Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Divisão da Linha do Tempo, da Realidade, as Frequências e as Forças Ocultas da Vida (1)

O objetivo de longo prazo de introduzir constantemente “novos aplicativos divertidos” no mainstream é tornar as pessoas ainda mais zumbis, reativas, controladas, centradas no ego/intelecto e viciadas em tecnologia externa mais do que já estão… é um método eficiente de programação oculta de controle mental e comportamental, transformando as pessoas em robôs-zumbis por sua própria vontade (manipulados), preparando-as para aceitar (e se viciar) em mais “avanços” tecnológicos que influenciarão suas emoções, comportamentos, escolhas atitudes e ações à medida que se tornam cada vez mais semelhantes a máquinas: conformados bovinamente, programados, influenciáveis e previsíveis.

Divisão da Linha do Tempo-Realidade, Frequências e as Forças Ocultas da Vida

Fonte: VeilofReality.comPor Bernhard Guenther (as sentenças entre colchetes [ ] são do tradutor)

Tópicos:

  • A Agenda do Reino Negativo
  • Mudança de cronogramas, fricção e vibração de frequência
  • Criação da Realidade e Vontade Divina
  • O que a incorporação realmente significa
  • Individualidade, Soberania e Ser
  • Forças Ocultas e Interferência Hiperdimensional
  • Sobrecarga de informações [inúteis] – ficar preso na toca do coelho
  • A armadilha de combater o mal
  • O futuro não está definido em pedra

Como muitos de nós podemos ver e sentir nestes tempos de turbulência crescente, o mundo que habitamos coletivamente está se tornando um caldeirão efervescente de loucura e demência que borbulha exageradamente.

Quando as pessoas têm acesso a um ciclo contínuo de 24 horas de propaganda baseada no medo (grandes meios de comunicação, as pre$$tituta$, e a mídia social- Big Techs) que produzem história após história que apresenta um mundo dominado por um caos cada vez maior e pior, estas fantasias escapistas tornam-se ainda mais apelativas – a combinação é uma brilhante “armadilha de conformidade” que serve muito bem aos poderes constituídos e aos seus senhores hiperdimensionais.

As pessoas são máquinas. As máquinas têm de ser cegas e inconscientes, não podem ser de outra forma, e todas as suas ações têm de corresponder à sua natureza. Tudo acontece. Ninguém faz nada. “Progresso” e “civilização”, no verdadeiro significado destas palavras, só podem aparecer como resultado de esforços conscientes. Eles não podem aparecer como resultado de ações mecânicas [de zumbis] inconscientes.

E que esforço consciente pode haver nas máquinas? E se uma máquina está inconsciente, então cem  máquinas estão inconscientes, e também mil máquinas, ou cem mil, ou um milhão. E a atividade inconsciente de um milhão de máquinas deve necessariamente resultar em destruição e extermínio. É precisamente nas manifestações involuntárias inconscientes que reside todo o mal. Você ainda não entende e não consegue imaginar todos os resultados deste mal. Mas chegará o momento em que você entenderá.” – G. I. Gurdjieff, Em Busca do Milagroso

A Agenda do Reino Negativo

É surpreendente pensar que o que acabou de ser descrito acima é apenas a ponta visível de um enorme iceberg (em relação às agendas ocultas que estão acontecendo – aberta e secretamente – em nosso mundo agora) – todas essas eventos aparentemente não relacionados (de um nível de superfície 3D) estão, na verdade, todos interconectados e vinculados à engenharia social, ao controle da mente e à Matrix Hiperdimensional  : trancar a humanidade em uma prisão de baixa frequência, redirecionando o livre arbítrio das pessoas para o alinhamento de rebanho bovino com um jogo final cujo propósito a maioria das pessoas desconhece completamente.

É uma agenda baseada na criação e ancoragem da frequência do medo, da divisão, permissividade, corrupção generalizada e conquista, caos, confusão, pensamento de sobrevivência arrastado pela 3D, apatia, ignorância (também através de falsa luz/ensinamentos da Nova Era), desempoderamento, desincorporação e uma falta de orientação interior que resulta de um estilo de vida insensível, [“acordado”, “entorpecido”, transgênero] e centrado na cabeça, intelecto, ego.

Todos esses eventos projetados para criar o caos completo em todas as esferas criam a frequência certa para desencadear padrões de pensamento de ‘seguidor’ da mente coletiva, a “necessidade” de seguir uma “autoridade” (Síndrome de Estocolmo) e a busca ilusória por soluções externas, líderes [religiosos, políticos, influenciadores, et caterva], realização, felicidade através da desconexão ”do Eu”, de nossos corpos sutis (e essencialmente, de nosso [divino] sistema de orientação interno), desconexão total da natureza e do divino interior. É também a frequência perfeita para gerar a “soltura” energética emocional (através das reações programadas e mecânicas das pessoas a vários estímulos sensoriais), que é o que os “Senhores da Matrix” realmente procuram… pois é o seu “alimento”, o seu sustento, a energia humana desperdiçada e vampirizada por eles.

Vemos esse padrão em constante movimento em todos os lugares, mas especialmente nos EUA, Canadá, Europa, Japão, em suma o G-7/OTAN [o Hospício Ocidental “acordado”, satanista, transgênero, LGBTQ+, da “diversidade, Equidade”, “emissão zero carbono” e outras baboseiras… ] no momento, com muitas pessoas ainda sendo apanhadas – e comprando – o circo das eleições políticas, independentemente de quem elas torcem (ficando presas no “ falácia do menor dos dois males), como se os seus votos e protestos alguma vez tivessem (ou alguma vez terão) qualquer efeito na agenda geral. Todas as projeções emocionalmente carregadas contra Biden e Trump são simplesmente o “alimento” perfeito para os “Senhores da Matrix” hiperdimensional, assim como as projeções salvadoras (Sanders, Stein ou quem quer que seja) que representam a oposição controlada à narrativa predominante… todas elas são marionetes, controlados pela mesma mão (invisível).

“[…] olhando para o que aconteceu em 1914 – ou, aliás, para tudo o que está e tem acontecido na história humana – o olho do Yogin vê não apenas os eventos externos, as pessoas e as causas, mas as enormes forças [ocultas] que os precipitam em ação. Se os homens que lutaram eram instrumentos nas mãos de governantes e financistas, estes, por sua vez, eram meros fantoches nas garras dessas forças (ocultas hiperdimensionais). Quando alguém está habituado a ver as coisas que estão por trás das cortinas, já não está propenso a ser tocado pelos aspectos exteriores e superficiais – ou a esperar qualquer solução de mudanças políticas, institucionais ou sociais; a única saída é através da descida de uma consciência [corporificada) que não é uma marionete dessas forças, mas é maior do que elas.” – Sri Aurobindo, As Forças Ocultas da Vida

Como foi explorado em profundidade em um artigo anterior, a crença contínua nos políticos dos governos e em qualquer autoridade e/ou “especialista” é a configuração mais básica do Sistema de controle da Matrix. No momento em que você se identifica/apoia um partido/candidato (esquerda, direita, centro, democrata, republicano, verde, progressista, liberal, conservador, “acordado”, qualquer que seja…) e se envolve no jogo, a Matrix “aprisiona você”.

Estaremos muito longe de qualquer “mudança de consciência” significativa enquanto as pessoas continuarem a ceder o seu poder a qualquer líder externo, político, religioso ou não. E esse é apenas o ponto de partida no processo de emancipação. Existe a ilusão cruzada de identificação com uma nação/bandeira/legado “tribal” e, claro, toda a mente coletiva e o grupo pensam em falácias que são baseadas em inúmeras identificações ilusórias que surgem de uma vida inteira de condicionamento e programação social/cultural .

Todos estes fatores estabelecem o quadro em que as pessoas basicamente lutam entre si e discutem sobre como organizar melhor a cela de prisão em que se encontram, desconhecendo a sua escravidão atual e reforçando as suas algemas com o seu próprio consentimento.

Que enorme desperdício de energia criativa – embora tecnicamente essa energia nunca vai ser desperdiçada, “alguma coisa” a suga e se alimenta dela, e esse é o objetivo da configuração da Matrix de qualquer modo; a humanidade não está no topo da cadeia alimentar e a consciência [energia] também é “alimento” [para outras espécies].

“A tirania máxima numa sociedade não é o controle pela lei marcial. É o controle pela manipulação psicológica da consciência, através da qual a realidade é definida para que aqueles que nela existem nem percebam que estão na prisão. Eles nem sequer percebem que existe algo fora de onde eles existem. Vocês foram controlados como ovelhas num curral por aqueles que pensam que são seus donos – desde o governo até a Equipe de Gestão Mundial e aqueles que estão no espaço. Você foi privado de conhecimento pelo controle de frequência.” – Barbara Marciniak, Mensageiros do Amanhecer

Mas nada do que está sendo discutido aqui é novidade. Está apenas “revelando-se” agora a um ritmo acelerado, que é o verdadeiro significado do termo “apocalipse” [e já estamos no início do Armagedom]: as mesmas sombras na parede em diferentes disfarces; o mesmo velho jogo de controlar, dividir e conquistar (manipulação do policial mau vs. policial bom, esquerda, direita, etc) e da polarização dualista que vem acontecendo há milhares de anos, levando aos tempos em que estamos agora.

Todos esses eventos que se manifestam fisicamente (em nível global e político) também são projetados para nos distrair do que realmente está acontecendo do outro lado do véu da realidade e mantê-los ‘ocultos’ (“escondidos”). da visão dos verdadeiros arquitetos da matrix – além de sua manifestação 3D. É a batalha espiritual arquetípica entre servidores das Trevas e os servidores da luz, uma guerra pelo controle de nossas mentes, consciência e alma… um conflito que está agindo através de nós.

“[…]Temos que entender aqui que a verdadeira agenda do Reino Negativo é “comer a consciência”.  Então, isso na verdade torna desnecessário uma “aquisição” [uma guerra] aberta em termos físicos e literais. Se uma “invasão” [do planeta] fosse detectada, isso significaria que o véu seria levantado e todos veriam o “monstro por trás da cortina” e ficariam enojados e virariam as costas. Assim como no “Mágico de Oz”, esses chinelos de rubi devem ser obtidos com MUITO CUIDADO!

Reunir a essência é uma arte de muita sutileza! O “plano alienígena negativo” é, em seu sentido mais puro, PERSEGUIR e CONTROLAR.

O objetivo do Stalking é criar um ambiente artificial completamente controlado composto de comportamentos humanos totalmente previsíveis pois que incentivados – tornados previsíveis porque foram programados para responder a sinais de bovino condicionamento.[…]

O importante a lembrar é o seguinte: NÃO existe uma “atividade conspiratória unificada” acontecendo aqui na hierarquia do [dos controladores dos] governo. O efeito “dividir para conquistar” também se manifesta neste nível e adequa os propósitos alienígenas [hiperdimensionais] a um “T”. Tal atividade a TODOS os níveis é consistente com o seu programa de STALKING, no qual a confusão, caos e os objetivos contraditórios impedem uma percepção clara por parte dos seres humanos presos em sua Matrix de Controle.

No entanto, a algum nível profundo e OCULTO, pode haver uma interação conspiratória direta entre o “governo secreto” e os alienígenas negativos… mas é improvável que qualquer nome dos envolvidos seja reconhecido por alguém, não importa o quão “informado” esteja sobre o assunto. Esses “superiores secretos” são apenas isso: SECRETOS. Qualquer organização que você possa nomear, ou sobre a qual você tenha CONSCIÊNCIA, são apenas “círculos externos”.

