browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Dinamarca está abolindo TODAS as restrições do COVID-19

Posted by on 29/01/2022

A Dinamarca anunciou que encerrará todas as restrições ao coronavírus COVID-19 na próxima semana, em 1º de fevereiro. Mette Frederiksen, primeira-ministra de um dos países mais vacinados do mundo, disse que a Dinamarca não estenderá nenhuma de suas medidas restritivas de pandemia além de 31 de janeiro. “A pandemia ainda está aqui, mas com o que sabemos, agora ousamos acreditar que estamos na fase crítica”, disse Frederiksen, que chamou esse desenvolvimento em seu país de “um marco”.

Dinamarca está abolindo TODAS as restrições do COVID-19

As fontes incluem: Breitbart.com, Bloomberg.com, Newsweek.com, EuroNews.com, Brighteon.com

“Dizemos adeus às restrições e saudamos a vida que conhecíamos antes”, continuou ela. “A partir de 1º de fevereiro, a Dinamarca estará aberta.”

Segundo o ministro da Saúde dinamarquês, Magnus Heunicke, o país registra mais de 46.000 novos casos de COVID-19 por dia, mas muito poucas pessoas são hospitalizadas e menos pacientes ainda estão em unidades de terapia intensiva.

“Continuamos com uma forte vigilância epidêmica”, disse Heunicke. “Então nós… podemos reagir rapidamente, se necessário.”

“Pode parecer estranho que queiramos remover as restrições dadas as altas taxas de infecção”, disse Frederiksen. “Mas menos pessoas ficam gravemente doentes.”[por conta da “Terrível” variante Omicron]

“A situação na Dinamarca é que temos essa dissociação entre infecções e pacientes de terapia intensiva”, disse Heunicke. “Essa é a razão pela qual é seguro [reverter restrições] e a coisa certa a fazer agora.”

A vida voltará totalmente ao normal em fevereiro

A Dinamarca iniciou o processo de afrouxamento das restrições em meados de janeiro, após um bloqueio de um mês .

Quando o bloqueio terminou, as salas de concertos e os cinemas foram autorizados a reabrir e algumas outras restrições foram afrouxadas, mas permaneceram. Horários limitados para restaurantes, mascaramento obrigatório e comprovante de vacinação COVID-19 ainda eram exigidos na maioria dos espaços públicos.

A partir de 1º de fevereiro, as casas noturnas poderão funcionar novamente e os restaurantes poderão permanecer abertos após as 22h. Os clientes de qualquer local não precisarão mais apresentar comprovante de vacinação na entrada.

Os passageiros que viajam de ônibus não precisarão mais usar máscaras e os limites de capacidade colocados nas lojas serão suspensos.

As únicas restrições que permanecerão são os testes de COVID-19 e os requisitos de isolamento para as pessoas que entram no país. Essa exigência permanecerá em vigor até março.

Ao fazer este movimento importante, a Dinamarca segue os passos da Irlanda, Holanda e Reino Unido. (Relacionado: O levantamento das restrições do COVID-19 da Grã-Bretanha pode fazer parte do PSYOP gigante para recuperar a confiança das pessoas .)

Mas os outros três países mencionados estão mantendo algumas medidas COVID-19 em vigor. A Dinamarca, por outro lado, está eliminando completamente todas as suas restrições domésticas.

A Inglaterra foi o primeiro país a anunciar um afrouxamento das restrições, com o primeiro-ministro Boris Johnson anunciando o fim do mandato da máscara como parte do retorno do país às medidas do “Plano A”.

A Irlanda seguiu, com o primeiro-ministro Micheal Martin anunciando o fim do sistema nacional de passaportes de vacinas. Inglaterra e Irlanda foram seguidas pela Irlanda do Norte, Escócia e Holanda.

A maior parte da Europa também está implementando planos para reverter a maioria das restrições do COVID-19. A Noruega está planejando se livrar gradualmente das restrições, uma vez que as autoridades de saúde pública do país aceitaram que apenas medidas “extremas” podem lidar com a [“Terrível”} variante omicron.

Até a França e a Áustria, que vêm pressionando extremamente os seus cidadãos não vacinados para que tomem as vacinas, começaram a relaxar algumas de suas regulamentações tirânicas.

Assista ao vídeo da primeira-ministra Mette Frederiksen anunciando a transição da Dinamarca para uma sociedade completamente livre de restrições em 1º de fevereiro:

Mais histórias relacionadas:

Israel agora é o número 1 em casos de covid per capita, provando que todas as “ONDAS” de vacinações, bloqueios e restrições draconianas são totalmente inúteis e estúpidas .

A verdade te libertará: jornal dinamarquês pede desculpas por não relatar a verdade sobre a pandemia de COVID .

DANO da vacina agora onipresente na Dinamarca, pois as hospitalizações “Omicron” ocorrem principalmente em PESSOAS “totalmente vacinadas”.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to Dinamarca está abolindo TODAS as restrições do COVID-19

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.