de um DPI inclusivo pode promover economias fortes e sociedades equitativas” 50in5.net:

A Co-Develop foi  fundada pela Fundação Rockefeller, pela Fundação Bill & Melinda Gates, pela Nilekani Philanthropies e pela Omidyar Network. A Digital Public Goods Alliance lista as fundações Gates e Rockefeller no seu roteiro apresentando “atividades que promovem os bens públicos digitais”, juntamente com outras organizações e vários governos. (Fonte)

Os DPI estão sendo vendidos como um mecanismo de inclusão financeira, conveniência, melhoria dos cuidados de saúde e progresso verde, mas é uma “frase abrangente aplicada a um sistema de governança iminentemente tecnocrático, alimentado por três componentes fundamentais: identificação digital, pagamentos digitais como Moedas Digitais do Banco Central (CBDCs) e compartilhamento massivo de dados”.

O Fórum Econômico Mundial

O WEF publicou uma série de artigos em setembro, essencialmente pressionando pela aplicação do DPI e, claro, o WEF está por aí “pensando nas crianças” como os melhores deles, “Os direitos das crianças em todo o mundo podem ser aumentados através do investimento em infraestruturas públicas digitais”,   disse uma legenda em artigo publicado em 18 de setembro de 2023, intitulado “@ Dois terços dos ODS relacionados com as crianças não cumprem as metas’: Eis por que devemos investir agora em infraestruturas públicas digitais.»

“2023 marca a metade do caminho para alcançar os  objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) das Nações Unidas ”, lembra-nos o WEF, esta metade do caminho “é uma oportunidade para “avaliar e recalibrar” os esforços para concretizar os direitos de todas as crianças, em todos os lugares e com faltam apenas sete anos para atingir a meta de 2030, dois terços dos indicadores relacionados com as crianças estão aquém do ritmo de cumprimento das suas metas, de acordo com um novo relatório da UNICEF,  Para Cada Criança, um Futuro Sustentável .

  • 1,9 bilhões de crianças deixadas para trás – Se os progressos recentes continuarem, apenas 60 países, onde vive apenas 25% da população infantil, terão alcançado as suas metas até 2030, deixando para trás cerca de  1,9 bilhões de crianças  em 140 países.
  • Parece pouco provável que o mundo de hoje alcance os objetivos ambiciosos que estabelecemos para as crianças em 2015.
  • Fome – O mundo voltou a  níveis de fome  nunca vistos desde 2005, e os preços dos alimentos permanecem mais elevados em mais países do que no período de 2015 a 2019.
  • As crianças carecem de competências básicas – Enquanto frequentam a educação, os dados mostram que 600 milhões de crianças e adolescentes não estão a adquirir competências básicas de leitura e matemática e que 11 milhões adicionais de crianças de dez anos carecem de competências básicas.

A “solução” para o “problema”? O “problema”, diz o WEF, tem sido a pandemia, claro, que “piorou a situação”, e a infraestrutura pública digital é a “solução”. uma vez que foi identificado como uma “transição fundamental necessária para acelerar a ação e os resultados dos ODS para as crianças até 2030”.

Proteger os “direitos ou a segurança das crianças” tem sido uma tática usada anteriormente pelos globalistas não eleitos, ao mesmo tempo que promovem um sistema tecnocrático que irá na verdade retirar os direitos de todos os indivíduos, incluindo as crianças.

Reclaim the Net, diz que, essencialmente, “DPI é uma palavra da moda usada de forma um tanto interessante/alarmante de acordo por organizações como a ONU, mas também a União Europeia (UE), a  Fundação Gates e, claro, o Fórum Econômico Mundial (WEF). ) nunca está totalmente fora de cena.

“O que os DPI deveriam fazer, na melhor das hipóteses, é ajudar o desenvolvimento de diversas maneiras. Aqueles que se aprofundam nos chavões e no “jargão corporativo” vindos destas organizações, no entanto, estão rejeitando o termo e a política como um estratagema para acelerar a introdução de identificações e pagamentos digitais, com um prazo de 2030.”

Eles concluem: “Se você é cidadão de um Estado-membro da ONU e seu governo (ou seja, os contribuintes) está contribuindo para os vários esforços da ONU, WEF e fundações, e você se sente desconfortável ou insuficientemente informado sobre tudo isso, bem, que pena. Eles estão indo em frente de qualquer maneira.” ( fonte ).


7 respostas

  1. Vacinas obrigatórias com grafeno e nanotecnologia, indentidade e dinheiro digital, reconhecimento facial, drones e robôs com armas serão usados para caçar a resistência.
    O futuro será uma mistura de Exterminador Do Futuro com Mad Max, pessoas controladas pela inteligência artificial (Zumbis)

  2. Depois da guerra entre os EUA (OTAN) e a Rússia, não acredito nos planos da ONU, WEF e as Fundações do Gates e Rockefeller, no sentido de “domínio global”. Só poderá acontecer no ocidente + os países vassalos como Japão, Coreia do Sul, Nova Zelândia e Austrália.

  3. Controle absoluto da humanidade, o “rebanho” está cercado. Quem pode enfrentar os poderosos, ou melhor, que se julgam poderosos? Há uma força maior que pode banir esses megalomaníacos do planeta, ela já está operando e já é sentida. Essa é a pressa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *