browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Chefe do Comando Espacial dos EUA acabou de confirmar os acordos nas Reuniões de Júpiter?

Posted by on 13/10/2021

Em agosto, o comandante líder do Comando Espacial [Spacecom] dos EUA, General James Dickinson, confirmou que mais de 100 acordos foram alcançados com diferentes países, agências e grandes corporações para atividades relacionadas ao desenvolvimento de tecnologias espaciais. O General do Exército James H. Dickinson falando no 36º Simpósio Espacial da Fundação Espacial dos EUA em Colorado Springs, Colorado, disse: “Estávamos absolutamente prontos desde o primeiro dia”, disse ele, referindo-se à data em que foi estabelecido, 29 de agosto de 2019 , como o 11º e mais novo comando combatente do Departamento de Defesa.

O General do Exército James H. Dickinson, Chefe do Comando Espacial dos EUA, acabou de confirmar os acordos de Júpiter?

Fonte: SpacewarExopolitics.org

Apenas um mês antes, o General Dickinson supostamente participou de uma série de reuniões em espaçonave da Federação Galáctica em órbita de Júpiter, onde acordos abrangentes foram alcançados entre a Federação Galáctica de Mundos e 14 nações espaciais {Aliança da Terra] de nosso planeta, incluindo CEOs de grandes empresas aeroespaciais.

Os objetivos das Reuniões / Acordos de Júpiter eram para regular as atividades espaciais em nosso sistema solar e liberar tecnologias avançadas para serem desenvolvidas por e para o setor civil. Os EUA foram escolhidos como a nação líder para liderar o Comitê Executivo de seis nações [hoje já são catorze, a Aliança da Terra] que seriam responsáveis ​​por gerenciar a expansão da humanidade na exploração do sistema solar.

O General Dickinson destacou o importante papel que os aliados e parceiros desempenham na missão da Spacecom e de todo o departamento. A Spacecom tem mais de 100 acordos de compartilhamento de dados com aliados, colegas de equipe intergovernamentais e parceiros comerciais, disse ele. Esses acordos trocam informações, aumentam a consciência do domínio espacial, aumentam a segurança das operações de voos espaciais e estabelecem as bases para colaboração futura em operações espaciais.

O general acrescentou que a Spacecom estabeleceu capacidades de comando e controle e participou de 24 jogos e exercícios de guerra de primeiro nível, que são eventos governamentais para testar a resposta coletiva dos Estados Unidos às contingências do mundo real

“Nossa participação ajuda a testar e refinar as relações de controle e comando da guerra espacial”, disse ele.

Neste episódio de Exopolitics Today, o Dr. Michael Salla examina a declaração recente do Gen Dickinson e explica por que ela é uma forte evidência circunstancial convincente de que as reuniões de Júpiter REALMENTE ACONTECERAM.

Podcast Exopolitics Today disponível no Rumble e no YouTube


“Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“O indivíduo é [TÃO] deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio . . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.