Qual ​​é o objetivo deste STALKING? É duplo. Primeiro, o efeito de Stalking é como debandar um rebanho de gado. Pouco a pouco, eles se consolidam num “modo negativo” que consiste na ideia de “nós contra eles”. Mesmo que, superficialmente, possa parecer que este “modo” é positivo, (ou seja, salvar o mundo porque está “errado” ou defeituoso, ou marcado pelo pecado original ou o que quer que seja ) o próprio fato de ser formado no modo “dominador” de perceber a salvação “fora”, significa que pode mais facilmente ser “dominado” do corpo, da mente e da alma em um nível que é “invisível e indetectável”.  Em outras palavras: Satanás PODE e na maioria das vezes aparece como um Anjo de Luz!

É apenas nos níveis mais baixos da estrutura de poder que muitos ainda acreditam que estão desempenhando os papéis básicos de “antagonismo” e “autoproteção”. Eles acreditam que “enviar amor e luz” aos “necessitados” é apropriado, sem perceber que esta atividade se baseia em uma crença profunda de que há algo errado, em erro, em rebelião, e assim se torna novamente, “nós contra eles”. .”

Há evidências de que tecnologia extensiva de implantes pode ser usada para garantir obediência influenciada [e agora com nova tecnologia aberta e a I.A. operacional que as massas de zumbis abraçam e aceitam de bom grado sem questionar]; no entanto, um certo grau de liberdade deve ser conservado através da consciência devido ao fato essencial de que a mercadoria valorizada é a consciência. Uma psique totalmente drogada, cirurgicamente alterada e completamente programada só é boa para o serviço robótico de escravos (e isto também pode estar acontecendo, a propósito).

É nesse entendimento que encontramos a saída da armadilha. Não é fácil, mas é um caminho. O objetivo principal da perseguição negativa é persuadir, por meio de padrões de comportamento fortemente influenciados, mas não robóticos, a Livre Escolha da CONSCIÊNCIA alvo a se aceitar e se alinhar com a existência negativa de maior densidade. Porque, no Longo Prazo, o objeto é “comer” unidades funcionais de consciência pela hierarquia negativa, com o Livre Arbítrio intacto! Caso contrário, não é boa comida!” – Michael Topper, Os reinos positivos/negativos das densidades mais elevadas

A história de Gurdjieff sobre o “mágico do mal” ilustra (por meio de metáfora) o que Topper fala em relação à “perseguição negativa” e à criação de “ um ambiente artificial totalmente controlado, composto de comportamentos humanos totalmente previsíveis” para “persuadir por meio de influências fortemente influenciadas, mas não padrões robóticos de comportamento, a Livre Escolha da CONSCIÊNCIA alvo para se alinhar com a existência negativa de densidades mais elevadas“:

“Havia um mágico malvado. Ele vivia nas profundezas das montanhas e das florestas e tinha milhares de ovelhas. Mas o problema era que as ovelhas tinham medo do mágico porque todos os dias as ovelhas viam que uma delas estava sendo morta para o café da manhã e outra estava sendo morta para o almoço. Então elas fugiram do rancho do mago e foi difícil encontrá-las na vasta floresta. Sendo um mágico, ele usou magia.

Hipnotizou todas as ovelhas e sugeriu-lhes antes de tudo que eram imortais e que nenhum mal lhes estava sendo feito quando eram esfoladas, que, pelo contrário, lhes seria muito bom e até agradável; em segundo lugar, ele sugeriu que o mago era um bom mestre que amava tanto seu rebanho que estava pronto para fazer qualquer coisa no mundo por suas ovelhas; e em terceiro lugar, ele sugeriu-lhes que, se alguma coisa fosse acontecer com elas, não aconteceria naquele momento, pelo menos não naquele dia e, portanto, elas não tinham necessidade de pensar nisso.

Ele o Mago disse para diferentes ovelhas… para algumas: “Você é um homem, não precisa ter medo. Somente as ovelhas serão mortas e comidas, e não você. Você é um homem como eu. Foi dito a algumas outras ovelhas: “Você é um leão – só as ovelhas têm medo. Elas escapam, são covardes. Você é um leão; você preferiria morrer a fugir. Você não pertence a essas ovelhas. Então, quando elas são mortos, não é problema seu. Elas foram feitas para serem mortas, mas você é o mais querido dos meus amigos nesta floresta.” Dessa forma, ele contou histórias diferentes para cada ovelha e, a partir do segundo dia, as ovelhas pararam de fugir de casa.

Eles ainda viam outras ovelhas sendo mortas, massacradas, mas isso não era da conta deles. Alguém era um leão, alguém era um tigre, alguém era um homem, alguém era um mágico e assim por diante. Ninguém era uma ovelha, exceto aquele que estava sendo morto. Assim, o Mago sem ter empregados, administrou milhares de ovelhas. Eles iam para a floresta em busca de comida, de água, e voltavam para casa, acreditando sempre em uma coisa: “É uma ovelha que vai ser morta, não você. Você não pertence às ovelhas. Você é um leão – respeitado, honrado, amigo do grande mágico. Os problemas do mágico foram resolvidos e as ovelhas nunca mais fugiram.” – G.I. Gurdjieff

A Matrix de Controle está atualmente sendo colocada no modo acelerado – e as ações do controlador (o “mágico do mal”) estão se intensificando – para tentar neutralizar o “despertar” [das “ovelhas”} que mais e mais pessoas estão experimentando (até certo ponto).

As maquinações destes Predadores Hiper Dimensionais são projetadas para prender o maior número possível de [almas de seres] humanos em um “loop temporal” (e prisão de frequência) antes que a janela de oportunidade se feche durante este Tempo de Transição Planetária, pois há de fato um caminho “para cima” [o Trigo] e um caminho “para baixo”[ o Joio].

Esta fase de transição em que estamos agora não é um evento “da noite para o dia”. Abrange uma época inteira, mas veremos tremendas mudanças, colapsos e transformações durante a nossa vida atual (como já estamos vivenciando, pois não sobrará uma pedra no lugar) e aumentará ainda mais nos próximos anos.

É como se estivéssemos vivendo já no meio das dores do parto que nos conduzem a um novo nível de Ser – um processo que depende do nosso próprio trabalho interior, da utilização do potencial da nossa alma e daquilo com que nos alinhamos. Estes são tempos desafiadores para se estar vivo, mas também emocionantes, e muitos de nós viemos aqui para fazer parte desta evolução e transição planetária à medida que começamos a nos lembrar de nossa verdadeira identidade. Qualquer (re)nascimento é doloroso e bonito ao mesmo tempo.

“Quando você investiga as intermináveis ​​conspirações que estão sendo reveladas agora, quanto mais fundo você vai, mais perto você chega da traição central da Humanidade – a Matrix modificada que está causando a falha sistêmica dos biossistemas da Terra e está gerando esta realidade baseada no medo, estabelecendo uma raça escrava em um planeta prisão.

Para escravizar uma raça, você tira o seu passado, as suas memórias [CULTURA], a sua ancestralidade… a sua identidade… você degrada o seu modelo genético… você instiga um programa de manipulação da consciência psicossocial, química, eletromagnética, política e religiosa que torna essa raça patologica E BOVINAmente obediente.

Estamos presos em uma MatriX corrompida, gerada por nossos próprios programas genéticos mutantes e pelo feedback de frequência de nossas ondas cerebrais quimicamente alteradas.

A libertação da humanidade da escravidão não só exigirá que recuperemos a verdade das nossas origens e descubramos a identidade daqueles que estão manipulando a nossa realidade, mas também deverá incluir a ressurreição do modelo humano original antes da nossa modificação genética [efetuada pelos “deuses”].

Codificado nesse projeto está o modelo ressonante que iniciará nossa dissociação eletromagnética da Matrix sintética. Ressuscite todo o projeto humano, divino e imortal, e você perceberá o feedback visual e sonoro do verdadeiro continuum espaço/tempo – um paradigma transcendente.” – Julieta Carter

É importante ressaltar que o “pensamento positivo” e a falta de criatividade são o calcanhar de Aquiles do reino negativo STS (Serviço a Si Mesmo) de [in]Consciência da Matrix – essas falhas em sua abordagem para manipular a humanidade são refletidas nos atos desesperados que estão sendo vistos agora em todo o mundo, que se tornam cada vez mais aparentes e previsíveis…os mesmos padrões sob diferentes disfarces.

Muitos de nós que fizemos pesquisas ao longo dos anos – e trabalhamos através do condicionamento e programação em nosso próprio processo de despertar – podemos ligar os pontos e “ver o invisível”[o oculto], identificando o fio invisível que tece todos esses eventos, que parecem não têm relação  superficialmente, mas todos apontam para o mesmo objetivo: a escravização global da humanidade sob o disfarce de “liberdade”, “unidade” e “proteção”.

De uma perspectiva hiperdimensional, o objetivo final do jogo de sua agenda é assumir completamente, ‘arrebatar o corpo’ de nosso eu físico/emocional/mental, a fim de nos trancar em uma prisão de frequência – todos os seus vários níveis de tabuleiro de xadrez. Os “gatilhos” são projetados para preparar nossos corpos, de modo a facilitar a hospedagem de sua essência vibracional dentro de nosso “mainframe” humano.

Daí o impulso para a desincorporação em todas as suas várias formas: aumentando a divisão corpo-mente através do aumento da atividade mental/distração através da tecnologia/I.A., bem como envenenando o indivíduo através de OGM, radiação EMF 5G, vacinas mRNA, chemtrails, licenciosidade, promiscuidade, etc. todos eles são fatores ambientais comportamentais que conspiram com a série original de experiências de modificação genética conduzidas pelo “Predador de além das Estrelas”, a fim de nos desligar cada vez mais do nosso modelo original de ADN. Este é um programa de Hibridização que está preparando a transmutação da humanidade em recipientes para a sua posse hiperdimensional.

Enquanto um maior número de pessoas está experimentando desilusão – e ao mesmo tempo começando a questionar o que lhes foi dito e ensinado pelos guardiões culturais oficiais, iniciando assim a sua jornada individual em direção ao próprio despertar – muitos outros estão sendo manipulados para se alinharem. com a NAA (Agenda Alienígena Negativa). É hora de enfrentar a dura realidade de que não haverá um despertar coletivo em massa (numa escala verdadeiramente global) tão cedo. Como mencionei antes em “Política, Soberania e Incorporação“:

Existem mais de 8 bilhões de pessoas neste planeta, todas elas incorporando grandes diferenças em termos (e níveis) de consciência, discernimento e lições extremamente diferentes para serem levadas em consideração, algumas mesmo sem todo o “potencial da alma”.

Para alguns, o seu “propósito” é evoluir em direção ao “lado negro” da criação – um caminho puramente STS (de Serviço a Si Mesmo) ; para muitos outros, seu objetivo é evoluir em direção ao princípio criativo da STO (Serviço aos Outros) consciência [ponto-chave: não há julgamento sobre o que é melhor ou pior, pois ambos são expressões do “Um”], o que pode ser visto como o equivalente ao anarquismo/voluntarismo (de uma perspectiva espiritual) – uma harmónica que não pode ser forçada, mas que tem o seu próprio timing no grande esquema da evolução da Consciência Unificada. Para uma exploração e compreensão mais profundas da dinâmica STS/STO, leia “STO, STS e Densidades” de Tom Montalk.

CONTINUA . . .


“Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”


“A sabedoria (Sophia) clama lá fora; pelas ruas levanta a sua voz. Nas esquinas movimentadas ela brada; nas entradas das portas e nas cidades profere as suas palavras:  Até quando vocês, inexperientes, irão contentar-se com a sua inexperiência? Vocês, zombadores, até quando terão prazer na zombaria? E vocês, tolos, até quando desprezarão o conhecimento? Atentai para a minha repreensão; pois eis que vos derramarei abundantemente do meu espírito e vos farei saber as minhas palavras [o conhecimento]”. – Provérbios 1:20-23


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.305 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

NOSSOS PRODUTOS

Indicações Thoth

Seja um Anunciante

Divulge seu produto ou serviço em nosso portal!
Converse com a equipe comercial no WhatsApp